Olimpíada e Metrologia


Terça-feira, 23 de agosto de 2016, às 16h23

Em material exclusivo, pesquisadores do IPT apontam evolução de equipamentos e tecnologias nos esportes.

Do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo

Onde espectadores veem grandes recordes sendo quebrados, medalhas conquistadas e o belo espetáculo dos Jogos Olímpicos, é provável que os pesquisadores do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) enxerguem números, medidas e o quanto tudo isso só é possível graças a uma ciência: a Metrologia. Foi pensando nisso que, às vésperas do Rio 2016, contribuíram para a criação de um material que explica como essa ciência possibilita competições mais justas – e como ela pode ajudar a torná-las mais tecnológicas, eficientes, e por que não, mais belas.

 

Frontpage do site Olimpíada e Metrologia do IPT. Imagem: Reprodução

Homepage do site Olimpíada e Metrologia do IPT. Imagem: Reprodução

 

O projeto Olimpíada e Metrologia acompanha as evoluções científicas e tecnológicas aplicadas aos esportes, mostrando que pequenas mudanças podem valer ouro. Cronômetros, medidores de velocidade, sensores, supercomputadores e outros equipamentos otimizaram práticas, treinamentos e resultados em todos as modalidades. Túneis de vento, como o existente no próprio IPT, por exemplo, podem auxiliar na construção de barcos à vela e torná-los mais aerodinâmicos, ou possibilitar a ciclistas encontrar as posições exatas em que conforto e rendimento se unem para melhores resultados na linha de chegada.

“A Metrologia é fundamental para qualquer jogo, porque é a ciência que garante a veracidade dos resultados. É ela que também torna o esporte comparável em qualquer lugar do mundo, inclusive entre espaços diferentes de tempo e lugar”, explica Regis Renato Dias, pesquisador assistente do Centro de Metrologia Mecânica, Elétrica e de Fluídos do IPT e um dos autores do material.

Decifrar os jogos é reforçar a importância da ciência e inovação para o mundo. A Física, auxiliada por instrumentos cada vez mais modernos, é capaz de explicar por que Bolt é o atleta mais rápido do mundo, e a peteca do badminton o objeto mais veloz de todos nas Olimpíadas. Testes com bolas em laboratório desvendam suas características físico-químicas que as permitem rolar ou quicar mais, serem mais eficientes em lançamentos ou adaptarem-se às condições de força e vento a que são submetidas.

Os Jogos Olímpicos são, provavelmente, o evento mais incrível e fascinante do planeta. E o projeto Olimpíada e Metrologia ajuda a compreender porque todo o espetáculo não é só esporte, mas também ciência e tecnologia.


Acesse o site
OLIMPÍADA E METROLOGIA
e entenda melhor tudo isto

Visualização do mapa das conexões neurais do cérebro do projeto Connectome, dos NIH, na “caverna virtual” da University of Illinois at Chicago. Foto: EVL

Visualização do mapa das conexões neurais do cérebro do projeto Connectome, dos NIH, na “caverna virtual” da University of Illinois at Chicago. Foto: EVL

Leia mais sobre
TECNOLOGIA

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo
Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo
Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo
Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes
Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo
Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo
Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
  • Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo

  • Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo

  • Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo

  • Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes

  • Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo

  • Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo

  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*