“Elimine a água parada” – Faixa é símbolo do desequilíbrio administrativo


Segunda-feira, 10 de dezembro de 2017 às 10h


Finalizando esta reportagem especial sobre o Centro Esportivo Brigadeiro Eduardo Gomes, citamos alguns pontos importantes. Assista ao vídeo e leia as demais matérias que a compõem, sobre a cidade feia que se esconde em determinadas áreas inseridas na grandeza da capital paulista, onde a propaganda nos tem remetido apenas às belezas do “Cidade Linda”, de frases prontas, como “Trabalho, Trabalho, Trabalho” e o sorriso fácil do prefeito. O realismo do vídeo, apesar de improvisado, nos dá a dimensão da irresponsabilidade de todos os envolvidos na reabertura do parque, pois antes de fazê-lo teriam a obrigação de saber o que estava em jogo. Se não o fizeram e mesmo assim reabriram agora são responsáveis, inclusive quem os ajuda a propagar tal absurdo, seja mídia, redes sociais e quem quer que seja. É, definitivamente, São Paulo não é uma cidade para ser administrada por WhatssApp.

Gerson Soares

Depois de trabalhar vários dias nesta matéria sobre alguns pontos da cidade feia que se escondem debaixo das tintas da Prefeitura da cidade de São Paulo e dos anseios publicitários que movem opiniões, assim como os conhecidos favores a poucos apaniguados e bajuladores, chego a Avenida Celso Garcia para concluir as últimas fotos em frente ao Hospital Municipal do Tatuapé (HMT), na sexta-feira (15). A tradicional casa de Saúde, que recebeu uma visita surpresa do prefeito João Dória no dia 5 de dezembro. A vinda do alcaide à localidade que já esteve entre as produtoras das melhores uvas do Brasil, não lhe foi satisfatória e quem teve uma ingrata surpresa foi ele, quando resolveu chamar um dos bairros mais queridos e valorizados da cidade que governa de periferia. Mesmo certo, estava errado. Mexeu com os brios de bairristas aguerridos.

 

Avenida Mercúrio, onde o Sesc promoveria um evento. Na outro entrada, na Avenida do Estado, o vizinho Mercado Municipal de São Paulo, para onde inúmeras turistas convergem. Neste sábado, havia diversos ônibus estacionados e o estabelecimento já recebia inúmeros visitantes às 07h30. Mas no lado oposto, esgoto a céu aberto, lixo e todo tipo de sujeira onde os pombos se alimentavam. Foto: aloimage

 

Zona Cerealista, no bairro do Brás: o homem com camiseta verde acabara de passar pelo meio da sujeira que vemos na imagem, sem ter opção por onde andar. No centro da foto, família chega para as compras e depara-se com a cena deprimente de uma cidade mal administrada. Foto: aloimage

 

O perigo mora em frente: do ponto de ônibus é possível ver no centro da imagem os barracos que proliferam na Radial Leste. Os moradores colocam em risco suas vidas, a porta de casa está quase na via. Por outro lado, usuários dos ônibus de ameaças e pequenos furtos, como o de celulares. "Eles pedem para entregar e de medo a gente entrega". Normalmente, desses furtos, nem são registrados boletins de ocorrência. Foto: aloimage


Além do Tatuapé, fiz uma pequena parada no Brás e na Mooca. Cheguei cedo ao Brás, por volta das 06h20 deste sábado (17), s notícias eram de muita sujeira em plena época natalina, quando o local recebe turistas. Primeiro vi a boa ideia do aproveitamento de uma área destinada ao Sesc – na esquina da confluência das avenidas do Estado e Mercúrio – que ao longo do tempo tem feito um trabalho sério em prol de São Paulo. Ao lado Mercado Municipal e dos preparativos para algum evento que em breve aconteceria no Sesc, bastando atravessar a Avenida Mercúrio, entrando pela Rua Santa Rosa, a visão era deprimente. Continuei e virei à esquerda e a imagem abaixo mostra o que existe na Rua Benjamin de Oliveira. Portanto, fica difícil acreditar que São Paulo terá uma cidade linda, se o trabalho da Prefeitura tiver início onde é menos necessário, porém mais fácil de embelezar. Se quiser cumprir a promessa de fazer uma gestão inesquecível, Doria teria que se empenhar muito mais ou coordenar melhor suas equipes, que ao contrário do que afirma estão longe de ser a melhor que São Paulo já teve.

 

Tatuapé periferia

A gafe do prefeito, mais a insistência de seus secretários realmente reabrirem as escondidas o Centro Educacional Brigadeiro Eduardo Gomes sem aviso à imprensa, logicamente com o conhecimento do prefeito e subprefeito da região que abrange, nos inspiraram o bastante para mostrar que nem tudo é bonito e a falsidade política não deixou de existir no prédio do Viaduto do Chá, só mudaram os nomes.

 

Faixa de campanha da Prefeitura: a imagem fala por si só. A incoerência e desarmonia das equipes comandas pelo prefeito por aplicativos de celular e redes sociais, tidas por ele como excelentes, parecem necessitar de mais comando. Enquanto uma faz campanha a outra age em direção totalmente contrária, permitindo há longo tempo, um criadouro de larvas de pernilongos. Foto: aloimage

 

Faixa símbolo do desequilíbrio administrativo de SP

Ao chegar ao HMT, à entrada da triagem para o Pronto Socorro e AMA (Assistência Médica Ambulatorial), me deparo com a faixa vista aqui, causando-me espanto a insensatez e a desarmonia entre as secretarias da administração que vem fazendo Doria, onde enquanto um divulga a prevenção o outro perpetua criadouros de pernilongos transmissores de doenças, como vimos nas imagens das obras abandonadas no Centro Esportivo do Tatuapé. Por esse motivo, o antagonismo da faixa mostrada na foto acima, diante das larvas no parque sob a responsabilidade da Prefeitura, se tornou para mim um troféu e a certeza de que estou fazendo o que é certo quando pretendo demonstrar toda a insensatez promovida no Centro Esportivo e minha contrariedade desde 2014, diante da construção de um CEU no bairro do Tatuapé.

 

Poça d'água na base da construção. Próximo a antiga área das piscinas, agora destruída, há outro prédio inacabado com uma poça enorme, onde os mosquitos e outros insetos planam sobre a água. Foto: aloimage

 

A faixa diante da entrada do PS do hospital que corretamente divulga a prevenção contra as doenças transmitidas pelos pernilongos, vai de encontro a outra afirmação do homem tido como liderança do PSDB de São Paulo, senhor João Doria que afirma ter uma equipe coesa, e que de tão eficaz é capaz de comandá-la à distância pelo WhatsApp. Ele deixa neste seu primeiro ano de mandato toda a arrogância que tenta disfarçar com o sorriso fácil, mas se contradiz sobre sua liderança extraordinariamente aclamada.

Hospital do Tatuapé

Constatei mais uma vez, que as pessoas pelas quais se compadeceu durante sua visita surpreendente, procuram as farmácias das imediações para tomar os remédios que faltam no hospital e no pronto socorro do Hospital do Tatuapé. Sobre os médicos, o que se diz é que os residentes são os que mais trabalham. No entanto, outros médicos que prestam serviço no hospital só marcam o ponto e vão descansar. O acúmulo de pessoas e a falta de soluções para os casos, levam os pacientes a procurarem os farmacêuticos para que estes lhes receitem um medicamento, coisa que não podem fazer.

 

Entrada do Pronto Socorro do HMT: falta de investimentos e administração levam pacientes a procurar farmácias das imediações para conseguirem remédios e fazer consultas a farmacêuticos que nada podem fazer para ajudá-los. Foto: aloimage

 

Todavia, conversei com dois pacientes que se diziam bem atendidos na coleta de sangue. Um deles, idoso andando de muleta com dificuldade, contou-me que conseguiu o exame requerido pelo médico em três dias, chegara há pouco ao HMT, colhera rapidamente o sangue e já caminhava para realizar o exame pedido. Um fato positivo. Porém, os dois pacientes são idosos e gozam de prioridades. Ficou difícil avaliar sobre os demais pacientes, pois à entrada do PS, a segurança rígida teria de ser burlada para que conseguíssemos nos aprofundar sobre o atendimento, depois de passar por ela e pela triagem, teríamos que atravessar toda a ala do hospital para chegar ao antigo local do PS, onde agora só se entra a bordo de ambulâncias. Deixamos o aprofundamento deste assunto para outra oportunidade.

 

Vídeo mostra o perigo que se transformou a obra abandonada pela Prefeitura, além de ser um viveiro de pernilongos e larvas, pode abrigar diversos tipos de atividades ilegais, não há segurança no local. Foto: aloimage

 

Vídeo sobre a situação do Centro Esportivo

Deixo um vídeo que fiz de forma improvisada, já que nem imaginava encontrar os tapumes destruídos e a situação estarrecedora no interior do parque. A tentativa de estancar essa degradação foi claramente feita pela sombra dos tapumes e a maquiagem das tintas. A realidade está escondida por trás deles. Ao perceber o que estava à minha frente, tomei a câmera e comecei a filmar até que o espaço de memória terminasse. Infelizmente, terminou antes de chegar a área das piscinas, onde existe outro esqueleto da obra inacabada que viria a ser o CEU Carrão – incrível, ele seria erguido no bairro do Tatuapé e teria o nome de Carrão. Uma poça d’água tomava conta de toda a base dessa estrutura. Maior e muito mais profunda do que a que vimos no início do vídeo. Na área das piscinas a situação é a mesma: lixo, sujeira, entulhos, poças d’água. Mesmo assim, reabriram a sede da bocha que fica ao lado.

Responsabilidade de devolver o parque aos usuários

A Prefeitura, independente de qual seja o seu mandatário, tem por obrigação devolver o parque aos moradores do Tatuapé. Contando com bajuladores de prontidão a apoiarem e divulgarem incessantemente o absurdo, o prefeito João Doria e os secretários responsáveis pelas pastas às quais o Centro Esportivo está atrelado, reabriram o parque para que fossem utilizados os campos de futebol e a pseudo pista que os margeia, protelando e empurrando com as barrigas o vexame do qual fazem parte. Estão sendo auxiliados sobremaneira com quem incentiva, divulga e concorda com este ato insensato e protelatório. Além de reabrirem os campos de futebol, proporcionaram aos idosos da bocha a reabertura de seu antigo espaço também em péssimas condições: sem água ou energia elétrica como constatei. Aliás, para acessar o local, senhores na faixa de idade acima dos 70, 80 anos, precisam passar por uma porta de arame e pelo matagal. Um deles já escorregou e sofreu um acidente, como me disseram. Felizmente nada grave.

 

Descaso e atentado contra as crianças da EMEI Quintino Bocaiuva da própria Prefeitura de São Paulo: crianças e larvas de pernilongos convivendo lado a lado sem que ninguém desconfiasse. Os telhados e paredes azuis que vemos são da entrada e alas da EMEI. Com a reabertura do parque, o tiro saiu pela culatra e pudemos entrar finalmente para mostrar o que existe atrás dos tapumes que tentam subverter a realidade. Foto: aloimage

 

EMEI há 50 metros das larvas de mosquitos

É lastimável que pessoa tão proeminente do alto que se projeta o senhor Prefeito da maior cidade do país – uma potência que impulsiona economicamente um país continental – se preste a tais absurdos. Para agravar ainda mais sua atitude, bem ao lado das poças d’água repletas de larvas de pernilongos existe uma EMEI – Escola Municipal de Ensino Infantil, onde permanecem centenas de crianças. É vergonhoso.

Espero que depois de ler estas insossas linhas, não mantenha aberto o parque contando apenas com a anuência de bajuladores, sob divulgação midiática inócua de que o mato do campo foi cortado. Esse tipo de informação ao público do Tatuapé é tão ridícula que nem merece comentário. Espero, respeitosamente, senhor Prefeito, que apele para sua consciência brilhante. O que esses bajuladores chamam de revitalização de áreas ao lado do campo, chamamos de vergonhosa maquiagem e mais dinheiro público desperdiçado.

Continuamos a perguntar-lhe senhor prefeito: O que pretende fazer para solucionar o problema do Centro Esportivo do Tatuapé?

Centro Esportivo do Tatuapé: Abandono pela Prefeitura, causa perigo para a saúde pública 

Criadouros de insetos: cada uma das setas indicam locais onde existe água parada. As tampas quebradas ou semi abertas e o conteúdo das poças d'água estão no vídeo que pode ser visto no final da matéria. Foto: aloimage

Leia mais sobre
TATUAPÉ/BAIRRO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d
Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro
Assista ao programa de TV Ciência Aberta
Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo
STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo
Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo
Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo
Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula
  • Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d

  • Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro

  • Assista ao programa de TV Ciência Aberta

  • Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo

  • STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo

  • Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo

  • Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo

  • Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*