Esclarecendo a relação trombose e anticoncepcionais


Segunda-feira, 1º de fevereiro de 2016 às 20h25


A trombose na mulher está ligada a duas situações muito representativas: a gravidez e o uso dos anticoncepcionais. Esta relação ocorre devido ao aumento do nível dos estrogênios nestes dois casos. Apesar disso, a incidência não é tão preocupante como aparenta, apesar dos inúmeros casos repercutindo na internet.

Em cada dez mil mulheres que não usam pílula, três delas terá trombose. Em caso da ingestão do contraceptivo, o índice aumenta para nove. Embora triplique o risco, ele continua baixo. Se estiver grávida, aumenta de 30 até 60 casos. A gravidez pode ser mais propícia que a pílula, no entanto, a causa não é simplesmente o estrogênio.

 

Trombose: Uma das complicações decorrentes é a embolia pulmonar, presente em 2% dos casos. Foto: divulgação

Trombose: Uma das complicações decorrentes é a embolia pulmonar, presente em 2% dos casos. Foto: divulgação

 

“O uso de hormônios femininos aumenta os fatores de coagulação dentro da veia, que resultam na trombose venosa, a mais comum na mulher. No entanto, o simples fato de engravidar ou fazer uso da pílula, que, aliás, é muito segura, não garante que haverá trombose. É preciso identificar os riscos reais. Não há como falar em prevenção também, pois existe a propensão individual”, alerta dr. Rogério Bonassi, 2º vice-presidente da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP).

Para formar este coágulo, alguns fatores precisam existir, como lesão endotelial (da parede interna da veia), dificuldade do sangue circular (estase) e o aumento da viscosidade sanguínea (sangue mais grosso). Ou seja, são questões individuais, alterações não decorrentes de hormônios. Os sintomas normalmente envolvem as pernas, com dor, inchaço e vermelhidão nas panturrilhas.

Segundo Bonassi, é difícil identificar a existência desta predisposição, a menos que a pessoa tenha histórico de trombose na família – neste caso, vale investigar para prevenir a ocorrência do quadro. Outros quesitos também são considerados: obesidade, tabagismo, sedentarismo e doenças como câncer e síndrome metabólica.

Uma das complicações decorrentes é a embolia pulmonar, presente em 2% dos casos de trombose. Trata-se de um coágulo que se desprende e pode chegar aos pulmões. Entre os sinais, estão falta de ar repentina e dor no tórax, sintomas agudos que requerem avaliação rapidamente. A mortalidade chega a 40%.

Nas redes sociais, mulheres que apresentaram episódio de trombose clamam para que exista uma investigação que comprove se a mulher pode fazer uso da pílula, com exames que comprovem o risco. Dr. Rogério é enfático e fala que esta é uma medida desnecessária.

“Pesquisa de rotina não é recomendada por nenhuma entidade médica, nacional e internacional, exceto se houver algum fator de risco muito importante. Ou seja, a realização destes exames não contribui para coibir o número de casos, seria um custo desnecessário, considerando que a prevalência não é alta o bastante para justificar”, finaliza o ginecologista.

A atriz Debora Secco também está engajada na campanha. Foto: Divulgação

A atriz Debora Secco também está engajada na campanha #gravidezsemalcool. Foto: Divulgação

Leia mais sobre
MULHER

 

Foto: divulgação / aloart+

Foto: divulgação / aloart+

Leia mais sobre
SAÚDE

 

Foto: Divulgação

Incontinência urinária. Foto: Divulgação

Leia mais sobre
MEDICINA

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo
Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo
Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo
Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes
Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo
Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo
Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
  • Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo

  • Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo

  • Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo

  • Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes

  • Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo

  • Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo

  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*