Museu do Futebol em SP recebe o nome de Gylmar dos Santos Neves

Direto do Gabinete, por Geriane Oliveira

No último dia 13, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou o PL 2/2007, de autoria dos Vereadores Toninho Paiva (PR) e Goulart (PSD), que denomina Gylmar dos Santos Neves o Museu do Futebol paulista, criado pela Lei nº 13.989, de 16 de novembro de 2004.

A denominação do Museu do Futebol, um dos principais pontos turísticos da cidade da São Paulo (SP), localizado no Pacaembu, é uma homenagem ao goleiro, falecido em 2013, que foi bicampeão com a seleção brasileira das Copas do Mundo de 1958 e 1962, e um ídolo nacional.

Segundo o Vereador Toninho Paiva, Gylmar entrou para a História como um dos maiores goleiros do futebol brasileiro e merece essa justa homenagem. “Homenagear Gylmar é uma obrigação de todos brasileiros e brasileiras pelo que ele representou no futebol brasileiro e como bicampeão do mundo. Sem dúvida, ele foi um dos maiores goleiros que o futebol já teve no Brasil e no mundo. Acho ainda que é pouco dar o nome do museu, devemos eternizar sua história para que todos saibam quem foi este ícone do futebol”, disse.

Gylmar dos Santos Neves. Foto: Divulgação/TP

Gylmar dos Santos Neves. Foto: Divulgação/TP

Sobre Gylmar

Dono de uma brilhante carreira no futebol brasileiro, Gylmar dos Santos Neves conquistou quatro títulos mundiais, sendo dois pelo Santos (1962, 1963) e dois pela seleção brasileira (1958 e 1962), além de duas Libertadores, cinco Taças Brasil e oito Campeonatos Paulistas. Foi goleiro do Corinthians de 1951 a 1961 e do time da Vila até 1969. Morreu no dia 25 de agosto de 2013, aos 83 anos, vítima de um AVC.

 

 

 

 

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*