Queda do Muro de Berlim, 25 anos depois


Domingo, 9 de novembro de 2014, às 12h20

 

Hoje, a Alemanha comemora a queda do Muro de Berlim, que começou a cair em 1989, antes mesmo da primeira derrubada.

Wikipedia – O Muro de Berlim (em alemão Berliner Mauer) era uma barreira física construída pela República Democrática Alemã (Alemanha Oriental - comunista) durante a Guerra Fria, que circundava toda a Berlim Ocidental (capitalista), separando-a da Alemanha Oriental, incluindo Berlim Oriental.

Portão de Brandemburgo: Alemães em pé em cima do muro, em 1989, ele começaria a ser destruído no dia seguinte. Foto: Wikipedia

Portão de Brandemburgo: Alemães em pé em cima do muro, em 1989, ele começaria a ser destruído no dia seguinte. Foto: Wikipedia

Este muro, além de dividir a cidade de Berlim ao meio, simbolizava a divisão do mundo em dois blocos ou partes: República Federal da Alemanha (RFA), que era constituído pelos países capitalistas encabeçados pelos Estados Unidos; e a República Democrática Alemã (RDA), constituído pelos países comunistas, sob o jugo do regime soviético.

Construído na madrugada de 13 de Agosto de 1961, dele faziam parte 66,5 km de gradeamento metálico, 302 torres de observação, 127 redes metálicas eletrificadas com alarme e 255 pistas de corrida para ferozes cães de guarda. Este muro era patrulhado por militares da Alemanha Oriental Comunista com ordens de atirar para matar (a célebre Schießbefehl ou “Ordem 101”) os que tentassem escapar, o que provocou, segundo dados do regime comunista, a morte a 80 pessoas, 112 feridos e milhares aprisionados nas diversas tentativas de fuga para o ocidente capitalista, além de separar, até sua queda, dezenas de milhares de famílias berlinenses que ficaram divididas e sem contato algum.

Os números de mortos, feridos e presos é controverso, pois os dados oficiais do fechado regime comunista são contestados por diversos órgãos internacionais de Direitos Humanos.

Portão de Brandemburgo, na noite de novembro de 2014 e os balões que simbolizam a queda do muro, 25 anos depois. Foto: Daniel Bueche

Portão de Brandemburgo, na noite de novembro de 2014 e os balões que simbolizam a queda do muro, 25 anos depois. Foto: Daniel Bueche

A distinta e muito mais longa fronteira interna alemã demarcava a fronteira entre a Alemanha Oriental e a Alemanha Ocidental. Ambas as fronteiras passaram a simbolizar a chamada “cortina de ferro” entre a Europa Ocidental e o Bloco de Leste.

Da mesma forma que foi o símbolo do começo da Guerra Fria, também foi ícone do seu fim. Nos últimos anos da década de 80, a URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) entrou em colapso e diversas manifestações começaram a surgir nas duas partes da Alemanha, reivindicando a destruição do muro de Berlim.

O Muro de Berlim começou a ser derrubado na noite de 9 de Novembro de 1989 depois de 28 anos de existência. O evento é conhecido como a queda do muro. Antes da sua queda, houve grandes manifestações em que, entre outras coisas, se pedia a liberdade de viajar. Além disto, houve um enorme fluxo de refugiados ao Ocidente, pelas embaixadas da RFA, principalmente em Praga e Varsóvia, e pela fronteira recém-aberta entre a Hungria e a Áustria, perto do lago de Neusiedl.

 

Assista o vídeo publicado pelo Google no Doodle neste dia simbólico para a humanidade.

The 25th Anniversary of the Fall of the Berlin Wall Google Doodle

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*