Feiras orgânicas em São Paulo


Terça-feira, 28 de setembro de 2014, às 09h41


Feira de Orgânicos no Ibirapuera reúne 500 produtores de toda a cidade. Apesar de existir há dois anos, feira só garantiu a autorização para continuar funcionando com decreto do prefeito Haddad, publicado no dia 22 de agosto, que permitiu a instalação desse tipo de feira em Centros Esportivos e Clubes da Comunidade.

Venda de produtos orgânicos na região do Ibirapuera. Foto: Fabio Arantes / SECOM

Visita do prefeito ao Modelódromo no final de agosto. Foto: Fabio Arantes / SECOM

Prefeito Haddad conversa com feirante no Modelódromo. Foto: Fabio Arantes / SECOM

Feira de produtos orgânicos no Modelódromo. Foto: Fabio Arantes / SECOM

Após o decreto, no dia 30 de agosto, o prefeito Fernando Haddad visitou a Feira de Orgânicos do Centro Esportivo do Modelódromo, na região do Parque Ibirapuera, na zona sul. A feira, que recebe mais de 5 mil consumidores e acontece aos sábados, reúne quase 30 barracas de associações, grupos e pessoas, que envolvem mais de 500 produtores e vendedores da cidade e parte da região metropolitana.

Apesar de existir há quase dois anos, as atividades de comercialização de produtos da feira no local seriam interrompidas, pois a legislação determinava que os centros como o Modelódromo fossem destinados estritamente a prática de esportes e lazer de alunos e moradores da região. No dia 22, Haddad publicou o decreto 55.432, que permitiu a instalação de feiras orgânicas e as feiras de produtos de transição agroecológica nos Centros Esportivos Municipais e nos Clubes da Comunidade (CDC).

Além de garantir a continuação dos trabalhos da feira no Ibirapuera, o objetivo da medida é ampliar a comercialização de orgânicos para os mais de 330 equipamentos que agora estão autorizados a servirem como espaço. “O que era um problema, na verdade, virou uma solução com a participação de todos vocês. Com o decreto, não só a feira foi mantida, como também ampliou a possibilidade para que surjam outras em todas as regiões da cidade. Esporte e alimentos orgânicos tem tudo a ver”, afirmou o prefeito a uma das feirantes. Haddad estava acompanhado do secretário municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, Artur Henrique e da vice-prefeita, Nádia Campeão.

Segundo o prefeito, que conversou com feirantes, a Prefeitura estuda ainda dar apoio técnico aos pequenos produtores de orgânicos para baratear o custo para a população. “Se incentivar a produção e aumentá-la, o produto pode baratear e mais pessoas podem consumir um alimento mais saudável”, disse Haddad a outro produtor.

A Prefeitura vem tomando uma série de medidas para incentivar a produção de orgânicos na cidade e garantir renda aos produtores familiares. O novo Plano Diretor Estratégico (PDE) redefiniu, por exemplo, a demarcação da Zona Rural na cidade, que desde 2002 havia deixado de existir. São mais de 200 quilômetros quadrados nos distritos de Parelheiros, Grajaú e Marsilac, no extremo sul da capital. A medida permitirá uma série de instrumentos que vão garantir formas de financiamento da produção na área, vocacionada para a agricultura familiar e orgânica.

Em abril deste ano, a Secretaria do Trabalho lançou um edital de chamamento público aos produtores de agricultura familiar interessados em ocupar espaço público para comercialização de produtos orgânicos em feiras livres no município.

“Esse decreto era tudo o que precisávamos. Estávamos inseguros se poderíamos continuar aqui. Essa segurança e garantia de que temos um lugar para comercializar os produtos, que é algo tão difícil, é um incentivo para produzirmos mais. Se tivermos apoio, com certeza, produziremos ainda mais”, afirmou a feirante Raquel Soraggi, 55 anos, que faz parte da comissão da feira.

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

2 Comentários

  1. Fiquei sabendo que vai começar uma feira de produtos orgânicos no Tatuapé, gostaria de saber mais sobre esta feira e como posso representar os produtos da Korin

    Envie uma Resposta

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*