Gestão compartilhada dos recursos hídricos é destaque na abertura do 8º Fórum


Segunda-feira, 19 de março de 2018 às 18h20


A necessidade de unir esforços para garantir a melhor gestão da água foi ressaltada durante a abertura do 8º Fórum Mundial da Água. Com o tema “Compartilhando Água”, a oitava edição do Fórum teve início nesta segunda (19), em Brasília.

O presidente do Brasil, Michel Temer, enfatizou o ambiente proporcionado pelo Fórum para troca de experiências e aprendizado. “A sustentabilidade hídrica requer ações integradas dentro de nossos países e entre nossos países. As soluções que buscamos são coletivas, com diálogo e cooperação”, indicou. Além disso, Temer destacou que assegurar o acesso à água é questão de dignidade e que é esse o propósito que une todos em Brasília neste momento.

 

Brasília - Abertura oficial do 8º Fórum Mundial da Água, no Palácio Itamaraty. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

O esforço em prol do cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) foi apontado como essencial pelo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg. Segundo ele, isso passa pelo diálogo e pela busca de soluções conjuntas.“Precisamos compartilhar água, para isso precisamos compartilhar saberes, culturas, opiniões, ideias e experiências. Devemos cooperar, governos e sociedade, como propõe um dos ODSs. Devemos ouvir as vozes de todos os lugares do mundo”, pontuou.

Para o presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga, a oitava edição do Fórum deve comprovar que o compartilhamento é um incentivo para melhorar a governança. “A água precisa estar no centro da agenda dos governos, com comprometimento de vários setores. Precisamos de investimentos para garantir a segurança hídrica, além de um pensamento inovador e adaptativo que possa prevenir crises vindouras. Isso pode ser feito por meio da gestão compartilhada de recursos hídricos”, indicou Braga.

O diretor executivo da Agência Nacional de Águas (ANA), Ricardo Andrade, relembrou a trajetória de construção democrática desta oitava edição do Fórum e a extensa programação do evento até o dia 23 de março. “Nesta semana, Brasília não será apenas a capital do Brasil, será também a capital mundial da água”, destacou Andrade, que também é diretor executivo do 8º Fórum Mundial da Água.

Paulo Salles, diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), também chamou atenção para os aspectos relacionados à temática geral do Fórum. “O compartilhamento é também de responsabilidades sobre a água. É isso que queremos deixar como um dos mais importantes legados do fórum: não existe compartilhamento sem diálogo”, afirmou Salles, que é co-presidente do Comitê Organizador do 8º Fórum Mundial da Água..

A abertura lotou auditório do CCUG, que tem capacidade para cerca de três mil pessoas, e contou com transmissão da cerimônia fechada, que ocorreu no Palácio do Itamaraty, onde autoridades brasileiras e chefes de Estado estrangeiros fizeram pronunciamentos aos participantes do 8º Fórum.

A embaixadora do 8º Fórum Mundial da Água, a jornalista Rosana Jatobá, conduziu a apresentação no auditório do CCUG e destacou que o Fórum é o ambiente ideal para se discutir o tema e firmar um compromisso em prol da gestão hídrica.

Estiveram presentes também na cerimônia de abertura, no auditório do CCUG, o diretor da ANA, Ricardo Andrade; o presidente da Adasa, Paulo Salles; o presidente honorário do Conselho Mundial da Água, Loic Fauchon; o presidente da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), Venilton Tadini; o diretor executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Erik Solheim; o diretor da Itaipu Binacional, Pedro Domaniczky; e o gerente de infraestrutura e energia do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), José Agustin Aguerre.

A programação da abertura contou com a apresentação musical da Orquestra Brasília Cello Academia e da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional. Durante a cerimônia, os Correios lançaram o selo especial do 8º Fórum Mundial da Água pelos Correios, em formato arredondado, com a marca do evento.


Confira a programação da semana e programe sua visita


Sobre o Fórum

Esta é a primeira vez que o evento tem sede no Hemisfério Sul. As edições anteriores percorreram sete países: Marrakesh, Marrocos, 1997; Haia, Holanda, 2000; Quioto, Japão, 2003; Cidade do México, México, 2006; Istambul, Turquia, 2009; Marselha, França, 2012; e Gyeongju e Daegu, Coréia do Sul, 2015.

O 8º Fórum Mundial da Água é organizado pelo Conselho Mundial da Água, e promovido pelo Governo Federal, por meio da Agência Nacional de Águas (ANA); pelo Governo do Distrito Federal, representado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa); e pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib).

As informações são da Assessoria de Imprensa do 8º Fórum Mundial da Água

Leia mais sobre
ÁGUAS ESPECIAL

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro
Assista ao programa de TV Ciência Aberta
Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo
STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo
Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo
Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo
Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula
Centro Esportivo do Tatuapé: obra abandonada e larvas de pernilongos, vídeo
  • Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro

  • Assista ao programa de TV Ciência Aberta

  • Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo

  • STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo

  • Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo

  • Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo

  • Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula

  • Centro Esportivo do Tatuapé: obra abandonada e larvas de pernilongos, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*