N. Sra. Aparecida, a Padroeira do Brasil


Segunda-feira, 12 de outubro de 2015 às 11h21 - Publicado originalmente em 11 de outubro de 2013 às 17h36

 

Os milagres de Nossa Senhora Aparecida, popularmente chamada de a Padroeira do Brasil, começaram há muito tempo. Se em pleno Século XXI, o Brasil ainda esconde mistérios em suas extensas matas e regiões inóspitas, é possível imaginar as imensas barreiras encontradas pelos colonizadores envolvidos nestes fatos que aconteceram por volta do Século XVI, segundo os relatos guardados no Arquivo da Cúria Metropolitana de Aparecida e no Arquivo da Companhia de Jesus, em Roma. A história foi registrada pelos padres José Alves Vilela e João de Morais e Aguiar, respectivamente em 1743 e 1757. Nessa época, manter a fé poderia ser a única esperança.

Imagem original de Nossa Senhora de Conceição Aparecida, no Santuário de Nossa Senhora, em Aparecida, São Paulo

Imagem original de Nossa Senhora de Conceição Aparecida, no Santuário de Nossa Senhora, em Aparecida, São Paulo. Foto: Divulgação


A imagem da santa se encontra na Basílica Nova, erguida pela devoção a Nossa Senhora Aparecida, devido ao aumento de peregrinos e devotos, que também fez surgir uma cidade em seu entorno. Aparecida do Norte, assim também denominada devido à estação ferroviária inaugurada em 1877, está localizada no estado de São Paulo, recebe anualmente milhares de romeiros que buscam alcançar graças para seus males ou viajam até lá das mais diversas formas para honrar suas promessas, principalmente durante as comemorações do dia 12 de Outubro.

 

Com estilo Neorromânico, a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo, também é conhecida como Basílica Nova. Obra do arquiteto escultor Benedito Calixto Neto, iniciada em 10 de Setembro de 1946 e inaugurada no dia 4 de julho de 1980. Foto: Divulgação

Com estilo Neorromânico, a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo, também é conhecida como Basílica Nova. Obra do arquiteto escultor Benedito Calixto Neto, iniciada em 10 de Setembro de 1946 e inaugurada no dia 4 de julho de 1980. Foto: Divulgação

 

Segundo os relatos existentes sobre o achado da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, a aparição ocorreu na segunda quinzena do mês de Outubro em 1717, no Vale do Rio Paraíba. O governante da capitania de São Paulo, Dom Pedro de Almeida estava de passagem pela cidade de Guaratinguetá, a caminho de Vila Rica nas Minas Gerais, e ficou decidido que haveria uma festa em sua homenagem.

Apesar de não ser temporada, os pescadores saíram para o trabalho, a fim de garantir o pescado para a festa e presentear o ilustre visitante. Religiosos, os pescadores Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso rezaram para a Virgem Maria pedindo ajuda na pesca, mas nada conseguiam, até que na última tentativa João Alves jogou a rede e ao invés de peixes, recolheu o corpo de uma imagem sem a cabeça e numa outra tentativa apanhou a cabeça, que foi envolvida num lenço.

Estavam no Porto Itaguaçu (em Tupi, Pedra Grande) e o que relataram é que a imagem ficou tão pesada que não conseguiam mais movê-la. Depois desse fato apanharam tantos peixes que se viram forçados a retornar ao porto, sob o risco de afundar as embarcações devido ao peso. Esse foi o primeiro milagre atribuído àquela imagem.

 

Fachada da Basílica velha, em Aparecida, São Paulo, Brasil. Foto: Divulgação

Fachada da Basílica velha, em Aparecida, São Paulo, Brasil. Foto: Divulgação

 

Durante os 15 anos seguintes, a imagem ficou sob a guarda de Filipe Pedroso. A população se reunia para orar e a devoção aumentou pelas graças alcançadas. Essa fama cresceu e se espalhou pelo Brasil. A família Pedroso construiu um oratório no Porto Itaguaçu, mas não foi o bastante para abrigar os romeiros. Por volta de 1734, uma capela foi erguida no alto do Morro dos Coqueiros pelo vigário da cidade com a ajuda do filho de Filipe.

Em 1748, onde hoje existe o município de Aparecida, o padre Francisco da Silveira escreveu uma crônica onde descreve que os peregrinos se locomoviam por grandes distâncias para agradecer as graças alcançadas.

Em 20 de Abril de 1822, o então Príncipe Regente do Brasil, Dom Pedro I e sua comitiva, visitaram a capela e viram a imagem, mas esse relato não se confirma. Doze anos depois, foi iniciada a construção de uma igreja maior, a Velha Basílica, inaugurada em 8 de Dezembro de 1888. Antes, no dia 6 de Novembro, a Princesa Isabel iria visitá-la pela segunda vez. Sua presença, assim como de tantos peregrinos, foi para agradecer pela graça recebida ao pedido feito na primeira vez que lá esteve, em 8 de Dezembro de 1868. Nessa ocasião, a Princesa Isabel lhe ofertou uma coroa de ouro cravejada de diamantes e rubis, além de um manto azul ricamente adornado, simbolizado até hoje.

Poucos meses antes da segunda visita, no dia 13 de Maio de 1888, Sua Majestade havia assinado a Lei Áurea ou a Abolição da Escravatura no país. Esse ato foi feito com uma pena de ouro, especialmente confeccionada para a ocasião. Menos de um ano após sua visita à Velha Basílica, a princesa compareceria ao último baile da Monarquia, realizado na Ilha Fiscal, Rio de Janeiro, no dia 9 de Novembro de 1889, dias antes do golpe militar que instauraria a República no Brasil.

 

Município da Estância Turística de Aparecida. Foto: Divulgação

Município da Estância Turística de Aparecida. Foto: Divulgação

 

A cidade de Aparecida só seria fundada no ano de 1928, após sua emancipação política do município de Guaratinguetá. Até então, só existia a Vila que se formara ao redor da igreja erguida no Morro dos Coqueiros. Hoje, 345 anos depois de a imagem ter ssido foi encontrada, ainda vemos que a fé persiste em torno dos milagres atribuídos à Nossa Senhora Aparecida.

Que a Padroeira do Brasil possa continuar sua proteção em nome do amor e da fé, capaz de remover montanhas e percorrer distâncias infindas.

Foto: André Tambucci/ Fotos Públicas

12 de outubro é o último dia para passear na Roda Gigante no Ibirapuera e fazer mamografia. Foto: André Tambucci/ Fotos Públicas

Leia mais sobre
ALÔ SÃO PAULO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
Catálogo on-line reunirá informações de 2,3 mil espécies de peixes de água doce
Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d
Video: Venha com a gente para as profundezas dos Corais da Amazônia
Desmatamento dispara na Amazônia, vídeo
Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar
Animação sobre a prevenção do câncer de mama
  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

  • Catálogo on-line reunirá informações de 2,3 mil espécies de peixes de água doce

  • Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d

  • Video: Venha com a gente para as profundezas dos Corais da Amazônia

  • Desmatamento dispara na Amazônia, vídeo

  • Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar

  • Animação sobre a prevenção do câncer de mama

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

2 Comentários

  1. Boa noite,já sabia maais ou menos da historia agora ficou tudo mais claro.
    Adorei a reportagem as fotos tudo.
    PARABÉNS!!!!!

    A FÉ É TUDO NESTA VIDA.QUEM TEM FÉ NÃO TEM DÚVIDAS.

    Envie uma Resposta
    • alotatuape

      Olá, Odila Tiliere

      Ficamos gratos pelo seu comentário. Por favor, veja outras reportagens sempre que quiser.

      Alô Tatuapé

      Envie uma Resposta

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*