Prefeitura adere ao programa federal Internet para Todos


Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018 às 18h31


São Paulo já conta com 120 pontos de acesso gratuito à internet distribuídos pela cidade; adesão ao programa visa ampliar conexão em áreas periféricas. As informações são da Prefeitura de São Paulo.

O prefeito João Doria e o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, assinaram nesta segunda-feira (26) um protocolo de interesse do município em aderir ao programa federal Internet para Todos, cujo objetivo é democratizar o acesso à informação e ampliar a rede de conectividade de todo país.

 

O prefeito João Doria e o mnistro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Gilberto Kassab, falam à imprensa, após a assinatura do protocolo de interesse do município de São Paulo em participar do programa Inernet para Todos. Foto: Heloisa Ballarini/SECOM

 

“Estamos levando este programa a todo o país, e São Paulo, nossa principal cidade, também participa do ‘Internet para Todos’, o que vai permitir acesso à banda larga para a população. A internet é ferramenta de inclusão social, de conhecimento, educação, entretenimento e interação, e o programa vai levar banda larga a qualquer localidade que não tenha acesso à banda larga”, disse o ministro Kassab.

“Esse programa permite que toda a cidade gradualmente possa ter acessibilidade, fazendo de São Paulo a primeira grande cidade brasileira a estar completamente conectada”, ressalta o prefeito João Doria.

A iniciativa visa ampliar a cobertura de banda larga no município, que já conta com 120 pontos de acesso gratuito dispostos nos parques e praças da capital. A meta da atual gestão é aprimorar a qualidade do serviço prestado e levar o acesso à internet para mais equipamentos públicos como bibliotecas, centros esportivos, pontos turísticos e Unidades Básicas de Saúde, entre outros.

Para o secretário municipal de Inovação e Tecnologia, Daniel Annenberg, a inserção de São Paulo no programa Internet para Todos reforça o compromisso da Prefeitura de conectar todo cidadão paulistano com o futuro.

“Estamos concluindo os estudos que irão direcionar a ampliação da rede de wifi da cidade. De acordo com o Programa de Metas, nosso objetivo é duplicar os mais de 100 pontos de acesso atuais, mas todos os esforços são no sentido de chegar a mais de 500 localidades”, destaca.

Programa federal

O Internet para Todos é uma ampliação do programa Gesac (Governo Eletrônico – Serviço de Atendimento ao Cidadão), responsável por levar internet a escolas, hospitais, postos de fronteira e quilombos, em áreas remotas que não dispõem de outros meios de conexão.

No caso de São Paulo, o programa deverá ser implementado em regiões periféricas, onde a infraestrutura de comunicação móvel encontram-se defasada. O Internet para Todos oferecerá a conexão a preços reduzidos, pois as empresas credenciadas terão isenções de impostos e podem oferecer serviço a valores bem menores. O objetivo é garantir a quem mora nesses locais condições para contratar um plano acessível de acesso à internet.

A Telebras é credenciada pelo Ministério para garantir a execução do programa. Outras operadoras também podem ser credenciadas. As conexões do Internet para Todos serão feitas por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), em órbita desde maio de 2017 e com previsão de 18 anos de vida útil. Primeiro satélite geoestacionário brasileiro de uso civil e militar, o equipamento tem capacidade para cobrir todo o território nacional. O projeto é uma parceria entre MCTIC e Ministério da Defesa, com investimentos estimados em R$ 2,7 bilhões.

A iniciativa exige que os municípios interessados em aderir ao programa façam suas inscrições previamente junto ao MCTIC. Caberá às prefeituras indicar as localidades passíveis de atendimento e assinar o termo de adesão.

Este termo define a infraestrutura básica e as condições necessárias para a instalação da antena e dos equipamentos. Os municípios podem indicar mais de uma localidade para receber a banda larga e sugerir pontos que não estejam na lista a ser divulgada pelo MCTIC.


Fonte: Secretaria Especial de Comunicação da Prefeitura da Cidade de São Paulo

Mascaramento de irregularidades no parque do Tatuapé só adia soluções, vídeos. O mesmo tanque de insetos, com os cadeirões usados pelos guarda-vidas nas piscinas jogadas em seu interior. Nem parece que estamos em São Paulo, num dos seus bairros mais valorizados. Foto: aloimage

Leia mais sobre
ALÔ SÃO PAULO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro
Assista ao programa de TV Ciência Aberta
Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo
STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo
Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo
Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo
Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula
Centro Esportivo do Tatuapé: obra abandonada e larvas de pernilongos, vídeo
  • Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro

  • Assista ao programa de TV Ciência Aberta

  • Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo

  • STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo

  • Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo

  • Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo

  • Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula

  • Centro Esportivo do Tatuapé: obra abandonada e larvas de pernilongos, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*