Confira o que rolou de melhor no 8º dia dos Jogos Rio 2016


Domingo, 14 de agosto de 2016, às 09h49


Sábado de emoções mil nos Jogos Olímpicos: mais um ouro de Phelps, festa da torcida argentina, feito inédito de Porto Rico e mais.

Rio 2016

Não chega a ser novidade. Na verdade, é a notícia mais repetida dos Jogos Olímpicos. Michael Phelps ganhou ouro. Mas não foi um ouro qualquer, se é que algum deles tenha disso. Foi o 23º. Foi o último. Com lágrimas, algo que se tornou habitual no Rio de Janeiro. E que mostra o lado humano de um atleta que sempre se mostrou um super-humano. E que torna a natação, daqui para a frente, um pouco menos previsível. Infelizmente...

 

Equipe de revezamento dos EUA, com Phelps no meio, agradece ao Rio. Foto: Getty Images/Adam Pretty

Equipe de revezamento dos EUA, com Phelps no meio, agradece ao Rio. Foto: Getty Images/Adam Pretty

 

O maior

Quando Phelps saltou à piscina no revezamento 4x100m medley, que os EUA vencem sempre desde os Jogos Los Angeles 1984, a Grã-Bretanha tinha a liderança. Pois ele virou o jogo, que não me revirou. A medalha de ouro fechou, assim, a carreira do maior atleta Olímpico da história. Que terminou com um “muito obrigado, Rio”. Um agradecimento justo a uma torcida que o abraçou como se fosse um deles. Deixará saudade.

 

Phelps e as lágrimas que sucedem o último ouro. Foto: Getty Images/Adam Pretty

Phelps e as lágrimas que sucedem o último ouro. Foto: Getty Images/Adam Pretty

 

Haja emoção

Foram duas prorrogações no clássico disputado no basquetebol Olímpico. À parte o melhor início da Argentina, na maior parte do jogo ficou a sensação de que o Brasil venceria. Foi assim no finalzinho do tempo regulamentar. E foi assim no finalzinho da primeira prorrogação. Nas duas vezes, porém, o placar acabou igual. Aí, na segunda prorrogação, desde o início ficou evidente que os argentinos venceriam. E isso de fato aconteceu.

 

 

Nocioni e Ginobili: Argentina foi demais para o Brasil. Foto: Getty Images/Elsa

Nocioni e Ginobili: Argentina foi demais para o Brasil. Foto: Getty Images/Elsa

 

Matador de gigantes

Primeiro foi Novak Djokovic, agora Rafael Nadal. O argentino Juan Martín del Potro eliminou os dois monstros na disputa do tênis de simples dos Jogos Rio 2016. Neste sábado (13), diante do espanhol, precisou do tie-break no terceiro set. Agora, Andy Murray que se prepare, porque enfrentará o argentino na final Olímpica. Será que a terceira surpresa vem aí?

A primeira vez

Porto Rico chegou aos Jogos Rio 2016 sem nenhuma medalha de ouro Olímpica. Difícil imaginar que ela viria como veio, no torneio de simples do tênis feminino. Pois a heroína portorriquenha foi Monica Puig, que na final superou a número 2 do mundo, a alemã Angelique Kerber.

 

 

O inquebrável

Quando foi ao chão, no meio da prova dos 10.000m, o próprio Mo Farah pensou “Meu Deus, já era”. Não foi o único. Mas talvez tenha sido o único a pensar, logo na sequência, que seria possível se recuperar. E o fez em grande estilo, com um sprint no finalzinho que deu ao britânico o bicampeonato Olímpico.

 

Mo Farah celebra ajoelhado o bicampeonato Olímpico. Foto: Getty Images/Ezra Shaw

Mo Farah celebra ajoelhado o bicampeonato Olímpico. Foto: Getty Images/Ezra Shaw

 

A vez de Neymar

O futebol brasileiro está em paz com a torcida novamente. Neymar também. Com gol dele, o Brasil venceu a Colômbia e se garantiu na semifinal do futebol feminino. Luan ainda marcou o segundo gol, mas o primeiro, de Neymar, foi emblemático. Ele precisava disso para fazer as pazes com a arquibancada.

 

Neymar e o gol da redenção. Foto: Getty Images/Alexandre Schneider

Neymar e o gol da redenção. Foto: Getty Images/Alexandre Schneider

Renzo Agresta é um dos atletas mais experientes da esgrima brasileira (Foto: Getty Images/GuidoManuilo)

Renzo Agresta é um dos atletas mais experientes da esgrima brasileira (Foto: Getty Images/GuidoManuilo)

Leia mais sobre
JOGOS OLÍMPICOS
RIO 2016

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo
Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo
Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo
Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes
Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo
Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo
Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
  • Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo

  • Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo

  • Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo

  • Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes

  • Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo

  • Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo

  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*