Parlamento Jovem reafirma seu caráter de aula de democracia


Sexta-feira, 7 de novembro de 2014, às 18h51

Educação leva ao desenvolvimento equânime da sociedade, afirma Célia Leão.

Da Redação da ALESP
Fotos: Márcia Yamamoto, Maurício Garcia e Roberto Navarro
Célia Leão preside sessão para eleição da Mesa do Parlamento Jovem.

Célia Leão preside sessão para eleição da Mesa do Parlamento Jovem.

Um Parlamento Jovem predominantemente feminino, com expressiva representação do interior e preocupado com a educação, tomou posse nesta sexta-feira, 7/11. Entre os 94 eleitos, 64 são do sexo feminino, apenas 13 residem na capital e 33 formam a maior bancada, a do Partido da Educação.

A predominância das deputadas se refletiu na escolha da Mesa Diretora, vencida, em primeiro turno, com 51 votos, pela chapa Jovens Parlamentares do Futuro. A presidência do Parlamento Jovem 2014 coube a Nycole Nunes (Partido da Saúde) e a vice-presidência a Nathalia Franqlin (Partido da Natureza). Completaram a Mesa o 1º secretário Pedro Oliveira (Natureza) e o 2º secretário Lucas Catarino (Habitação).

“Nossa chapa tem dois meninos e duas meninas, representando diversos partidos. Queremos ouvir todos democraticamente e lutar pela aprovação dos projetos que tenham mérito”, afirmou Nycole. Ela venceu os candidatos Carlos Eduardo Silva (Partido da Educação), da chapa UP, que teve oito votos; e Vinícius Santos (Educação), da chapa Comissão Revolucionária, que teve a adesão de 32 deputados jovens.

Jovens parlamentares no plenário Juscelino Kubistchek da ALESP.

Jovens parlamentares no plenário Juscelino Kubistchek da ALESP.

Antes da eleição, houve a cerimônia de instalação da Legislatura e de diplomação e posse dos deputados jovens, presidida pela deputada Célia Leão (PSDB), uma das idealizadoras do Parlamento Jovem. “Isso é literalmente a democracia”, reafirmou Célia. “Todos nós, deputados, jovens, familiares e professores, sabemos que o caminho da educação é não só o melhor, mas o único para atingirmos o desenvolvimento equânime da sociedade.”

Também presente ao evento, o deputado Carlos Giannazi (PSOL) lembrou que os projetos apresentados no Parlamento Jovem representam “uma grande contribuição, pois podem futuramente ser aproveitados pelos deputados e se transformar em projetos de lei que vão ser discutidos nesta Casa”.

Laís Santana, do Partido da Cultura, prestou o juramento de posse em nome de todos os deputados jovens. Depois de eleita a Mesa, cada um dos parlamentares apresentou seu projeto e o submeteu à votação do Plenário.

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*