Nasa: Observatório de Raios-X Chandra faz 15 anos

Imagem de raios-X Chandra da Hydra A, um aglomerado de galáxias a 840 milhões de anos-luz da Terra, mostra filamentos de gás Celsius 35-40000000 grau incorporado em uma grande nuvem de gás quente que igualmente possui vários milhões de anos-luz de diâmetro. Também uma parte branca brilhante de gás com altas temperaturas de muitos milhões de graus Celsius é vista, sendo empurrada para o centro do cluster. Como os maiores objetos gravitacionalmente ligados no universo, aglomerados de galáxias fornecem pistas importantes para a compreensão da origem e o destino do universo. Imagem: NASA / CXC / SAO


Quinta-feira, 30 de outubro de 2014, às 21h52


Esta imagem da Hydra, foi feita pelo Observatório de Raios-X Chandra em 30 de outubro de 1999, com o CCD Advanced Imaging Spectrometer (ACIS), em uma observação que durou cerca de seis horas.

A Hydra é um aglomerado de galáxias que está a 840 milhões de anos-luz da Terra. Observações ópticas mostram algumas centenas de galáxias no aglomerado. Observações de raios-X do Chandra revelam uma grande nuvem de gás quente que se estende por todo a concentração ou aglomerado (cluster). A nuvem de gás possui vários milhões de anos-luz de diâmetro e tem uma temperatura de cerca de 40 milhões de graus nas partes externas, decrescentes para cerca de 35 milhões de graus na região interna.

O Observatório de Raios-X Chandra da NASA foi lançado ao espaço 15 anos atrás, a bordo do ônibus espacial Columbia. Desde a sua implantação, em 23 de julho de 1999, Chandra ajudou a revolucionar a nossa compreensão do universo através de sua incomparável visão de raio-X. Chandra, uma das correntes da NASA “Grandes Observatórios”, juntamente com o Telescópio Espacial Hubble e do Telescópio Espacial Spitzer, foram especialmente concebidos para detectar emissões de raios-X de regiões quentes e energéticos do universo.

 


Assuntos relacionados

 

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*