Metrô de São Paulo – Expansão da Linha 2 – Verde


Publicado no dia 1º de abril de 2014

 

 

Para a maioria uma boa notícia, até que as notificações sobre desapropriações cheguem. Então, a vida tranquila dos moradores dos bairros afetados pelas expansões do Metrô de São Paulo, começam a sofrer mudanças.

O Governo do Estado de São Paulo emitiu os primeiros sinais de expansão da Linha 2 - Verde, já faz algum tempo e a projeção de entrega apontava para 2017, mas agora já avançam a 2018. E isso não é de assustar ninguém, são obras de engenharia pesada que encontram dificuldades e contratempos, devido também aos impactos que causam.

O importante é que os primeiros passos do Metrô estão sendo dados na direção da Via Dutra, algo impensado há algum tempo e isso vai afetar a vida de muita gente. Na estação Tatuapé, em outubro do ano passado, o governador Geraldo Alckmin aproveitou sua passagem pela região para divulgar a publicação do edital de pré-qualificação para contratar os trabalhos de construção da expansão da Linha 2 - Verde – que funciona atualmente entre Vila Madalena e Vila Prudente.

De Vila Prudente a Dutra, passando pela Aricanduva e Paulo Freire, o prolongamento, com 13,5 km de extensão, será mais uma opção para deslocamentos de passageiros das regiões Leste e Noroeste da capital e também de Guarulhos. O novo trecho funcionará no mesmo padrão existente na atual Linha 2-Verde, em sistema de metrô convencional.

Tudo definido, chega o momento das desapropriações e o Governador de São Paulo declarou as áreas de utilidade pública necessárias para as obras. Isso foi feito através de três decretos, como segue: Decreto n° 60.272 de 20/03/2014, Decreto n° 60.273 de 20/03/2014 e Decreto n° 60.271 de 20/03/2014.

Os números são apropriados aos investimentos que precisam ser feitos para que a mobilidade urbana de São Paulo estejam mais adequados à grandeza da cidade. Quem percorre diariamente os trajetos da Dutra e Ayrton Senna nos horários de pico (ida e volta) e até mesmo fora deles não vai achar a obra cara.

As áreas para a expansão da Vila Prudente até a Dutra totalizam 104.116,31 m2 e o investimento estimado é de 9,5 bilhões. Com a linha completa, até a Vila Madalena, serão 1 milhão e 700 mil passageiros transportados diariamente, em média. Os Decretos-DUP’s (Decretos de Utilidade Pública) publicados envolvem cerca de 270 imóveis entre as futuras estações Aricanduva (exclusive) e Paulo Freire e uma área de 14.998 m² destinada para a construção do novo Pátio de manutenção e estacionamento Paulo Freire. Estes Decretos não contemplam o trecho Paulo Freire - Dutra.

O trecho atual da Linha 2 (Vila Prudente-Vila Madalena), em operação, conta com 14,7 km de extensão, distribuídos em 14 estações: Vila Madalena, Sumaré, Clínicas, Consolação, Trianon-Masp, Brigadeiro, Paraíso, Ana Rosa, Chácara Klabin, Santos-Imigrantes, Alto do Ipiranga, Sacomã, Tamanduateí e Vila Prudente, transportando cerca de 640 mil passageiros por dia.

As obras da extensão da Linha 2-Verde, em andamento, contemplam o trecho Vila Prudente-Dutra que terá 14,4 km de extensão e 13 estações (Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva, Penha, Penha de França, Tiquatira, Paulo Freire, Ponte Grande e Dutra).

A expectativa é que as obras dessa etapa sejam iniciadas no 2º semestre de 2014. O projeto funcional foi concluído e os projetos básicos civis estão em fase final de conclusão. A pré-qualificação das empresas interessadas para a implantação da obra civil foi concluída. Ainda neste mês será publicado o edital para recebimento das propostas para execução das obras civis, contemplando também, a elaboração dos projetos executivos.

Quanto às desapropriações, após a publicação dos decretos, os ocupantes e proprietários dos imóveis envolvidos são notificados pela Companhia do Metrô, que informa que o imóvel onde residem/ocupam será desapropriado para realização de obras para expansão do sistema metroviário.

Na referida notificação, consta, ainda, que dúvidas poderão ser esclarecidas pela Coordenadoria de Atendimento à Comunidade nos telefones 3371-7503 / 7521 / 7523 / 7526 e 7534 ou ainda através do site do Metrô, www.metro.sp.gov.br, no link faleconosco.

Montagem criada pelo Alô Tatuapé demonstra áreas de desapropriações para as obras da Estação Anália Franco. A sobreposição foi feita com imagem real fornecida pelo Metrô e imagem de satélite do Google, para simples visualização do entorno de ruas e imóveis envolvidos nas desapropriações.

Estação Brooklin: Com 54% das obras civis executadas. Foto: Diogo Moreira.

Paisagem que logo chegará à região do Tatuapé e Anália Franco

Geraldo Alckmin vistoriou nesta terça-feira, 1º de abril, as obras da futura estação Brooklin da Linha 5-Lilás, atualmente em obras de expansão entre as estações Adolfo Pinheiro – em operação assistida – e Chácara Klabin.

Durante a visita, o Governador, também falou da expansão da Linha 2 - Verde e outras linhas do metrô. “Iremos lançar, agora no começo de abril, o edital de obra da Linha 2, que sairá da Vila Prudente e irá até Guarulhos. Essa será a sexta linha do metrô que entrará em obras. Agora nós estamos com quatro linhas em obras e no segundo semestre entrarão a Linha 6, cujo contrato já está assinado, e a Linha 2”, explicou.

Governador Geraldo Alckmin vistoria obras da estação Brooklin. Foto: Diogo Moreira. 

Publicado em 16/10/2012 - Canal do Governo do Estado de São Paulo

O governador Geraldo Alckmin anunciou nessa segunda-feira, 15, o lançamento do edital de pré-qualificação para a expansão da Linha 2-Verde, de Vila Prudente até a Dutra (atualmente a Linha 2 vai da Vila Madalena até Vila Prudente). O prolongamento terá 13,5 Km de extensão e será mais uma opção para quem sai das regiões leste e noroeste da capital paulista, e de Guarulhos, uma vez que o ponto terminal em Dutra fica perto a esse município. 

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

10 Comentários

  1. Alguns nomes de estações são estranhos e assim veremos;
    Porque colocar o nome do Patio da linha 2 Expansão para Patio Rapadura se estamos no Bairro do Jardim T
    êxtil ou Santa Izabel?

    Envie uma Resposta
    • alotatuape

      Osvaldo, seja bem-vindo. Sua pergunta é bastante pertinente. Vamos levar essa questão ao Metrô e descobrir como chegaram ao nome.

      Envie uma Resposta
      • alotatuape

        Osvaldo, recebemos a seguinte resposta da Cia do Metropolitano de São Paulo, nesta terça-feira (5): “A Companhia do Metrô informa que o nome Pátio Rapadura foi escolhido em virtude de a região contar com um parque linear homônimo. Desta forma, o Metrô respeita o critério de fácil localização de seu empreendimento pelo público”.

        Envie uma Resposta
    • alotatuape

      Nayara, seja bem-vinda. Agradecemos seu comentário.

      Envie uma Resposta
  2. Bom, já estamos no 2 semestre de 2015, e nada das obras de extensão da linha 2 verde começar!!!

    Envie uma Resposta
    • alotatuape

      Paulo, seja bem-vindo. Realmente o Brasil precisa acelerar!

      Envie uma Resposta
    • Amigo. Moro em frente a futura estação Vila Formosa e já começaram a demolição dos imóveis onde ficará a futura estação.

      Envie uma Resposta
      • alotatuape

        Fábio, seja bem-vindo. Vamos fazer um levantamento e atualizar o assunto no site. Você gostaria de informar algo, além disso? Seria importante a sua informação. Aguardamos.

        Envie uma Resposta

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*