Mar Sem Fim visitou Abrolhos antes da tragédia de Mariana, assista aos vídeos
fev10

Mar Sem Fim visitou Abrolhos antes da tragédia de Mariana, assista aos vídeos

Conheça Abrolhos e os detalhes com João Lara Resende, do Mar Sem Fim.

Leia mais
Bichos assustadores: polvo brilhante vermelho
dez08

Bichos assustadores: polvo brilhante vermelho

No destaque o Tubarão duende, nossa próxima criatura assustadora.

Leia mais
Bichos assustadores: peixe Rhinochimera
nov18

Bichos assustadores: peixe Rhinochimera

Que peixe é aquele saindo das sombras da escuridão? Um peixe raramente visto (sp Harriotta) Rhinochimera!

Leia mais
Bichos assustadores: vida marinha com aparências dignas do Dia das Bruxas
nov15

Bichos assustadores: vida marinha com aparências dignas do Dia das Bruxas

Garras, espinhos, ganchos, tentáculos e presas. Aliens, monstros e aparições fantasmagóricas brilhando na noite. Há formas de vida marinha que têm alguns dos melhores looks para o Dia das Bruxas (Haloween), sem necessidade de fantasias.

Leia mais
Os “Big Five” do Oceano: explorando as águas da África Oriental
out16

Os “Big Five” do Oceano: explorando as águas da África Oriental

Quando você pensa em animais africanos, o que você lembra? Provavelmente, os “cinco grandes”: leões, elefantes, leopardos, búfalos e rinocerontes. Mas a África também tem uma quantidade incrível de diversidade marinha nos recifes de coral e nas águas abertas em torno do continente.

Leia mais
Tubarões
set25

Tubarões

Existem mais de 500 espécies de tubarões que nadam nos oceanos do mundo. No entanto, quando a maioria das pessoas pensa nestes peixes cartilaginosos (gênero Euselachii), uma única imagem vem à mente: um animal grande, de dentes afiados e assustador.

Leia mais
Oceano: formação para enganar os predadores
set01

Oceano: formação para enganar os predadores

Em alguns casos, no entanto, os predadores também se adaptam para caçá-los, a fim de obter seu alimento, apesar da movimentação engenhosa de suas pequenas presas.

Leia mais
Oceano: Moreia Guineafowl
ago20

Oceano: Moreia Guineafowl

Muitas espécies, como esta, têm o corpo marrom e manchas brancas semelhante as cores da galinhas da galinha d’angola.

Leia mais
Enguia Whitemouth: boca branca
ago20

Enguia Whitemouth: boca branca

As Moreias Whitemouth (Gymnothorax meleagris) se escondem nas fendas dos recifes de coral do Indo-Pacífico deixando apenas suas cabeças (e bocas brancas) emergentes

Leia mais
Oceano: o espetáculo da vida nos recifes de corais
jul28
Leia mais
WWF-Brasil tem o apoio de jovens personalidades como Maya Gabeira e Filipe Toledo
jul12
Leia mais
WWF-Brasil e o Programa Marinho
jul12

WWF-Brasil e o Programa Marinho

Leia mais
Geleia pente do Mar dos Sargaços e o Squidworm, nova espécie do Triângulo de Coral
jul03
Leia mais
Projeto investigará origens de jazidas de minérios no fundo do Atlântico
jun30
Leia mais
Raio-X do razorfish ou peixe-camarão
jun09
Leia mais
Como Polvos e lulas mudam de cor
jun08

Como Polvos e lulas mudam de cor

Segunda-feira, 8 de junho de 2015, às 20h54 Lulas, polvos, chocos e estão entre os poucos animais no mundo que podem mudar a cor de sua pele em um piscar de olhos. Esses cefalópodes – grupo de moluscos com os braços unidos a suas cabeças – podem mudar seu tom de pele para combinar com os seus arredores, tornando-os quase invisíveis, ou, alternativamente, dar-se um padrão que faz com que eles se destaquem. Muitos milhares de células que mudam de cor chamados chromatophores logo abaixo da superfície da pele são responsáveis ​​por estas transformações notáveis. O centro de cada chromatophore contém uma espécie de compartimento elástico cheio de pigmento, como se fosse um pequeno balão, que pode ser de cor preta, castanha, laranja, vermelho ou amarelo. Se você apertar um balão cheio de corante, a cor seria empurrada para o topo, que se estende para a superfície e faz com que a cor pareça mais brilhante e é desta mesma maneira que agem os cromatóforos. Uma série complexa de nervos e músculos controla se o balão é expandido ou contraído e, quando ele se expande, a cor é mais visível. Além dos cromatóforos, alguns cefalópodes também têm iridóforos e leucophores. Iridóforos têm placas energia que criam verdes iridescentes, azuis, prata e ouro, enquanto leucophores refletem as cores do ambiente, tornando o animal menos...

Leia mais
Corais de águas profundas
jun08

Corais de águas profundas

Leia mais
Seu Oceano: conheça as histórias dos mares do mundo
jun08
Leia mais
Baleia Azul, o gigante dos oceanos
jun08

Baleia Azul, o gigante dos oceanos

Leia mais
A UNESCO discute importância dos oceanos para regular clima da Terra
jun08
Leia mais
Mármore Azul
jun08

Mármore Azul

Leia mais
Dia Mundial dos Oceanos é comemorado hoje
jun08
Leia mais