Feira na Casa-Museu Ema Klabin faz parte da 16ª Semana Nacional de Museus
maio15

Feira na Casa-Museu Ema Klabin faz parte da 16ª Semana Nacional de Museus

Feira Colaborativa de Arte é uma das atrações que envolvem diversos museus do País que começou ontem (14) e vai até o dia 20 de maio.

Leia mais
Semana de Museus 2018: guia da programação nacional
maio15

Semana de Museus 2018: guia da programação nacional

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) disponibiliza, a programação completa da 16ª Semana de Museus – que acontece em todo o Brasil entre os dias 14 e 20 de maio.

Leia mais
Conheça a oficina de Antotipia e Fitotipia na Casa Museu Ema Klabin
abr19

Conheça a oficina de Antotipia e Fitotipia na Casa Museu Ema Klabin

Já pensou em fazer cópias fotográficas utilizando folhas de plantas e pigmentos oriundos de flores, frutos e raízes?

Leia mais
Casa-Museu Ema Klabin reabre com Programa Especial no Aniversário de SP
jan17

Casa-Museu Ema Klabin reabre com Programa Especial no Aniversário de SP

Após passar pela higienização anual do acervo, a Casa-Museu reabre no dia 24 de janeiro para visitas livres e mediadas. No feriado de Aniversário de São Paulo, 25, haverá show com Dani Mattos & Toque de Bambas homenageando mestres do samba paulistano, Caminhada Fotográfica pelo Jardim Europa e exposição de uma edição rara do livro “Alice no País das Maravilhas”. Entrada franca.

Leia mais
Fãs do Museu da Língua Portuguesa têm novo site e podem acompanhar restauro
dez08

Fãs do Museu da Língua Portuguesa têm novo site e podem acompanhar restauro

A página traz detalhes sobre memória, parceiros e as fases da reconstrução.

Leia mais
Entretenimento: Japonês traz “Espuma” para a Avenida Paulista
set23

Entretenimento: Japonês traz “Espuma” para a Avenida Paulista

Kohei Nawa é um dos mais reconhecidos jovens artistas do Japão. Sua obra é marcada pela ampla pesquisa de materiais inovadores e uma obsessão estética: seu olhar sobre as estruturas moleculares, das quais toda a vida é feita.

Leia mais
São Paulo mais que dobra população de foliões
mar02

São Paulo mais que dobra população de foliões

Foram vendidos 68 mil ingresso para o Sambódromo e os blocos de rua fizeram a alegria dos turistas e paulistanos.

Leia mais
Acadêmicos do Tatuapé é a campeã do Carnaval 2017
mar02

Acadêmicos do Tatuapé é a campeã do Carnaval 2017

Acadêmicos do Tatuapé é a escola de samba campeã do Carnaval 2017.

Leia mais
Mostra Coleção MCB – Novas Coleções
dez11

Mostra Coleção MCB – Novas Coleções

O Museu da Casa Brasileira que fica no Parque do Ibirapuera, acaba de receber novas doações e realizar o 30º Prêmio Design MCB. Destacamos duas mostras que estão em exposição.

Leia mais
Sesc Belenzinho realiza “Motumbá: Memórias e Existências Negras”
nov25

Sesc Belenzinho realiza “Motumbá: Memórias e Existências Negras”

Iniciada em novembro, a mostra traz um panorama da produção artística e cultural de matrizes africanas e periféricas e estará em cartaz até março de 2017, com uma programação abrangente sobre artes e expressões culturais que valoriza, confere visibilidade, abre espaço ao debate e celebra o protagonismo negro.

Leia mais
Freire cuidará dos interesses da Cultura e do Brasil, diz Temer
nov23

Freire cuidará dos interesses da Cultura e do Brasil, diz Temer

O presidente da República, Michel Temer, deu posse, nesta quarta-feira (23), a Roberto Freire como ministro da Cultura. Ao oficializar Freire no cargo, Temer relembrou a trajetória do novo titular da pasta e afirmou que ele “não vai cuidar apenas da Cultura”.

Leia mais
Casa das Caldeiras apresenta “Tempo Forte”
ago31

Casa das Caldeiras apresenta “Tempo Forte”

Ótima oportunidade de conhecer as famosas Caldeiras e o trabalho de cerca de vinte e quatro artistas residentes! O evento tem o apoio do Ministério da Cultura, Ald Automotive e Banco Barclays.

Leia mais
Solar da Marquesa de Santos recebe exposição sobre Yolanda Penteado
abr11

Solar da Marquesa de Santos recebe exposição sobre Yolanda Penteado

Com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, mostra apresenta trajetória da dama das artes de São Paulo e vai até 2018 e a entrada é gratuita.

Leia mais

Museu da Casa Brasileira divulga a programação de abril, acompanhe

Neste domingo (3/4) o músico Rafa Castro faz apresentação grátis, veja os detalhes na programação completa para o mês de abril.

Leia mais
Fundação Energia e Saneamento lança o livro “São Paulo em 200 imagens”
mar21

Fundação Energia e Saneamento lança o livro “São Paulo em 200 imagens”

No mês de março, a Fundação Energia e Saneamento completa 18 anos. Para celebrar o aniversário, a instituição, que acaba de lançar a publicação São Paulo em 200 imagens: acervo fotográfico da Fundação Energia e Saneamento, oferecerá desconto no preço da obra (de 80 por 50 reais). A promoção valerá durante todo o mês.

Leia mais

Museu da Casa Brasileira tem atividades variadas e educativas

O publico interessado encontra diversas atividades como “Uma Tarde no Museu”, ou a Coleção Crespi dos antigos moradores da casa que abriga o próprio museu.

Leia mais
Desfile das Escolas de Samba de São Paulo
fev07

Desfile das Escolas de Samba de São Paulo

A cidade se enfeita para o Carnaval e vai às ruas, os desfiles de celebridades encantam. Mas a folia e a festa é do povo que se apoderou da passarela e das arquibancadas do Sambódromo. Acesse a programação dos blocos.

Leia mais
Marília Pêra: 72 anos dedicados à arte
dez06

Marília Pêra: 72 anos dedicados à arte

Ícone do teatro e da teledramaturgia brasileira, a atriz Marília Pêra morreu na manhã deste sábado (5), aos 72 anos, em sua residência no Rio de Janeiro. Ela deixa três filhos e uma legião de fãs saudosos de seu talento, que se manifestou ao logo de toda a sua vida.

Leia mais
Museu AfroBrasil: exposições até o dia 3 de janeiro
nov19

Museu AfroBrasil: exposições até o dia 3 de janeiro

O museu elaborou um mês inteiro de eventos para comemorar o Dia da Consciência Negra.

Leia mais
Dia da Consciência Negra: museu AfroBrasil tem programação especial
nov19

Dia da Consciência Negra: museu AfroBrasil tem programação especial

O museu que fica no Parque do Ibirapuera, divulga sua Programação Especial para os dias 20 e 21 de novembro de 2015, com entrada gratuita nos 2 dias.

Leia mais

Exposição 750 anos de Dante Alighieri no IICSP

O Instituto Italiano de Cultura de São Paulo (IICSP), inaugurou no dia 14 de outubro, a Exposição “Dante, Vida e Obra” que comemora os 750 anos de seu nascimento.

Leia mais

Ativismo político é tema da 10ª Mostra Latino-Americana de Teatro de Grupo

Serão 12 espetáculos de quatro companhias internacionais, vindas de Cuba, Chile, Equador e Argentina, além de oito companhias nacionais. A Mostra começa nesta sexta-feira (30) e vai até o dia 8 de novembro. Todas as apresentações são gratuitas.

Leia mais
Assista ao vídeo e conheça o borboletário do Museu Catavento, em SP
out19

Assista ao vídeo e conheça o borboletário do Museu Catavento, em SP

  Segunda-feira, 19 de outubro de 2015, às 15h49 Espaço tem uma grande cúpula geodésica construída para abrigar diferentes espécies como a borboleta-olho-de coruja e a borboleta-júlia. Acesse o link abaixo e veja como o borboletário foi construído em time-lapse. Essa técnica fotográfica, mostra sequências de quadros em intervalos definidos, registrando as mudanças lentamente ao longo do tempo. Museu Catavento: visite o Borboletário Serviço Catavento Cultural e Educacional De terça a domingo, das 9h às 17h (bilheteria fecha às 16h) Palácio das Indústrias Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP Valor: R$ 6 e meia-entrada para estudantes, idosos e portadores de deficiência. Gratuita aos sábados Informações: (11) 3315-0051 – Atendimento das 11h às...

Leia mais
Espaço memorial do teatro paulistano é resgatado em pesquisa
set19

Espaço memorial do teatro paulistano é resgatado em pesquisa

Foram localizados 172 edifícios teatrais, constatando que menos de 10 foram preservados.

Leia mais
Teatro Sérgio Cardoso: programação gratuita e boas atrações
set14
Leia mais

7º Ciclo do Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council

O evento internacional promovido pelo SESI-SP e British Council oferece palestras, workshops, leituras, mesas-redondas e dois espetáculos inéditos. Gabriel Calderón (Uruguai), Lutz Hübner (Alemanha), David Harrower (Escócia) e os brasileiros Aimar Labaki, Amauri Falseti, Dib Carneiro Neto e Nelson Baskerville são alguns dos participantes. Marici Salomão coordena o Núcleo que todo ano lança novos dramaturgos. A programação é...

Leia mais

Mafalda e fotógrafa Adriana Lestido têm mostras durante Bienal do Livro no Rio

Como parte da programação cultural da 17ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, que faz homenagem à Argentina, duas exposições estão sendo apresentadas em espaços culturais do centro da cidade, bem distante do Riocentro, na Barra, onde ocorre o megaevento literário.

Leia mais
Casa do Tatuapé pode ser visitada de terça a domingo
set05

Casa do Tatuapé pode ser visitada de terça a domingo

A Casa do Tatuapé foi construída em taipa de pilão entre os anos de 1668 e 1698, atualmente tombada pelo Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Leia mais
Museu AfroBrasil, assista ao vídeo sobre “Africa Africans”
ago28

Museu AfroBrasil, assista ao vídeo sobre “Africa Africans”

O Museu exibe parte do seu Acervo na Exposição de Longa Duração, realiza Exposições Temporárias e dispõe de um Auditório e de uma Biblioteca especializada que complementam sua Programação Cultural ao longo do ano.

Leia mais
Livro reúne ensaios sobre arte digital e cultura contemporânea
ago19
Leia mais
Pesquisa reúne todas as gravuras em metal produzidas por Marcelo Grassmann
ago07
Leia mais
Museus de São Paulo
jul18

Museus de São Paulo

Leia mais
Museu Catavento: visite o Borboletário
jul18

Museu Catavento: visite o Borboletário

O Catavento Cultural e Educacional, museu de ciência e tecnologia da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, inaugurou recentemente um Borboletário, onde os visitantes poderão observar de perto espécies como a borboleta olho de coruja (Caligo illoneus) e a borboleta júlia (Dryas iulia).

Leia mais
Exposição do artista Adriano Colangelo no Istituto Italiano di Cultura di San Paolo
jul03
Leia mais
Festa de San Vito: missa e procissão em louvor ao padroeiro
jun13
Leia mais
O Encontro da Cultura Caiçara e Caipira em Festa
maio31
Leia mais
Istituto Italiano Di Cultura e Instituto Cervantes promovem “Conversas Ítalo-Brasileiras”
maio20
Leia mais
UNESCO quer proteger Palmira, Patrimônio Mundial da humanidade
maio16
Leia mais
Museu do Índio e UNESCO lançam publicações sobre língua e cultura
maio16
Leia mais
Associação entre a embaixada e entidades italianas criam o “CLiCK ITÁLIA”
abr30
Leia mais
Lançada a Cooperativa de Artistas da Cidade Tiradentes
abr15
Leia mais
Biblioteca Cassiano Ricardo do Tatuapé divulga programação de abril
abr02

Biblioteca Cassiano Ricardo do Tatuapé divulga programação de abril

Quinta-feira, 2 de abril de 2015, às 16h32 Biblioteca Pública Cassiano Ricardo – Temática em Música Av. Celso Garcia, 4200 – Tatuapé Tels. 2942-9952 – 2092-4570 email: bmcassianoricardo@yahoo.com.br ou acesse: www. bibliotecas.sp.gov.br PROGRAMAÇÃO CULTURAL / Abril 2015 Todos os eventos são abertos ao público (gratuitos)     ESPAÇO ITAMAR ASSUMPÇÃO TEATRO “CuzCuz Fedegoso” Com: Buraco d´Oráculo Dona Maria do Cuscuz vende seus quitutes nas ruas. Entre as guloseimas está o cuscuz feito com fedegoso , um matinho cheiroso. Como não encontra comprador, oferece o tal cuscuz a um pedinte, que ao se deliciar com a iguaria, finge passar mal para não ter de pagar. Desesperada dona Maria pede ajuda a Mãezinha do Quixadá, uma raizeira que vende ervas medicinais. A Raizeira irá aplicar toda sua charlatanice para identificar a suposta doença do pedinte, de forma que possa arrebanhar mais fregueses para seus miraculosos produtos. Fica armada uma grande confusão, que só acaba com a presença dos guardas de plantão, que chegam para estabelecer a ordem e os bons costumes. 10 de abril (sex.), 13h. +14 anos.   Cante lá que eu canto cá Com a Cia do Tijolo “Cante Lá Que Eu Canto Cá” é um espetáculo musical inspirado na vida e na obra do poeta Patativa do Assaré. São apresentadas canções de Chico Buarque, Nelson Cavaquinho e Luis Gonzaga que dialogam com a obra de Patativa, com suas reflexões e a arte de versejar; com o sertão, a cidade e a alegria que é a vida. 25 de abril (sab.),16h. – Livre     Chapeuzinhos Coloridos Com o Núcleo Cênico Projeto BaZar As histórias de Chapeuzinhos coloridos começam com o “era uma vez…” de todos os bons contos de fadas. Mas se as fábulas clássicas serviam apenas para ensinar e divertir, as histórias do livro de Torero e Pimenta, que inspiram esse espetáculo, querem estimular a imaginação dos espectadores. E se o chapéu de Chapeuzinho Vermelho não fosse vermelho? E se o Lobo fosse bonzinho? E se tudo fosse um plano diabólico da Avó?… São seis meninas diferentes e divertidas, interpretadas por atores que convidam o público a inventar a sua própria maneira de ir pela estrada afora. Uma única atriz interpreta a Chapeuzinho Vermelho, costurando uma narrativa divertida. 27 de abril (seg.), 14:30h. – Livre. MÚSICA Circuito Cultural de Música, apresenta Ensemble Charpentier O Circuito São Paulo de Cultura, programa da Secretaria Municipal de Cultura, leva a diversos locais da cidade uma série de concertos de música sacra barroca. “Meditações para a Quaresma” e “O filii et filiae”, de Marc Antoine Charpentier, serão apresentados por Guga Costa, Jabez Lima, Sérgio Wernec e Arthur Raymundo (tenores), Guilherme de...

Leia mais
Jovens artistas da zL lançam cooperativa cultural para estruturar seus projetos
mar28
Leia mais
Museu do Café faz aniversário hoje e terá programação especial
mar12

Museu do Café faz aniversário hoje e terá programação especial

Quinta-feira, 12 de março de 2015, às 10h09 Localizado no Centro Histórico de Santos, museu completa 17 anos nesta quinta-feira, 12. Para comemorar seus 17 anos, o Museu do Café, em Santos, terá uma programação especial a partir desta quinta-feira, 12, data do aniversário de fundação. Ao meio-dia um grupo de atores caracterizados inicia uma intervenção artística convidando o público a conhecer a nova exposição e o interior do palácio da Bolsa Oficial de Café. Às 16h haverá visita especial. Os visitantes serão recebidos pelos educadores caracterizados como alguns dos principais personagens da história do café, proporcionando uma verdadeira viagem no tempo. Completando a programação, o museu recebe a especialista em bebidas Nina Rodrigues para dois workshops. No sábado, 14, o tema é “Café e Harmonização” e no domingo, 15, “Drinks de café – Coquetelaria base”. Ambas atividades são gratuitas. O Museu do Café fica na rua XV de Novembro, 95, Centro Histórico, Santos. Veja todas as imagens em nossas páginas do Facebook e no Google+   SERVIÇO Programação “17 Anos do Museu do Café” Visitação gratuita Data: 12/03, das 9h às 17h Intervenção artística pelo Centro Histórico Data: 12/03, às 12h 50 vales-café serão distribuídos como cortesia para o público utilizar na Cafeteria do Museu Visita especial – Personagens do café Data: 12/03, 16h Grátis Workshop “Café e Harmonização” Data: 14/03, às 14h Grátis Workshop “Drinks de café – Coquetelaria base” Data: 15/03, 14h Grátis São 18 vagas para cada workshop. Inscrições pelo e-mail museudocafe@museudocafe.org.br Do Portal do Governo do...

Leia mais
Sala São Paulo está entre as 10 melhores do mundo, afirma The Guardian
mar06

Sala São Paulo está entre as 10 melhores do mundo, afirma The Guardian

Sexta-feira, 6 de março de 2015, às 17h24 Jornal britânico destacou arquitetura e acústica do local, que fica na Luz, região central da capital. A Sala São Paulo está entre as 10 melhores salas de concerto do mundo, de acordo com lista divulgada nesta quinta-feira, 5, pelo jornal britânico The Guardian. “Quando um novo local para a Orquestra Sinfônica de São Paulo era necessário nos anos 90, foi escolhido um lugar que parecia bastante incomum: uma área de espera ao ar livre, perto de uma estação de trem”, diz o texto. A publicação destaca ainda que o público pode admirar as colunas gigantes da construção original e o teto movível, que auxilia na acústica de acordo com o espetáculo.     Além da Sala São Paulo, estão na lista do The Guardian as seguintes salas: Culture and Congress Centre Concert Hall, em Lucerna (Suíça); Boston Symphony Hall, em Boston (EUA); Bridgewater Hall, em Manchester Manchester (Reino Unido); Grosser Musikvereinssaal, em Viena (Áustria) ; Berlin Philharmonie, em Berlim (Alemanha); Christchurch Town Hall Auditorium, em Christchurch (Nova Zelândia; Philharmonie de Paris, em Paris (France); The Sibelius Hall, em Lahti (Finlândia); e Tokyo Opera City Concert Hall, em Tóquio (Japão). Do Portal do Governo do Estado Acesse o site da Sala São Paulo e acompanhe a programação...

Leia mais
Museu da Imigração de SP e NY terão intercâmbio de acervos
fev25

Museu da Imigração de SP e NY terão intercâmbio de acervos

Quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015, às 17h43 Nos dois países, Brasil e EUA, ambas instituições estão sediadas em antigas hospedarias de imigrantes e compartilham semelhanças do cenário imigratório. Museu da Imigração de São Paulo – Com apoio do Consulado Geral dos Estados Unidos da América em São Paulo, a exposição Retratos Imigrantes promove um intercâmbio entre os acervos iconográficos do Museu da Imigração e do Museu da Imigração de Ellis Island, em Nova Iorque. Composta por 50 fotografias das duas primeiras décadas do século 20, a exposição compartilha as semelhanças do cenário imigratório da época nos dois países. A inauguração está marcada para o dia 27 de março no MI, às 19h, com apresentação musical do Grupo de Choro EMESP, e no dia 2 de maio no Museu da Imigração de Ellis Island, em Nova York.   O diálogo inédito entre parte dos acervos das duas instituições – ambas sediadas em antigas hospedarias de imigrantes – tem como objetivo a preservação da história e memória do processo migratório para construção de seus países. Das 50 imagens que serão expostas no Brasil pela primeira vez, 35 são do acervo do Museu de Ellis Island da coleção fotográfica de Augustus F. Sherman (1865-1925) – funcionário administrativo da antiga hospedaria de Nova Iorque que retratou por duas décadas os imigrantes que chegavam aos Estados Unidos. “Sherman foi o primeiro a fazer esses registros em um momento muito importante da fotografia documental. Embora fosse um fotógrafo amador, seu material tem rigor técnico. Ele captou imagens fortes que transmitem o olhar de esperança, cansaço e o aparente questionamento do desconhecido, do que estava por vir”, ressalta o fotógrafo e professor João Kulcsár, curador da exposição. “A exposição une essas imagens que apresentam conteúdo e estética muito semelhantes”, completa. A exposição temporária fica no Brasil de 27 de março a 6 de setembro, e chega a Nova Iorque no dia 2 de maio, permanecendo para visitação até 30 de setembro de 2015. O Museu da Imigração de Ellis Island prevê receber cerca de 250 mil pessoas para a mostra que terá a configuração de 35 fotos do acervo do Museu da Imigração do Estado de São Paulo/APESP, composto por imagens da Hospedaria de Imigrantes do Brás, e 15 fotografias de Sherman. A inauguração, que terá entrada gratuita, está marcada para as 19 horas do dia 27 de março. A partir do dia 28, o valor da visitação será de R$ 6,00. O Museu da Imigração fica na Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – Mooca – São...

Leia mais
Vai-Vai é a vencedora do carnaval de São Paulo
fev18
Leia mais
Esculturas do australiano Ron Mueck já estão em SP
nov14

Esculturas do australiano Ron Mueck já estão em SP

  Assista o vídeo e veja como o artista trabalha em seu estúdio na Inglaterra. Ron Mueck – Still Life: Ron Mueck at Work – 2013 Fondation Cartier pour l’art contemporain   Sexta-feira, 14 de novembro de 2014, às 19h43 As esculturas super-realistas de Ron Mueck estão em fase de montagem na Pinacoteca de São Paulo e poderão ser vistas pelo público a partir da próxima quinta-feira, 20 de novembro até 22 de fevereiro de 2015. Depois da passagem pelo Rio de Janeiro e Buenos Aires, chega à Pinacoteca de São Paulo, a exposição do artista australiano. De acordo com a curadoria do evento, Ron Mueck se inscreve na tradição escultórica de representação da figura humana. “Os temas, materiais e técnicas utilizados fazem dele um autor original, inovador e contemporâneo. Suas esculturas cativam pela mudança nas dimensões de escala e realismo dos personagens, cujos gestos sutilmente expressam situações cheias de vida e mistério”, diz. O sucesso acompanhou as estátuas, de realismo impressionante, durante as exposições pelo Japão, Austrália, Nova Zelândia, México, Buenos Aires e Rio de Janeiro. Mueck trabalha lentamente em seu pequeno estúdio no norte de Londres, onde o tempo é um importante elemento para o seu processo criativo. O detalhe de suas figuras humanas é meticuloso, com mudanças surpreendentes de escala que estão longe do realismo acadêmico, hiper-realismo ou da pop art. De acordo com a Pinacoteca de São Paulo, as obras do australiano não descrevem pessoas reais ou situações, mas a obsessão com a verdade falada de um artista que busca a perfeição e é extremamente sensível com a forma e a matéria. Empurrando a verossimilidade ao limite, Mueck cria obras secretas, meditativas e fascinantes. Uma mãe com seu filho, casais jovens ou adultos que variam entre estados de tensão e calma e um homem nu em um barco à deriva, são algumas das imagens que fazem parte da exposição. Obras que encerram uma interioridade vital e profunda, capazes ao mesmo tempo de expressar a perfeição técnica do artista e sua obsessão com a verdade. Mueck utiliza materiais como resina, fibra de vidro, silicone e acrílico para reproduzir fielmente cada detalhe da anatomia humana e construir esculturas que tematizam pinturas de vida e morte. Suas obras evocam uma espécie de realismo que é ao mesmo tempo íntimo e monumental. Em diferentes escalas, o artista amplia ou reduz muito o tamanho dos corpos para criar situações que movimentam o espectador.   Veja outras imagens hiper-reais no facebook   Dentre as obras apresentadas, Still Life (Natureza morta, 2009) faz parte da tradição clássica do gênero, Woman with sticks (Mulher com galhos, 2008) se inclina para trás em um...

Leia mais
Pinacoteca expõe: Arte no Brasil
nov08

Pinacoteca expõe: Arte no Brasil

Sábado, 8 de novembro de 2014, às 19h27 Arte no Brasil: uma história na Pinacoteca de São Paulo, exposição se prolongará até o final de 2015. A Pinacoteca do Estado de São Paulo apresenta sua nova exposição de longa duração Arte no Brasil: uma história na Pinacoteca São Paulo, que ocupa todo o segundo andar do edifício da Avenida Tiradentes com obras do seu acervo, e marca uma nova e destacada etapa no centenário percurso da Pinacoteca do Estado que integra a rede de museus da Secretaria de Estado da Cultura. Ela sucede a mostra que foi aberta em 1998, no mesmo espaço, ao final do restauro do edifício, e que permaneceu em cartaz até dezembro de 2010, cumprindo um papel fundamental no fortalecimento da instituição. O objetivo central desta mostra é oferecer ao público uma leitura da formação da visualidade artística e da constituição de um sistema de arte no Brasil do período colonial até meados dos anos 1930, centrada nas obras que compõem o acervo do museu. “Obedecendo a uma ordem cronológica, a exposição se articula a partir de dois eixos temáticos, essenciais na constituição e compreensão do desenvolvimento das práticas artísticas no país. De um lado, a formação de um imaginário visual sobre o Brasil – o conjunto de imagens sobre ele, suas relações e sentidos que produzem. De outro, a formação de um sistema de arte no país – ensino, produção, mercado, crítica e museus – iniciado com a vinda da Missão Artística Francesa, a criação da Academia Imperial de Belas Artes e do programa de pensionato artístico. O percurso das salas apresenta os desdobramentos desta história, seus personagens e realizações…”, afirma Ivo Mesquita, curador chefe da Pinacoteca do Estado. Na perspectiva da missão institucional, visa igualmente proporcionar aos visitantes uma experiência qualificada de relação com as obras expostas, por meio de uma série de propostas educativas que busca explorar múltiplos conteúdos de leitura, bem como sugerir relações com o edifício e suas memórias. A exposição é composta por cerca de 500 obras, entre pinturas, esculturas, desenhos, gravuras e fotografias, de autoria de artistas fundamentais para a história da arte brasileira daquele período, como Debret, Taunay, Facchinetti, Almeida Junior, Eliseu Visconti, Pedro Alexandrino, Candido Portinari, Lasar Segall, entre outros. Deste total, cerca de 300 obras passaram por processo de Conservação e Restauro, ao longo do último ano, feito inteiramente pela equipe técnica do museu. O espaço expositivo foi totalmente readequado, incluindo troca de piso e dos sistemas de abertura das portas, e aprimoramento dos sistemas de climatização, iluminação e segurança. O percurso expositivo se estenderá por 11 salas. Outras quatro, localizadas nas extremidades do edifício,...

Leia mais
Solar da Marquesa de Santos
out25

Solar da Marquesa de Santos

Leia mais
A Marquesa de Santos
out25

A Marquesa de Santos

Sábado, 25 de outubro de 2014, às 17h02 Domitila de Castro Canto e Melo nasceu em São Paulo no dia 27 de dezembro de 1797, filha de Escolástica Bonifácia de Toledo Ribas e do português João de Castro Canto e Melo, que ocupava a função de ajudante militar, na ocasião de seu nascimento. Museu da Cidade – Aos 16 anos de idade, casou-se com o alferes mineiro Felício Pinto Coelho de Mendonça (1798-1833), oficial pertencente ao Corpo dos Dragões de Vila Rica, cidade para a qual mudaram-se após o casamento e onde nasceram seus dois filhos. Em 1819, após ser agredida pelo marido, voltou para a casa dos pais grávida de João, falecido poucos meses depois. Em agosto de 1822 conheceu D. Pedro (1798-1834) e, em seguida, foi viver na Corte. Em virtude desse romance, foi agraciada com títulos de nobreza: Baronesa, em 1824; Viscondessa, em 1825 e Marquesa de Santos, em 1826. Bem como seu pai com o título de visconde em 1827 e seus irmãos se tornaram gentis-homens da Imperial Câmara. Teve cinco filhos com D. Pedro I, dos quais apenas duas filhas sobreviveram, no entanto, ambas ilegítimas e reconhecidas pelo pai posteriormente. Uma delas, Isabel Maria, agraciada com o título de Duquesa de Goiás e tratamento de Alteza, nasceu em 1824, ano do divórcio do primeiro casamento de sua mãe. Nessa época, a obtenção do divórcio somente era possível se houvesse a alegação de agressão por parte do marido e se, a abertura do processo, fosse encabeçada por um homem. Nesse caso, Domitila contou com o apoio de D. Pedro. A outra filha, Maria Isabel II, apenas reconhecida por D. Pedro I em seu testamento, nasceu em São Paulo em 1830. Desde 1829 Domitila havia se fixado novamente em São Paulo. Trazia consigo a quantia de 300 contos de réis em apólices, além da garantia de um conto de réis mensal. Em 1834 adquiriu o Solar por onze contos e quatrocentos mil réis, o qual passou por reforma durante dois anos. Nessa época, conforme consta em seu testamento, fez um contrato de segundas núpcias com o Brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar (1794-1857) “não pelo costume e leis do Império, mas por pacto exclusivo de comunhão de bens”. O contrato de dote, contrato pré-nupcial, podia ser acertado entre cônjuges abastados com a intenção de proteger os bens de cada um dentro do sistema de comunhão de bens. Somente legitimou o casamento na igreja no ano de 1842, em Sorocaba. Com o segundo marido teve mais seis filhos, dos quais dois faleceram. Faleceu em 3 de novembro de 1867 e foi sepultada no Cemitério da Consolação onde ela doou...

Leia mais
Mário Quintana, amenidades
out15

Mário Quintana, amenidades

Leia mais
Casa de Cultura Mario Quintana e o Hotel Majestic
out15
Leia mais
Eduardo Srur faz intervenção no Rio Pinheiros
set24
Leia mais
Inscrições de incentivo ao teatro terminam dia 8 de outubro
set20

Inscrições de incentivo ao teatro terminam dia 8 de outubro

Sábado, 20 de setembro de 2014, às 11h08 Lançado no início do mês, prêmio de incentivo à produção teatral vai contemplar projetos com R$ 200 mil e homenageia o diretor teatral paulistano José Renato Pécora (1926-2011) O lançamento do Prêmio José Renato Pécora de Teatro, foi realizado no dia 8 de setembro, no Theatro Municipal, região central da cidade. A iniciativa foi instituída pela lei nº 15.951/2014 para apoiar a produção e desenvolvimento da atividade teatral para a cidade de São Paulo. O edital com as regras para as inscrições foi publicado na edição do dia 9, no Diário Oficial do Município e o período de inscrições vai só até o dia 8 de outubro de 2014. “Eu acho que nós estamos evoluindo nas políticas culturais da cidade, com mais vontade de envolver a classe artística, e isso nos dá mais esperança que nós vamos viver em uma cidade mais humana, mais democrática e mais voltada para a produção cultural”, afirmou o prefeito. Por meio desta nova modalidade de fomento ao teatro, os projetos poderão ser contemplados com prêmios de R$ 200 mil, sendo que o valor disponibilizado para esta primeira edição é de R$ 4 milhões. Entre as despesas que poderão compor o orçamento de cada projeto, estão itens como recursos humanos e materiais, equipamentos, locação, material gráfico e publicações para a sua divulgação, além do pagamento de artistas e intérpretes a título de direitos autorais. “Eu me orgulho muito por fazer parte desta administração que está trabalhando para humanizar a cidade, para fazer com que o paulistano recupere uma relação saudável com a cidade e que a cidade possa ter mais convivência nos espaços públicos. O desenvolvimento das artes é fundamental nesse processo. São Paulo talvez seja a cidade brasileira com maior tradição teatral”, afirmou o secretário municipal de Cultura, Juca Ferreira. Com a nova lei, serão beneficiados núcleos artísticos e pequenos e médios produtores independentes com vistas à produção de espetáculo e apresentação de espetáculos, com a realização de temporada ou circulação na cidade de São Paulo. “Eu acho que estamos vivendo um grande momento na cultura. Eu acho que o que a gente vê no centro da cidade, nos bairros periféricos, já é uma transformação que está tomando conta das ruas da cidade. Uma cidade precisa respirar cultura 24 horas por dia”, disse o prefeito destacando as ações adotadas pela administração municipal para incentivar a produção cultural em toda a capital. De acordo com o edital, não poderão concorrer ao prêmio nenhum órgão ou projeto ligado à administração pública, seja ela de âmbito federal, estadual ou municipal. No ato da inscrição, que deverá ser realizada...

Leia mais
Bienal de São Paulo chega à 31ª edição
set16

Bienal de São Paulo chega à 31ª edição

  Terça-feira, 16 de setembro de 2014, às 17h33 A 31ª Bienal das Artes, está aberta à visitação no Pavilhão da Bienal desde o dia 6 de setembro e vai até 7 de dezembro, no Parque Ibirapuera – Avenida Pedro Álvares Cabral, Portão 3 – SP. Leia a matéria sobre o material educativo da mostra e se quiser poderá baixá-lo. Conheça o material educativo da 31ª Por Vivian Lobato – Fundação Bienal de São Paulo Dez cartazes que apresentam artistas ou coletivos que participam da 31ª bienal, com textos que abordam suas respectivas trajetórias e contextos de atuação, somados a 40 “pistas educativas”, propostas para ações em grupo dispostas como ferramentas e divididas em quatro grandes lentes conceituais: coletividade, conflito, imaginação e transformação. Esse é o conteúdo do Material Educativo da 31ª bienal, concebido como uma “caixa de ferramentas”.     Mais do que uma possibilidade para se relacionar com a exposição, esse material apresenta questionamentos e temáticas próprias, capazes de motivar a discussão e o trabalho dentro e fora da sala de aula. “Queremos envolver as pessoas em um processo de descoberta e transformação, no qual a arte seja um meio de criar possibilidades inesperadas para aqueles que investem seu tempo e energia na experiência”, explica o texto da curadoria composta por Charles Esche, Galit Eilat, Nuria Enguita Mayo, Oren Sagiv e Pablo Lafuente.     Coletividade e pluralidade são as questões chaves das discussões propostas pelo Material Educativo, que pretende contribuir para ampliar o olhar e enfatizar que qualquer mudança efetiva (cultural, social, política) precisa ser coletiva para que ocorra. De acordo com a curadoria, os projetos mostram tentativas de aproximação às práticas artísticas e culturais que são relevantes e também representativas para a abordagem geral, e podem dar acesso a um conjunto de problemáticas e a modos de lidar com elas. “Tratam do nosso tempo atual e tentam ampliar nossa capacidade para entender posições distintas e maneiras de agir”, cita o texto curatorial. Os projetos dos artistas apresentados no Material podem ser examinados por meio das quatro ferramentas conceituais amplas que não atuam apenas como lentes interpretativas, mas também como metodologias: coletividade, imaginação, conflito e transformação. Essas lentes pretendem delinear modos de ver os projetos e possíveis ações a serem compreendidas.     Concebido pelo núcleo Educativo Bienal com a curadoria da 31ª bienal e as demais equipes da Fundação, o material educativo dessa exposição trouxe um processo de construção colaborativo inédito, no qual professores, educadores, artistas e convidados do Educativo Bienal ajudaram a elaborar as “pistas educativas” propostas na caixa de ferramentas. Mais de 30 profissionais ajudaram a produzir esse conteúdo por meio de um workshop ocorrido...

Leia mais
A herança escravista no trabalho doméstico
set02
Leia mais
A hora e a vez do Vestibular na Cassiano Ricardo
set01

A hora e a vez do Vestibular na Cassiano Ricardo

Segunda-feira, 1 de setembro de 2014 às 18h46 A Biblioteca Cassiano Ricardo, divulga sua programação “A Hora e a Vez do Vestibular”, veja as datas. Til – José de Alencar Professor André Renato Oliveira Silva Dia 1º de setembro às 19h Memórias de um Sargento de Milícias – Manuel Antônio de Almeida Professor André Renato Oliveira Silva Dia 8 de setembro às 19h Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis Professor André Renato Oliveira Silva Dia 15 de setembro às 19h O Cortiço – Aluísio Azevedo Professor André Renato Oliveira Silva Dia 22 de setembro às 19h A Cidade e as Serras – Eça de Queirós Professor André Renato Oliveira Silva Dia 29 de setembro às 19h Mas informações: Biblioteca Pública Cassiano Ricardo – Temática em Música Av. Celso Garcia, 4200 – Tatuapé Tel. 2092-4570 /...

Leia mais
Trepa-trepas enfeitarão jardins da Fundação Ema Klabin
ago29
Leia mais
Museu da Energia reabre em 22 de agosto
jul28

Museu da Energia reabre em 22 de agosto

Segunda-feira, 28 de julho de 2014 às 19h30 Após restauro, Museu da Energia de São Paulo reabrirá com nova exposição. Após passar por obras de manutenção e restauro, o Casarão do Museu da Energia de São Paulo, localizado no bairro dos Campos Elíseos, reabre à visitação pública, no dia 22 de agosto, sexta-feira, com a exposição inédita “Tempos de Energia: São Paulo em transformação”. Por meio de um rico acervo, tanto museológico quanto documental, a exposição apresenta importantes momentos da formação e expansão do setor elétrico paulista, exibindo a complexidade da implementação da energia e os seus reflexos em São Paulo, bem como os atuais desafios do setor. Restauro Para a instalação da mostra, o Museu da Energia passou por obras de manutenção e restauro, como pintura das fachadas e das paredes internas, reparo nas janelas, portas e pisos, além da recuperação das esquadrias do prédio. Tombado pelo Condephaat desde 2002 e pelo Conpresp desde 2003, as obras no Museu respeitaram a estética original do Casarão. A pintura foi realizada com base em uma das primeiras fases do edifício, quando ainda era residência da família do cafeicultor paulista Henrique Santos Dumont, mas sem apagar a maioria das contribuições arquitetônicas realizadas pelas ocupações posteriores. O imóvel, adquirido por Henrique em 1894, foi projetado pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo, referência na Capital entre o final do século 19 e início do 20. A mostra “Tempos de Energia: São Paulo em transformação” poderá ser vista de terça a sábado, das 10 às 17 horas, no Museu da Energia de São Paulo (Al. Cleveland, 601 – Campos Elíseos –...

Leia mais
Movimento Caravana realiza 1º Festival de Música de Rua
jul11
Leia mais
Carros antigos: Chase, delivery
jul05
Leia mais
“Um olhar sobre o Brasil”
jul04

“Um olhar sobre o Brasil”

Sexta-feira, 4 de junho de 2014 às 11h06 Este é o nome da exposição que segue por várias capitais brasileiras, com imagens do acervo da Fundação Energia e Saneamento de São Paulo (FESSP) e aguarda seu próximo destino; a última mostra foi encerrada no mês de abril em Belo Horizonte, capital mineira. A mostra “Um Olhar sobre o Brasil − a Fotografia na Construção da Imagem da Nação”, apresenta imagens de diferentes acervos públicos e privados com a proposta de refletir sobre 170 anos de história do país a partir do registro fotográfico. Todas as obras cedidas à mostra pela Fundação Energia e Saneamento são de autoria do suíço Guilherme Gaensly, como está que vemos aqui....

Leia mais
Carros antigos: Museu Louwman, na Holanda
jul04
Leia mais
Festa de São Vito termina neste fim de semana
jul03

Festa de São Vito termina neste fim de semana

Quinta-feira, 3 de julho de 2014 às 5h45     Se você deseja participar ou conhecer uma das mais tradicionais festas italianas de São Paulo, o próximo final de semana será a última oportunidade para dar uma chegada na 96ª Festa de São Vito que acontece no bairro do Brás. Acesse os links abaixo e saiba tudo sobre ingressos, local, comidas, festa de rua e divirta-se. A alegria impera e o trabalho desenvolvido é todo revertido para a creche mantida pela Igreja São Vitor Mártir. Leia tudo 96ª Festa de São Vito 96ª Festa de São Vito – Conheça as Mammas Neste domingo, o bairro do Brás, completa 196 anos durante a 96ª festa de São Vito  ...

Leia mais
A Divina Comédia de Dante Alighieri
jun26

A Divina Comédia de Dante Alighieri

Quinta-feira, 26 de junho de 2014 às 8h07 Wikipedia – A Divina Comédia (em italiano: Divina Commedia, originalmente Comedìa e, mais tarde, denominada Divina Comédia por Giovanni Boccaccio) é um poema de viés épico e teológico da literatura italiana e da mundial, escrito por Dante Alighieri no século XIV e dividido em três partes: Inferno, Purgatório e Paraíso. Não há registro da data exata em que foi escrita, mas as opiniões mais reconhecidas asseguram que o Inferno pode ter sido composto entre 1304 e 1307-1308, o Purgatório de 1307-1308 a 1313-1314 e, por último, o Paraíso, de 1313-1314 a 1321 (esta última data coincide com a morte de Dante).     O poema – talvez o maior do Ocidente – descreve uma viagem onde se sucedem diversos acontecimentos. Sua força está na riqueza das alegorias, que tornam o relato atemporal. Dante escreveu a “Comédia” – um poema de estrutura épica, com propósitos filosóficos – no seu dialeto local, o florentino, que é uma variedade do toscano. O poeta demonstrou que o florentino era adequado para o mais elevado tipo de expressão, estabelecendo-o como italiano padrão. Muito próximo do que hoje é conhecido como idioma italiano, o dialeto florentino era tratado como uma linguagem vulgar em oposição ao latim, que se considerava como a língua apropriada para livros, por exemplo, ou discursos mais sérios. De fato, o idioma usado por Dante, é a matriz do italiano atual. Grandes pintores de diferentes épocas criaram ilustrações para o poema, destacando-se Botticelli, Gustave Doré e Dalí. A Divina Comédia é a fonte original mais acessível para a cosmovisão medieval, que dividia o Universo em círculos concêntricos. A obra moderna mais conhecida a respeito dessa cosmovisão é The Discarded Image, de C. S. Lewis, ilustrada por Gustave Doré. Leia mais A Divina Comédia de Dante Alighieri. Você será conduzido(a) à Wikipédia, a enciclopédia...

Leia mais
Museu Pelé, em Santos
jun16

Museu Pelé, em Santos

Leia mais
Itaquera inaugura Casa da Memória
jun16

Itaquera inaugura Casa da Memória

Segunda-feira, 16 de junho de 2014 às 17h17 Exposições de fotos e oficinas culturais são algumas das atrações do local O Centro Cultural Casa da Memória será inaugurado hoje (16), com cerimônia de abertura agendada para às 18h. O espaço é destinado às lembranças dos moradores de Itaquera.     O projeto tem o objetivo de retratar as lembranças que os antigos moradores do bairro guardam, sendo em fotos, peças e nas diferentes formas de registro. A visitação poderá ser feita de segunda a sábado, das 10h às 18h, com algumas oficinas estendidas até as 22h. A primeira mostra de fotos é batizada de “Itaquera: dos aldeamentos à Copa” e estará em exposição até o dia 17 de julho. O espaço também será utilizado para diversas atividades gratuitas para toda a população, como oficinas de dança, aulas de inglês, capoeira, exercícios para a terceira idade e muito mais. História A conhecida Casa do Chefe da Estação, no Centro de Itaquera, é uma construção da década de 1930. Por muitos anos, o espaço abrigou o escritório do antigo encarregado da Estação de Trem. Com a desativação da estação, a Secretaria Estadual dos Transportes de São Paulo transferiu o imóvel para a Prefeitura. A partir do final de 2012, a subprefeitura restaurou o local e a “Casa do Chefe da Estação” passou a ser frequentada por artistas e moradores do entorno, iniciando às atividades culturais da região. Confira a programação das atividades no local: 16/6 às 18h: Cerimônia de Abertura Todas as terças-feiras Oficina de Samba Rock Das 19h às 22h Dançando a Vida – Aula de reflexão para deficientes Das 9h30 às 11h Todas às quartas-feiras Ensaio Aberto Instrumental e Percussão Das 7h30 às 22h De quarta a domingo Gibiteca Balão com quadrinhos, RPG, Animes e Seriados Das 10h às 17h Todas às quintas-feiras Dança Saudável – exercícios para o corpo e mente da Melhor Idade Das 10h às 12h Todos os sábados Aula de Inglês para todas as idades Das 9h às 11h Oficina de Capoeira Das 19h às 21h Serviço: Centro Cultural Casa da Memória Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 10h às 18h (exceto programações noturnas e aos domingos) Endereço: Rua Antônio Carlos de Oliveira Cesar, 97 – Centro de Itaquera. Telefone:...

Leia mais
Quatro décadas de obra mediúnica no campo da literatura, pintura e escultura
jun07
Leia mais
Com a presença do governador de SP foi inaugurado restauro do Museu da Imigração
jun03
Leia mais

Cinema Italiano

A Comissão Jovem – Comites de São Paulo (A Comissione Giovani -Comites di San Paolo) divulga o “Ciclo de Cinema Italiano – A Segunda Guerra Mundial”, que faz parte da programação cultural. Uma oportunidade interessante de compartilhar o convívio com oriundis e descendentes, praticar o idioma, além da tradicional alegria. Com entrada franca, é possível assistir clássicos dirigidos por Vittorio De Sica, Ettore Scola, Gabriele Salvattores, entre outros. Programe-se: Dia 11 de junho às 19h “Concorrenza Sleale”, de Ettore Scola Dia 18 de junho às 19h “Mediterraneo”, de Gabriele Salvatores Dia 26 de junho às 19h “La Ciociara”, de Vittorio De Sica, com Sofia Loren. Instituto Italiano di Cultura – São Paulo Av. Higienópolis,...

Leia mais
Restauração da Igreja Matriz de São Luiz do Paraitinga
maio25
Leia mais
Restauração da Igreja da Ordem Terceira de SP
maio25
Leia mais
Restauração da Igreja Nossa Senhora do Monte Serrat do Mosteiro de São Bento
maio25
Leia mais
96ª Festa de São Vito – Conheça as Mammas
maio14

96ª Festa de São Vito – Conheça as Mammas

“TUDO PELA NOSSA CRECHE GRAÇAS AO VOLUNTARIADO E À TRADIÇÃO” Faltam três finais de semana para começar uma das mais tradicionais festas de São Paulo, a Festa de São Vito. Até lá vamos conhecer um pouco melhor as Mammas que preparam as iguarias da cozinha italiana. AS “SUPERMAMMAS” DA 96ª FESTA DE SÃO VITO. MAS QUEM É ESSA BRAVA GENTE? “MAMMAS DA SÃO VITO”, um pequeno grupo de senhoras entre os 70 e 90 anos que dedicaram e dedicam boa parte de suas vidas trabalhando na Associação Beneficente São Vito Mártir, organizadora da tradicional Festa de São Vito (que este ano completa 96 anos) preparando deliciosos pratos típicos. Além da Festa, elas também cozinham para almoços, bingos, jantares. Algumas cumprem promessa por graças e milagres, outras dão continuidade à tradição herdada de seus pais, mas todas têm a consciência de que é preciso garantir a manutenção da Creche São Vito, com 100 crianças de 1 a 4 anos, em regime diário das 7h30 às 17h30 gratuitamente. Mas a jornada dessas “supermammas” começa cedo em suas casas, cuidando de suas famílias, filhos e netos. Depois, seguem para a São Vito onde preparam as deliciosas comidas da Festa. SERVIÇO: 96ª Festa® de São Vito Data: 31 de maio a 6 de julho. Horários: Noites de sábados, a partir das 20h00 até 00h30.Noites de domingo, a partir das 19h às 23h. Música ao vivo e pista de dança: Período de 31 de maio a 15 de junho – Com a Banda Italianíssima Brasil. Período de 21 de junho a 6 de julho – Com a Banda ECE Som Itália. Cantina: Rua Fernandes Silva nº 96 – Brás, São Paulo, SP. Capacidade para 480 cadeiras em mesas de 20 lugares numerados, com total visibilidade para o palco. É a única Festa Italiana no mundo que acontece em local coberto. Custo do convite Individual: Sábado R$ 60,00: com direito a 1 antepasto, 1 prato de macarrão spaghetti ou penne, 1 ficazzella, cadeira e mesa numeradas. Domingo R$ 25,00: com direito a 1 prato de spaghetti ou penne, cadeira e mesa numeradas. Praça de alimentação: Rua Polignano A Mare nº 255 – Brás, São Paulo, SP. Com mesas de apoio, espaço para mais de 3 mil pessoas por noite. Entrada: R$ 3,00 couver artístico. Crianças até 05 anos, acompanhadas dos pais têm entrada grátis. Aceita todos os cartões de crédito. Informações e reservas antecipadas: Com Edméia ou Angela, somente através dos telefones: (11) 3227-8234, 3229-5678 e 3326.2957. Acesse o site: www.associacaosaovito.com.br | festasaovito@uol.com.br, contato@associacaosaovito.com.br “PARTICIPE! VOCÊ CONHECERÁ O CENTRO SOCIAL E A CRECHE QUE AJUDOU A CONSTRUIR E QUE ESTÁ AJUDANDO A MANTER” Saiba mais  Festa de São Vito,...

Leia mais