Restauração da Igreja da Ordem Terceira de SP

Alckmin reinaugura Igreja da Ordem Terceira após obras de restauro. Um dos símbolos históricos de São Paulo, igreja recebeu investimento de R$ 12,5 milhões para a recuperação da estrutura e já está aberta ao público.

O governador Geraldo Alckmin reinaugurou nesta sexta-feira, 23, a Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco, pertencente à Venerável Ordem Terceira de São Francisco da Penitência. Considerado um dos mais importantes remanescentes do século XVIII, o prédio teve toda a estrutura restaurada por meio de um convênio entre a Mitra Arquidiocesana de São Paulo e o Governo do Estado, que investiu o total de R$ 12,5 milhões. O templo estava fechado desde 2007 e a obra permitiu a reabertura à população.

Construída em taipa de pilão, adobe e pau-a-pique, a igreja foi inaugurada em 1788 e é um relevante patrimônio histórico de São Paulo - tombada pelo Condephaat em 1982. Com grande parte do projeto assinado por Frei Galvão, membro da Ordem Franciscana na época, o edifício tem estilo barroco-rococó, destacando-se na paisagem do centro da capital paulista.

“A Igreja da Ordem Terceira de São Francisco de Assis retrata bem a história de São Paulo e tem grande valor histórico e cultural”, disse o governador Geraldo Alckmin na inauguração. “É uma igreja do século XVIII, projetada e construída por Frei Galvão, outro franciscano que também é santo. É uma benção para São Paulo ter uma igreja dedicada a um santo e construída por outro ligado à cultura e à história paulista”, afirmou.

O restauro permitiu a recuperação desta simbólica igreja, que teve toda a sua estrutura consolidada, garantindo a retomada das atividades religiosas. A obra também permite que sejam iniciados os estudos necessários para embasar o restauro artístico, que agora poderá ser feito com a igreja aberta.

Na primeira fase, a construção recebeu intervenções no telhado, ponto fundamental para a conservação de edifícios construídos com terra. A estrutura de madeira da cobertura foi parcialmente substituída por uma nova de aço, assim como os pisos no pavimento superior. Novas coberturas de vidro foram instaladas, uma na galeria superior e outra no térreo junto ao recuo.

Depois, foram realizados conservação e restauro de revestimentos das paredes, consolidação de pinturas decorativas, esquadrias, recomposição estrutural e montagens dos altares, forros da Nave, Capela-Mor, da Sala do Jazigo e das capelas de Nossa Senhora da Conceição e São Miguel.

Entre tantas outras ações, as intervenções também contemplaram o coro, escadas de madeira, mobiliários de culto, o pequeno claustro nos fundos da igreja e vitrais. Além disso, houve a inserção de elementos novos e contemporâneos, como as escadas metálicas, bancos externos e a citada cobertura de vidro do recuo lateral. O restauro das fachadas e a proteção do adro com fechamento em vidro foi realizado pela Mitra Diocesana por meio da Lei Rouanet, com projeto aprovado pelo Condephaat em 2010.

A intervenção teve ainda a implantação de sistema de segurança patrimonial, acessibilidade a todo o edifício, incluindo adaptação de banheiros, instalação de elevador e sonorização.

Restauro artístico e audioguia

A Igreja da Ordem Terceira recebe apoio da Secretaria de Estado da Cultura para mais dois projetos. O restauro artístico de telas coloniais, pertencentes ao seu acervo, recebeu investimento de R$ 137,5 mil do ProAC Editais – uma das modalidades do programa de incentivo à cultura do Estado de São Paulo. São ao todo oito telas contempladas pelo projeto.

Já o projeto de criação e implantação de audioguias para visitação à Igreja teve R$ 965 mil aprovados para captação no ProAC ICMS – modalidade da lei de incentivo à cultura que funciona por meio de patrocínios incentivados. A aprovação ocorreu em fevereiro e o projeto agora está em fase de captação junto a patrocinadores.

  • Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco, pertencente à Venerável Ordem Terceira de São Francisco da Penitência, no centro da capital. Foto: Alexandre Moreira.
  • Governador Geraldo Alckmin reinaugura a Igreja da Ordem Terceira após obras de restauro. Foto: Alexandre Moreira
  • A Igreja foi restaurada por meio de convênio entre a Mitra Arquidiocesana de São Paulo e o Governo do Estado, que investiu R$ 12,5 milhões nas obras. Foto: Alexandre Moreira
  • A igreja, inaugurada em 1788, é um relevante patrimônio histórico de São Paulo, tombada pelo Condephaat em 1982. Foto: Alexandre Moreira
  • Relevada a importância histórica e cultural da Igreja da Ordem Terceira de São Francisco. Foto: Alexandre Moreira
  • O templo estava fechado desde 2007 e a obra de restauro permitiu a reabertura à população. Foto: Alexandre Moreira
alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*