I Jogos Mundiais dos Povos Indígenas começam amanhã em Palmas, no Tocantins


Quarta-feira, 21 de outubro de 2015, às 15h40


O mais novo estado brasileiro também possui uma cidade nova, ambos se vestem de alegria em cores vivas, trazidas pelas etnias indígenas brasileiras e de outros países, como a Rússia ou das Filipinas. Um espetáculo que começou com os Jogos dos Povos Indígenas do Brasil, agora torna-se mundial e vai acontecer entre os dias 23 de outubro de 1º de novembro na cidade de Palmas, em Tocantins, com a participação de 2.000 atletas de 30 países.

Gerson Soares

Os Jogos dos Povos Indígenas, que tiveram início em Goiás (Goiânia) em 1996, ganharam repercussão na mídia em sua XIII edição, realizada em julho deste ano no Parque Indígena do Xingu (Mato Grosso). Depois de treze edições com as participações de diversas etnias do Brasil, que disputam entre si modalidades como Arco e Flecha, Arremesso de Lança e Cabo de Guerra, entre outras, agora será realizado o primeiro encontro mundial esportivo com a participação das delegações vindas do Congo, Nova Zelândia, Mongólia, Rússia e Filipinas para o I Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (JMPI), todos serão recebidos pelas etnias das Américas.

 

Foto: Divulgação / Seji

Foto: Divulgação / Seji

 

O lançamento do JMPI ocorreu no dia 30 de e setembro em Palmas, com a participação dos diretores do Comitê Intertribal, os irmãos Marcos e Carlos Terena – fundadores dos Jogos dos Povos Indígenas –, acompanhados por autoridades e lideranças indígenas do Tocantins. Durante a cerimônia foi inaugurada a Secretaria Extraordinária dos Jogos Indígenas (Seji), criada exclusivamente para a realização da edição pioneira do evento de caráter internacional.

As delegações das 24 etnias brasileiras que participarão dos jogos, à partir desta sexta-feira (23), além das que estão chegando de outros países, serão acolhidas pelo Comitê de Acolhida às Delegações, composto por líderes do povo Xerente, anfitrião do JMPI. O comitê foi criado pela Prefeitura de Palmas – cidade sede dos jogos – através do prefeito Carlos Amastha.

Bem ao costume dos índios, que recebem alegres e calorosamente seus hóspedes – entenda-se também como as tribos ou etnias que chegam ao seu território para visitá-los – o primeiro dia dos jogos está reservado para uma grande confraternização cultural que irá perdurar durante os jogos com “um número imenso de atividades culturais”, lideradas pelos povos indígenas, celebrando a diversidade, a cultura nativa e as tradições do Tocantins e do mundo.

O evento está tendo grande repercussão, divulgado na Austrália, Oceania, Rússia, Colômbia, Américas, Europa e praticamente em todo o mundo, inclusive com a participação da ONU, através do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que realizou na Universidade Federal do Tocantins (UFT), o Curso de Capacitação de consultores para atuarem como monitores, instrutores e coordenadores de voluntários durante a realização dos jogos, que acontecem de 23 de outubro a 1° de Novembro no Brasil.

 

Foto: Divulgação / Seji

Foto: Divulgação / Seji

 

Exemplos dos Povos Indígenas

Beleza, arte, simplicidade, esportividade, nada mais humano. Com tanta gente envolvida, o evento só vai precisar de uma arena para fazer essa grande festa, a um custo ínfimo, se comparado com a realização da Copa do Mundo ou os Jogos Olímpicos, e nem por isso deixará de ser lembrado como uma grande manifestação pelo respeito às diversidades culturais, que simbolicamente possuem um valor tão enorme quanto os grandes eventos recheados de gastos, estrelismos e monumentais patrocínios.

Conforme divulgado pela assessoria, boa parte do evento é composta por esportes indígenas, que se dividem em jogos tradicionais demonstrativos ou jogos nativos de integração. Outra parcela do evento é composta por esportes ocidentais competitivos, que também tem a característica de unificação das etnias e povos indígenas.

 

Foto: Divulgação / Seji

Foto: Divulgação / Seji

 

Palmas a um clique, todo mundo conectado

No último dia 15, a Prefeitura de Palmas lançou o aplicativo da cidade sede, “JMPI Guia Tocantins”, que pode ser baixado gratuitamente na Google Play ou Apple Store e foi idealizado para auxiliar os turistas durante a realização dos jogos.

“A nossa ideia foi desenvolver um aplicativo moderno, que apresentasse um mapa interativo da cidade de Palmas. Foi assim que chagamos a este formato do aplicativo. Ele mostra a localização de todos os pontos importantes da cidade, incluindo bares, restaurantes, pontos de ônibus e acessa o GPS do celular explicando para o usuário como chegar a estes locais”, disse o gerente de marketing da Guia Tocantins, Oliveira Neto.

“Dentro de alguns dias, Palmas receberá pessoas de todas as partes do mundo para os Jogos Mundiais Indígenas. E cada um que aqui chegar já pode baixar o aplicativo e conhecer melhor a cidade sede. Informações sobre como chegar, quais locais ir, horários das competições, tudo disponível a um clique”, completou o secretário extraordinário dos Jogos Indígenas, Hector Franco.

Assim como no aplicativo, no site dos I Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, existem muitas outras informações sobre o evento, onde também é possível obter dicas de hospedagem (acesse o link: www.guiatocantins.org ou baixe o aplicativo diretamente no seu celular). Para quem quiser uma estadia alternativa, como a hospedagem em uma casa pode acessar o site AirBnb.

 

Veja outras imagens, acessando as nossas páginas

Assista o vídeo e conheça Palmas, clique no link abaixo e tenha acesso ao canal dos jogos

I-Games TV 05 - LEGENDADO

 

 

Foto: Divulgação / Seji

Foto: Divulgação / Seji

Leia mais sobre
I JOGOS MUNDIAIS DOS POVOS INDÍGENAS

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo
Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo
Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo
Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes
Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo
Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo
Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
  • Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo

  • Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo

  • Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo

  • Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes

  • Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo

  • Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo

  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*