Fundação Dorina Nowill celebra 70 anos


Sexta-feira, 11 de março de 2016 às 19h35


Para o mês que completa o 70º aniversário, a instituição preparou atividades abertas ao público para comemorar sua trajetória e atuação em prol das pessoas com deficiência visual.

Da assessoria

Hoje, 11 de março, a Fundação Dorina Nowill para Cegos – que trabalha pela inclusão de crianças, jovens e adultos com deficiência visual por meio de serviços gratuitos e especializados de reabilitação, educação especial, clínica de visão subnormal e programas de empregabilidade – completa 70 anos de atuação no país. Para celebrar o 70º aniversário de muitos desafios e conquistas, a Fundação promove programação especial.

 

Página inicial do site da fundação, onde é possível descobrir, por exemplo, como ajudar as pessoas com deficiência visual dedicando as notas fiscais na hora das compras ou soluções de acessibilidade para negócios. Foto: reprodução

Página inicial do site da fundação, onde é possível descobrir, por exemplo, como ajudar as pessoas com deficiência visual dedicando as notas fiscais na hora das compras ou soluções de acessibilidade para negócios. Foto: reprodução

 

Será um mês inteiro de comemorações iniciando com um momento de louvor, em Culto Ecumênico, nesta sexta-feira, na Igreja São Francisco, na Vila Clementino, em São Paulo. A celebração será aberta ao público, aos clientes com deficiência visual e terá a presença de representantes das religiões espírita, católica, judaica e evangélica.

A segunda ação comemorativa será o Concerto Amor e Humor a ser realizado no dia 16 de março, às 20h30, no Espaço Sociocultural CIEE, no Itaim Bibi, também em São Paulo. Será um espetáculo com clássicas canções e duetos apaixonados ou cômicos que vão de Mozart, do final do século XVIII, a Gabriel Fauré, no início do século XX. O evento beneficente terá o valor do ingresso de 40 reais revertido para projetos de inclusão de pessoas cegas ou com baixa visão. Na ocasião, também será lançado o livro 13 Desencontros e um epílogo, romance assinado pelo Walter Weiszflog, que também doará os valores arrecadados pela venda para a Fundação Dorina.

Para fechar as ações de aniversário, a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo realizará, no dia 21 de março, uma sessão solene em respeito aos 70 anos da Fundação Dorina. Aberto ao público, o encontro contará com a presença de deputados e representantes da instituição que homenagearão os presidentes que já passaram por ela, inclusive a própria Dorina de Gouvêia Nowill que receberá a homenagem “In Memoriam”. Para tornar este momento ainda mais emocionante, haverá a apresentação da música Concierto de Aranjez, escrita pelo compositor espanhol Joaquim Rodrigo, cego desde os três anos de idade e que aprendeu a tocar piano e violino com o método braille.

E as comemorações não param por aí, 2016 será um ano cheio de atividades em celebração ao 70º aniversário da Fundação Dorina Nowill para Cegos. Confira a programação especial no site www.fundacaodorina.org.br

Um pouco mais de Dorina Nowill

Um pouco mais de Dorina Nowill

Dorina de Gouvêia Nowill, em março de 1946, deu início à Fundação para o Livro do Cego no Brasil, que atualmente leva seu nome em homenagem. Ela que também era cega desde os 17 anos desejava vencer a própria adversidade e poder ajudar aqueles que passavam pelos seus mesmos desafios. Foi assim que começou a trabalhar em prol da independência e autonomia de adultos e crianças cegos ou com baixa visão.

Com o apoio de governantes, empresários e da sociedade em geral, a instituição foi crescendo e em menos de duas décadas já contava com modernos centros de atendimento com equipamentos de última geração e profissionais de excelência. Hoje, já são mais de 17 mil pessoas atendidas nos serviços de clínica de visão subnormal, reabilitação e educação especial. Além disso, a Fundação produziu mais de seis mil títulos, sendo mais de 1020 em braille, mais de 2700 obras de áudio e cerca de outros 900 títulos digitais acessíveis Daisy.

Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos

Sobre a Fundação Dorina Nowill para Cegos

 Fundação Dorina Nowill para Cegos atua há quase 70 anos para facilitar a inclusão de crianças, jovens e adultos cegos e com baixa visão, por meio de serviços gratuitos e especializados de reabilitação, educação especial, clinica de visão subnormal e programas de empregabilidade. A instituição é referência na produção de livros e revista acessíveis nos formatos braile, falado e Daisy, distribuídos gratuitamente para pessoas com deficiência visual e para mais de 2500 escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil. Acesse: www.fundacaodorina.org.br

Zé do Pedal: "Igualdade – Dignidade – Respeito". Foto: divulgação

Zé do Pedal: "Igualdade – Dignidade – Respeito". Foto: divulgação

Leia mais sobre
RESPONSABILIDADE SOCIAL

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Câmara dos Deputados, ao vivo
Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
Catálogo on-line reunirá informações de 2,3 mil espécies de peixes de água doce
Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d
Video: Venha com a gente para as profundezas dos Corais da Amazônia
Desmatamento dispara na Amazônia, vídeo
Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar
  • Câmara dos Deputados, ao vivo

  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

  • Catálogo on-line reunirá informações de 2,3 mil espécies de peixes de água doce

  • Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d

  • Video: Venha com a gente para as profundezas dos Corais da Amazônia

  • Desmatamento dispara na Amazônia, vídeo

  • Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*