Dia da Consciência Negra: museu AfroBrasil tem programação especial


Quinta-feira, 19 de novembro de 2015, às 08h59

O museu que fica no Parque do Ibirapuera, divulga sua Programação Especial para os dias 20 e 21 de novembro de 2015, com entrada gratuita nos 2 dias.

 

Fachada do museu AfroBrasil no Ibirapuera. Foto: divulgação

Fachada do museu AfroBrasil no Ibirapuera. Foto: divulgação


20 de novembro

10h30 - Contação de historia: “Aos Pés do Baobá” – Edição especial com Dona Cici
Durante este evento de contação de histórias ou mediação de leitura, os visitantes terão oportunidade de conhecer narrativas africanas ou afro-brasileiras e, em seguida, participar de um bate-papo conduzido por integrantes do Núcleo de Educação do Museu Afro Brasil. No mês de novembro, em comemoração ao mês da consciência negra, o projeto se dedicará a personalidades negras fundamentais para a História do Brasil.
Público-alvo: infanto-juvenil, a partir de 5 anos. Inscrições: eventos.educacao@museuafrobrasil.org.br

11h30 - Oficina de Culinária Criativa “Cozinhando História”, com Dona Cici.
Em parceria com a Fundação Pierre Verger, será realizada uma oficina que demonstrará a influência africana na culinária brasileira. Durante a atividade será confeccionado abará e vatapá pelos participantes.

12h30 - Abertura da mostra “Um tributo ao historiador Joel Rufino dos Santos”
Joel Rufino dos Santos foi um historiador, professor e escritor brasileiro, tendo sido um dos nomes de referência sobre o estudo da cultura africana no país. Nascido no bairro de Cascadura, cresceu apreciando a leitura de histórias em quadrinhos. Falecido em 4 de setembro de 2015.

13h30 - Lançamento de Livros
* “Cozinhando História. Receitas, Histórias e Mitos de pratos afro-brasileiros”, Edições Fundação Pierre Verger.
Organizadores: Josmara B. Fregoneze, Marlene Jesus da Costa, Nancy de Souza com fotos de Pierre Verger.
* “Uma estrela negra no teatro brasileiro: relações raciais e de gênero nas memórias de Ruth de Souza (1945 – 1952)”
Julio Claudio da Silva, UEA Edições, Manaus.
* “Raiz de um negro brasileiro”
Oswaldo de Camargo, Ciclo Contínuo Editorial, São Paulo.
* Catálogo da exposição “Regastein Rocha e a Editora Raízes”.

14h30 - Oficina de Culinária Criativa “Cozinhando História” – Cuscuz de tapioca e
lelê.
Durante a atividade será confeccionado abará e vatapá pelos participantes confeccionado um abará pelos participantes.

15h00 - Roda de Conversa com Dona Cici

 

21 de novembro

12h00 - Abertura das exposições:

“Adornos luminosos. Rogélia Peres”
Miçangas são estão na base da criação da design pernambucana Rogélia Peres. Além de criar desenhos exuberantes, Rogélia é uma colorista requintada. Em suas joias de miçangas a brasilidade se faz presente.

“Deoscóredes Maximiliano dos Santos. O Universo de um Alapini”
Mestre Didi sempre foi um homem voltado para a cultura e a vida afro-brasileira, desde os muitos livros que publicou sobre o culto dos ancestrais, no qual tinha o honroso cargo de Alapini. Foi um artista escultor de lindas obras, cuja temática falava desse extraordinário universo da África mítica,onde os deuses estão na terra, e por isso suas esculturas eram totêmicas, saíam do chão para alcançar o infinito.

“Arte, Adorno, Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão – nova montagem”
A exposição, inaugurada em 20 de novembro de 2012, ganha uma nova montagem 3 anos depois, uma mostra que reescreveu a história da tecnologia do Brasil, resgatando a Nação construída pelas mãos dos africanos, trazendo uma imagem positiva do negro, fundamental para assumirmos com orgulho sua presença em nossa identidade

13h30 - Apresentação Musical: Bloco Ilú Obá de Min
Bloco Afro Ilú Oba De Min é um bloco composto exclusivamente por mulheres e desde 2005 sai às ruas de São Paulo celebrando a cultura afro-brasileira e destacando a participação das mulheres no mundo.

14h30 - Apresentação Musical: Maracatu Bloco de Pedra
O Bloco de Pedra é um grupo de Maracatu de Baque Virado da cidade de São Paulo. O grupo apresenta uma formação contemporânea frente a tradição secular desta cultura afro-brasileira, representada aqui por meio da percussão, da dança e do canto, com todo o gracejo e o vigor da cultura popular brasileira.

 


Serviço:

MUSEU AFRO BRASIL
Av. Pedro Álvares Cabral | Parque Ibirapuera | Portão 10
São Paulo/SP | Fone 55 11 3320 8900

entretenimentoLeia mais sobre
ENTRETENIMENTO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo
Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo
Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo
Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes
Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo
Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo
Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
  • Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo

  • Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo

  • Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo

  • Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes

  • Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo

  • Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo

  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*