Reforma política


Quarta-feira, 25 de março de 2015, às 08h40


‘Sacos de dinheiro’ foram colocados em frente ao Congresso Nacional, na manhã de ontem (24), pedindo o fim do financiamento privado de campanhas. A ação faz parte da Semana Nacional de Mobilização pela Reforma Política.

O protesto é contra qualquer tipo de financiamento de campanhas eleitorais de políticos ou partidos, diferente da proposta que está sendo levada ao Congresso. A proposta diz que determinada empresa poderia financiar este ou aquele candidato ou partido e ficaria restrita a essa única doação para a campanha.

Segundo divulgado pelo Correio Braziliense, as organizações que integram a coalização defendem que o financiamento empresarial é uma das causas de corrupção e citam como exemplo as denúncias investigadas na Operação Lava Jato.

“Empresa não é eleitor, ela não vota. Então, não tem porque ela participar das campanhas eleitorais, isso cria uma distorção no processo democrático e vai contra o conjunto da população”, diz o diretor do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), Carlos Alves Moura. “Ela participa da eleição e depois vai cobrar a fatura por meio de contratos, isso deturpa o processo eleitoral e acaba promovendo a corrupção,” defendeu, conforme informou o Correio Braziliense.

Semana Nacional de Mobilização pela Reforma Política. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Sacos de dinheiro contra o financiamento empresarial de campanhas. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*