Faixas exclusivas tem ganho médio de 45,7%

Velocidade média em faixas exclusivas tem ganho médio de 45,7% para o transporte coletivo

A CET concluiu a medição em 77 trechos de faixas exclusivas. A velocidade média aumentou de 14,3 Km/h para 20,8 Km/h em dados coletados entre fevereiro e setembro

A CET está formatando um estudo de velocidade média nas faixas exclusivas existentes na cidade. Em meados de setembro, foram compilados os primeiros dados gerais do relatório. Os números apresentam a performance em 77 trechos de faixas exclusivas inauguradas entre o dia 22 de fevereiro e 9 de setembro, num universo de 160 Km, aproximadamente. A amostragem revela um crescimento de 45,7% na velocidade média desempenhada pelos ônibus, com aumento de 14,3 Km /h para 20,8 Km/h. No cálculo geral dessa média, foram desconsiderados os trechos de vias segregadas inferiores a 300 metros.

Em cada uma das faixas pesquisadas a medição foi feita uma semana antes da implantação da faixa exclusiva e ao longo da primeira semana de ativação do trecho. No arquivo anexo está a tabela com as medições realizadas.

Um exemplo: a faixa exclusiva de ônibus da Avenida Dr. Arnaldo foi inaugurada no dia 10 de julho. Uma semana antes, a CET fez uma contagem da velocidade dos ônibus na faixa mais à direita da via nos picos manhã e tarde. A velocidade medida nos ônibus foi de 6 km/h, no trecho entre a Rua Cardoso de Almeida, e 180 metros após a Rua Teodoro Sampaio. Na semana seguinte, já com a faixa, a velocidade subiu para 14,5 km/h, um aumento de 143,7% Há locais que concentram os principais deslocamentos no sistema viário principal da cidade onde a velocidade dos ônibus não chegava a 15 Km/h.

2013-08-05-fa-faixa23-8-13_1379356584_1379529529

Faixa exclusiva na Av. 23 de Maio. Foto: Fabio Arantes / SECOM

O melhor exemplo é a Avenida 23 de Maio / Av. Rubem Berta / Avenida Moreira de Guimarães, o trecho 2 de faixa exclusiva do Corredor Norte – Sul. Neste local, a velocidade, antes da implantação da faixa era de 13,7 Km/h. Na semana de inauguração da faixa, ou seja, a partir dia 5 de outubro, a velocidade alcançou 22,2 Km, um aumento de 61,9%.

Outros dois exemplos satisfatórios são as Marginais. A velocidade dos ônibus na Marginal Tietê, em toda a extensão da faixa (12,6 Km), delimitada pelas Pontes Aricanduva e das Bandeiras, subiu de 20,4 Km/h para 24,7 Km/h, um aumento de 21,1%.

Na Marginal Pinheiros, o ganho de velocidade foi de 26,6% se levarmos em consideração a medição nos três trechos implantados que somam 17,4 Km. A velocidade ao longo do eixo subiu de 23,2 Km/h para 29,4 Km/h.

Vale ressaltar que esses números são preliminares, pois levam em consideração o desempenho alcançado apenas no início da operação da faixa. Ao longo das semanas, as velocidades tendem a se estabilizar. Este novo cenário, que apresentará a acomodação dos veículos e a rotina dos ônibus ao transitar pelas vias segregadas, ainda não aparece nesta primeira amostragem.

Com base neste trabalho inicial, os setores de planejamento e engenharia de campo terão um foco mais intenso nos locais onde a velocidade média tenha ficado abaixo da meta em torno de 25 Km/h para os coletivos.

Veja os gráficos completos:

EVOLUÇÃO DA VELOCIDADE NAS FAIXAS EXCLUSIVAS DE ÔNIBUS-1

 

EVOLUÇÃO DA VELOCIDADE NAS FAIXAS EXCLUSIVAS DE ÔNIBUS-2

 

EVOLUÇÃO DA VELOCIDADE NAS FAIXAS EXCLUSIVAS DE ÔNIBUS-3

 

As informações são proveniente da Coordenadoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Transportes.

Fotos: Fabio Arantes / SECOM

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*