Os 100 anos da Ponte Pênsil

Principal cartão-postal da cidade de São Vicente (SP), a Ponte Pênsil completou 100 anos em 21 de maio. Utilizada como via de ligação entre a Ilha de São Vicente e a Praia Grande, a estrutura foi inaugurada em 1914 com o objetivo de sustentar as tubulações que levavam o esgoto produzido em Santos e São Vicente, para ser lançado na Ponta de Itaipu, em Praia Grande.

Construída pela antiga Comissão de Saneamento de Santos, a Ponte Pênsil, primeira do gênero no Brasil, foi projetada, em 1910, pelo engenheiro sanitarista Francisco Rodrigues Saturnino de Brito (1864-1929), considerado um pioneiro do setor no país. Além da ponte, Saturnino planejou um eficiente sistema de esgotamento sanitário e os canais de Santos. Na época, o progresso urbano aliado à falta de planejamento levou a cidade a uma crise epidêmica, com surtos de febre amarela e tifoide, malária, varíola e peste bubônica. Com as obras de saneamento, Santos livrou-se da insalubridade.

A inauguração

Com festa e repercussão internacional, a inauguração da Ponte Pênsil no dia 21 de maio de 1914 marcou, oficialmente, o início do funcionamento do sistema de saneamento de Santos e São Vicente. Participaram da cerimônia autoridades locais e políticos como o então prefeito de São Paulo, Washington Luís, além de senadores, deputados, autoridades consulares e eclesiásticas. Membros do Automóvel Club de São Paulo também desceram a Serra para transitarem, pela primeira vez, pela Ponte.

 

“Esta ponte, elegantemente lançada, e que representa um melhoramento de incontestável valor, causa desde o primeiro golpe de vista uma impressão magnífica com o seu todo monumental”

Matéria publicada no jornal O Estado de S. Paulo, em 22 de maio de 1914

 

Bandeiras ornamentaram a estrutura no dia da inauguração, e a municipalidade ofereceu aos convidados um lunch ao ar livre; no local, foram expostas duas pinturas de Benedicto Calixto (1853-1927) representando a obra de engenharia. Saturnino de Brito, que estava a trabalho no Recife, cidade onde também idealizou importantes obras de saneamento, enviou um telegrama de congratulações.

A ponte hoje

Na década de 1970, foi construído o Emissário Submarino de Santos, sistema mais eficiente que possibilitava o lançamento do esgoto a cerca de 6 km da praia. Com isso, as tubulações da Ponte Pênsil deixaram de ser utilizadas. Sua estrutura, agora, recebe o trecho de uma adutora de água tratada que atende Santos e São Vicente. Atualmente, a via também passa por uma reforma que substituirá os 16 cabos de aço que a sustentam, mas que manterá sua estrutura metálica original - uma obra de engenharia complexa, inédita no Brasil.

Fonte e acervo: Fundação Energia e Saneamento

Inauguração da Ponte Pênsil de São Vicente em 21 de maio de 1914. Acervo Memória Sabesp

Empregados trabalham nas obras de construção da avenida de acesso à Ponte, 1910. Acervo Memória Sabesp

Ponte em construção. Em destaque, cabos de sustentação de aço, fabricados na Alemanha. S.d. Acervo Memória Sabesp

Ponte Pênsil em construção. S.d. Acervo Memória Sabesp

Tombada pelo Patrimônio Histórico Estadual, a ponte terá seus cabos de sustentação substituídos, em obra inédita no Brasil. Foto: Arquivo / Prefeitura Municipal de São Vicente

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*