Falta de medicamento sob responsabilidade da SES/SP, põe em risco a vida de transplantados
jul10
Leia mais
Viabilidade de um sistema informatizado para dispensação de medicamentos em SP
abr17
Leia mais
Remédios, doenças e transplantes: o inferno é logo ali, basta que cometa um erro
abr17
Leia mais
AME Maria Zélia melhorou depois de expor seus bastidores
abr17
Leia mais
O dilema de quem faz transplante de órgãos no Brasil: +Respeito
abr16
Leia mais
O dilema de quem faz transplante de órgãos no Brasil: um país de todos ou de alguns?
abr16
Leia mais
O dilema de quem faz transplante de órgãos no Brasil: Zé Mauro e outras lições de vida
abr16
Leia mais
O dilema de quem faz transplante de órgãos no Brasil: burocracia
abr16
Leia mais
O dilema de quem faz transplante de órgãos no Brasil: resignação e descaso
abr16
Leia mais
Imprensa mostra a situação de quem precisa de remédos na maior cidade do Brasil
abr16
Leia mais
Remédios de alto custo: Tecnologia contra humilhações a médicos e pacientes
abr12
Leia mais
População exige respeito da Saúde – SES/SP
abr11
Leia mais
Farmácia de Alto Custo Vila Mariana – Posto Altino Arantes tem novo telefone
abr11

Farmácia de Alto Custo Vila Mariana – Posto Altino Arantes tem novo telefone

Acompanhando as mudanças e a dispensação de remédios aos doentes e pacientes, temos buscado informações e divulgado as opiniões das milhares de pessoas que entram em contato com o nosso site.

Leia mais
Desumanidade e burocracia revestem Saúde contra pacientes que precisam de remédios
abr09
Leia mais
Posto da Altino Arantes inaugura com melhores condições aos usuários
mar11
Leia mais
Secretaria da Saúde não respondeu perguntas da sua responsabilidade
mar11

Secretaria da Saúde não respondeu perguntas da sua responsabilidade

Atualizado no dia 11 de Março No dia 03 de janeiro, iniciamos uma reportagem especial sobre Transplantes de Órgãos. Após conclusão da reportagem especial realizada inicialmente naquele dia no Posto da Vila Mariana, relacionada à entrega de remédios a transplantados e as agruras dos pacientes ou seus representantes que tiveram de esperar de 7 a 8 horas nas piores condições para a retirada de remédios, algumas dúvidas ainda restavam. Conversas com médicos, pacientes e usuários do SUS, deixaram dúvidas quanto ao atendimento prestado no que diz respeito à entrega de remédios de alto custo, entre outras. No intuito de esclarecer essas questões, enviamos 12 perguntas à assessoria da Secretaria da Saúde do estado de São Paulo. O recebimento das questões foi no dia 04 de fevereiro, e a partir dessa data tentamos obter as respostas várias vezes sem sucesso. “Se estão com pressa deveriam ter enviado as perguntas antes”, disse uma estagiária no dia 10 de fevereiro. “Vou encaminhar vocês para a responsável”, disse outro representante da assessoria no final de fevereiro. “Estou confusa”, disse a responsável a quem fomos encaminhados por ele, que também não tomou providências para que as perguntas fossem respondidas, a entrevista solicitada com o secretário da Saúde David Ewerson Uip ou seu representante fosse agendada.   Depois de 35 dias aguardando as respostas, a maioria delas foram sendo respondidas de acordo com o andamento desta reportagem especial sobre Transplantes de Órgãos, iniciada em janeiro através dos medicamentos que esses pacientes receberão pelo resto de suas vidas, mas não pela pasta responsável que é a Secretaria da Saúde do estado de São Paulo. As perguntas enviadas estão no link: http://alotatuape.com.br/?p=2231 Saiba mais: http://alotatuape.com.br/?p=2228 Atualizando as questões necessárias para o entendimento desse assunto ficam ainda várias perguntas a serem respondidas: Mantivemos a numeração original enviada no dia 04 de fevereiro, há 35 dias. As perguntas retiradas foram sendo respondidas com a notícia da inauguração da Unidade de Farmácia na Rua Dr. Altino Arantes, através da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM). A questão número 3, continua sem resposta, assim como as questões 5, parte da 6 e quanto a 12, concluímos que não interesse em falar desse assunto. 3) Como estava afixado na entrada do posto, o Decreto 59.843 de 28 de Novembro de 2013, atrapalhou ainda mais a burocrática e deficitária entrega dos remédios. Segundo constatamos no Posto da Vila Mariana chegou a levar 8 horas para a entrega de remédios no dia 03 de Janeiro. Haveria uma forma de escalonamento ou deslocamento de pessoal para suprir as necessidades dos pacientes para que esse fato não volte a ocorrer em outros feriados ou...

Leia mais
Unidade de Farmácia Vila Mariana
mar03

Unidade de Farmácia Vila Mariana

No dia 28 de fevereiro, o posto e a farmácia de alto custo do Centro de Saúde I – Dr. Lívio Amato localizado na Rua Domingos de Morais, 1947, na Vila Mariana, foi desativado. Um dos motivos foi a falta de estrutura e condições normais para o atendimento de pacientes e seus representantes que formavam filas enormes para a retirada de remédios de alto custo e atendimento ambulatorial.

Leia mais
Perguntas enviadas à Secretaria Estadual da Saúde
fev11
Leia mais