Rapidão é o projeto da Prefeitura para o trânsito da Radial Leste, vídeo
maio14

Rapidão é o projeto da Prefeitura para o trânsito da Radial Leste, vídeo

A Prefeitura de São Paulo divulgou na última sexta-feira em coletiva de imprensa e publicou no Diário Oficial do Município no sábado (12), uma notícia que pode melhorar a vida das pessoas que moram na área mais populosa da cidade, a zona Leste.

Leia mais
Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo
abr06

Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo

  Sexta-feira, 6 de abril de 2018 às 20h15 Antes de deixar o cargo que ocupou desde 2011, o agora ex-Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, promoveu uma série de repasses de verbas e este presente a inaugurações. Dentre elas esta importante obra para a zona Leste de São Paulo. Companhia do Metropolitano inaugura quatro estações da Linha 15-Prata Do Canal Youtube do Governo do Estado de São Paulo O governador Geraldo Alckmin inaugurou, nesta sexta-feira (6), um novo trecho da Linha 15-Prata do Metrô, em sistema de monotrilho. Com 5,5 km de extensão, a entrega inclui quatro novas estações: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União. Agora, a Linha 15 passará a ter 7,8 km de extensão, ligando a Vila Prudente (integração com a Linha 2-Verde) à Vila União. Já a rede de Metrô de São Paulo terá 89,8 km e 79 estações. As quatro estações estarão abertas de segunda a sexta-feira, das 10h às 15h, no formato de Operação Assistida, sem cobrança de tarifa. O usuário poderá embarcar gratuitamente nas novas paradas e seguir até Oratório, onde será orientado a desembarcar e acessar a área paga, caso queira seguir viagem até Vila...

Leia mais
“Sexta Sem Carro” fecha ruas do Centro Histórico de SP
fev22

“Sexta Sem Carro” fecha ruas do Centro Histórico de SP

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes implanta mais uma edição do programa que bloqueará amanhã, o trânsito de carros e motos em diversas ruas do centro.

Leia mais
Tem início instalação das últimas vigas da Linha 13-Jade da CPTM
dez08

Tem início instalação das últimas vigas da Linha 13-Jade da CPTM

Trecho de 7,9 quilômetros em elevado da linha que ligará São Paulo ao aeroporto de Guarulhos foi estruturado sobre 764 vigas pré-moldadas. Alckmin acompanha lançamento de últimas vigas.

Leia mais
Vias do Centro estarão fechadas neste Dia Mundial Sem Carro
set22

Vias do Centro estarão fechadas neste Dia Mundial Sem Carro

Conforme a nota divulgada na quarta-feira (20), neste Dia Mundial Sem Carro, algumas vias do Centro Histórico serão interditadas. O objetivo é chamar a atenção do uso excessivo do carro e incentivar o uso de outros modais. As informações são Secretaria de Comunicação da Prefeitura.

Leia mais
Campanha contra abuso sexual nos transportes
ago30

Campanha contra abuso sexual nos transportes

SMT e SPTrans participam da campanha de combate ao abuso sexual nos transportes. A ação propõe uma mudança de cultura que estimule as vítimas de abuso sexual e as pessoas que presenciem algum caso a denunciarem os agressores. Leia a notícia veiculada no final da tarde de ontem (29).

Leia mais
Pesquisadores da USP buscam respostas para a mobilidade urbana em São Paulo
dez09

Pesquisadores da USP buscam respostas para a mobilidade urbana em São Paulo

A mobilidade urbana tornou-se um tema urgente e polêmico, que centralizou debates recentes na cidade de São Paulo. Com uma frota veicular que ultrapassou a marca de 8 milhões em 2015, a capital paulista encontra-se próxima do limite de um modelo de mobilidade centrado no transporte sobre pneus.

Leia mais
Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar
out31

Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar

  Segunda-feira, 31 de outubro de 2016, às 17h55 FAPESP – Estudo mostra que com o modelo de cidades mais compactas e deslocamento ativo a capital paulista poderia ter uma diminuição de 4,9% na emissão de material particulado fino na atmosfera. Assista ao vídeo.

Leia mais
Zona Azul Digital tem boa aceitação em SP, aprenda como usar – vídeo
jul15

Zona Azul Digital tem boa aceitação em SP, aprenda como usar – vídeo

De acordo com a CET, as vendas dos CADs do novo sistema de estacionamento rotativo na cidade aumentaram na primeira semana de implantação. Agora os motoristas poderão adquirir créditos para estacionar nas vagas por meio de aplicativos de celular; talões de papel continuam valendo.

Leia mais
Projeto prevê tolerância de até 30% na velocidade nas marginais
jul05

Projeto prevê tolerância de até 30% na velocidade nas marginais

Esta é mais uma tentativa de aumentar a velocidade de maneira generalizada. Outra proposta então, seria tolerar um limite de velocidade maior fora dos horários de pico, após as 22 horas ou durante a madrugada até 5h. São muitas as alternativas e tão polêmicas quanto. Leia a nota da CMSP.

Leia mais
Estado de São Paulo registra queda de 11% no número de mortes no trânsito
jun20

Estado de São Paulo registra queda de 11% no número de mortes no trânsito

Percentual é uma comparação entre maio de 2016 e o mesmo período de 2015; em relação aos acidentes com vítimas, o cenário foi ainda mais positivo, apresentando redução de 27% das ocorrências, divulgou hoje a assessoria do governo.

Leia mais
Entenda as diferenças entre táxis brancos, táxis pretos e aplicativos
maio11

Entenda as diferenças entre táxis brancos, táxis pretos e aplicativos

Taxistas autônomos têm isenção de ISS, enquanto as operadoras de aplicativos são obrigadas a recolher o imposto. Quanto à outorga do serviço, os aplicativos pagarão por quilometragem percorrida.

Leia mais
Governo e Prefeitura fazem balanço positivo do trânsito em SP
abr23

Governo e Prefeitura fazem balanço positivo do trânsito em SP

Órgãos estaduais e municipais comemoram diminuição de acidentes e mortes em São Paulo, após adoção de medidas como Lei Seca e padronização de velocidade.

Leia mais
Expansão da Linha 2 – Verde do Metrô pára até dezembro, monotrilho continua
mar23

Expansão da Linha 2 – Verde do Metrô pára até dezembro, monotrilho continua

Estamos acompanhando a expansão da Linha 2 Verde que irá atender a população de Vila Prudente até a via Dutra, já em Guarulhos. A fase atual, como noticiamos anteriormente (saiba mais), estava dedicada às desapropriações. Portanto, uma etapa difícil a ser superada, envolvendo indenizações e questões jurídicas. Mas, tudo isso vai ter uma parada até dezembro deste ano, devido à falta de verbas.

Leia mais
Termina hoje inscrições para o Táxi Preto
nov18

Termina hoje inscrições para o Táxi Preto

Taxistas poderão se inscrever até 30 de novembro para concorrer aos cinco mil alvarás da nova modalidade. Guia esclarece todas as dúvidas sobre o funcionamento do serviço.

Leia mais
Trânsito em SP: Prefeitura divulga queda de 20,3% em mortes e de 6% na lentidão
nov11

Trânsito em SP: Prefeitura divulga queda de 20,3% em mortes e de 6% na lentidão

De acordo com dados da CET, morreram 175 pessoas a menos em acidentes de janeiro a agosto deste ano, comparado ao mesmo período do ano passado. Também houve queda da lentidão no trânsito 13% no pico da manhã e 16% a tarde.

Leia mais
Queda nos acidentes de trânsito liberará leitos do SUS, diz Prefeitura
nov03

Queda nos acidentes de trânsito liberará leitos do SUS, diz Prefeitura

Grupo de trabalho analisará o impacto das ocorrências com vítimas na saúde pública. Prefeitura estima economia de R$ 6 milhões em despesas hospitalares e de R$ 60 milhões em custos sociais com redução da violência no trânsito. As informações são da assessoria do órgão municipal.

Leia mais
Expansão da Linha 2 Verde: assista as animações e veja como será construída
out22

Expansão da Linha 2 Verde: assista as animações e veja como será construída

Leia as últimas informações oficiais sobre a expansão da Linha 2 Verde que a partir do ano que vem afetará a vida de milhares de pessoas entre a Vila Prudente e Guarulhos, passando pelo Tatuapé, Vila Formosa, Água Rasa e Jardim Anália Franco.

Leia mais
Avenida Paulista será aberta a partir das 13 horas neste domingo
out21

Avenida Paulista será aberta a partir das 13 horas neste domingo

Depois da decisão de abrir a avenida para o lazer ou fechar para os veículos – existem essas duas interpretações conforme os interesses –, excepcionalmente neste domingo (25), o lazer na mais paulista das avenidas começa a tarde.

Leia mais
Brasil perde R$ 156,2 bilhões do PIB com a morosidade do trânsito em São Paulo
out07

Brasil perde R$ 156,2 bilhões do PIB com a morosidade do trânsito em São Paulo

Quanto custa ficar parado no trânsito em São Paulo? Esta pergunta foi respondida com precisão.

Leia mais
Reduções de velocidades máximas no trânsito continuam
out02

Reduções de velocidades máximas no trânsito continuam

A maioria dos motoristas está se adaptando e entendendo que os tempos mudaram. Acelerar de semáforo em semáforo ou a cada cruzamento para ganhar alguns segundos não adianta mais e só coloca a vida das pessoas em perigo.

Leia mais
Mortes no trânsito caem 18,5% na capital, para cada vida poupada uma árvore plantada
out02

Mortes no trânsito caem 18,5% na capital, para cada vida poupada uma árvore plantada

Dados da CET apontam que morreram 118 pessoas a menos em acidentes no primeiro semestre de 2015, comparado ao mesmo período do ano passado. De acordo com o prefeito Fernando Haddad, para cada vida que for poupada será plantada uma árvore na cidade.

Leia mais
CET reduz velocidades em mais vias na cidade, motoristas devem ficar atentos
set19

CET reduz velocidades em mais vias na cidade, motoristas devem ficar atentos

Até a próxima quarta-feira (23) mais cinco vias nos trajetos entre as zonas Sul e Oeste, terão a velocidade reduzida. Desde ontem (18), sete ruas e avenidas da zona Norte também passaram a ter os limites alterados.

Leia mais
Área 40 está na zona Leste, CET passa a fiscalizar velocidade das motos
set15

Área 40 está na zona Leste, CET passa a fiscalizar velocidade das motos

Medida será implantada nesta quarta-feira (16) em São Miguel e visa aumentar a segurança para usuários, especialmente pedestres e ciclistas. De acordo com o órgão da Prefeitura, incentivará o melhor compartilhamento do espaço urbano. Motos passam a ser fiscalizadas com mais rigor na cidade e terão de respeitar os limites de velocidade nas marginais. Conheça as estatísticas dos acidentes nestas seis semanas de...

Leia mais
Câmara aprova proibição do aplicativo ‘Uber’ em São Paulo
set10

Câmara aprova proibição do aplicativo ‘Uber’ em São Paulo

O plenário da Câmara Municipal discutiu por pouco mais de três horas nesta quarta-feira (9/9) e aprovou em definitivo o Projeto de Lei (PL) 349/2014, que proíbe o uso de carros particulares cadastrados em aplicativos para o transporte individual de pessoas, a popular “carona remunerada”, como ocorre com o serviço prestado pela ‘Uber’.

Leia mais
Taxistas protestam contra Uber no centro de São Paulo
set09

Taxistas protestam contra Uber no centro de São Paulo

Com carros de som e cornetas, a categoria pede que os vereadores aprovem, em segundo turno, a proibição do aplicativo.

Leia mais
Acidentes com vítimas caem 27% nas marginais Tietê e Pinheiros, diz Prefeitura
set05

Acidentes com vítimas caem 27% nas marginais Tietê e Pinheiros, diz Prefeitura

Dados foram consolidados após seis semanas de implementação da medida. Extensão da lentidão nas duas vias caiu 12% na média diária, em relação ao mesmo período de 2014.

Leia mais
CET implanta redução de velocidade máxima no Eixo Leste-Oeste
set05

CET implanta redução de velocidade máxima no Eixo Leste-Oeste

Dez vias que fazem a ligação entre as zonas Leste e Oeste terão limite reduzido de 60 km/h para 50 km/h a partir da próxima sexta-feira (11), completando a regularização de velocidade no eixo, entre elas a Radial Leste, que recebe também o trânsito do Tatuapé em direção ao Centro.

Leia mais
CET implanta redução de velocidade máxima em mais quatro vias
set03
Leia mais
Atenção motoristas para novas reduções de velocidade feitas pela CET
ago28
Leia mais
Lentidão cai 10% e acidentes caem 23% nas marginais Tietê e Pinheiros
ago21

Lentidão cai 10% e acidentes caem 23% nas marginais Tietê e Pinheiros

Dados preliminares das quatro primeiras semanas após a redução da velocidade máxima mostram que lentidão nas duas vias caiu 21% no horário de pico da tarde e 3% pela manhã. Acidentes com vítimas tiveram redução de 29%, e sem vítimas caíram 20%. As informações são da secretaria de Comunicação da Prefeitura da cidade de São Paulo.

Leia mais
CET implanta redução de velocidade máxima em mais 11 vias da cidade
ago18
Leia mais
Especialistas discutem regulamentação do Uber
ago18
Leia mais
Velocidades mudarão em SP, apesar das polêmicas e protestos
ago14
Leia mais
CET implanta redução de velocidade máxima em mais cinco vias
ago14
Leia mais
Monotrilho da Linha 15 Prata passa a operar das 7h às 19h
ago10
Leia mais
Ciclovia do Minhocão é inaugurada pela Prefeitura
ago10
Leia mais
Com redução na velocidade, trânsito nas marginais é normal, diz CET
ago06
Leia mais
Paulista ganhará mirantes com espaços para gastronomia, cultura e bicicletário
ago06
Leia mais
Redução da velocidade nas marginais: CET e Prefeitura na cruzada contra os carros
jul31
Leia mais
Justiça aprova implantação de ciclovias em São Paulo, ganha Prefeitura
jul28
Leia mais
Justiça dá prazo de 72 para Prefeitura explicar redução de velocidade em SP
jul24
Leia mais
Expansão da Linha 2 Verde do Metrô, tem processos e poucas novidades
jul23
Leia mais
Cinco mil CNHs irregulares são bloqueadas pelo Detran.SP, diz governo
jul21
Leia mais
Velocidade é reduzida nas marginais e causa polêmica
jul20
Leia mais
Velocidade máxima das marginais será reduzida a partir do dia 20 de julho em SP
jul09
Leia mais
Tatuzão chega à futura estação Hospital São Paulo da Linha 5-Lilás do Metrô
jun30
Leia mais
Secretaria Municipal de Transportes está sempre com a razão, será?
jun26
Leia mais
Cidade terá ônibus mais modernos em corredores e faixas de ônibus
jun23
Leia mais
CET apresenta pesquisa sobre segurança no trânsito
jun19
Leia mais
Ferroviários decidem pela greve
jun02
Leia mais
Greve dos Ferroviários depende do resultado da audiência e assembleia de hoje
jun02
Leia mais
Cicloativistas discutem a infraestrutura das ciclovias da cidade
maio20
Leia mais
Police Neto quer fazer sucesso com Minhocão, construído por Maluf
maio14
Leia mais
Falha na linha verde do metrô
maio14
Leia mais
Terceiro Tatuzão das obras do Metrô chega à estação Brooklin da Linha 5-Lilás
maio09
Leia mais
CPTM em obras neste final de semana
maio09
Leia mais
Audiência discute novos alvarás para taxistas e aplicativo Uber
maio02
Leia mais
Comissão de Trânsito faz balanço das ciclovias em São Paulo, no Tatuapé liga nada a lugar nenhum
maio01
Leia mais
Disputa de carros e bicicletas no bairro: isto é possível?
abr03
Leia mais
Noturno: rede de ônibus da madrugada começa a funcionar na cidade
mar02

Noturno: rede de ônibus da madrugada começa a funcionar na cidade

Segunda-feira, 2 de março de 2015, às 20h24   Da meia-noite às 4h, 151 linhas em rede atenderão toda a cidade. Serviço terá intervalo de 15 minutos em linhas estruturais e de 30 minutos para linhas locais. SECOM | Prefeitura SP – Começou a funcionar neste sábado (28/02) a nova rede de ônibus da madrugada da capital. Chamado de Noturno, o serviço funcionará da meia-noite às 4h, com 151 linhas que atendem os usuários do Metrô, passando junto ou próximo das estações. Com ele é possível, por exemplo, sair da zona sul e chegar aos bairros mais distantes de outras regiões da cidade, fazendo integrações preferencialmente em terminais e locais de conexão. O serviço noturno funcionará com 50 linhas estruturais, nos grandes corredores, e 101 linhas locais, nos bairros, que passarão por 32 terminais e 160 conexões. Nas linhas estruturais, o intervalo entre os ônibus será de 15 minutos, enquanto nas linhas locais será de 30 minutos. Todas as informações sobre as linhas estão disponíveis na página da SPTrans. Também serão disponibilizados nas estações de metrô e pontos atendidos painéis informativos. A implantação do Noturno atende à meta 95 do Programa de Metas 2013-2016. O garçom Fabiano de Moraes, morador do Grajaú, zona sul, ficou feliz com a novidade. “Perdi as contas de quantas vezes eu tive que fazer hora e até mesmo dormir nas cadeiras do restaurante por não ter como voltar para casa. Nem sempre eu tenho horário para sair do trabalho, principalmente sexta-feira, quando os clientes acabam saindo mais tarde. Para mim saber que não preciso mais sair correndo, que eu posso chegar no terminal depois da meia noite é um alívio tremendo. Dá até para atender melhor os clientes”, disse. Para a estudante de biologia, Nicole Nascimento, esse novo horário de atendimento irá contribuir com a sua diversão. “Quando eu soube fiquei muito contente, pois é uma coisa que esperava há anos. Era impossível entender que São Paulo, com toda a sua fama noturna, não tinha um sistema de transporte para dar suporte aos seus frequentadores. Eu realmente fico mais aliviada ao saber que agora eu tenho outra maneira de voltar para casa, uma maneira segura e bem mais barata”, afirmou. O funcionamento da nova rede foi apresentado na 11ª reunião do Conselho Municipal de Trânsito e Transporte, realizada na sede da Prefeitura na última terça-feira (24). Na ocasião, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou que o transporte noturno oferece garantia de direitos. “É uma medida simples que vai atender milhares de trabalhadores que dependem do transporte noturno para ir para suas casas. É um compromisso feito que estamos cumprindo. O fato de...

Leia mais
Ciclovias enfrentam críticas
fev26

Ciclovias enfrentam críticas

Quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015, às 17h12 As ciclovias já enfrentam duras críticas sobre o alto custo e a verdadeira utilidade. Gerson Soares As manifestações contrárias que chegam dos moradores e comerciantes, referem-se ao estacionamento para os veículos – espaço em plena extinção na cidade – entre outras reclamações. Os custos também estão sendo questionados, já que o quilômetro das ciclovias paulistas chegam a custar o dobro de outros países e até mais. Quando se pensa na utilidade das ciclovias que estão sendo instaladas, como a extensão que acaba de ser inaugurada na Vila Carrão, vem a dúvida sobre o preparo físico dos usuários. O local é bastante acidentado e em relação a Avenida Conselheiro, está localizado em lugar alto com ladeiras que irão colocar qualquer usuário em boa forma, caso contrário terá de empurrar a sua bike em vários trechos. Quando o sentido é outro, a praticidade para quem vai ao trabalho, por exemplo, também não se pode esperar chegar impecável. As mulheres também reclamam, lembrando da vaidade. O fato é que as ciclovias vieram para ficar e na cidade não há mais espaço para estacionar os veículos. Com isso, os estacionamentos particulares cobram quanto querem, luxo reservado para quem pode pagar. A bike acaba sendo uma opção, mas ainda falta muito para estar entre a melhor. No Tatuapé, onde na prática a ciclovia inexiste, o ciclista precisa ficar atento, já que os motoristas disputam o mesmo espaço, e pior ainda, apostando corrida com as bikes (leia a matéria: Disputa de carros e bicicletas no bairro: isto é possível?), que pela melhor mobilidade e agilidade acabam chegando antes dos carros ao final de cada quarteirão, onde o trânsito é cada vez mais...

Leia mais
Ciclovia no Carrão, liga Rua Taubaté à Atucuri
fev26

Ciclovia no Carrão, liga Rua Taubaté à Atucuri

Quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015, às 13h19 Atualmente a cidade possui 235,3 quilômetros de vias destinadas aos ciclistas. Meta é alcançar 400 quilômetros de ciclovias até o fim do ano. SECOM – A Vila Carrão, na zona Leste da cidade, ganhou nesta quarta-feira (25) uma ciclovia com 2,2 quilômetros de extensão e o prefeito Fernando Haddad visitou o novo trecho na companhia do secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto. A via exclusiva para bicicleta passa pelas ruas Engenheiro Pegado, Rogério Giorgi e João Vieira Prioste, entre as ruas Atucuri e Taubaté, e é, em grande parte, paralela à Avenida Conselheiro Carrão, informa a secretaria executiva de Comunicação da Prefeitura da cidade de São Paulo (SECOM). “A ciclovia se integra a outros investimentos que estão sendo feitos na área da mobilidade, como expansão dos trilhos e a expansão dos corredores e faixas de ônibus. É um projeto difícil porque a malha cicloviária não existe na cidade de São Paulo, então ela não está conectada. Ela só estará plenamente conectada a partir do final do ano. Isso vai começar a sugerir que as pessoas possam pensar a mobilidade de uma maneira diferente”, afirmou Haddad. Atualmente a cidade possui 235,3 quilômetros de vias destinadas aos ciclistas. Desse total, 172,3 quilômetros foram inaugurados desde junho de 2014. Os demais 63 quilômetros foram herdados da gestão anterior. A meta da Prefeitura é viabilizar uma malha cicloviária de 400 quilômetros até o final deste ano. “Estamos ampliando nossa rede cicloviária nos mais diversos pontos da cidade. Trata-se da construção de uma malha que fará ligações com pontos estratégicos de mobilidade, como terminais de ônibus e estações do metrô, além de equipamentos como escolas, praças e bibliotecas”, disse o secretário. Segundo Tatto, o projeto de ciclovia para a região prevê que ela chegue até a Radial Leste. O novo percurso é bidirecional em toda a sua extensão, sempre ao lado da calçada. Em sua demarcação estão sendo utilizados, aproximadamente, 6.000 metros quadrados de sinalização horizontal, 48 placas de trânsito que indicam a circulação exclusiva de bicicletas e 133 placas de regulamentação e advertência. Avenida Paulista e Minhocão Em janeiro deste ano, começaram as obras das ciclovias na Avenida Paulista e sob o Elevado Presidente Costa e Silva (Minhocão). Juntas, as vias somarão quase nove quilômetros exclusivos para as bicicletas. As obras têm previsão de duração de aproximadamente 180 dias. Com quatro quilômetros de extensão, a ciclovia da Avenida Paulista fará conexão com 11 ciclovias ligando às regiões do Centro, Pacaembu, Ibirapuera e Vila Mariana, entre outras. Para o trecho da Avenida Bernardino de Campos, estão previstas ainda obras para aterramento da fiação elétrica. O projeto...

Leia mais
Novas estações do Bike Sampa estão prestes a inaugurar no bairro
nov12
Leia mais
Conceitos do projeto Bike Sampa e a experiência de um trajeto no bairro
nov11
Leia mais
Projeto Bike Sampa no Tatuapé
nov11
Leia mais
SPTrans não prevê reajuste da tarifa de ônibus para 2015
nov07

SPTrans não prevê reajuste da tarifa de ônibus para 2015

Sexta-feira, 7 de novembro de 2014, às 17h10   As tarifas de ônibus municipais não devem ter reajuste no próximo ano. É o que garantiu o diretor administrativo-financeiro da SPTrans, Denilson Ferreira, durante audiência pública realizada nesta quarta-feira (5/11) na Câmara Municipal para discutir o Projeto de Lei (PL) 467/2014, do Executivo, que trata da peça orçamentária da capital paulista para 2015. Kátia Kazedani / CMSP Para conseguir manter a tarifa de ônibus em R$ 3,00, a previsão é que a compensação tarifária seja de R$ 1,4 bi – valor semelhante ao orçado para este ano, que necessitou ainda de um aporte financeiro de pouco mais de R$ 300 milhões para equilibrar as despesas. “Esse aumento é consequência de um conjunto de políticas públicas que oneraram o sistema, como a implementação do Bilhete Único Mensal, que diminuiu a arrecadação mas aumentou a utilização do transporte público, e também a mudança na legislação, que reduziu a idade para 60 anos para a gratuidade no ônibus”, explicou Ferreira. Apesar da necessidade de mais recursos neste ano, Ferreira afirmou que a implementação de novas tecnologias reduzirá os gastos e a compensação tarifária não terá aumento. “Estamos revendo todo o sistema de transporte, o que levará a uma nova licitação. Mas não está previsto nenhum tipo de aumento da tarifa nessa peça orçamentária para 2015, não foi discutido isso na SPTrans. O que ajudará a manter a mesma compensação tarifária será a modernização com a bilhetagem, e os novos corredores terão cobrança desembarcada (o usuário paga o ônibus antes de embarcar) e uma via para ultrapassagem, o que aumentará a velocidade dos veículos”, sinalizou. O relator do projeto, vereador Ricardo Nunes (PMDB), acredita que seria necessário prever mais recursos para compensação tarifária. “O representante da SPTrans nos explicou que as reformas farão com que a verba seja suficiente. Mas tenho essa preocupação, já que neste ano foi necessário um suplemento de R$ 300 milhões. Se isso for necessário, deveremos aportar do orçamento”, adiantou. Durante a audiência pública, os participantes questionaram o fato de se cobrar pelo cartão do Bilhete Único. “Agora temos que pagar pelo bilhete e o serviço não está bom, tem menos ônibus circulando pela cidade”, falou o presidente da Associação Arte e Artesão, Carlos Henrique Cardoso. O diretor da SPTrans explicou que a cobrança de R$ 3 pelo cartão é feita apenas quando a venda é realizada nos metrôs. “O cartão passou a ser cobrado, mas a gratuidade continua para aqueles que entram no nosso site e preenchem o cadastro corretamente. Isso foi necessário porque a pessoa esquecia o cartão em casa e pegava outro e isso estava gerando uma...

Leia mais
Salão do Automóvel e GP de F1, juntos até dia 9 na cidade
out30

Salão do Automóvel e GP de F1, juntos até dia 9 na cidade

Quinta-feira, 30 de outubro de 2014, às 20h Salão do Automóvel e GP de Fórmula 1 gerarão mais de R$ 450 milhões para cidade. De acordo com prefeito, que participou da abertura do 28º Salão Internacional do Automóvel, a cidade se tornará o maior destino turístico da América Latina até 2017. Parceria Público-Privada será lançada para modernizar Complexo do Anhembi. Os dois grandes eventos internacionais que São Paulo receberá até o próximo dia 9 de novembro, o 28º Salão Internacional do Automóvel e o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, injetarão mais de R$ 450 milhões na economia da cidade. O Salão do Automóvel, aberto nesta quinta-feira (30), continuará até 9 de novembro no Complexo do Anhembi, na zona norte, e o GP Brasil de Fórmula 1 acontece entre os dias 7 e 9, no Autódromo de Interlagos, na zona sul. A geração da receita para o município foi anunciada pelo prefeito Fernando Haddad, durante a cerimônia de abertura do Salão do Automóvel, nesta quinta-feira (30). A feira receberá mais de 750 mil visitantes no período, de acordo com a organização. Já o GP Brasil de Fórmula 1 atraiu quase 130.000 turistas no ano passado. “Estamos falando de um impacto econômico na cidade de São Paulo da ordem de R$ 450 milhões. Essa é a nossa previsão em relação a que os turistas que moram fora da cidade vão trazer para São Paulo nos hotéis, restaurantes e serviços. É uma feliz coincidência que os dois eventos aconteçam simultaneamente”, afirmou Haddad. Segundo Haddad, estudos como o de uma rede internacional de cartões de crédito mostram que a cidade será o maior destino turístico da América Latina até 2017, superando a Buenos Aires e Cidade do México. Esse sucesso, de acordo com o prefeito, se deve em boa parte a eventos como o Salão do Automóvel e por isso, a ideia é lançar uma parceria público-privada para modernizar o entorno do Complexo do Anhembi. “A previsão é que até 2017, São Paulo seja o maior destino turístico da América Latina, muito por conta das atividades promovidas pelo setor privado que escolheu a cidade para desenvolver suas atividades”, afirmou o prefeito. “Temos aqui uma área de 300 mil metros quadrados, que é toda do município. Como vocês sabem, tenho um interesse particular pelo rio Tietê. Acho que as duas margens do rio Tietê são a fronteira que vão dar cara definitiva para a cidade, como as grandes cidades do mundo fizeram. Por isso, vamos lançar uma PPP para repensar essa área que é de propriedade da SPTuris”, disse Haddad. “É importante elogiar a iniciativa da Prefeitura de modernizar o Anhembi. Todos nós...

Leia mais
Cidade ganhará mais 8.000 estacionamentos de bikes
out29

Cidade ganhará mais 8.000 estacionamentos de bikes

Quarta-feira, 29 de outubro de 2014, às 19h28   Cidade ganhará mais 8.000 paraciclos para estacionar as bicicletas em locais públicos. Atualmente, São Paulo conta com 4.606 vagas para bicicletas sendo 4.382 em bicicletários e outras 226 em paraciclos. Locais de grande circulação vem ganhando paraciclos e licitação servirá para adquirir mais 8.000 novos equipamentos. Atualmente, São Paulo conta com 4.606 vagas para bicicletas sendo 4.382 em bicicletários e outras 226 em paraciclos. Locais de grande circulação vem ganhando paraciclos e licitação servirá para adquirir mais 8.000 novos equipamentos. Além da criação de 100 quilômetros de ciclovias para dar segurança aos usuários de bicicletas, a Prefeitura de São Paulo também vem trabalhando para ampliar os locais de paradas, conhecidos como paraciclos. Após a inauguração do bicicletário municipal com 102 vagas no Largo da Batata, na zona oeste, realizada em agosto, o município está estruturando um processo licitatório para adquirir 8.000 novos paraciclos para se somarem aos 113 equipamentos existentes. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o Termo de Referência para aquisição dos paraciclos está sendo finalizado e o modelo de contratação será divulgado em breve. Com a medida, a cidade poderá saltar das atuais 4.606 vagas de paradas para mais de 20.000 vagas. Atualmente, existem 4.382 em bicicletários, a maioria ligado as estações do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e outras 223 vagas em paraciclos instalados em toda a cidade. “Com a ampliação da malha cicloviária, existem mais pessoas pedalando e por isso, é importante ter mais paraciclos e bicicletários para que essas pessoas sejam estimuladas a usarem a bicicleta. Se o cidadão usa a bicicleta para a metade do caminho e não encontra um local de parada para seguir viagem com outro modal, acaba desistindo”, afirmou o diretor do Instituto Ciclo BR, Felipe Aragonez. Apesar do processo de aquisição dos 8.000 equipamentos, as opções de pontos de paradas para ciclistas já estão sendo ampliadas em todas as regiões pela Prefeitura. Com a intensificação do projeto SP 400 km, locais como os largos São Francisco e Paissandú, Vale do Anhangabaú, a Rua Doutor Falcão, na região central, a avenida Cruzeiro do Sul, na zona norte, e a praça Braúna, na zona leste, foram alguns que ganharam paraciclos. “Há um avanço, mas ainda é claro que a cidade ainda é carente de estruturas para ciclistas”, disse o diretor do Instituto Ciclo BR. De acordo com Aragonez, seria importante que a iniciativa privada também adotasse a implementação de paraciclos, em especial, em áreas de grandes circulações como shopping centers e regiões estritamente comerciais. Para ele, o papel das ciclovias e dos ciclistas é cultural, mas...

Leia mais
Ciclovias atingem 100 Km em SP
out23

Ciclovias atingem 100 Km em SP

Quinta-feira, 23 de outubro de 2014 às 19h15 Cidade alcança a marca de 100 quilômetros de ciclovias implementadas neste ano. A marca foi alcançada nesta quinta-feira (23) com a entrega de mais 8,2 quilômetros de via no Jardim Helena, na zona Leste. Circuito é interligado com estação da CPTM. SECOM/PMSP – A cidade de São Paulo alcançou nesta quinta-feira (23) a marca de 100 quilômetros de ciclovias implementados desde junho de 2014, quando teve início o projeto SP 400km, com a entrega de mais 8,2 quilômetros de vias segregadas para bicicletas no Jardim Helena, na zona leste da capital. O percurso se soma a um trecho de 3,7 quilômetros, em funcionamento na região desde o último dia 12. O prefeito Fernando Haddad acompanhou a entrega do novo trecho.     “Já temos muitos ciclistas aqui, mas nós podemos ter ainda mais. São Paulo hoje tem aproximadamente 500 mil ciclistas. Seria razoável que tivéssemos 1,5 milhão de ciclistas. O cidadão não precisa andar de bicicleta todos os dias, mas deveria fazer pelo menos um trajeto, em um ou dois dias por semana, para chegar ao trabalho. A saúde do paulistano vai melhorar, assim como o ar que a gente respira e o tempo de deslocamento das pessoas da casa para o trabalho e do trabalho pra casa”, afirmou Haddad. O circuito na área tem hoje 11,9 quilômetros e proporciona ligações do Jardim Helena com São Miguel Paulista, além de integrar-se com a Estação Jardim Helena – Vila Mara da CPTM. Nos trechos das avenidas Oliveira Freire e Dr. José Artur da Nova, a ciclovia foi instalada sobre as calçadas, que foram alargadas para melhor conforto e segurança tanto dos ciclistas quanto dos pedestres. A obra foi financiada com recursos do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb). Ouça a música e leia a letra criada para o Projeto das Ciclovias na cidade Ciclovias de SP ganham música do grupo Pequeno Cidadão   Segundo a pesquisa Origem/Destino do Metrô, realizada em 2007, o Jardim Helena possui o maior número de usuários de bicicleta do município. A integração intermodal com o sistema metroferroviário é forte característica da região, já que o deslocamento para o trabalho aparece como um dos principais motivos das viagens realizadas. Apesar de não usar o trem com tanta frequência, a artesã e líder comunitária Andreia dos Santos Ribeiro, 48, realiza inúmeros percursos no bairro de bicicleta. “Vou até o posto de saúde, levo meus filhos na escola, vou à padaria e ao açougue, tudo de bicicleta. Trazer a ciclovia para o bairro foi uma ótima medida, pois agora nós conseguimos andar com segurança, agora os motoristas nos respeitam”, disse. A...

Leia mais
Estação de São Miguel têm novo acesso e bicicletário
out23

Estação de São Miguel têm novo acesso e bicicletário

Quinta-feira, 23 de outubro de 2014 às 15h39 Entrada pelo lado norte facilita passagem ao polo comercial e a serviços públicos da região. O novo acesso à estação São Miguel Paulista da Linha 12-Safira foi entregue nesta terça-feira, 21, pelo governador Geraldo Alckmin. O lado norte vai interligar o bairro Jardim Lapenna à estação e aproximar o polo comercial e serviços públicos da região, como o Centro de Referência do Idoso, o Hospital e Maternidade São Miguel, a Subprefeitura, postos bancários e igrejas. “É uma estação novinha, com escadas rolantes, elevadores, toda acessibilidade para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida”, disse Alckmin, que também entregou um bicicletário para a estação com capacidade para 210 bicicletas. O governador ainda destacou o funcionamento da passarela 24 horas por dia, facilitando o trajeto da população. Atualmente, circulam pela São Miguel Paulista cerca de 30 mil pessoas por dia útil. Entregue em agosto de 2013, a estação valorizou a região e aumentou a atratividade para a instalação de equipamentos públicos, de prestação serviços e revitalização do comércio. “É uma grande ganho do ponto de vista urbano, do ponto de vista da integração das duas margens da ferrovia, para o comércio e para melhorar a qualidade de vida da população”, acrescentou o governador. Do Portal do...

Leia mais
Túnel ligará Parque Dom Pedro à Alcântara Machado
out19
Leia mais
Zona Oeste inicia projeto piloto de entrega noturna de cargas
out14
Leia mais
Haddad fala das ciclovias e estações de bikes no Tatuapé
out08

Haddad fala das ciclovias e estações de bikes no Tatuapé

Quarta-feira, 8 de outubro de 2014, às 14h56 – Atualizado às 18h39 A cidade está passando por mudanças promovidas pela Prefeitura. Mobilidade urbana ligada ao transporte público, iluminação, ocupação de ruas e praças com eventos, virada cultural e esportiva. Estes são alguns exemplos de ações interessantes e que merecem destaque positivo. Outra iniciativa em prol dos munícipes, mas que ainda tem opositores, até mesmo entre quem pratica exercícios regularmente são as ciclovias.     Em sua visita ao bairro, na manhã desta quarta-feira (8), o prefeito Fernando Haddad declarou que não há nada contra os carros, mas que é a favor de mudanças e demonstra entusiasmo quando fala da implantação das faixas exclusivas para bicicletas. Ao nos dirigirmos para o evento que ocorria na entrada do Parque Esportivo do Trabalhador (PET – muito mais lembrado pelo antigo nome Ceret), logo no início desta reportagem, encontramos Sueli que observadora não se conteve em dizer: “A ciclovia termina aqui. Quando vai ficar pronta?”, ao perceber que a lente de nossa câmera estava voltada para o final da faixa exclusiva das bikes, na esquina da Rua Nello Bini com a Rua Eleonora Cintra, em frente ao Ceret. Sueli disse mora no bairro desde que nasceu e contou sobre seu filho que precisa ir até a faculdade. “Existe uma faixa de ciclovia na Praça Ituzaingó, mas não tem continuidade. Precisaria descer pela Rua Coelho Lisboa, Rua Serra de Bragança”, exemplificou. Apesar da nova modalidade em transporte ser o assunto do momento, Sueli afirma que são necessárias outras linhas de ônibus para o centro. “Nós não temos como ir do Tatuapé para o Centro, só há uma linha de ônibus, que sai da Silvio Romero, e o Metrô. Meu filho estuda na Consolação e gostaria de usar a ciclovia como alternativa”. Sobre as ciclovias o Prefeito reafirmou nesta manhã no encontro com a imprensa e diversos usuários do parque que até o final de 2015 todas as estações e ciclovias estarão interligadas. “São 400 quilômetros. Essa distância dá para ir até o Rio de Janeiro”, exagerou ao perguntarmos sobre as estações que estão sendo instaladas no bairro. “Todas as estações serão interligadas”, disse ao questionarmos as obras nas ruas Emílio Mallet e Euclides Pacheco. Portanto, os adeptos ao uso da bicicleta como meio de transporte terão de aguardar mais um tempo. Mas, segundo nos informou Haddad, onde há estações também haverá ciclovias.   Assuntos relacionados Haddad fala das ciclovias e estações de bikes no Tatuapé Haddad está mudando o estilo da cidade e o Tatuapé faz parte Prefeitura entregará nova iluminação no...

Leia mais
Ciclovias de SP ganham música do grupo Pequeno Cidadão
out03
Leia mais
Brasil Cycle Fair
set29

Brasil Cycle Fair

Leia mais
Projeto Pedal vai monitorar a saúde de ciclistas urbanos
set24
Leia mais
Ciclistas urbanos serão monitorados
set23

Ciclistas urbanos serão monitorados

Segunda-feira, 23 de setembro de 2014, às 18h47   Durante a atividade física o corpo necessita de uma maior oxigenação, ou seja, ser melhor ventilado. Entretanto, em locais com grande concentração de poluentes como os centros urbanos, ocorre, juntamente com o acréscimo de oxigênio, um aumento de poluentes inalados. Foi com esta preocupação que, durante pesquisa da fisioterapeuta Izabela Cozza sobre o papel da ventilação na inalação de poluentes, surgiu a ideia de monitorar os ciclistas urbanos. Leia amanhã, a reportagem completa de Juliana Pinheiro Prado   Leia a reportagem completa: Projeto Pedal vai monitorar a saúde de ciclistas...

Leia mais
Dia Mundial sem Carro, Haddad e Tatto vão trabalhar de bike
set22
Leia mais
88% dos paulistanos aprovam ampliação de ciclovias, revela pesquisa
set19

88% dos paulistanos aprovam ampliação de ciclovias, revela pesquisa

Sexta-feira, 19 de setembro de 2014, às 16h59 Segundo a pesquisa realizada pelo Ibope a pedido da Rede Nossa São Paulo, faixas exclusivas para ônibus tem apoio de 90% dos entrevistados. Desde janeiro de 2013, mais de 350 quilômetros de vias segregadas para ônibus foram construídas. PMSP / SECOM – Uma pesquisa sobre mobilidade urbana divulgada nesta quinta-feira (18) mostra que 88% dos entrevistados são a favor da construção e ampliação das ciclovias. O levantamento também mostra que 90% são favoráveis à ampliação das faixas exclusivas para ônibus. A pesquisa foi realizada pelo Ibope, a pedido da Rede Nossa São Paulo, e aborda os mais diversos aspectos da mobilidade na cidade. O instituto ouviu 700 pessoas entre os dias 29 de agosto e 3 de setembro. A margem de erro é de 4 pontos percentuais.     Após a apresentação dos dados da pesquisa, o prefeito Fernando Haddad defendeu o envolvimento da sociedade para adotar medidas que ampliem a mobilidade urbana. “Essa é uma agenda que os partidos não deveriam disputar, mas somar ao governo para construiremos até mais rápido tudo que vem sendo feito na cidade. E o apoio às ciclovias é de 88% – mesmo apoio às faixas de ônibus -, apesar de ser um modal que ainda carece de muitas políticas do ponto de vista educacional e pedagógico”, disse. A construção de 400 quilômetros de ciclovias até o fim de 2015 é uma das metas da Prefeitura de São Paulo. Somente neste ano, a capital já ganhou 58,3 quilômetros. Outras medidas de incentivo ao uso da bicicleta como transporte prioritário foram as inaugurações do bicicletário público no Largo da Batata e da ciclopassarela sobre a Marginal Pinheiros. A avenida Paulista também vai ganhar ciclovia no canteiro central. Já a criação de faixas exclusivas para ônibus aumentou a velocidade dos coletivos e causou economia de tempo para usuários do sistema de transporte coletivo da cidade de São Paulo, segundo estudos realizados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Atualmente, São Paulo conta com mais de 440 quilômetros de vias segregadas à direita, sendo que desde janeiro do ano passado, com a operação “Dá Licença para o Ônibus”, foram implantados 357,5 quilômetros. “Esse grande apoio dos paulistanos para a bicicleta e para a ciclovia é importante para a cidade porque é um serviço não motorizado. Isso ajuda quem precisa desse tipo de transporte, ajuda do ponto de vista ambiental e do ponto de vista da saúde. Portanto, ajuda a cidade. Isso é importante e só nos encoraja ainda mais a continuarmos nesse projeto de implantação dos 400 km de ciclovia na cidade de São Paulo”, afirmou o secretário...

Leia mais
Semana da Mobilidade Urbana
set17

Semana da Mobilidade Urbana

  Quarta-feira, 17 de setembro de 2014, às 20h49 Faixas exclusivas aumentam velocidade dos ônibus e economizam tempo de usuários Desde o início do ano passado, a Prefeitura implementou 357,5 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus em toda a cidade. Dois estudos da CET apontam melhora significativa da velocidade dos coletivos e economia de tempo para os usuários. SECOM – A criação de faixas exclusivas para ônibus aumentaram a velocidade dos coletivos e economia de tempo para usuários do sistema na cidade de São Paulo, segundo estudos realizados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Atualmente, São Paulo conta com mais de 440 quilômetros de vias segregadas à direita, sendo que desde janeiro do ano passado, com a operação “Dá Licença para o Ônibus”, foram implantados 357,5 quilômetros. O transporte coletivo é um dos temas em discussão na Semana da Mobilidade 2014 Um estudo divulgado no início de dezembro do ano passado pela CET apontou que, em um universo de 291 quilômetros de faixas implementadas até então, a velocidade média dos ônibus havia crescido em 45,1%, saltando de 14,2 km/h para 20,6 Km/h. O segundo levantamento da CET divulgado no início de setembro mostrou que a velocidade média dos ônibus que circulam por 66 trechos de faixas exclusivas implantados neste ano aumentou em 68,7%, passando de 12,4 Km/h para 20,8 Km/h. O levantamento apontou melhora da velocidade em todos os trechos pesquisados. A menor alteração foi o aumento de 7,8% da velocidade na Avenida Orlando Garcia de Oliveira, na zona oeste, e as maiores na Rua Voluntários da Pátria, com melhora de 269,4%, e na ponte do Jaguaré, com 317,3%. A economia média é de 38 minutos por dia, chegando a mais de quatro horas por semana. Em alguns itinerários, a vantagem é ainda maior. Mudança cultural Por conta do aumento das faixas exclusivas a partir do início de 2013, algumas pessoas optaram pelo ônibus como meio de transporte. A produtora de televisão, Marina Pereira, 24 anos, que mora na Vila Mariana e trabalha na região do Paraíso, foi uma das paulistanas que passou a utilizar os ônibus após a implementação das faixas exclusivas. “Depois das faixas, desisti do carro. Percebi que era mais rápido vir com o ônibus do que com o carro. É claro que tem problemas como a lotação, que é muito grande, principalmente, nos horários de pico, mas é uma opção mais rápida com certeza”, disse. Táxis nas faixas A Prefeitura liberou, no último dia 13, todos os 440 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus existentes na cidade e as que serão criadas pela Prefeitura aos mais de 33 mil táxis de São Paulo em qualquer...

Leia mais
Metrô de SP completa 40 anos
set14
Leia mais
Táxis obtém liberação das faixas exclusivas
set13

Táxis obtém liberação das faixas exclusivas

Sábado, 13 de setembro de 2014, às 12h54 Prefeitura autoriza circulação de táxi em todas faixas exclusivas para ônibus implantadas à direita. Com a medida, que começa a vigorar neste sábado (13), taxistas terão 440 km de malha exclusiva compartilhada com o transporte coletivo, de acordo com a CET. O Prefeito Fernando Haddad e o Secretário Municipal dos Transportes Jilmar Tatto anunciaram na manhã desta sexta-feira (12), a autorização para circulação de táxis em todas as faixas exclusivas implantadas à direita nas vias da cidade. A medida, que começa a vigorar neste sábado, 13, é válida apenas quando estes veículos estiverem transportando passageiros.     Com esta mudança, os taxistas poderão circular livremente, sem restrição de horário, pelos 440 Km de faixas existentes e as que vierem a ser implantadas. A autorização será publicada no Diário Oficial deste sábado, 13, por meio da Portaria 071/14-SMT.GAB. A decisão foi tomada em razão de a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) ter detectado que não houve uma redução de velocidade comercial dos ônibus nas vias que já tinham sido flexibilizadas. Desempenho no trânsito Em abril deste ano, a Secretaria de Transportes fez uma adequação sobre a circulação de taxis em corredores e faixas. A Portaria Nº 019/14-SMT.GAB permitiu a circulação de táxis com passageiro em qualquer horário e dia da semana em importantes faixas exclusivas, como as marginais Tietê e Pinheiros, e avenidas 23 de Maio e Washington Luís. Ao todo, foram liberados 18 ramais de faixas exclusivas, compreendendo 71 Km. Desde esta época a CET vem observando o desempenho dos coletivos nas faixas exclusivas e a conclusão é que o compartilhamento com os taxistas não impactou na fluidez dos ônibus nestes eixos. Esta constatação foi possível após análise da performance da velocidade dos coletivos em faixas exclusivas onde foi feita a flexibilização para táxis e também na análise da velocidade dos ônibus em todos os eixos de deslocamentos segregados à direita. A amostragem do estudo foi obtida a partir do banco de dados do Sistema SIM da SPTrans.     O principal estudo teve como enfoque a análise das variações de velocidade no período antes (de fevereiro e março/ 2014) e depois (de abril a agosto/2014) da vigência da medida, especificamente nas faixas à direita com liberação dos táxis. Ou seja, ainda com liberação da circulação dos táxis com passageiros houve uma pequena variação com aumento de velocidade operacional dos ônibus. Isto se deve ao fato da característica da operação nas faixas exclusivas de ônibus à direita ser bastante diferente das faixas exclusivas à esquerda, que compõem os chamados corredores de ônibus e onde não há interferências de outros veículos para...

Leia mais
Projeto inclui avenida Santo Amaro na Operação Urbana Faria Lima
set12

Projeto inclui avenida Santo Amaro na Operação Urbana Faria Lima

Sexta-feira, 12 de setembro de 2014, às 09h37 Ericka Perestrelo da Web Rádio Câmara A CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa) da Câmara Municipal de São Paulo, debateu nesta quarta-feira (10) o Projeto de Lei (PL) 377/2014, do Executivo, que propõe a inclusão da avenida Santo Amaro no programa de investimentos da Operação Urbana Faria Lima. O colegiado realizou uma audiência pública para discutir a proposta com a população. De acordo com o diretor de desenvolvimento da São Paulo Urbanismo, Gustavo Partezani, a proposta prevê melhoramentos num trecho de 2.700 metros entre a avenida Juscelino Kubitschek e a avenida dos Bandeirantes, considerado o mais deteriorado. Saiba mais na reportagem da Web Rádio...

Leia mais
25 de março pode ser fechada para o trânsito
set10

25 de março pode ser fechada para o trânsito

Quarta-feira, 10 de setembro de 2014, às 12h52 A Prefeitura de São Paulo quer fechar para o trânsito a Rua 25 de Março, na região central, e outras vias no entorno, segundo o secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto. Até o final deste mês, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) ainda vai instalar um trecho de ciclovia em uma das principais ruas de comércio popular da América Latina, a Rua 25 de Março. Outra medida, a ser adotada em 2015, será a implantação de ciclovia na Avenida Paulista, que poderá ter um custo de 15 milhões de reais. Através do sistema o ciclismo poderá atingir vários pontos da cidade a partir da Paulista, tais como o Centro, Ibirapuera, Av. Brasil, Pacaembu ou Jabaquara. A imagem ao lado, mostra o movimento de consumidores na região da rua 25 de março, nesta segunda-feira...

Leia mais
Conheça o plano de Ciclovias da cidade de SP
ago29

Conheça o plano de Ciclovias da cidade de SP

Sexta-feira, 29 de agosto de 2014 às 16h31 São Paulo terá 400 quilômetros de ciclovias até o final de 2015. Conheça o projeto divulgado pela Prefeitura, que segundo o órgão vai estimular o uso de bicicleta na capital paulista.     A Prefeitura de São Paulo pretende implementar 400 quilômetros de ciclovias até o final de 2015. De acordo com a SECOM (Secretaria de Comunicação da Prefeitura) esta é a Meta 97, do Programa de Metas, que será realizada a partir do projeto SP 400km. Este ano, a capital já ganhou 11,6 quilômetros; a meta é fechar 2014 com 200 quilômetros implementados. Ciclovias da cidade de São Paulo Conheça o plano completo Atualmente, a cidade conta com 82,41 quilômetros de vias segregadas exclusivamente para o deslocamento de ciclistas. Nesta semana, a região do Tatuapé, Zona Leste, recebeu o primeiro trecho de ciclovia. Em julho deste ano, a cidade ganhou mais 10 quilômetros na avenida Cruzeiro do Sul e no centro da cidade. Outras medidas de incentivo à bicicleta como transporte prioritário foram as inaugurações do do bicicletário público no Largo da Batata e da ciclopassarela sobre a Marginal Pinheiros. Para estimular o uso da bicicleta como meio de transporte na cidade, o projeto SP 400km realizará as intervenções com um custo reduzido, articulado com o transporte público e também visando reduzir acidentes em vias de circulação de ciclistas....

Leia mais
CET no Seu Bairro: 6ª edição começa 18 de agosto
ago15
Leia mais
Haddad pedala em ciclovia do Tatuapé
ago05

Haddad pedala em ciclovia do Tatuapé

Terça-feira, 5 de agosto de 2014 às 19h01   A Subprefeitura Mooca informa que foi inaugurado um trecho para ciclistas no Tatuapé.     Conforme informado pelo órgão, o objetivo da Prefeitura é alcançar a marca de 400 km de novas ciclovias na cidade, até 2015. Nesse sentido, o prefeito Fernando Haddad, o secretário municipal dos transportes Jilmar Tatto e o subprefeito da Mooca, Evando Reis, entregaram ontem (4) um trecho de 1,1 km de extensão, na Av. Vereador Abel Ferreira, no Tatuapé. O trajeto monodirecional ao lado do canteiro central, em ambos os sentidos da avenida, conecta a Av. Salim Farah Maluf à Av. Regente Feijó, atendendo estudantes e trabalhadores da região. Para a obra foram usados, aproximadamente, 3.500 m² de sinalização horizontal, 15 placas de trânsito indicando “Circulação exclusiva de bicicletas”, 45 placas de regulamentação e advertência, além de outros materiais. O novo percurso faz parte de um extenso projeto que pretende ampliar a malha cicloviária na região, ligando universidades e áreas de lazer como o Clube Escola Mooca, Clube Escola Tatuapé e...

Leia mais
Projeto prevê vagões exclusivos para mulheres em trens e metrôs do País
jul30

Projeto prevê vagões exclusivos para mulheres em trens e metrôs do País

Quarta-feira, 30 de julho de 2014 às 18h02   Reportagem – Murilo Souza Edição – Daniella Cronemberger Agência Câmara Notícias – A Câmara dos Deputados analisa proposta que obriga as administradoras de trens e metrôs de todo o País a reservar vagões exclusivos para mulheres nos horários de maior movimento. Pelo texto, os vagões exclusivos ficarão disponíveis para o público feminino em três períodos do dia: das 6h às 9h, do meio-dia às 14h e das 17h às 20h. A exigência não vale para sábados, domingos e feriados. A medida, prevista no Projeto Lei 7343/14, do deputado Ricardo Izar (PSD-SP), também inclui contratação de profissionais da área de segurança para fiscalizar o embarque e desembarque nos vagões exclusivos. O autor afirma que, dado o grande volume de passageiros em horários de pico, é comum haver relatos de situações de pânico para mulheres, que são vítimas de assédio e abuso sexual. Izar destaca que a medida já é adotada, por meio de lei estadual e distrital, no metrô do Rio de Janeiro, desde 2006, e de Brasília, desde julho de 2013. “Torna-se necessária a adoção de uma lei federal, que estenda para todo o País os efeitos gerados nessas regiões”, justificou. Pelo texto, as empresas terão 30 dias para se adequar à nova lei. Tramitação A proposta tramita apensada ao PL 6758/06, da deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), que trata do mesmo assunto. O projeto principal foi aprovado em agosto de 2009 pela Comissão de Seguridade Social e Família e aguarda análise conclusiva das comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. O metrô de Brasília já conta com um vagão exclusivo para mulheres, conhecido como Vagão Rosa, e a maioria das usuárias disse se sentir mais segura contra abusos sexuaisFábio Rodrigues Pozzebom/Agência...

Leia mais
CET no bairro chega a Guaianazes na zona Leste
jul19
Leia mais
Semáforos + inteligentes
jul15

Semáforos + inteligentes

Leia mais
ALESP aprova vagão feminino
jul04

ALESP aprova vagão feminino

Sexta-feira, 4 de junho de 2014 às 15h39 Foi aprovado hoje no Plenário da Assembléia Legislativa de São Paulo, o Projeto de Lei nº 175/2013 de autoria do deputado estadual Jorge Caruso (PMDB-SP) que destina pelo menos um vagão em cada composição dos trens e metrô para uso exclusivo das mulheres. Além delas, crianças acompanhadas pelas mães também poderão embarcar. “Sabemos que, infelizmente, grande parte da população feminina é obrigada a conviver com abusos pela falta de espaço nas composições”, justificou.     O PL segue agora para a sanção do governador Geraldo Alckmin que terá 30 dias para aprovar ou vetá-lo. Se aprovado deverá ser implantado em até 90 dias pelas companhias. “Essa situação é constrangedora para quem é obrigada a utilizar esses meios de transportes para ir e vir do trabalho, da escola, pois, na falta de espaço nos vagões, as mulheres não tem outra opção senão ‘aguentar’ esse constrangimento durante todo o percurso, que muitas vezes é longo”. Segundo o deputado, a inspiração surgiu ao tomar conhecimento de uma lei semelhante existente no Rio de Janeiro desde...

Leia mais
Regulamentada gratuidade para idosos nos transportes
jul02

Regulamentada gratuidade para idosos nos transportes

Quarta-feira, 2 de julho de 2014 às 17h54 – Atualizado às 20h44 Alckmin regulamenta gratuidade para idosos no Metrô, CPTM e EMTU/SP. Benefício será concedido mediante cadastro prévio dos usuários interessados nos postos autorizados. O governador Geraldo Alckmin anunciou nesta quarta-feira, 2, a ampliação da gratuidade às pessoas maiores de 60 anos nos transportes públicos Metrô, CPTM e EMTU/SP. Em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, Alckmin assinou o decreto que regulamenta a Lei 15.187 que beneficia os idosos. “Trata-se de uma política pública importante para os idosos gastarem menos, poderem ter mais lazer e viajar, até mesmo para o trabalho. É uma importante notícia a locomoção deles de forma gratuita”, ressaltou Alckmin.     O decreto traz as regras para o cumprimento da legislação, sancionada em outubro do ano passado. O benefício será concedido mediante cadastro prévio dos usuários interessados nos postos autorizados das operadoras de transportes de passageiros e o acesso será válido por 180 dias. Para o sistema metroferroviário, formado pela CPTM e Metrô, o benefício será operacionalizado pelos sistemas do Cartão Bom Sênior e do Bilhete Único, que podem ser encontrados nos postos autorizados do CMT (Consórcio Metropolitano de Transportes) ou da Prefeitura de São Paulo, respectivamente. O Bilhete Único Especial Idoso fornecido pela São Paulo Transporte – SPTrans – também poderá ser utilizado no sistema metroferroviário assim como o Bilhete Sênior, do sistema metropolitano de ônibus operado pela EMTU. Esse bilhete também deverá ser utilizado para o serviço de transporte coletivo regular de passageiros, por ônibus, da Região Metropolitana de São Paulo. A partir do dia 7 de julho, o atendimento com horário marcado poderá ser agendado pelo telefone 0800-7711800 em um dos sete postos localizados em São Paulo, Arujá, Guarulhos, Osasco, São Bernardo do Campo, Suzano e Taboão da Serra. As instruções para o cadastramento e a indicação de postos autorizados estão disponíveis nos sites: – Metrô – Companhia do Metropolitano de São Paulo: www.metro.sp.gov.br – CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos: www.cptm.sp.gov.br – EMTU/SP – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo S.A.: www.emtu.sp.gov.br – CMT – Consórcio Metropolitano de Transportes: www.cmtsp.com.br – SPTrans – São Paulo Transporte: www.sptrans.com.br O benefício exclusivo para os trilhos também pode ser obtido nas estações Marechal Deodoro e Barra Funda do Metrô. Vale lembrar que, enquanto estava sendo regulamentada a lei, os usuários acima de 60 anos já podiam usufruir do benefício e viajavam gratuitamente no Metrô e CPTM, bastando, para tanto, a apresentação do RG ou do Bilhete Único Especial do Idoso.     Bilhete Único Especial Idoso – Onde é aceito: Metrô, CPTM e ônibus municipais da capital – Quem emite: SPTrans –...

Leia mais
Obras da Linha 6-Laranja começam no segundo semestre
jun27

Obras da Linha 6-Laranja começam no segundo semestre

Sexta-feira, 27 de junho de 2014 às 16h32 Metrô – Com o início da construção da linha que liga Brasilândia a São Joaquim, serão cinco grandes empreendimentos em execução simultânea para expansão da rede metroviária. De acordo com a Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô, o Consórcio Move São Paulo vai iniciar as obras de implantação da Linha 6-Laranja no segundo semestre de 2014. O Move São Paulo – composto pelos grupos Odebrecht, Queiroz Galvão, UTC Participações e pelo Fundo Eco Realty – foi o vencedor da licitação que concretizou a primeira PPP integral de metrô do Brasil. O contrato com o Governo do Estado, assinado em dezembro de 2013, tem vigência de 25 anos, contando os seis para implantação da linha e mais 19 para operação e manutenção (incluindo o pátio de manobra, aquisição de sistemas operacionais e a compra de uma frota de 23 trens).     O governador Geraldo Alckmin e o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, assinaram contrato de financiamento de R$ 1,7 bilhão que irá compor os 50% do aporte financeiro do Estado de São Paulo. O valor global do empreendimento é de R$ 9,6 bilhões, sendo que R$ 8,9 bilhões são divididos entre o Governo do Estado (50%) e o consórcio (50%). Os outros R$ 673 milhões são referentes às desapropriações que serão executadas pelo Estado. “A Linha 6 é importante e será uma das maiores de São Paulo. Esse financiamento assinado hoje é importantíssimo porque vai nos ajudar a cumprir a nossa parte na PPP”, disse Alckmin, ao se referir ao fato dessa linha ser construída por meio de PPP (Parceria Público Privada). A Linha 6 vai ligar a Vila Brasilândia, na zona norte da capital, à estação São Joaquim (Linha 1-Azul), com 15,9 quilômetros de extensão e 15 estações (Brasilândia, Vila Cardoso, Itaberaba, João Paulo I, Freguesia do Ó, Santa Marina, Água Branca, Sesc Pompeia, Perdizes, PUC-Cardoso de Almeida, Angélica-Pacaembu, Higienópolis-Mackenzie, 14 Bis, Bela Vista e São Joaquim). A Linha Laranja vai se integrar com as linhas 7 e 8 da CPTM, na futura estação Água Branca; Linha 4, na futura estação Higienópolis-Mackenzie; e Linha 1, na estação São Joaquim. O percurso todo será feito em apenas 27 minutos. A demanda prevista para este ramal é de 633,6 mil passageiros/dia, beneficiando ainda grandes centros educacionais, como Unip (Universidade Paulista), PUC (Pontifícia Universidade Católica), Faap (Fundação Armando Álvares Penteado), Mackenzie e FMU (Faculdade Metropolitanas Unidas). Por essa razão, já é conhecida como a “linha das universidades”. Obras de expansão simultâneas São Paulo vive um momento histórico em que contabiliza quatro grandes empreendimentos de...

Leia mais
Expresso Leste da Linha 11-Coral da CPTM ganha duas novas composições
jun20

Expresso Leste da Linha 11-Coral da CPTM ganha duas novas composições

Sexta-feira, 20 de junho de 2014 às 17h28 Linha também atende o novo serviço “Expresso da Copa”, que transporta torcedores até a Arena Corinthians, em Itaquera, nos dias de jogos da Copa do Mundo Secretaria dos Transportes Metropolitanos – Para reforçar a frota de trens do Expresso Leste, na Linha 11-Coral da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), foram entregues nesta terça-feira, 17, mais duas novas composições – outras quatro já haviam sido entregues. Elas fazem parte de um plano de substituição da frota antiga, que inclui 9 novas composições e atendem o Expresso da Copa, que transporta torcedores até a Arena Corinthians, em Itaquera, nos dias de jogos da Copa do Mundo.     “Acabamos de entregar mais dois trens: o 101º e o 102º. Mais dois virão agora em julho e o último será em agosto. Com isso, nós completaremos a compra de 105 trens da CPTM. É um trem de última geração, que contém alta tecnologia, conforto e segurança. Além desses 105 trens, o Governo de São Paulo já anunciou outros 65, que serão entregues no começo de 2015”, disse o secretário de Transportes Metropolitanos Jurandir Fernandes. Jurandir lembrou ainda que atualmente, 76% da frota de trens já possui ar-condicionado. Os novos trens possuem salão contínuo de passageiros, que permite passagem livre dos passageiros entre os vagões, são monitorados por câmeras na parte interna e externa, além de contar com acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência, que incluem sinalização visual para identificação de assentos preferenciais, mapa dinâmico e espaço para cadeirantes. Nos dias de jogos da Copa do Mundo, tanto a CPTM como o Metrô, trabalham com esquemas especiais para o transporte de torcedores. Os trens do Expresso Copa, que entram em circulação três horas antes dos jogos, percorrem o trecho entre as estações Luz e Corinthians-Itaquera em 19 minutos, sem paradas nas estações...

Leia mais
Prefeitura assina termo para novo Bicicletário 24h em Pinheiros
jun18

Prefeitura assina termo para novo Bicicletário 24h em Pinheiros

Quarta-feira, 18 de junho de 2014 às 19h41 Itaú Unibanco será responsável pela gestão do novo equipamento por 36 meses. A informação é da Secretaria de Comunicação da Prefeitura. A Prefeitura de São Paulo entregou hoje (16), ao Itaú Unibanco, as chaves para o início das obras de implantação do novo Bicicletário Municipal do Largo da Batata. O termo de cooperação foi publicado do Diário Oficial deste sábado, 14/06, e a partir desta segunda a empresa cooperante terá 10 dias úteis para dar início às obras de implementação do equipamento. A previsão é de que até o fim do mês de julho os munícipes possam começar a utilizar esse serviço que funcionará 24h. Além da implantação, o termo de cooperação prevê que o Itaú Unibanco seja responsável pela guarda e retirada de bicicletas e também pela manutenção e conservação dos equipamentos e das instalações. No local, também deverá ser construído um banheiro com estrutura compatível a de um vestiário, equipado com bancos, cadeiras e armários que possam ser utilizados pelos usuários do bicicletário, após cadastro prévio. Para auxiliar ainda mais os ciclistas, será instalada uma estação de manutenção básica com ferramentas apropriadas para que os usuários possam efetuar pequenos consertos ou ajustes em suas bicicletas. “A implantação junto ao Metrô Faria Lima será um ganho à população que utiliza a região e agora poderá se desviar do trânsito utilizando o equipamento a qualquer hora do dia. O bicicletário auxiliará também na interligação da ciclovia em construção com a rede metroviária.”, explicou Angelo Filardo, subprefeito de Pinheiros . Caberá à subprefeitura a fiscalização do espaço para verificar se o cooperante cumpre todas as determinações estabelecidas pelo...

Leia mais
Em São Vicente, é apresentado o 1º VLT do Estado de SP
jun15

Em São Vicente, é apresentado o 1º VLT do Estado de SP

Domingo, 15 de junho de 2014 às 10h29 Alckmin apresenta o 1º VLT do Estado de SP e anuncia melhorias no transporte metropolitano da Baixada Santista. Evento também marcou a conclusão de obras civis de cinco estações do VLT, a entrega do Viaduto Emmerich e de 75 novos ônibus intermunicipais que vão operar na região.       O governador Geraldo Alckmin apresentou na sexta-feira, 6, o primeiro VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) do Estado de São Paulo, que será testado com passageiros, em São Vicente, já no segundo semestre de 2014. Em março de 2015, está previsto o início da operação comercial do VLT com 10 veículos no trecho entre Barreiros, em São Vicente, e o Terminal Porto, em Santos. A demanda prevista para o trecho é de 70 mil usuários/dia, segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU. A apresentação ocorreu durante visita à Estação Nossa Senhora das Graças. Alckmin destacou as diferenças do novo sistema de transporte. “O VLT é uma grande inovação, ele tem alta capacidade de transporte, conseguindo levar até 400 pessoas, é elétrico, portanto não poluente, é silencioso e, além de tudo, vai ser importante para a revitalização das regiões por onde vai passar, trazendo novos empreendimentos, serviços e comércio”, afirmou o governador. O 1º VLT desembarcou no porto de Santos em 22 de maio e chegou à Estação Nossa Senhora das Graças cinco dias depois. Lá a composição foi montada e agora passa por testes intensivos antes de receber passageiros em caráter experimental. Marginal da Rodovia Ayrton Senna Dois depois de apresentar o VLT, Alckmin inaugurou a nova marginal da Ayrton Senna com seis meses de antecedência. Conforme informou a ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), a nova pista marginal deve facilitar o acesso aos bairros de Guarulhos.     “Nós estamos inaugurando 5,8 km da marginal, São Paulo sentido interior, saindo da ligação do aeroporto e indo até o Trevo dos Pimentas. Marginais, com duas faixas, segregando o trânsito local do trânsito da Ayrton Senna. Um grande ganho”, afirmou Alckmin. Também são beneficiados os motoristas que saem do Aeroporto Internacional de Guarulhos e acessam a Ayrton Senna sentido Vale do Paraíba pela Rodovia Hélio Smidt (SP-19). Com a segregação do tráfego local e de longa viagem, é aumentada a fluidez, reduzindo o tempo de viagem, e ampliada a segurança da rodovia naquele trecho, por onde passam diariamente 73,4 mil...

Leia mais
Mais uma parte do Complexo Viário Polo Itaquera é entregue
jun09

Mais uma parte do Complexo Viário Polo Itaquera é entregue

Segunda-feira, 9 de junho de 2014 às 15h50 Alckmin entrega as obras do Complexo Viário Polo Itaquera. DERSA utilizou tecnologia inovadora na construção dos cinco viadutos do complexo viário, garantindo agilidade nas obras e segurança na execução. O governador Geraldo Alckmin entregou neste domingo, 8, as obras do Complexo Viário Polo Itaquera. Na ocasião, foram liberadas para circulação a passarela de pedestres sobre os trilhos do Metrô e da CPTM e as Avenidas Radial Leste e José Pinheiro Borges. Também foi entregue a alça viária que interliga as Avenidas Radial Leste e Jacu Pêssego. As vias concluem o conjunto de obras do novo sistema viário da região, gerenciado pela DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A. O valor total investido no empreendimento é de R$ 610,5 milhões. “É um dia histórico, estamos a cinco dias da Copa do Mundo, um dos eventos de maior visibilidade do mundo. Entregamos, hoje, a primeira alça da Radial Leste com a Jacu Pêssego, que a prefeitura desapropriou e nós fizemos as obras, que é a alça de quem vai para o aeroporto. Então, melhora muito a ligação de quem vai para o aeroporto de Cumbica com a Radial Leste”, ressaltou Alckmin. “E entregamos a passarela. A maior de São Paulo, sobre a Radial, sobre o Metrô, sobre o Trem, 185 metros de extensão, seis metros de largura, 100% coberta e laterais em vidro temperado, fazendo a ligação Norte-Sul. Ela vai fazer com que as pessoas deixem de andar 2,5 km, facilitando o acesso ao Polo de Itaquera”, afirmou o governador. Segundo a governo do Estado, as intervenções realizadas em Itaquera proporcionam maior mobilidade ao bairro e beneficiam diretamente os moradores da região Leste da cidade. A passarela, sobreposta aos trilhos do Metrô e da CPTM e as Avenidas Radial Leste e José Pinheiro Borges, facilita a circulação dos pedestres e o acesso em segurança aos empreendimentos que estão sendo implantados no Polo e à Arena Corinthians. A passagem, com 185 metros de comprimento, liga ainda os bairros A.E Carvalho à Cohab José de Anchieta. A alça viária que interliga a Avenida Radial Leste à Avenida Jacu Pêssego, no sentido do aeroporto de Guarulhos, também foi liberada. O novo viaduto facilita o deslocamento dos motoristas que saem do estádio e seguem para o aeroporto ou para as rodovias Dutra e Ayrton...

Leia mais
Connected Cities Summit – O futuro da infraestrutura brasileira
jun08

Connected Cities Summit – O futuro da infraestrutura brasileira

Domingo, 8 de junho de 2014 às 10h15 Agência FAPESP – O consulado britânico em São Paulo promove amanhã, 9 de junho, o evento “Connected Cities Summit – o futuro da infraestrutura brasileira”, em parceria com o USP Cidades e a consultoria britânica Useful Simple Projects. O evento busca promover um diálogo entre profissionais e estudiosos do Brasil e do Reino Unido sobre o futuro das cidades dos dois países. Faz parte da campanha Great Britain House, que realizará 20 eventos durante o período da Copa do Mundo no Brasil. O encontro ocorrerá das 10h às 20h no Centro Brasileiro Britânico, que fica na Rua Ferreira de Araújo, 741, em Pinheiros, São Paulo. Veja a programação completa: clique aqui No dia seguinte (10/06), também no Centro Brasileiro Britânico, dentro da mesma campanha, o consulado britânico promove a Conferência de Biocombustíveis 2014 – Mercado Sustentável e Perspectivas Futuras. O evento reunirá especialistas e empresas do Brasil e do Reino Unido para debater a expansão do mercado de bioenergia e desenvolvimento de novas tecnologias. A conferência ocorrerá entre 9h e 14 horas. Veja o programa completo: http://www.britishconsulatesp.com.br/arquivos/prog_cities1006_SP.pdf e as inscrições podem ser feitas pelo e-mail bioenergiasp@hyrnastha-inovar.com.br   Saiba mais Connected Cities Summit – Great Britain...

Leia mais
Connected Cities Summit – Great Britain House
jun08

Connected Cities Summit – Great Britain House

Domingo, 8 de junho de 2014 às 10h02 Estima-se que até 2050, quase 90% da população brasileira estará vivendo em grandes centros urbanos, recorrendo em maior complexidades para o desenvolvimento e o planejamento das principais cidades brasileiras. Questões relacionadas a poluição, mobilidade urbana, integração e comunicação, que já afetam as grandes cidades no país, se tornarão desafios para o planejamento por parte das autoridades locais. O Reino Unido é mundialmente reconhecido por apoiar e investir em pesquisas sobre desenvolvimento urbano e cidades do futuro e promover tecnologias e inovação em sistemas de transporte inteligentes. Assim, como parte do Great Britain House, o Connected Cities Summit, realizado em São Paulo, trará especialistas e autoridades britânicas e brasileiras, do setores público, privado e da academia, para discutir essas questões de desenvolvimento e mobilidade urbanos. O principal objetivo é demonstrar a experiência britânica em planejamento e em tecnologias, compartilhando as lições aprendidas ao vencer os desafios urbanos comuns, e como essas soluções podem ser aplicadas à realidade das cidades brasileiras. Inscrições sujeitas à confirmação dos organizadores. Serviço: Data: 09 de Junho de 2014 Horário: 10:00 – 20:00 Local: Centro Brasileiro Britânico (Rua Ferreira de Araújo, 741 – Pinheiros / 05428-002 – São Paulo/SP) Programação: clique aqui Inscrições: Veja abaixo Como nascem grandes cidades: desenvolvimento de um programa inteligente e sustentável para cidades Início: 10h Duração: 3h Incrição: clique aqui Workshop – Desenvolvimento Urbano Início: 14h30 Duração: 3h30 Incrição: clique aqui INSCREVA-SE! Workshop – Transporte Urbano Início: 14h30 Duração: 3h20 Incrição: clique aqui   Saiba mais Connected Cities Summit – O futuro da infraestrutura brasileira...

Leia mais