Daniela Mercury é convidada para debater empatia e direitos LGBT


Sexta-feira, 22 de maio de 2015, às 19h06


Em Brasília, coordenador da ONU Brasil e Daniela Mercury debatem empatia e direitos LGBT. Evento na Câmara dos Deputados contou com participação de parlamentares, representantes das Nações Unidas, do corpo diplomático e da sociedade civil, além da cantora e embaixadora da campanha da ONU “Livres & Iguais” e do UNICEF, Daniela Mercury, como convidada especial.

 

Empatia e descontração marcaram o evento no Congresso. Foto: Tiago Zenero/PNUD Brasil

Empatia e descontração marcaram o evento no Congresso. Foto: Tiago Zenero/PNUD Brasil

 

ONU-Brasil | O auditório Nereu Ramos, da Câmara dos Deputados, converteu-se em palco onde a cantora e embaixadora da campanha da ONU “Livres & Iguais” soltou sua voz ora para cantar, ora para lembrar que “toda forma de amor vale a pena”. Daniela Mercury foi a convidada especial do XII Seminário LGBT do Congresso Nacional, realizado nestas quarta (20) e quinta-feira (21).

Depois de emocionar os participantes do evento com o Hino Nacional cantado à capela, Daniela Mercury compôs a mesa e ouviu, ao lado da esposa Malu Verçosa, discursos em defesa dos direitos humanos e, principalmente, da população LGBT. O deputado federal Fábio Ramalho (PV-MG) foi o primeiro a falar. Para ele, “não é preciso ser integrante do segmento LGBT para saber das dificuldades que ele enfrenta”.

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) reforçou a mensagem-chave do seminário: “Nosso compromisso é enfrentar o ódio com o sentimento da empatia”. No mesmo tom, a deputada federal Erika Kokay (PT-DF) defendeu, em seu discurso, “uma sociedade onde cada um possa viver na sua humanidade”.

O coordenador residente do Sistema ONU e representante do PNUD no Brasil, Jorge Chediek, destacou que “a população LGBT tem sido vítima constante das mais diversas formas de violência” e lembrou que “atualmente, 78 países criminalizam atos homossexuais consentidos entre pessoas adultas do mesmo sexo”.

Na abertura do evento, tiveram destaque temas como mensagem de empatia, rompimento da cultura ao ódio e combate ao preconceito. O seminário continua durante todo o dia de hoje. Foto: Tiago Zenero/PNUD Brasil.

Na abertura do evento, tiveram destaque temas como mensagem de empatia, rompimento da cultura ao ódio e combate ao preconceito. O seminário continua durante todo o dia de hoje. Foto: Tiago Zenero/PNUD Brasil.

Lembrou, então, o que chamou de “alma da ONU”: a Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, um marco para a Organização, que neste ano completa 70 anos de criação. “Em seu artigo 1º, a Declaração afirma que todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos”, afirmou Chediek. E reforçou: “Todos!”

Chediek destacou o compromisso das Nações Unidas com a não discriminação da população LGBT, especialmente por meio de campanhas como “Livres & Iguais” e “Zero Discriminação”. Salientou, ainda, que as Nações Unidas reconhecem a união matrimonial de todos os seus funcionários, independentemente do país onde trabalhem, de sua orientação sexual e identidade de gênero.

O coordenador da ONU Brasil alertou ainda para o fato de que o preconceito e a discriminação comprometem o acesso das populações LGBT aos serviços de saúde, especificamente quando se trata de prevenção, cuidados e tratamento para o HIV.

Após os depoimentos dos representantes da sociedade civil, Rogério e Weykman Koschek, que relataram sua experiência em uma relação homoafetiva estável e sua experiência de adoção de crianças, Daniela Mercury voltou ao microfone para encerrar o encontro com palavras de estímulo à paz e ao respeito à diversidade, entre as quais intercalou breves depoimentos de outros participantes e trechos de várias canções. O público cantou junto e aplaudiu a cantora.

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d
Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro
Assista ao programa de TV Ciência Aberta
Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo
STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo
Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo
Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo
Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula
  • Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d

  • Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro

  • Assista ao programa de TV Ciência Aberta

  • Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo

  • STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo

  • Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo

  • Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo

  • Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*