Prefeitura projeta parque no Campo de Marte e ignora centro esportivo no Tatuapé


Quinta-feira, 25 de outubro de 2017 às 18h17


Se conseguir seu intento o prefeito João Doria, irá transformar o lugar sem gastar nada. Quem vai bancar as obras é a iniciativa privada, ideia que já poderia ter sido aproveitada no Tatuapé.

Gerson Soares

No dia 7 de agosto último, o presidente Michel Temer e o prefeito João Doria, firmaram um acordo de transferência de parte do Campo de Marte à administração Municipal, uma área de aproximadamente 400 mil metros quadrados. A questão, segundo a Prefeitura, era discutida havia 61 anos. Nesta terça-feira, o Prefeito apresentou o projeto que é meritório, para agradar a todos o parque terá um museu aeroespacial, lembrando Santos Dumont, e até “cachorródromo”. Au, au!

No bojo dessa feliz iniciativa até aqui, vislumbramos o parque Brigadeiro Eduardo Gomes, no Tatuapé, um dos mais antigos do bairro. Do nosso ponto de vista, ao invés de abandoná-lo como ocorre, seria melhor que parte dele ou integralmente, fosse dado à iniciativa privada, tivesse a mesma chance de um projeto tão bonito e interessante quanto o Campo de Marte na zona Norte, através do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI).

 

Uma das últimas partidas de futebol no Centro Esportivo Brigadeiro Eduardo Gomes, antes de ser totalmente fechado. Repare que os tapumes já cercavam o local, somente os campos ainda funcionavam, além de alguns precários aparelhos de ginástica ao ar livre, mais usados pelos idosos. Foto: aloimage/arquivo/20-03-2016

 

O PMI se refere ao Decreto nº 8.428, de 2 de abril de 2015, é relativamente novo e foi assinado pela então presidente Dilma Roussef. Ele dispõe sobre o Procedimento de Manifestação de Interesse a ser observado na apresentação de projetos, levantamentos, investigações ou estudos, por pessoa física ou jurídica de direito privado, a serem utilizados pela administração pública.

O PMI também poderia se aplicar ao parque do Tatuapé e haveria um motivo ainda maior para que isso acontecesse, já que foi a Prefeitura que o levou ao atual estado de calamidade, diferente do Parque Campo de Marte, onde tudo será lindo e representa mais uma vitória brilhante para o currículo pessoal de Doria, que após 61 anos consegue desencalhar esta questão. Politicamente é uma aproximação ao líder Temer, cujas raízes também estão em São Paulo e os tentáculos se estendem até Brasília.

Há exatos 30 dias, no dia 27 de setembro, estivemos em uma reunião com pais de alunos para ouvir o que tinham a dizer sobre o Centro Esportivo Brigadeiro Eduardo Gomes, que abriga a EMEI Quintino Bocaiuva. Todos concordam que a situação precisa ser revista. No entanto, as mentes se confundem com o que cabe à Prefeitura no que diz respeito ao parque. “Mas não iam construir um CEU aqui?”, continuam imaginando e esperando pela obra que se depender da atual gestão não virá. Depois do encontro, onde estiveram presentes em torno de 15 a 20 pessoas, recebemos uma única manifestação, logo no dia seguinte:

“Esta obra é uma vergonha. Destruíram o parque onde meu cunhado fazia caminhadas após sair do escritório e meu filho usava a piscina e fazia aula de capoeira. A EMEI Quintino Bocaiúva perdeu o espaço onde fazia atividades lúdicas como ‘Caça ao Saci’, piqueniques, projeto horta… além do estacionamento de seus funcionários. E o que ganhamos com isso? Derrubaram árvores, aumentou o número de ratos e focos de mosquito da dengue, o carro de uma professora foi furtado, perdemos um parque e ganhamos um cenário feio e sujo. E tudo isso num local onde não há demanda para um CEU. Estou indignada!!!!”. Nome do autor deste desabafo foi preservado.

Uma cidade linda está sendo construída, em breve não será difícil observá-la em campanhas. No dia 13 de setembro pedimos uma posição administrativa ao prefeito João Doria sobre o parque Brigadeiro Eduardo Gomes, diretamente à sua assessoria. Nem ele e nem as secretarias envolvidas responderam até hoje. As únicas respostas estão nas matérias publicadas anteriormente a esta.

O Tatuapé, nossa reportagem, a vizinhança, continuam vendo a invasão diária do lugar, para fins diferentes para os quais foi projetado há muito tempo. Uma vergonha. Os brasileiros não gostam de política – têm motivos de sobra para isso –, mas são governados por quem gosta.

Assista ao vídeo da apresentação do Parque Campo de Marte pelo prefeito João Doria na zona Norte e compare com a situação do Centro Esportivo Brigadeiro Eduardo Gomes na zona Leste.


Prefeitura apresenta projeto do novo Parque Campo de Marte

João Doria News
Publicado em 24 de out de 2017

CEU Carrão não terá continuidade e Prefeitura cogita abri-lo nestas condições, com tapumes para preservar a segurança da população: uma afronta ao tradicional bairro do Tatuapé e à população da zona Leste. Foto: aloimage

Leia mais sobre
TATUAPÉ/BAIRRO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo
Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo
Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo
Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes
Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo
Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo
Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
  • Programa PIPE para inovação em São Paulo, vídeo

  • Deputados querem votar mudanças no sistema eleitoral e fundo público de campanhas, vídeo

  • Continue acompanhando do espaço os movimentos do furacão Irma, vídeo

  • Liderada pelo deputado André Fufuca, Câmara vota pautas importantes

  • Sessão conjunta do Congresso Nacional, ao vivo

  • Plenário da Câmara dos Deputados, ao vivo

  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*