Seja um Homem de Bem


Publicado em 4 de março de 2014 às 15h25

“Com que palavras poderemos deplorar assaz o infortúnio de viver sob um governo como o nosso?”

Rui Barbosa (1849–1923)

 

homem de bem


Gostaria que pudessem existir palavras que definissem toda a indignação que toma conta de mim e provavelmente de grande parte da nação brasileira diante do fato de que os mensaleiros em breve estarão gozando de suas liberdades plenas, por seus atos não terem sido considerados como formação de quadrilha. Sendo assim, terão redução de penas. Na verdade já brandas, de uma forma ou de outra, por todos os transtornos que causam até hoje.

Gostaria que a simples palavra indignação, pudesse traduzir todo o peso que essa decisão deixará para as próximas gerações de brasileiros. O Brasil não é sem-vergonha, o Brasil tem vergonha; não de ser brasileiro, mas de viver num braseiro.

Gostaria que existissem traduções e palavras para podermos explicar às nossas crianças nas escolas, aos nossos filhos e aos nossos netos, que é errado tomar atitudes que prejudiquem o nosso semelhante e praticar atos que nos envergonharão como homens e como nação. Mas que não somos coniventes com isso, que nós seus pais, avós, tios, madrinhas, padrinhos, irmãos, que nós brasileiros não concordamos com atos de corrupção e malandragem. Pessoas que fazem isso são julgadas e se condenadas, às vistas de todos pagam pelos seus atos.

Gostaria que uma criança não perguntasse então: Mas por que os homens julgados no caso do Mensalão, logo estarão soltos e pessoas que cometem delitos muito menores passam anos numa cela? Nesse instante eu gostaria de poder explicar ao pequeno que são decisões que independem da nossa vontade, são leis. E ele retrucaria: Mas as leis não favorecem os homens de bem? E nosso diálogo teria um final melancólico. Eu esperaria que ele crescesse, ficasse mais velho. Eu esperaria que ele carregasse todo o peso durante duas ou três décadas e aí então eu poderia lhe perguntar: Meu querido filho, lembra-se de quando era criança e me perguntou sobre as leis? Você entendeu agora como aqueles homens puderam ser liberados de suas faltas através das leis e outros homens com menos poder permaneceram presos?

Eu gostaria que meu filho fosse um homem de bem, que meus netos também. E assim, sucessivamente, formaríamos uma nação que se orgulhasse dos seus atos, que tivesse um passado para olhar, um presente para se espelhar e o futuro para sonhar.

Parabéns aos mensaleiros, logo estarão livres. Aliás, sempre estiveram, nunca devem ter tido a sensação de perda da liberdade, pois acreditam na impunidade.

Parabéns àqueles que tentaram com todas as suas forças, dar um exemplo de que no Brasil pode haver Justiça, mas infelizmente fracassaram e fracassam a cada dia. Ah! Brasil. Talvez, esse nome dado pelos portugueses, pelo rubro da madeira dos nossos litorais que lembrava-lhes a brasa, tenha selado o destino de quem aqui nasce ter de viver num braseiro.

Gostaria de poder me expressar melhor para traduzir os sentimentos que descrevi aqui. Mas se me faltam palavras, não me falta coragem, lágrimas pelos que padecem enquanto outros enriquecem, nem orgulho de ser brasileiro.

Apesar de que no Brasil o crime compensa, ainda acredito que a Justiça sempre vence, o lado bom sempre vence. Portanto, seja um Homem de Bem.

Por Gerson Soares
Presidente Dilma participa do encerramento da 5ª Marcha das Margaridas, no estádio Mané Garrincha. Evento inflado com patrocínio de dinheiro público em prol do governo. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Presidente Dilma participa do encerramento da 5ª Marcha das Margaridas, no estádio Mané Garrincha. Evento inflado com patrocínio de dinheiro público em prol do governo. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Leia mais sobre
POLÍTICA

 

Brasíllyawood, o show cinematográfico de baixa qualidade que se vê em Brasília diariamente. Ilustração; aloart

Brasíllyawood, o show cinematográfico de baixa qualidade que se vê em Brasília diariamente. Ilustração; aloart

Leia mais sobre
OPINIÃO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d
Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro
Assista ao programa de TV Ciência Aberta
Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo
STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo
Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo
Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo
Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula
  • Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d

  • Cineasta sueco registrou a paisagem carioca vista do morro

  • Assista ao programa de TV Ciência Aberta

  • Alckmin inaugura estações com Operação Assistida grátis na ZL, vídeo

  • STF julga Habeas Corpus de Lula, assista ao vivo

  • Stella Artois | Buy A Lady A Drink – Social Experiment, vídeo

  • Centro faz pesquisas para tratar e prevenir a obesidade, vídeo

  • Acompanhe ao vivo o julgamento do recurso do ex-presidente Lula

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*