São Paulo lança Selo Parceiros do Recomeço

O intuito é também estabelecer parcerias com iniciativas privadas para contratar pessoas que saem do Programa Recomeço.

Selo também é concedido às organizações públicas e instituições da sociedade civil que desenvolvem projetos e ações em prol dos dependentes químicos. Foto: Diogo Moreira

Selo também é concedido às organizações públicas e instituições da sociedade civil que desenvolvem projetos e ações em prol dos dependentes químicos. Foto: Diogo Moreira

O governador Geraldo Alckmin lançou nesta terça-feira, 27, o Selo Parceiros do Recomeço. A iniciativa estabelece parcerias com a iniciativa privada para o desenvolvimento de projetos aos dependentes químicos em reabilitação no Programa Recomeço – uma ação integrada entre diversas secretarias do Governo do Estado, o Poder Judiciário, o Ministério Público, a Defensoria Pública e a sociedade civil.

“Ao fazer parceria com essas empresas nós estamos dando um passo muito importante para a reinserção dos nossos pacientes no mercado de trabalho”, declarou o governador Geraldo Alckmin.

Segundo a secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania (SJDC), o Selo será concedido a organizações públicas, privadas e da sociedade civil que desenvolvam programas, projetos ou ações de prevenção, tratamento, reinserção social, acesso à justiça e cidadania e de redução de situações de vulnerabilidade social e de saúde a dependentes químicos, especialmente do crack, e seus familiares, em seus ambientes e em suas áreas de atuação. A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania será a responsável pela gestão das parcerias.

O Programa Recomeço já reinseriu no mercado de trabalho, por meio de um projeto-piloto, 51 pessoas, que foram capacitadas e empregadas pela Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, pelo Instituto Bairral de Psiquiatria e pela SPFW e o ateliê do estilista Samuel Cirnansck.

O Selo será concedido a organizações que desenvolvam ações de prevenção, tratamento e reinserção social dos dependentes químicos. Foto: Diogo Moreira

O Selo será concedido a organizações que desenvolvam ações de prevenção, tratamento e reinserção social dos dependentes químicos. Foto: Diogo Moreira

Etapas

A instalação de um Plantão Judiciário no Cratod, que une saúde e Justiça no mesmo espaço, em janeiro de 2013, foi o embrião do Programa Recomeço. Nesse período, houve no local mais de 13 mil atendimentos. Destes, 4.367 resultaram em internações. A maioria das internações ocorreu de forma voluntária, totalizando 3.898 casos. Além destes, outros 31.966 pacientes foram internados na rede estadual para tratamento da dependência química.

“O Programa tem um trabalho de prevenção feito pelo Proerd, pela Polícia Militar; um trabalho de abordagem, no qual nós temos mais de 80 agentes nas ruas conversando com dependentes químicos; e o tratamento, que é feito em unidades do Cratod, do Caps, e internações”, explicou o governador.

Atualmente, o Governo de São Paulo tem 2.373 vagas que abrangem tratamento de saúde em clínicas e hospitais e acolhimento terapêutico. A meta do programa é oferecer 3.000 vagas até o fim deste ano.

Governador Geraldo Alckmin lança o Selo Parceiros do Recomeço para recolocar dependentes químicos no mercado de trabalho. Foto: Diogo Moreira

Governador Geraldo Alckmin lança o Selo Parceiros do Recomeço para recolocar dependentes químicos no mercado de trabalho. Foto: Diogo Moreira

Conforme as informações da SJDC, o Programa Recomeço instalou um serviço na esquina das ruas Helvétia e Dino Bueno, voltada à assistência de dependentes químicos. Uma equipe formada por 80 profissionais da área de saúde e social fazem abordagem e prestam atendimento no espaço. A ação foi iniciada em dezembro de 2013, realizou mais de 10 mil abordagens nas ruas e encaminhou cerca de três mil pessoas para tratamento.

Para auxiliar os familiares, foi implantado o serviço Recomeço Família nos Centros de Integração da Cidadania (CIC), programa da Secretaria da Justiça com unidades localizadas em regiões de alta vulnerabilidade social na cidade e no Estado, e no Cratod. A família conta com atendimento de psicólogos, conselheiros e integrantes do grupo de mútua ajuda Amor Exigente.

Na área de prevenção, o Governo atua por meio de programas como o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) e o “Prevenção Também se Ensina”, feitos com alunos e professores das escolas públicas estaduais.

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*