Nanotecnologia e a vida na Terra


Publicado em 26 de setembro de 2013

 

Esta ciência já está bastante difundida, faz muito tempo que nos acompanha, só não percebemos. Não é para menos! Afinal, estamos falando de medidas atômicas ou muito abaixo delas. Nesta introdução ao assunto em nosso site, vamos partir do início para melhor entendermos como surgiram as fantásticas possibilidades devido esse conhecimento científico.

 

 

Alvéolo do coração, pode receber tratamento através da nanotecnologia, onde mini-robôs introduzem os medicamentos diretamente nas áreas lesadas. Foto: Wikipedia

Alvéolo do coração, pode receber tratamento através da nanotecnologia, onde mini-robôs introduzem os medicamentos diretamente nas áreas lesadas. Foto: Wikipedia

 

O precursos do conceito de Nanotecnologia foi Richard P. Feynman, embora não tenha usado esse termo em sua palestra para a Sociedade Americana de Física, no dia 29 de Dezembro de 1959, quando apresentou suas ideias acerca do assunto. O termo, propriamente dito, só seria utilizado primeiramente pelo professor Norio Taniguchi em 1974, para descrever as tecnologias que permitam a construção de materiais numa escala de 1 nanômetro.
A Nanotecnologia, também conhecida por Nanotech, consiste no estudo de manipulação da matéria em escala atômica e molecular, com medidas entre 1 a 100 nanômetros. O desenvolvimento de componentes e materiais se aplicam a diversas áreas que vão desde a medicina até a engenharia. Seu princípio básico é estruturá-los a partir dos átomos, considerados os tijolos básicos da natureza.

Pensar em uma escala nano (atômica) é imaginar medidas infinitamente pequenas. Um bom exemplo é este: Imagine uma praia com 1 Km de extensão e um grão de areia de 1 mm, este grão compara-se à praia assim como o nanômetro para 1 metro. O desenvolvimento dessa tecnologia permite avanços revolucionários.

Veja na prática alguns exemplos onde a nanotech já é aplicada:
– Tecidos resistentes a manchas e que não amassam;
– Filtros de proteção solar;
– Tratamentos tópicos de Herpes e Fungos;
– Nano-cola, capaz de unir qualquer material a outro;
– Produtos cosméticos.

 

Nanotecnologia. Foto: Stock Photo

Nanotecnologia. Foto: BAE Systems

 

Mas não é só isso, é muito mais. Para exemplificar, vejamos como a nano pode ser aplicada ao esporte. A engenheira Mecânica Philipa Oldham, membro da IMechE (Institution of Mechanical Engineers – UK) Instituição de Engenheiros Mecânicos do Reino Unido, afirma que o futuro ainda reserva boas surpresas. “Ao longo dos próximos anos veremos uma onda de novas tecnologias de ponta na engenharia. No entanto, muitos órgãos esportivos ainda se recusam a se envolver com os engenheiros para descobrir qual o efeito que esses avanços possam ter. É vital para os esportes que eles possam se envolver para garantir que os avanços sejam introduzidos de forma justa e aberta para o mundo esportiva não ser pego de surpresa”. A BAE Systems adaptou um sistema de laser de tempo (laser-timing) para treinamento de ciclistas. Inicialmente criado para uso militar é capaz de medir o tempo em um milionésimo de segundo, simultaneamente para 30 ciclistas e já está sendo utilizado em competições, como os Olimpíadas, permitindo o menor erro possível na colocação dos atletas.

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*