Data comemorativa da abolição da escravatura no Brasil coincide com impeachment


Sexta-feira, 13 de maio de 2016 às 20h25


No dia 13 de maio de 1888, era promulgada a Lei Áurea pela princesa Isabel e com esse ato a extinção da escravatura; 128 anos depois, o Brasil moreno, que engloba tantas outras raças, se encontra livre de uma grande opressão.

Gerson Soares

A comparação do título deste post é apenas uma provocação, um paralelo com a injustiça, a mentira e os desmandos cometidos pelos poderosos contra forças minoritárias. A diferença é que a escravidão deixou marcas muito mais profundas que ainda repercutem na história; num acinte aos incrédulos, está também carece de uma revisão. Neste 13 maio, um dia depois do impeachment provisório e a ascensão de um presidente interino conciliador e político hábil, os brasileiros enxergam um horizonte mais inspirador, o despertar de novos dias que virão com “a ordem e o trabalho”, segundo as palavras dele próprio. Essa mesma sensação, há 128 anos, deve ter se esparramado com muito mais ardor nas entranhas e por todos os nervos de quem sofria calado as agruras do escravagismo, no País que foi o último a aboli-lo.

 

Missa campal em Ação de Graças em 22 de maio de 1888, para comemorar a Lei Áurea; à esquerda, a Princesa Isabel sob o toldo e cerca de vinte mil pessoas. Rio de Janeiro, Brasil. Foto: Antônio Luiz Ferreira, via Wikimedia Commons

Missa campal em Ação de Graças em 22 de maio de 1888, para comemorar a Lei Áurea; à esquerda, a Princesa Isabel sob o toldo e cerca de vinte mil pessoas. Rio de Janeiro, Brasil. Foto: Antônio Luiz Ferreira, via Wikimedia Commons

 

Muitos foram os homens de consciência que trabalharam pela liberdade, e outros tantos ainda trabalham com esperança e fé. Dentre eles, é preciso lembrar não só os grandes construtores do Brasil Colonial, nessa importante data, mas também aqueles brasileiros que não descansam ante a corrupção e a injustiça como Rui Barbosa, Castro Alves, Joaquim Nabuco ou José do Patrocínio, dentre outros e milhares de heróis esquecidos, invisíveis como os maçons daquela época. Para homenagear a todos, simbolicamente destacamos na sequência um resumo sobre Luiz Gama, que pode ser lido também no site do instituto que leva o seu nome.


Leia: Quem foi Luiz Gama

... essa cor convencional da escravidão, tão semelhante à da terra, abriga sob sua superfície escura, vulcões, onde arde o fogo sagrado da liberdade!

Pesquisa investiga a produção teórica e a atuação prática dos católicos no país, desde meados do século XIX, e destaca a trajetória do escritor Alceu Amoroso Lima. Foto: Almoço Comemorativo da Associação Universitária Católica (1936) / Fundação Dom Vital

Pesquisa investiga a produção teórica e a atuação prática dos católicos no país, desde meados do século XIX, e destaca a trajetória do escritor Alceu Amoroso Lima. Foto: Almoço Comemorativo da Associação Universitária Católica (1936) / Fundação Dom Vital

Leia mais sobre
HISTÓRIA DO BRASIL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
Catálogo on-line reunirá informações de 2,3 mil espécies de peixes de água doce
Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d
Video: Venha com a gente para as profundezas dos Corais da Amazônia
Desmatamento dispara na Amazônia, vídeo
Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar
Animação sobre a prevenção do câncer de mama
  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

  • Catálogo on-line reunirá informações de 2,3 mil espécies de peixes de água doce

  • Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d

  • Video: Venha com a gente para as profundezas dos Corais da Amazônia

  • Desmatamento dispara na Amazônia, vídeo

  • Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar

  • Animação sobre a prevenção do câncer de mama

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*