Felipão prepara duelo contra Alemanha

Embarque na Base Aérea do Galeão, RJ. Foto: Ricardo Stuckert / CBF

Treino desta manhã (7/7). Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Treino desta manhã (7/7). Foto: Ricardo Stuckert / CBF

Treino desta manhã (7/7). Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Chegada da Seleção a Belo Horizonte. Foto: Rafael Ribeiro / CBF

Segunda-feira, 7 de julho de 2014 às 21h139

Edição final: Alô São Paulo

Felipão testa várias opções para o jogo de amanhã no Mineirão.

Na véspera do grande duelo contra a Alemanha por uma vaga na final da Copa do Mundo 2014, o técnico Luiz Felipe Scolari testou uma série de variações na Seleção Brasileira no treino desta segunda-feira pela manhã.

Felipão dividiu o time em dois grupos. Enquanto de um lado, no campo 2, ele comandava um trabalho tático com a formação da equipe, no gramado ao lado era Murtosa quem liderava um treino de finalizações e cruzamentos para o restante do elenco.

A formação inicial do treinamento tático tinha Daniel Alves, David Luiz, Dante e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Fernandinho e Oscar; Hulk e Fred. No entanto, na sequência, Felipão começou a testar várias opções.

Primeiro foi Willian que substituiu Paulinho. O treino seguiu e Daniel Alves deu lugar a Maicon. Fernandinho saiu para a entrada de Hernanes. Jô substiuiu Fred e Bernard entrou na vaga de Willian.

Antes do fim da atividade ainda deu tempo de os jogadores disputarem um animado “dois toques”, seguido de treino de cobranças de falta e pênaltis.

Doze anos após decidirem a final de uma Copa do Mundo, Brasil e Alemanha voltam a fazer um jogo de vida ou morte em Mundiais. A partida, acontece amanhã às 17h, pela semifinal da Copa do Mundo e os brasileiros torcem pela repetição do resultado da final de 2002: uma vitória do Brasil.

A equipe treinada por Felipão entra em campo com um grande desfalque. Depois de levar uma joelhada do colombiano Zuñiga, Neymar fraturou a terceira vértebra e está fora da Copa do Mundo. O grande desafio do técnico do Brasil será fazer o time jogar sem o seu principal astro. O capitão do time, Thiago Silva, também não joga após ser suspenso por ter tomado dois cartões amarelos na competição. Contudo, o técnico da seleção brasileira, não revelou quem será o substituto de Neymar

Em entrevista coletiva concedida na tarde de hoje (7) no estádio, em Belo Horizonte, o técnico manteve segredo sobre a escalação do Brasil para o jogo. Para a vaga do zagueiro Thiago Silva, que não jogará porque está suspenso, Scolari também não revelou quem será o substituto. “Já tenho o time formado, mas não vou revelar qual é”, disse Felipão aos jornalistas, que insistiram na pergunta. Thiago Silva, que também foi perguntado sobre seu substituto, desconversou e disse não saber “nada” sobre esse assunto.

Sobre a ausência de Neymar, Felipão disse que a “fase de ficarem tristes” já terminou. “O Neymar, ao nos deixar, deixou muito dele conosco e levou muito de nós com ele. Já terminamos essa fase de tristeza desde o momento em que sabíamos que não podíamos mais ter o Neymar. As manifestações e o jeito de falar fez os jogadores entenderem que a parte dele, ele Neymar havia feito. Agora é a nossa parte que temos que fazer. Esse é um jogo importantíssimo e que pode nos levar à final. Vamos jogar não só por nós, mas por nosso país, e também um pouco de cada um de nós pelo Neymar”.

Felipão disse que a Alemanha, adversária de amanhã, é uma equipe equilibrada em todos os setores. “Eles vêm há seis anos sendo organizados para essa Copa. Vamos respeitá-la, para, respeitando-a, nos impor como equipe”, disse.

Fontes: CBF e Portal EBC e Agência Brasil (com informações de Elaine Patricia Cruz - enviada especial, colaboração de Alana Gandra, do Rio de Janeiro. Edição: Luana Lourenço).
alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*