Governo e Prefeitura de SP reduzem tarifas de ônibus, metrô e trem

Publicado em 23 de junho de 2014 às 21h36

18 de junho de 2013

Baixaram as tarifas!

Do Portal do Governo do Estado de São Paulo — Alckmin e Haddad voltam tarifas de metrô, CPTM e ônibus para R$ 3. Decisão foi tomada de forma conjunta nesta quarta-feira (18/6/2013) e anunciada no Palácio dos Bandeirantes.

 

Manifestantes se concentraram no Largo da Batata, em Pinheiros, próximo à estação Faria Lima do Metrô, e se deslocaram por várias vias importantes da capital. Protesto contra aumento das passagens do transporte público, gastos na Copa do Mundo e a corrupção tomou as ruas da capital paulista. Foto: Marcelo Camargo/ABr

Manifestantes se concentraram no Largo da Batata, em Pinheiros, próximo à estação Faria Lima do Metrô, e se deslocaram por várias vias importantes da capital. Protesto contra aumento das passagens do transporte público, gastos na Copa do Mundo e a corrupção tomou as ruas da capital paulista. Foto: Marcelo Camargo/ABr

 

Em resposta às manifestações populares que pediram a revogação do aumento das passagens, o governador Geraldo Alckmin e o prefeito Fernando Haddad anunciaram na tarde desta quarta-feira, 19, a redução no valor das tarifas de metrô, CPTM e ônibus, de R$ 3,20 para R$ 3 na capital e no Estado. Assim, a integração ônibus-metrô volta a ser R$ 4,65.

“No caso do metrô e do trem nós vamos revogar o reajuste voltando a tarifa original de R$ 3, nós vamos ter que cortar investimentos que as empresas vão ter que ficar com a diferença, o tesouro paulista vai arcar com os custos, fazendo um ajuste, mas entendo que é importante para o transporte, que é prioridade para o transporte coletivo e de outro lado para que a cidade tenha tranquilidade para debater temas tranquilamente”, disse Alckmin.

O prefeito Fernando Haddad, em consonância com o governador anunciou a revogação da tarifa de ônibus da capital. “Nós faremos um diálogo permanente com a população (…) Assim como o governo do Estado, a tarifa de São Paulo volta a R$ 3 a partir de segunda-feira, pois é preciso fazer um reajuste nos leitores. A revogação continua por prazo indeterminado”.

Do Portal do Governo do Estado

 

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*