Atlas de zoologia traz animais desenhados há 170 anos

Um Atlas de Zoologia publicado em 1844, com ilustrações de animais vistos há 170 anos, pode ser baixado na internet.

As ilustrações foram feitas por diversos artistas – e muitas das espécies que ele retratou estão extintas nos dias atuais. Algumas das criaturas são facilmente reconhecidas; outras não se assemelham aos animais com os quais convivemos hoje.

O Atlas completo pode ser visto no site www.biodiversitylibrary.org

Um Atlas de Zoologia publicado em 1844, com ilustrações de animais existentes há 170 anos, pode agora ser baixado na internet. Um dos animais retratados é este demônio-da-Tasmânia. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

As ilustrações foram feitas por diversos artistas – e muitas das espécies que eles retrataram estão extintas nos dias atuais. Acima, um primata “Semnopithecus sp”. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

Acredita-se que esta ave dodo, que habitava as ilhas Maurício, no oceano Índico, tenha sido extinta por volta de 1690. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

A ave acima é descrita como “Pica-pau do México”. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

Algumas das criaturas são facilmente reconhecidas; outras não se assemelham aos animais com os quais convivemos hoje. A ilustração acima é do felino “Felis elegans”, do Brasil. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

O “Thylacine”, acima, era um marsupial carnívoro que está extinto desde 1936. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

Este “Colin da Califórnia” é um elegante pássaro registrado no livro francês. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

Este coala (“Phascolarctos cinereus”) está entre os animais cujo desenho é difícil de se associar ao aspecto real da espécie. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

Aqui, um Apteryx, ave da Nova Zelândia. Segundo o Atlas, esses pássaros têm ovos com o maior peso em proporção ao seu corpo. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

Acima, animal semelhante a uma raposa que foi descrito no Atlas como “um cachorro de orelhas grandes”. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

As aves tinham grande destaque no Atlas. Um exemplo é este espécime chileno chamado “Pitylus crysogaster”. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

Entre a extensa fauna retratada no livro está o musaranho, pequeno animal hoje registrado como “M. proboscideus”. O Atlas completo pode ser visto no site www.biodiversitylibrary.org. (Foto: Biodiversity Heritage Library)

 

Fonte: BBC Brasil / Portal do Meio ambiente

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*