Câmara faz homenagem póstuma a mestre de Jiu-Jitsu


Sexta-feira, 19 de agosto de 2016, às 16h45


Mestre Dida da Casa Verde ajudou muitas pessoas a se tornarem cidadãos.

Da redação da CMSP

Falecido há pouco menos de um mês, Severino Soares da Silva, ou simplesmente Mestre Dida, foi homenageado no plenário da Câmara Municipal na noite desta quinta-feira (18/8) por iniciativa do vereador Jean Madeira (PRB), em evento que reuniu faixas pretas de Jiu Jitsu.

 

Encontro em homenagem ao Mestre Dida. Foto: André Bueno / CMSP

Encontro em homenagem ao Mestre Dida. Foto: André Bueno / CMSP

 

“Mestre Dida não deixou nada a desejar, ele guardou a fé e deixou um legado. Legado esse que é o resultado desses professores que aqui estão, amantes do esporte, um homem que sempre esteve envolvido com a arte marcial, mas acima de tudo com o voluntariado e a sociedade”, afirmou Madeira.

Mestre Dida construiu sua história no esporte a partir de sua academia de Jiu Jitsu na Casa Verde, zona norte da cidade. Sempre identificado por seu carisma e simplicidade, o mestre acolheu muitas crianças, as quais ensinou não apenas a lutar, mas a ser cidadão, conforme explicou Erick Tererê, faixa preta que hoje é o responsável por dar continuidade ao seu trabalho.

“Para mim, o mestre Dida foi mais que um pai. Quando o conheci, eu era um guardador de carros na rua, e ele sempre me ensinou Jiu Jitsu da faixa branca a faixa preta. Ele foi mais que um professor, foi um pai, me incentivou a estudar, eu fiz faculdade de Educação Física e hoje sou professor de Jiu Jitsu, graças a ele”, disse.

“Era uma pessoa que só nos ajudou, ajudou muitas pessoas, tem um trabalho social com mais de cem crianças, ele era uma pessoa que tirava dele para dar a outras pessoas, é uma pessoa maravilhosa, tenho certeza que ele está num bom lugar uma hora dessas”, contou Henrique Gaspar, o primeiro aluno de mestre Dida.

A homenagem póstuma ‘Um Guerreiro Nunca Morre’ foi recebida pelo filho Felipe Soares. “Eu não consigo falar direito, mas eu gostaria de dizer muito obrigado a todos”, finalizou emocionado.

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Leia mais sobre
ALÔ SÃO PAULO

Imagem de um samurai japonês feita em 1860. Foto/Fonte: Bennett, Terry. 'Early Japanese Images' (Rutland, Vermont: Charles E. Tuttle Company, 1996)

Imagem de um samurai japonês feita em 1860. Foto/Fonte: Bennett, Terry. 'Early Japanese Images' (Rutland, Vermont: Charles E. Tuttle Company, 1996)

Leia mais sobre
ARTES MARCIAIS

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo
Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula
Centro Esportivo do Tatuapé: obra abandonada e larvas de pernilongos, vídeo
Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo
Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo
Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo
Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes
Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo
  • Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo

  • Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula

  • Centro Esportivo do Tatuapé: obra abandonada e larvas de pernilongos, vídeo

  • Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo

  • Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo

  • Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo

  • Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes

  • Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*