Semáforos + inteligentes

Sinais do tipo semáforo controlados por caixa de sinal elétrico em Friedberg na linha Friedberg-Friedrichsdorf. As luzes equipadas com LEDs obtêm sua energia a partir de duas células solares. Foto: MdE (de) / Wikipedia

Semáforo alimentado por energia solar em Pequim. Foto: FHKE / flickr

Terça-feira, 15 de julho de 2014 às 8h23

Se aprovado, o Projeto de Lei (PL) 304/2014 vai obrigar a prefeitura a trocar gradualmente os semáforos do município, instalando equipamentos alimentados com energia solar.

CMSP – Em tramitação na Câmara Municipal desde junho, a proposta é de autoria do vereador Eduardo Tuma (PSDB).Embora não estipule um prazo para a troca, o texto determina que todos os semáforos instalados ou trocados a partir da sanção do projeto utilizem energia solar. Ficaria a cargo do Executivo elaborar um cronograma para a substituição.

Na justificativa do projeto, Tuma argumenta que as condições do país são extremamente propícias para a utilização desse tipo de tecnologia. “Países como os Estados Unidos e alguns europeus, com menor incidência de luz solar, estão mais avançados do que nós. Na China 80% do aquecimento de água é feito através de energia solar - a cidade de Rizhao, com cerca de 3 milhões de habitantes, tem aquecedores solares em 99% das casas. Lá os sinais de trânsito têm células fotovoltaicas”, informa o tucano.

“As vantagens da energia solar ficam evidentes quando os custos ambientais de extração, geração, transmissão, distribuição e uso final de fontes fósseis de energia são comparados à geração por fontes renováveis, como elas são classificadas”, completa o parlamentar no texto.

O projeto ainda precisa passar pela avaliação das comissões de mérito antes de ter condições de ser votado em plenário.

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*