Greenpeace: 23 anos de luta


Sexta-feira, 1 de maio de 2015, às 11h35


O Greenpeace Brasil completa 23 anos de ação e engajamento por um mundo melhor.

Greenpeace - Brasil | por Luciano Dantas – 26 de abril de 1992 - há exatos 23 anos o Greenpeace dava as caras pela primeira vez em terras tupiniquins. Foi durante o encontro da ECO-92 que o navio Rainbow Warrior rumou para Angra dos Reis com objetivo de relembrar o trágico acidente na usina nuclear de Chernobyl. Para tanto, 800 cruzes foram fixadas no pátio da usina de Angra, relembrando os seis anos do acidente e marcando a chegada da organização ambientalista ao Brasil.

O primeiro Rainbow Warrior chega ao Rio de Janeiro para a Eco-92.  Foto: ©Greenpeace/Steve Morgan

O primeiro Rainbow Warrior chega ao Rio de Janeiro para a Eco-92. Foto: ©Greenpeace/Steve Morgan

Ao longo de mais de duas décadas, o Greenpeace Brasil leva às ruas do País a luta pela proteção da Amazônia - queremos desmatamento zero -, o combate às mudanças climáticas e a construção de um cenário energético cada vez mais limpo, com maior presença de fontes renováveis, como energia solar. Também estamos nas ruas pedindo mais transporte público de qualidade nas grandes cidades e, neste começo de 2015, contra a má gestão da água diante da maior crise hídrica nas nossas metrópoles.

Origem

O Greenpeace foi fundado em 1971 por jovens idealistas no Canadá, após o governo dos EUA anunciar que faria testes nucleares nas Ilhas Amchitka. Para impedir tal ato, um grupo de ecologistas, jornalistas e hippies partiu no pequeno barco de pesca Phyllis Cormack, com uma bandeira tremulando em seu mastro com os dizeres Green e Peace. O ato, pacífico e em prol do planeta, marcou o nascimento da organização e do ativismo ambiental tal qual o conhecemos. Os ativistas não conseguiram sequer chegar a seu destino e muito menos impediram os EUA de detonarem a bomba, mas sua obstinação e coragem despertaram atenção da população para os testes e, após forte pressão popular, as atividades foram suspensas em Amchitka, então declarada santuário ecológico.

 

O barco Phyllis Cormack entrando na baía de São Francisco. Foto: ©Greenpeace/Rex Weyler

O barco Phyllis Cormack entrando na baía de São Francisco. Foto: ©Greenpeace/Rex Weyler

 

Futuro

Os 23 anos de atividade no Brasil incluem diversas vitórias e nosso compromisso com o meio ambiente e a luta por um mundo mais justo só cresce. Seguiremos trabalhando, contando com seu apoio para que não só nosso país, mas todo o planeta sejam verdadeiramente justos, verdes e sustentáveis. E que nossos filhos e as futuras gerações recebam de nós um planeta saudável. A você, que está conosco nessa luta diária, nosso muito obrigado em nome de todo o time do Greenpeace Brasil!

 

Ativistas do Greenpeace abrem banner com a mensagem “A Falta de água começa aqui” em área recém-desmatada na Amazônia. Foto: © Marizilda Cruppe/Greenpeace

Ativistas do Greenpeace abrem banner com a mensagem “A Falta de água começa aqui” em área recém-desmatada na Amazônia. Foto: © Marizilda Cruppe/Greenpeace

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d
Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro
Assista ao programa de TV Ciência Aberta
Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo
STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo
Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo
Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo
Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula
  • Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d

  • Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro

  • Assista ao programa de TV Ciência Aberta

  • Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo

  • STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo

  • Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo

  • Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo

  • Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*