Nikola Tesla


Publicado em 25 de setembro de 2013

Olhe a sua volta e veja o quanto você está cercado por tecnologia, a iluminação, aparelhos eletrodomésticos, o rádio que você escuta em casa ou no carro, o controle remoto de sua televisão. Mas quem inventou a tecnologia que possibilitou o grande avanço tecnológico para alcançarmos o conforto que a eletricidade nos proporciona no mundo moderno?

O cientista pioneiro Nicola Tesla. Foto: Wikipedia

O cientista pioneiro Nicola Tesla. Foto: Wikipedia

O seu nome é Nikola Tesla, grande inventor na área eletromagnética. Esse cientista, nascido no dia 10 de Julho de 1856, em uma aldeia do então Império Austríaco chamada Smiljian, hoje pertencente à Croácia, foi o responsável por inovações tecnológicas que mudaram completamente os hábitos de vida de pessoas no mundo inteiro. Algumas de suas teorias trouxeram contribuições para disciplinas estudadas ainda hoje como robótica, física nuclear e física teórica.
Nikola Tesla possuiu uma vida controversa onde foi intitulado gênio e louco ao mesmo tempo. Tesla foi considerado por muitos um cientista maldito, este fato se deve a histórias relacionadas a suas experiências, algumas conhecidas por todos nós devido às suas contribuições concretas e outras de fatos não confirmados que envolvem paranormalidades, contatos de terceiro grau e até experimentos de guerra secretos.

O cientista freqüentou a escola em Korlav e conseguiu completar quatro anos de estudo em três, nesta mesma escola foi acusado de ser trapaceiro por conseguir resolver um complicado problema de matemática em questão de minutos. Aos vinte cinco anos estudou um novo sistema de energia elétrica que transformaria o mundo, o sistema de corrente alternada, que conseguia gerar mais energia sem muito desperdício, o contrário da energia de corrente continua de Thomas Edison. Como não conseguiu patrocínio para seus experimentos em sua terra natal, viajou para os EUA onde rapidamente foi contratado pelo próprio Thomas Edison que percebeu o potencial do jovem cientista. No entanto essa parceria não se manteve por muito tempo, pois ao desconfiar que Edison queria se apropriar de suas ideias, Nikola Tesla se isolou cuidando sozinho de suas pesquisas. Nesse período foi creditada a ele a invenção de um circuito sintonizado em que se baseia o rádio que em seguida seria dado como descoberto por Guglielmo Marconi.

Desenho de Tesla em seu laboratório nos EUA. Modelo foi usado no filme Aprendiz de Feiticeiro, com Nicolas Cage. Foto: Wikipedia

Desenho de Tesla em seu laboratório nos EUA. Modelo foi usado no filme Aprendiz de Feiticeiro, com Nicolas Cage. Foto: Wikipedia

Tesla fazia verdadeiros shows em suas palestras e demonstrações, o que não atraia a simpatia de grande parte dos cientistas da época, mas para o grande público que o assistia ele fazia um show com descargas elétricas e raios saindo de esferas brilhantes, lâmpadas acendendo em suas mãos sem precisar de fio algum. Suas apresentações inspiraram filmes como “O Grande Truque”, além de muitos outros filmes de ficção científica.

Seu comportamento tanto em suas palestras como em declarações – nas quais dizia ter recebido sinais de Marte, dizer descobrir novas teorias através de visões – e o fato de querer construir um meio de distribuição de energia capaz de fornecer eletricidade para o mundo inteiro a um custo baixíssimo ou nulo, foi afastando-o cada vez mais do meio acadêmico onde começaram a questionar sua sanidade.

Após ser largamente desacreditado Tesla não se desanimou e usando a Terra como um condutor de energia e informação sem o uso de fios, criou um sistema de comunicação global parecido de longe com a Internet atual. Outro experimento revolucionário seu, porém inacabado, foi o Wardenclyffe Tower. O projeto consistia na construção de uma grande torre de transmissão de energia, o que permitiria que qualquer pessoa no mundo tivesse acesso à energia elétrica a um custo baixo ou a custo nenhum. As empresas de distribuição de energia norte-americanas não foram muito simpáticas a esse experimento.

Tesla faleceu em Nova Iorque no dia 7 de janeiro de 1943, depois de uma vida cercada de mistérios e situações no mínimo bizarras, contudo não podemos esquecer suas contribuições para o mundo moderno, o conforto que a eletricidade nos proporciona, graças a esse Croata de mente brilhante que imaginou um mundo que não estava preparado nem psicologicamente e nem tecnologicamente para suas ideias que observamos agora à nossa volta como coisas banais, como o ato de acender uma lâmpada.

Inventos

Bobina de Tesla
Turbina de Tesla
Teleforça
Oscilador de Tesla
Carro eléctrico de Tesla
Princípio de Tesla
Ovo de Colombo de Tesla
Corrente alterna
Motor de Indução
Campo magnético rotativo
Transmissão sem fios
Canhão de feixe de partículas
Raio da Morte
Ondas estacionárias terrestres
Enrolamento bifilar
Telegeodinâmica
Electrogravítica
Canhão Tesla

Prêmio(s)

Medalha Elliott Cresson (1894)
Medalha Edison IEEE (1916)
Prêmio John Scott (1934)
National Inventors Hall of Fame (1975)

Fontes de informações e pesquisas: Wikipedia, livros e revistas de ciências
alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*