NET compromete boas práticas de comércio e dá mau exemplo

Gerson Soares
Atualizado em 20/03/2014 às 9h16

Hoje (20), vence a fatura onde consta a cobrança indevida de R$ 193, 90 por um assinatura de TV a cabo e o serviço Net Virtua de internet no valor de R$ 74,90, este corretamente instalado e em uso. Já são 84 dias, quase três meses, que a assinatura foi cancelada e a reportagem abaixo mostra todo o transtorno que um assinante da Net precisa passar para ter seus direitos respeitados.

Ontem foi agendada uma visita, onde o assinante deveria aguardar o técnico das 14h às 18h e comprovar que não está utilizando o chamado ponto da Net em sua residência. O assinante possui comprovante de retirada de um dos aparelhos (HDTV) no dia 04 de janeiro de 2014, sendo que o técnico que o retirou recusou-se a levar o aparelho digital que estava ligado ao segundo ponto na residência, alegando que outro funcionário viria retirá-lo.

De fato, o assinante recebeu uma ligação momentos depois da retirada do HDTV, dizendo que um técnico iria ao local da instalação para retirada do aparelho digital, fato que não ocorreu. O aparelho encontra-se até hoje na casa do assinante guardado numa sacola.

Para que fique claro, esse assinante já está utilizando o serviço de TV a cabo de outra operadora desde janeiro em sua residência, conforme comprova.

Depois de 39m43s conversando com a atendente da Net, hoje foi agendada, mais uma vez, nova visita para amanhã (21), onde o técnico deverá comprovar que o assinante não utiliza o serviço da Net, submetendo-o ao constrangimento de ter sua privacidade invadida, questionando sua integridade, pois deverá constatar que o aparelho da operadora não está instalado nas TVs da residência.

Apesar desse absurdo, até por já ter sido reconhecido o erro operacional e sistêmico em fevereiro e assinatura cancelada em dezembro, mesmo assim ficou acordado que o técnico viria entre às 11h e 15h do dia 21 de março. É aviltante colocar em risco a segurança das famílias agindo dessa forma antiquada. Se o sinal da operadora é feito através de computadores eles certamente podem interrompê-lo, como é feito na falta de pagamento.

Sendo assim não é necessário que alguém reviste a residência do assinante para fazer tal constatação. Bastaria cortar o sinal e exigir a entrega dos aparelhos depois do cancelamento da assinatura, dentro dos devidos prazos e agendamentos. Mas a Net não age assim.

Quanto ao vencimento de hoje, segundo a atendente, será enviada uma nova fatura para a cobrança do Net Virtua com outro vencimento e o valor da assinatura cobrada indevidamente irá para análise do departamento financeiro.

 

Atualizado em 19/03/2014 às 12h19

Hoje (19), entramos em contato com a Net Serviços para falar sobre a cobrança absurda, referente a uma assinatura reconhecidamente cancelada em dezembro (conforme as faturas das imagens). A atendente concluiu que no sistema a assinatura constava em aberto, diferente do que demonstram as faturas enviadas pela empresa nos meses de janeiro e fevereiro.

A solução encontrada pela atendente, depois de quase 30 minutos ao telefone, é de que deveria ser feita uma inspeção por um técnico da Net no domicílio do assinante para verificar se o aparelho constava na residência. O que não conseguimos entender plenamente.

O assinante ficou à disposição, mas teria de ficar aguardando a visita do técnico das 12h às 18h de hoje, caso contrário o valor continuaria sendo cobrado.


18/03/2014 às 15h17

Mesmo depois de cancelar a TV por assinatura, ou quaisquer outros serviços da Net Serviços, clientes continuam recebendo contas e cobranças indevidas.

Março é o mês do consumidor, 14 é o dia dele e nesta semana também se comemora aquele que faz a roda da economia girar. Afinal, todas as ações da área produtiva da indústria, do comércio e de serviços do país estão voltadas para eles, os consumidores. Assim, este mês deve ser comemorado.

Mas algumas empresas insistem em tentar ludibriá-los e confundi-los. E pelo que provamos é o caso da Net Serviços de Comunicação. Prática comum, conhecida entre os consumidores – que alegam ter sérios problemas para cancelamento de assinaturas, por quaisquer motivos –, esta é uma das empresas blindadas pelo atendimento eletrônico, impessoal e distante daquele que paga as contas, o consumidor.

Uma das práticas mais nocivas da Net é enviar cobranças indevidas. Algumas chegam até ser canceladas, descontadas, mas o assinante deverá percorrer o calvário do atendimento eletrônico e por fim, depois de muito tempo perdido – 30, 40, 60 minutos ao telefone, investimento que poderá retornar para o grupo que lidera a empresa (leia no box mais à frente) – a ligação cai propositalmente ou a atendente desliga. E o calvário recomeça. Ainda é possível que o assinante faça o pagamento por descuido, o que para ele é muito ruim. No entanto, engorda o faturamento do grupo que controla a empresa atualmente.

Essas práticas antiéticas fazem com que o comemorado consumidor sinta-se prejudicado, aviltado em seus direitos e muito pior do que isso, prejudica todos os esforços de empresas sérias que procuram agir com honestidade, trabalhando para um país melhor e mais justo. Principalmente, quando vemos as propagandas veiculadas e as promoções da Net, que escamoteiam aquilo que ela na verdade oferece. São milhares que desistem das contratações, mas a boa publicidade traz milhões – com a palavra o CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária).

A Net produz o anticomércio e parece que todos já se acostumaram a isso. Há anos estamos ouvindo falar e comprovamos na carne esse costume. Esta não é a única empresa que cria a desconfiança e o temor de pessoas que trabalham e pagam suas contas em dia, existem outras. Mas nos atemos nesta oportunidade aos serviços da Net e aos distúrbios que sua prática nociva causa ao país e às pessoas de bem, transformando alegria, diversão e entretenimento (no caso da TV a cabo) em mau exemplo de gestão. Os assinantes só querem ter um serviço e pagar por ele.

Porém, se desejarem, a qualquer momento têm o direito de fazer cancelamentos e ter seus registros devidamente apontados nesse sentido e as cobranças devida e corretamente suspensas. Ao contrário disso, depois de cancelarem uma assinatura ou não obterem aquilo que contrataram, optando por uma reclamação ou o fim dos serviços, acabam se sujeitando a pagar as cobranças indevidas da Net ou terão seus nomes enviados para os serviços de proteção ao crédito, ficando a mercê de um sistema antropófago que engole o próprio cliente e aposta nos milhões de outros que virão.

A Net com suas práticas abusivas – apostando nas limitações do sistema judiciário, na propaganda que faz – atrai para sua teia milhares de novos consumidores, interpondo-se entre aqueles que já não suportam a desonestidade, que pretendem transformar o Brasil num país respeitável. Uma árdua tarefa, mas que nos induz a tomar atitudes de repugna como esta, a favor dos bons costumes.

Ranking das empresas mais reclamadas, divulgado pelo PROCON nesta segunda-feira (17). A NET do grupo América Móvil aparece em 1º lugar.

Esta assinatura foi cancelada de dezembro de 2013.

Esta assinatura de TV a cabo foi cancelada de dezembro de 2013.

No dia 20 de janeiro, aparecia como válida, uma cobrança parcial, que foi paga.

No dia 20 de janeiro, aparecia como válida, uma cobrança parcial, que foi paga.

No dia 20 de fevereiro, novamente a cobrança parcial da assinatura, cancelada em dezembro, paga em janeiro.

No dia 20 de fevereiro, novamente a cobrança parcial da assinatura de TV a cabo, cancelada em dezembro, paga em janeiro.

Em seguida a 2ª via enviada, reconhecendo o erro, depois de horas ao telefone, assim como nas segundas vias anteriores.

Em seguida a 2ª via enviada, reconhecendo o erro, depois de horas ao telefone, assim como nas segundas vias anteriores.

No dia 20 de março a assinatura cancelada em dezembro volta a ser cobrada, no valor total da assinatura.

No dia 20 de março a assinatura de TV a cabo cancelada em dezembro, volta a ser cobrada. Agora em total discrepância com as faturas anteriores, pois esta sendo cobrada no valor total da assinatura.

PROCON: 5.500 denúncias entre 2012 e 2013

No Procon, a empresa Net está entre as mais reclamadas. Somente nos anos de 2012 e 2013 foram mais de 5.500 reclamações, o que leva a quase 80 reclamações por dia!

Por trás da parte de telefonia, está o grupo mexicano América Móvil, nome da 2ª maior operadora de telefonia fixa do país que surgiu na fusão da Claro, Net e Embratel em meados do ano passado e deve tomar mais corpo em 2014, faturando bilhões.

Para o consumidor, que não tem nada para comemorar no seu dia, mês ou semana, o que importa neste momento não é o fantástico faturamento do grupo mexicano que se avoluma no país ou a quem pertence a empresa Net, são as cobranças indevidas e abusivas, serviço não fornecido, vícios de qualidade, entre outras práticas intoleráveis.

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*