Polícia Civil parou duas horas por melhorias

Terça-feira, 17 de junho de 2014 às 11h11

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Imagem ilustrativa. Ilustração: aloart

Alerta Vermelho da Polícia Civil suspendeu as atividades das Unidades Policiais por duas horas, ontem.

Nesta segunda-feira (16), Delegados e Policiais Civis de todo o Estado de São Paulo acenderam o Alerta Vermelho com a suspensão das atividades das Unidades Policiais por duas horas. O Alerta Vermelho, movimento organizado pela ADPESP, contou com a adesão de 87% das mais de 2 mil Delegacias de Polícia do Estado. Durante o período de mobilização, Delegados e Policiais Civis modificaram suas rotinas para atender o cidadão visando o esclarecimento sobre as principais dificuldades enfrentadas pela Polícia Investigativa para o desempenho de suas atividades no combate ao avanço da criminalidade.

De acordo com a Associação dos Delegados de Polícia, o ato de protesto promoveu, por meio do diálogo, a união da Polícia Civil junto à Sociedade na forma de conscientização sobre a necessidade de reivindicar melhorias para o aumento da qualidade de vida de todos, especialmente quando os índices de criminalidade atingem o limite da tolerância. A presidente da ADPESP, Dra. Marilda Pansonato Pinheiro, salienta que a Polícia Civil vem sendo, ano a ano, sucateada pela falta de políticas assertivas para a Segurança Pública.

“Somos a Polícia Investigativa e não conseguimos investigar devido à falta de investimento e a redução de recursos humanos, especialmente porque a cada nove dias um Delegado de Polícia abandona a carreira para atuar em outras carreiras jurídicas ou, ainda, em outras Unidades da Federação, considerando que o Estado de São Paulo, a maior economia do Brasil, ocupa a vigésima sexta posição no ranking salarial nacional da categoria entre os 27 entes federados”, esclarece Marilda Pansonato. Ainda segundo a presidente, a continuidade de ações semelhantes ao Alerta Vermelho realizado nesta segunda-feira estão diretamente condicionadas ao posicionamento do Governo do Estado.

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*