Biovidro é testado em implantes oculares e em ossículos artificiais do ouvido

 


Segunda-feira, 15 de junho de 2015, às 20h32
FAPESP | Centro de Pesquisa, Educação e Inovação em Vidros (CeRTEV), um dos CEPIDs da FAPESP, desenvolve um biovidro que, ao ser depositado em implantes, reduz as infecções bacterianas e acelera o processo de osseointegração. Assista o vídeo e saiba mais.


Manta de biovidro. Material tem inúmeras aplicações na Medicina e na Odontologia, como a contenção e a regeneração de enxertos ósseos, escaras, queimaduras graves e outras lesões de pele. oto: Clever Ricardo Chinaglia

Manta de biovidro. Material tem inúmeras aplicações na Medicina e na Odontologia, como a contenção e a regeneração de enxertos ósseos, escaras, queimaduras graves e outras lesões de pele. oto: Clever Ricardo Chinaglia

Leia mais sobre o
BIOVIDRO

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*