CET apresenta pesquisa sobre segurança no trânsito


Sexta-feira, 19 de junho de 2015, às 19h49


Estudo estima que mais de 46 bilhões de infrações são cometidas a cada ano. A partir do segundo semestre, haverá fiscalização em pontos aleatórios da cidade.

PMSP | SECOM – A partir do segundo semestre deste ano, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) fiscalizará 250 pontos aleatórios, distribuídos não só pelo centro, mas também pela periferia da cidade. A ação deverá abranger as cinco regiões da capital, em locais trocados periodicamente, e acontecerá tanto em dias úteis como aos sábados e domingos. A medida visa conscientizar motoristas paulistanos a conduzirem de forma segura.

 

13ª reunião ordinária do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito, coordenada pelo secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto. Foto Cesar Ogata / SECOM

13ª reunião ordinária do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito, coordenada pelo secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto. Foto Cesar Ogata / SECOM

 

O programa, chamado de Controle da Qualidade da Segurança no Trânsito, foi concebido a partir dos resultados de uma pesquisa de segurança no trânsito realizada pela autarquia com o apoio do engenheiro Horácio Augusto Figueira, mestre em Engenharia de Transportes pela Universidade de São Paulo (USP). O estudo, cujos dados foram coletados de março a maio deste ano, foi apresentado na manhã desta quinta-feira (18), durante a 13ª reunião do Conselho Municipal de Transportes.

“Há uma parcela dos motoristas que entendem que não há fiscalização na cidade de São Paulo. Essa pesquisa mostrou o quão grave é o comportamento de uma grande parcela dos motoristas da cidade. Faremos uma fiscalização por amostragem e, portanto, de forma aleatória, para que o motorista tenha a sensação de que poderá vir a ser fiscalizado e para que vigie a si próprio”, afirmou o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.

De acordo com o secretário, mais do que um caráter punitivo, a ação que será adotada pela CET tem um objetivo educativo, com foco na preservação de vidas. “A sociedade precisa perceber que não é normal quatro pessoas morrerem por dia na cidade de São Paulo [em decorrência de acidentes de trânsito]. Não é normal termos 10 pessoas mutiladas por dia na cidade. Algo precisa ser feito. Estamos fazendo um esforço para salvar vidas e, se isso significa aumentar a fiscalização, acho que vale a pena, independente do número de multas”, disse.

Metade dos veículos comete infrações nos cruzamentos de SP, aponta pesquisa da CET.  Na imagem a Avenida 23 de Maio. Foto: Oswaldo Corneti / Fotos Públicas

Metade dos veículos comete infrações nos cruzamentos de SP, aponta pesquisa da CET. Na imagem a Avenida 23 de Maio. Foto: Oswaldo Corneti / Fotos Públicas

Na pesquisa, foram analisados 20 cruzamentos da cidade, distribuídos por todas as regiões, em dias úteis e aos finais de semana. Dos 15.370 veículos observados em um período de 75 horas, 8.521 cometeram alguma infração - um índice médio de 55,44%. Ou seja, um a cada dois motoristas infringiu alguma regra de trânsito.

Os veículos foram divididos em quatro categorias: autos e utilitários, caminhões, ônibus e motos. As infrações registradas foram as seguintes: ausência de seta em conversões, não uso de cinto de segurança, uso de celular na direção, avanço sobre a faixa de pedestres, avanço diante do semáforo vermelho, falta de capacete, dirigir com o braço para fora do veículo e desrespeito à sinalização de “Pare” em cruzamentos não semaforizados.

Nos cruzamentos com semáforos, o maior índice de infrações se deu pelo não uso da seta (de 26,13% a 39,75%, a depender do dia), seguido pelo não uso de cinto de segurança (de 7,37% a 16,06%). Proporcionalmente, os veículos que mais cometeram infrações foram motos (de 69,68% a 84,62%), seguidos de caminhões (de 60,71% a 85,71%).

Já nos cruzamentos sem semáforos, mas com movimentos de conversão, a ausência de setas também foi a infração mais cometida (de 52,11% a 61,25%), seguida do desrespeito à sinalização “Pare” (de 18,69% a 28,37%).

Por fim, nos cruzamentos não semaforizados, com movimentos à frente apenas, o maior índice de infrações ficou por conta do não respeito à orientação de “Pare” (de 23,10% a 46,59%), seguida pelo não uso do cinto de segurança (de 7,99% a 15,74%).

Com a expansão das infrações registradas para os mais de 16 mil cruzamentos da cidade, durante os 365 dias do ano, 46,8 bilhões de infrações são cometidas a cada ano – 10,6 milhões por hora. Em todo o ano de 2014, foram aplicadas 10,6 milhões de multas. Com isso, a cada 4.416 infrações cometidas, apenas uma multa é aplicada.

“Quando a gente fala que existe a indústria da multa, eu costumo brincar que ela está na idade da máquina a vapor, enquanto a indústria de infrações está na velocidade da luz. O número de 4.416 infrações parece grande, mas se dividirmos pelo número de dias e pelas horas que os motoristas circulam, chegamos em 15, 20 infrações por hora, o que é real. O motorista médio infrator comete de 10 a 20 infrações por hora”, afirmou Figueira, engenheiro responsável pela metodologia adotada.

Shield instala o revestimento estrutural do túnel, com anéis de concreto e fibras de aço, ao mesmo tempo em que perfura o solo. Foto: Gilberto Marques/A2img

Shield instala o revestimento estrutural do túnel, com anéis de concreto e fibras de aço, ao mesmo tempo em que perfura o solo. Foto: Gilberto Marques/A2img

Leia mais sobre
MOBILIDADE URBANA

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo
Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo
Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo
Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes
Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo
Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo
Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
  • Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo

  • Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo

  • Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo

  • Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes

  • Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo

  • Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo

  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*