Diário de Anne Frank


Sábado, 19 de setembro de 2015, às 16h47


O Diário de Anne Frank foi escrito entre 12 de junho de 1942 e 1º de agosto de 1944, durante a Segunda Guerra Mundial. Escondida com sua família e outros judeus em Amsterdã, durante a ocupação nazista nos Países Baixos, Anne Frank, com treze anos de idade, conta em seu diário a vida desse grupo de pessoas.

Da Wikipedia

Em 4 de agosto de 1944, agentes da Gestapo detiveram todos os ocupantes judeus que estavam escondidos em Amsterdã. Separaram Anne de seus pais e levaram-nos para os campos de concentração. O seu diário foi entregue por Miep Gies ao pai da menina, Otto H. Frank, após a morte dela ser confirmada no campo de concentração Bergen-Belsen em março de 1945, quando tinha 15 anos.

 

Acima, a família Frank: Otto, sua esposa Edith, Anne e Margot. Na parte debaixo, a estante móvel que escondia a porta para um anexo secreto, no esconderijo (imagem de fundo). Todas as imagens podem ser vistas no site Anne Frank, onde existe um rico material sobre essa história comovente.

Acima, a família Frank: Otto, sua esposa Edith, Anne e Margot. Na parte debaixo, a estante móvel que escondia a porta para um anexo secreto, no esconderijo (imagem de fundo). Todas as imagens podem ser vistas no site Anne Frank, onde existe um rico material sobre essa história comovente.

 

Otto foi o único dos escondidos que sobreviveu no campo de concentração. Em 1947, o pai decidiu publicar o diário. O diário está no Instituto Holandês para a Documentação da Guerra. O Fundo Anne Frank (na Suíça) ficou como herdeiro dos direitos da obra de Anne Frank. O pai Otto Heinrich Frank faleceu em 1980.

Depois de receber um prêmio humanitário da Fundação Anne Frank em 1994, Nelson Mandela, conhecido nos dias de hoje por ser preso por uma causa bem dizer injusta, onde não podia se expressar, chamou uma multidão em Johannesburgo, dizendo que ele tinha lido o diário de Anne Frank enquanto estava na prisão e que o livro lhe trouxe muito estímulo. Sua luta contra o nazismo e por outro lado o apartheid, explica o paralelo entre as duas filosofias: porque estas crenças são patentemente falsas e porque eram e sempre serão desafiadas por gente como Anne Frank, elas estão no limite do fracasso. Anne também fez uma participação na seguda temporada do American Horror Story.

Acesse o site Anne Frank.

A família Gies em visita a Otto Frank em Basel (Suíça), no verão de 1964. Foto: Miep Gies site

A família Gies em visita a Otto Frank em Basel (Suíça), no verão de 1964. Foto: Miep Gies site

Leia mais sobre Anne Frank em
HISTÓRIA GERAL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro
Assista ao programa de TV Ciência Aberta
Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo
STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo
Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo
Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo
Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula
Centro Esportivo do Tatuapé: obra abandonada e larvas de pernilongos, vídeo
  • Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro

  • Assista ao programa de TV Ciência Aberta

  • Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo

  • STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo

  • Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo

  • Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo

  • Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula

  • Centro Esportivo do Tatuapé: obra abandonada e larvas de pernilongos, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*