Parques do Tatuapé: Piqueri, Ceret e Municipal no Metrô Carrão

Atualizado em 7 de março, às 19h42

Continuamos com a reportagem iniciada neste sábado (5), a respeito dos parques do bairro. Leia as três reportagens e veja como estava a situação deles durante a nossa visita.

Amanhã (8), publicaremos o final desta série com os grupos que encontramos e as comparações com o estado atual dos parques e há aproximadamente dez anos.

– Grupos que se deslocam para encontros esportivos e atividades físicas nos três parques: Ceret, Piqueri e Municipal.

– Compare a situação atual dos parques Ceret e Piqueri com as reportagens de há cinco e 10 anos.

– Saiba como surgiram as Amigas do Ceret.

 

 

Fizemos uma visita aos parques do Tatuapé para constatar a situação de cada um deles. Um dos motivos é o surto de dengue que não seria engano afirmar está se alastrando. Outro, é o abandono em que se encontram o Ceret e o Municipal. O Piqueri está em boas condições.

Todo jardim necessita de cuidados. Quando se trata de um parque das dimensões do Ceret, hoje chamado de Pet (Parque Esportivo do Trabalho), a manutenção é essencial. Assim também acontece com o Parque do Piqueri, uma joia que parece ainda manter a aura daquele que o criou, o conde Francisco Matarazzo, cuja história ocupa um capítulo brilhante dentre as personalidades que fizeram a grandeza de São Paulo. Mas o pior exemplo de administração é o parque que fica ao lado da estação Carrão do metrô. Há anos que padece de abandono.

Depois da reportagem veiculada na quinta-feira no Bom Dia São Paulo, a respeito do mato alto no Ceret, parece que a administração tentou mostrar serviço, e no sábado foi possível fotografar parcos montículos de mato amontoados na alameda principal por onde os usuários faziam caminhadas e corridas. O que demonstra claramente que ao ser denunciado em imagens globais, foi possível botar a mão na massa e trabalhar. Portanto, também comprova a má gestão, que só se mexe quando cutucada.

As observações acima podem servir em verso e prosa para a administração do parque municipal do Carrão, que também tratou de mostrar serviço depois da denúncia. Mais uma vez, provando aquilo que sempre se vê nos serviços públicos, a falta de vontade e má administração, salvas as exceções que quando funcionam enchem nossos olhos de alegria e as câmeras de belas imagens.

Uma delas, nesta grande cidade, é o Parque do Piqueri. Um lugar com aromas e sombras, onde a mão humana faz parceria com a natureza. Lembramos dois administradores que passaram parte de suas vidas naquele lugar e o mantiveram em boas condições, são eles o sr. Luiz e o Barcelona do Sampaio Moreira. Este último plantou com suas mãos várias mudas, que fotografamos em 2004 e tivemos a satisfação enorme de ver que 10 anos depois estão lá florescendo, devolvendo em beleza o pequeno investimento feito com amor.

No Ceret também estivemos em 2009, para mostrar o trabalho da bióloga Olsen. Infelizmente sua obra está esquecida e tomada pelo mato cinco anos depois. Mas nada é impossível e a natureza reage. Porém, esta história começa muito tempo atrás, numa reportagem do Alô Tatuapé em 1998, quando de uma reunião para melhorias no parque surgiram as Amigas do Ceret.

Leia amanhã uma reportagem especial do Alô Tatuapé sobre os parques mais frequentados do bairro:

– Grupos que se deslocam para encontros esportivos e atividades físicas nos três parques: Ceret, Piqueri e Municipal.

– O mato que cresce há anos no parque municipal ao lado do metrô Carrão, cuja referência não consta nem no site da Prefeitura, por isso não é possível saber ao certo seu nome (a nomenclatura não consta na relação de parques da prefeitura, nem o próprio parque).

– A mudança de Ceret para Pet não alterou a filosofia de abandono que vai e volta, de tempos em tempos, ao parque que consta como área de lazer nas vendas de empreendimentos milionários no Jardim Anália Franco.

– Piqueri: aleias, um lago com habitantes aquáticos, jardins e um encanto ainda mantido com capricho, onde a natureza corresponde com suas belezas.

– Compare a situação atual dos parques Ceret e Piqueri com as reportagens de há cinco e 10 anos.

– Saiba como surgiram as Amigas do Ceret.

Fique agora com algumas imagens colhidas neste sábado (5). Amanhã publicaremos os vídeos e as imagens colhidas para esta reportagem especial sobre os parques do Tatuapé e Jardim Anália Franco.

Parque do Piqueri. Foto: aloimage

Parque do Piqueri. Foto: aloimage

Pet, mais conhecido como Ceret. Foto: aloimage

Pet, mais conhecido como Ceret. Foto: aloimage

Parque Municipal sem nome, ao lado da estação Carrão do metrô. Foto: aloimage

Parque Municipal sem nome, ao lado da estação Carrão do metrô. Foto: aloimage

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

7 Comentários

  1. É fácil chegar ao oarque ceret de transporte públuco?

    Envie uma Resposta
    • alotatuape

      Olá, Malu, é muito fácil. Acesse o site da SPTRANS e veja o melhor itinerário para você, o ônibus estaciona na porta do parque. Seja bem-vinda.

      Envie uma Resposta
  2. Olá…Tem basquete no parque do Piqueri? Sabem informar qual dia da semana e horário?

    Envie uma Resposta
    • alotatuape

      Prezado Mario, gratos pelo seu comentário. Há quadras no Piqueri, mas não temos notícias de aulas de basquete. De qualquer forma entre em contato com o parque e informe-se melhor. Os telefones estão nas reportagens.

      Envie uma Resposta
  3. pessoal ficou show as fotos parabéns, nesse mesmo dia das fotos o rapaz tirou uma foto do pessoal do basquete na quadra, vcs poderiam me mandar via e-mail essa foto ? ficou show o site,parabéns ae galera! abraços

    Envie uma Resposta
    • alotatuape

      Olá André, gratos por acessar nosso site. Enviaremos a foto, mas acompanhe a reportagem que estará no ar ainda hoje, ou no máximo amanhã, a respeito do Time do Bar.

      Envie uma Resposta
      • Obrigado!

        Concerteza, não conhecia este site, agora ficarei acompanhando ás matérias!

        Um grande abraço Alô Tatuapé. 😀

        Envie uma Resposta

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*