Inverno começou oficialmente às 19h34 do dia 20 de junho, frio chegou antes


Terça-feira, 21 de junho de 2016, às 13h38


Selecionamos algumas imagens que mostram a queda das temperaturas desde o início do mês passado; inverno já começou e promete frio acentuado para o próximo trimestre. O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climática (CPTEC) faz algumas definições do que esperar deste Inverno. Conheça as características da nova estação que chegou com tudo!

Conforme o CPTEC, nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste, este trimestre é considerado o mais seco do ano, com baixos volumes de precipitação. “Ressaltamos que a passagem de frentes frias podem acarretar chuvas localizadas em áreas do Sul e Sudeste do país. Após a passagem de frentes frias, observa-se a entrada de massas de ar frio que provocam queda de temperatura, por vezes acentuadas e acompanhadas de geadas no Sul e em áreas de serra do Sudeste do país. Eventualmente esse ar frio pode atingir o oeste da Região Centro-Oeste e sul da Região Norte, caracterizando o episódio da friagem. Já no litoral do Nordeste, é típica a ocorrência de chuvas nesta estação do ano”, esta é a conclusão divulgada pelo centro vinculado ao INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Especiais).

 

A variedade de tons terrosos e vermelhos das folhas do liquidâmbar e do plátano dão o tom das baixas temperaturas e tornam as árvores típicas de estações como outono e o inverno. Curitiba, 17/05/2016.   Foto: Luiz Costa/SMCS

A variedade de tons terrosos e vermelhos das folhas do liquidâmbar e do plátano dão o tom das baixas temperaturas e tornam as árvores típicas de estações como outono e o inverno.
Curitiba, 17/05/2016. Foto: Luiz Costa/SMCS

 

Outro aspecto meteorológico que se observa durante o inverno são os nevoeiros, que podem reduzir a visibilidade a menos de 1000 metros nas primeiras horas do dia, se dissipando ao longo da manhã.


Clique neste botãoe veja as imagens ampliadas das geadas em Urupema, Curitiba, o frio em São Paulo e os moradores de rua em Brasília, entre outras, numa experiência no Flickr.


De acordo com as informações divulgadas na semana passada, geralmente a umidade relativa do ar atinge valores altos no período da manhã, mas caem no período da tarde, quando o índice da umidade relativa do ar pode registrar valores até inferiores a 40% em algumas localidades, em especial no Brasil central. O ar seco e o vento calmo favorecem a concentração de poluentes nas camadas mais baixas da troposfera, podendo acarretar problemas respiratórios em pessoas mais sensíveis.

 

A terça-feira, (17) amanheceu gelada na Serra Catarinense. Segundo medições da Epagri/Ciram, em Urupema, a temperatura mínima registrada foi de -0.8ºC com sensação térmica de -17ºC, no Morro das Torres, ponto mais alto do município com cerca de 1.750 metros acima do nível do mar. O fenômeno sincelo novamente foi registrado no Morro das Torres deixando a paisagem totalmente congelada proporcionando um verdadeiro espetáculo da natureza. Esse fenômeno acontece devido ao congelamento das gotas de água do nevoeiro em suspensão, ao tocar a superfície. Muitos confundem com a neve pela semelhança da paisagem que fica totalmente branca.Segundo os meteorologistas a próxima madrugada deverá ser ainda mais fria no estado. Foto: Marília Oliveira/ Prefeitura de Urupema

Frio antecipado: A terça-feira, 17 de maio, amanheceu gelada na Serra Catarinense. Segundo medições da Epagri/Ciram, em Urupema, a temperatura mínima registrada foi de -0.8ºC com sensação térmica de -17ºC, no Morro das Torres, ponto mais alto do município com cerca de 1.750 metros acima do nível do mar. O fenômeno sincelo novamente foi registrado no Morro das Torres deixando a paisagem totalmente congelada proporcionando um verdadeiro espetáculo da natureza. Esse fenômeno acontece devido ao congelamento das gotas de água do nevoeiro em suspensão, ao tocar a superfície. Muitos confundem com a neve pela semelhança da paisagem que fica totalmente branca. Foto: Marília Oliveira/ Prefeitura de Urupema

 

Nesta estação, que compreende os meses de junho, julho e agosto, as temperaturas registradas no país são climatologicamente amenas. Nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste, este trimestre é considerado o menos chuvoso do ano no que se refere a distribuição de chuvas. “Neste período, o principal sistema meteorológico é a frente fria. Este sistema é, geralmente, de fraca intensidade, embora possa ocorrer a passagem de algum sistema frontal mais intenso, causando chuvas generalizadas nas Regiões Sul e Sudeste. Após a passagem de frentes frias, observa-se a entrada de massas de ar frio que, dependendo da sua trajetória e intensidade, provocam queda de temperatura e ocasionalmente geadas em locais serranos. Localidades como Campos do Jordão, Itapeva, São Antônio do Pinhal e muitas outras cidades, situadas em lugares altos no Estado de São Paulo, registram valores negativos de temperatura”, informa o INPE.

Durante o inverno também é possível observar as constantes inversões térmicas que causam nevoeiros e neblinas, por isso nas estradas e preciso redobrar os cuidados. “Estas inversões, muitas vezes, permanecem durante o período da manhã. O nevoeiro consiste na existência de gotículas d’água que flutuam no ar e reduzem a visibilidade a menos de 1000 m. Além da redução da visibilidade, outro fator importante é o alto índice da umidade relativa do ar, cujos valores alcançam até 98% no período da manhã. O contrário ocorre no período da tarde, após a dissipação do nevoeiro, quando o índice da umidade relativa do ar diminui consideravelmente, chegando a registrar valores de até 40%. O ar seco e o vento calmo favorecem a formação da bruma – substâncias sólidas suspensas na atmosfera, tais como poeira e fumaça – poluindo o ar”, esclarecem os órgãos governamentais. A previsão do tempo elaborada pelo CPTEC pode ser acompanhada diariamente no Alô Tatuapé.

Com informações do CPTEC/INPE
São Paulo. Foto: Flickr/Márcio Cabral de Moura

São Paulo. Foto: Flickr/Márcio Cabral de Moura

Leia mais sobre
CLIMA

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo
Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo
Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo
Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes
Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo
Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo
Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
  • Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo

  • Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo

  • Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo

  • Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes

  • Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo

  • Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo

  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*