Preços agropecuários fecham o mês de abril em alta

O IqPR – Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista registrou alta de 3% no mês de abril, informa o Instituto de Economia Agrícola (IEA/Apta) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

agro alta2Dentre os produtos que apresentaram alta de preço, laranja para indústria (32,51%), batata (30,36%), laranja para mesa (23,18%), leite cru resfriado (11,39%) e banana nanica (10,38%) foram os que mais se destacaram. “A falta de chuva foi o principal fator indicativo das elevações repassadas às cadeias produtivas que sofreram os maiores impactos”, afirmam os pesquisadores José Alberto Angelo, Danton Bini e Rosana Pithan, autores do artigo.

Nas laranjas, segundo informações obtidas na região de Bebedouro, a alta ocorreu devido ao calor excessivo que aumentou a demanda pelo produto em um momento com poucas variedades de citros ofertadas no mercado. Para a batata, produto perecível e de grande consumo, principalmente no período da semana santa, a procura maior que a oferta elevou suas cotações. Já no final de abril, essas cotações começaram a recuar com a entrada da safra da seca.

O mesmo acontece com a banana, com a produção afetada, teve seus preços majorados, e no final de abril apresenta o recuo das cotações com oferta maior do produto, porém com o tamanho dos cachos menores. No caso do leite cru resfriado, cuja variação mensal foi de 11,39%, a seca que ocorreu nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, em plena safra, comprometeu as pastagens afetando a produção. Exigiu-se, com isso, que o produtor aumentasse seus custos devido à necessidade de suplementar a alimentação do gado.

Os produtos que apresentaram quedas mais expressivas de preços neste mês foram: o tomate para mesa (33,60%), o amendoim (5,57%), a carne de frango (5,14%), o milho (4,55%) e o algodão (3,16%).

Acumulado nos últimos 12 meses
No acumulado dos últimos 12 meses (abril/13 a abril/14), o IqPR registrou variação positiva de 13,37%. Os produtos que tiveram preços com incrementos em patamares mais elevados que a inflação acumulada nos últimos 12 meses foram: banana nanica (74,09%), laranja para indústria (52,49%), café (47,62%), laranja para mesa (38,65%), batata (31,59%), carne suína (29,03%), carne bovina (25,83%), soja (21,68%), leite cru resfriado (19,26%), milho (17,36%), trigo (16,33%), arroz (14,43%), ovos (13,18%) e carne de frango (11,04%).
Já os produtos que apresentaram reduções de preços foram o tomate para mesa (38,36%), o feijão (31,06%) e a cana-de-açúcar (3,30%).

As informações são do Instituto de Economia Agrícola.
alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*