Carência de ferro é a principal causa de anemias nas crianças


Quarta-feira, 24 de junho de 2015, às 19h53


A anemia ocorre quando a produção de glóbulos vermelhos diminui, deixando a concentração de hemoglobinas abaixo do normal. Esta importante proteína absorve e transporta oxigênio aos tecidos; sua baixa concentração compromete o bom funcionamento do organismo. O tipo de anemia que mais afeta as crianças é a ferropriva, de origem nutricional, decorrente da diminuição da ingestão de ferro dos alimentos.

 

Anemia prolongada compromete o crescimento e o desenvolvimento da criança. Foto: Divulgação

Anemia prolongada compromete o crescimento e o desenvolvimento da criança. Foto: Divulgação

 

O vice-presidente do Departamento de Nutrição da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP), dr. Rubens Feferbaum, alerta que, além daquelas adquiridas, existem as hereditárias, de caráter genético, como a talassemia e a falciforme, que em alguns grupos étnicos possuem uma relativa frequência. Neste caso, o diagnóstico ocorre por meio do Teste do Pezinho.

“É possível identificar a anemia que provém da carência de ferro por meio de sinais como a palidez e o rendimento escolar baixo. No entanto, a confirmação diagnóstica requer um hemograma, que indicará ao médico os verdadeiros indícios de sua gravidade”, explica.

Feferbaum afirma que a prevenção é simples, com uma dieta equilibrada e que contenha alimentos ricos em ferro. “O leite materno é uma importante fonte desse e de outros nutrientes para os bebês, especialmente até os seis meses. Com a alimentação complementar introduzida à dieta da criança, é importante incluir itens, como frutas, verduras e legumes, ricos em ácido fólico e vitamina B12, essenciais para evitar alguns tipos de anemia”, destaca.

O tratamento varia conforme a causa. No caso da ferropriva, são indicados suplementos à base de ferro, além de requerer orientações e acompanhamento de um pediatra. “É essencial que a criança receba orientação nutricional, a fim de alcançar uma alimentação equilibrada, com a quantidade de ferro adequada para suas necessidades”, explica Dr. Feferbaum.

Já as anemias de caráter hereditário são tratadas pelo pediatra ou especialista (hematologista), necessitando de cuidados e tratamentos específicos.
A anemia prolongada, de qualquer etiologia, compromete o crescimento e desenvolvimento cognitivo da criança. A sua detecção, correto diagnóstico e a terapêutica apropriada corrigem este frequente problema das crianças.

Nomofobia: doença da internet. Foto: divulgação

Nomofobia: doença da internet. Foto: divulgação

Leia mais sobre
SAÚDE

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo
Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo
Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo
Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes
Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo
Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo
Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
  • Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo

  • Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo

  • Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo

  • Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes

  • Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo

  • Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo

  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*