Governador dá início a reforço de mil policiais militares nas ruas por dia

O governador Geraldo Alckmin autorizou nesta quarta-feira, 2, o início da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (DEJEM), que colocará mil policiais militares por dia a mais nas ruas da Região Metropolitana de São Paulo, da Baixada Santista e de Campinas. A Diária Especial permite aos policiais militares trabalharem voluntariamente em suas folgas, com direito a uma remuneração adicional. Nesta primeira etapa, três mil policiais aderiram à DEJEM, o que irá possibilitar a distribuição de mil PMs por dia.

Governador Geraldo Alckmin autoriza o início da DEJEM, a Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar. Foto: Vagner Campos

Governador Geraldo Alckmin autoriza o início da DEJEM, a Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar. Foto: Vagner Campos

“Vamos ter maior número de policiais e nos pontos mais críticos. Estamos começando com mais de três mil PMs, o que vai garantir mil policiais por dia nas ruas. Eles vão para onde o registro de análise gerencial de crimes indicar, por exemplo o ladeirão e o CPA/M-9, na zona leste. É um ganha-ganha: ganha o policial que vai receber a mais por mês e ganha a população por ter maior números de policiais nos pontos mais críticos”, ressaltou o governador.

Os policiais trabalharão fardados, com equipamentos adequados e respaldo do comando da corporação. O efetivo, que também será empregado aos finais de semana, vai ajudar no combate à criminalidade ao reforçar o policiamento preventivo e ostensivo. Cada PM poderá trabalhar até 8 horas diárias fora da jornada normal, por até 10 dias no mês – um total de 80 horas -, para que o serviço extraordinário não prejudique o seu descanso.

A Diária Especial permite aos policiais militares trabalharem voluntariamente em suas folgas, com direito a uma remuneração adicional. Foto: Vagner Campos

A Diária Especial permite aos policiais militares trabalharem voluntariamente em suas folgas, com direito a uma remuneração adicional. Foto: Vagner Campos

O Governo investirá, por mês, cerca de R$ 4,8 milhões para pagar as diárias especiais de R$ 193,34 para oficiais e de R$ 161,12 para praças. Até o final do ano, o gasto será de R$ 44,5 milhões.

Os primeiros locais de implantação da DEJEM foram estabelecidos de acordo com planejamento do Comando da Polícia Militar, com foco nas áreas com mais demanda de policiamento no Estado. A Diária Especial foi instituída por meio da Lei Complementar 1.227/13, sancionada pelo governador em dezembro do ano passado.

Distribuição

Na Região Metropolitana de São Paulo, 650 policiais atuarão por meio da Diária Especial. Além disso, o aumento de efetivo nas ruas será de 200 PMs na Baixada Santista e de 150 PMs na cidade de Campinas.

Valorização

Além do DEJEM, a Polícia Militar recebeu, em dezembro, quatro outras medidas que beneficiam a corporação. A primeira foi a criação de 5 mil cargos de oficiais administrativos, que substituirão gradativamente soldados temporários ao fim de seus contratos. Com as nomeações, policiais que atuam nas ruas não precisarão ser remanejados para as funções administrativas. Os oficiais administrativos serão civis, uma inovação na gestão da Polícia Militar. As contratações se darão por meio de concurso público, que foi autorizado em fevereiro pelo governador.

A segunda lei é a que aumenta o teto salarial para o recebimento do auxílio alimentação, também sancionada em dezembro. O teto, que passou a ser de R$ 2.924, beneficiou 15.900 policiais. Outra medida foi a promoção de policiais reformados ao posto imediatamente superior. O benefício, resgatado em 2011, será estendido aos policiais que se aposentaram no período de 1991 a 2011 e não foram contemplados com a promoção.

A última é a lei que se refere ao novo plano de carreira da Polícia Militar, que alterou algumas regras para a promoção de patente, permitindo que os policiais subam de posto em menor tempo. A Lei Complementar 1.224/2013 criou mecanismos que vão permitir a promoção de 27.282 policiais militares em praticamente todos os postos da corporação.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública / Palácio do Governo SP
alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*