Após 24 anos, Alemanha conquista o tetracampeonato
jul14

Após 24 anos, Alemanha conquista o tetracampeonato

Segunda-feira, 14 de julho de 2014 às 10h42 – Atualizado às 15h22 Ivan Richard e Carolina Pimentel – Repórteres da Agência Brasil Editores: Carolina Pimentel e Valéria Aguiar Edição final: Alô São Paulo Final da Copa do Mundo, Rio de Janeiro – Vinte e quatro anos depois e novamente com vitória sobre a Argentina, a Alemanha vence a Copa do Mundo e torna-se tetracampeã, assim como a Itália e com um título a menos que a seleção brasileira. Organização, disciplina, técnica e carisma marcaram a campanha dos europeus, que nas semifinais golearam o Brasil por 7 a 1, no Estádio do Mineirão. Autor do gol que deu o título para a Alemanha, a oito minutos do fim da prorrogação, Mario Götze foi escolhido o melhor em campo.       Os alemães terminam o Mundial invictos e com o melhor ataque da competição. Liderada por Lionel Messi, eleito quatro vezes melhor jogador do mundo, a seleção argentina segurou o ataque alemão até os sete minutos do segundo tempo da prorrogação. Com o título, a Alemanha torna-se a terceira tetracampeã de futebol, e a primeira seleção europeia a vencer uma Copa do Mundo fora do continente europeu. O time de Joachim Löw recebeu a Taça da Copa das mãos da presidenta Dilma Rousseff. O time levará para Berlim uma réplica banhada a ouro do troféu. Com o título, os alemães repetem a história de Brasil e Itália na conquista do tetracampeonato. Depois de se tornar tricampeão em 1970, o Brasil só voltou a vencer em 1994, 24 anos depois. Já a seleção italiana, conquistou o tri em 1982 e duas décadas e quatro anos voltou a erguer a taça. Assim como a agora tetracampeã Alemanha, cujo o último título havia sido em 1990.   Copa no Brasil foi um sucesso, diz Blatter ao passar sede à Russia O presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter, disse ontem (13), em cerimônia fechada no Estádio do Maracanã que marcou a transferência da sede do Brasil para a Rússia, com a presença dos presidentes Dilma Rousseff e Vladimir Putin, que a Copa do Mundo de 2014 foi um sucesso. Na ocasião, Blatter apresentou um certificado de transferência simbólica do evento para Putin e entregou bolas oficiais da partida autografadas aos dois chefes de...

Leia mais
Legado da Copa é sempre mencionado por autoridades
jul14

Legado da Copa é sempre mencionado por autoridades

Segunda-feira, 14 de julho de 2014 às 11h14 – Atualizado às 15h12 Gerson Soares “A Copa do Mundo da Fifa no Brasil apresentou uma mensagem muito especial – uma mensagem de união, conectando as pessoas, uma mensagem de paz e antidiscriminação”, disse Blatter antes do jogo entre Argentina e Alemanha. “A Copa do Mundo em 2014 foi de muito sucesso e certamente veremos um legado neste país”, divulgou a Agência Brasil. A preocupação em deixar um legado foi uma constante nas falas da presidente Dilma Roussef, do ministro Aldo Rebelo e do presidente da Fifa Joseph Blatter. A maneira como isso foi dito durante os últimos sete anos, ficou parecendo que só a Copa da Fifa poderia executar tal benefício no Brasil. A verdade é que para garantir o legado – que deveria ser devidamente relacionado para que todos pudessem ter acesso –, os gastos foram gerados e a conta será paga pelos brasileiros. Quanto ao famigerado legado, só o tempo poderá mostrar, o que se espera é que venha mesmo.     Quanto aos exemplos de abnegação, esforço, equipe, sacrifício, disciplina, autoestima, honestidade e educação, entre outras qualidades que a prática esportiva proporciona, vieram da equipe alemã, tão bem demonstrados em campo e fora dele. Outro exemplo foi dado pela Delegação da Argélia que doou o prêmio de 9 milhões de euros pela sua colocação na Copa aos palestinos da faixa de Gaza. Estes são feitos que os atletas nos legam, pois aprendem humildade suando e conhecendo suas limitações e habilidades. Estas atitudes, como a da delegação alemã que doou uma ambulância aos índios Pataxós, na verdade já seria um bom legado a quaisquer povos, boas lembranças da Copa e motivo de inspiração aos jovens, às crianças de todo o mundo, não só aos brasileiros. No entanto, as máximas autoridades e organizadores da Copa do Mundo no Brasil subvertem-nos, diante de mais alguns episódios deprimentes de irregularidades e maus costumes – não que os brasileiros não estejam habituados – como a venda ilegal de ingressos e prisões de envolvidos pelos agentes da Polícia Federal, casos de corrupção na CBF, cujo presidente atual é José Maria Marin que assumiu após a renúncia do ex-presidente da entidade Ricardo Teixeira. A isenção de impostos à Fifa com mudanças na legislação brasileira exclusivamente para beneficiar a entidade, construção faraônica de estádios e as obras terminadas às pressas como a Arena Corinthians, construído principalmente pela preferência animada do declarado corintiano ex-presidente Lula.     Quanto ao Estádio Mané Garrincha, por exemplo, erguido em Brasília que nem sequer tem um time na primeira divisão do futebol brasileiro, um dos responsáveis pela administração disse que...

Leia mais
Não interferir, interferindo. Dá para entender?
jul13

Não interferir, interferindo. Dá para entender?

Domingo, 13 de julho de 2014 às 11h03   Gerson Soares Depois das lambanças e gastanças, Dilma e Rebelo, agora querem interferir também no futebol, mas negam o que afirmam. Escandalizados pelos fatos, os brasileiros se retiram para seus pensamentos, no que diz respeito à Seleção Brasileira, Copa do Mundo, Fifa, lucros, prejuízos e vergonha. A pior delas, é o sórdido envolvimento da Fifa na venda ilegal de ingressos, com a prisão de pessoas ligadas a empresas vinculadas à entidade, que também está sendo negado, mas os fatos mostram o contrário. A Polícia Federal prende, os habeas corpus soltam, a imprensa denuncia e um dos cabeças da venda ilegal foge pela ala de funcionários do Copacabana Palace.       Não bastasse o que todos assistiram no campo e na TV, reprisado nos mais diversos meios de comunicação existentes, o ministro do Esporte Aldo Rebelo, acredita que o problema está na ingerência (ou falta dela) governamental no futebol. Ao seu lado, fazendo coro, a presidente Dilma Roussef. O primeiro diz que “o governo e o próprio Estado brasileiros devem recuperar a capacidade de fiscalizar o que há de interesse público e nacional na administração do esporte”. Traduza-se futebol. “O Brasil não quer criar a Futebras. Quer, sim, acabar com a Futebrax e deixar de ser um mero exportador de talentos”, apoiou Dilma, também em nome do interesse público, referindo à saída dos jogadores do país para equipes do exterior. De acordo com a presidente, “o futebol, que é atividade privada, precisa ter as melhores práticas da gestão privada, nas áreas comercial, financeira e futebolística”, disse ontem (12). Ora, se assim é, esse assunto não deveria nem estar sendo debatido pelo governo. Parece que os dividendos da Copa ainda não foram suficientes e o PT quer continuar a enfadonha saga futebolística que iniciou desde quando o país conseguiu a façanha de ser eleito sede do mundial.     É hora de dar um basta nessa questão. Os placares dos dois últimos jogos (Alemanha 7 x 1 Brasil e Holanda 3 x 0 Brasil) já entraram para a história e estarão também nas estórias, anedotas e piadas. Chega! O governo brasileiro já se intrometeu o bastante e conseguiu desmoralizar a única esperança que restava espalhada nos ídolos do passado e do presente e nas conquistas. Se existe algum culpado pela desastrosa campanha da Seleção Brasileira de Futebol é o Comitê Organizador da Copa e o próprio governo que se fosse realmente voltado ao interesse nacional, jamais traria a Copa do Mundo para cá, não da forma como o país se encontra, não com a injustiça social reinante, a corrupção ativa e...

Leia mais
7 x 1
jul10

7 x 1

Quinta-feira, 10 de julho de 2014 às 12h14   Gerson Soares Sete a um, foi o resultado do jogo de terça-feira (8), onde a Seleção Brasileira sofreu uma derrota histórica. Esse time, da camisa amarelinha, a equipe canarinho é a única força existente no país capaz de unir todas as mentes. Nada mais no Brasil mescla um só pensamento como a Seleção.     Talvez, você não vá gostar do que lerá daqui em diante, por isso não peço que continue lendo. Mas se seguir e não acreditar em coisas inexplicáveis, acredite se quiser que o vexame de terça-feira, dia 8 de julho, também ficará marcado na história e na consciência nacional como algo sem explicação plausível. Não existe ciência no futebol, mas a catástrofe ficou estampada nos rostos e no choro incontido das crianças. Há vários tipos de especulações. Pode-se aventar a Máfia das Apostas, que teria ameaçado os jogadores. Pode-se buscar culpados entre a Comissão Técnica e em toda a equipe. A Fifa seria culpada, talvez a presidente Dilma. Quem sabe o maldito som das buzinas de mão – que estão muito acima do permitido e suportável –, aos menos ofensivos sons das cornetas ou vuvuzelas – como são chamadas na África – ou dos fogos de artifício que atormentam a vida de quem precisa descansar, trabalhar, estudar. Muita gente torceu a favor, porém um outro contingente queria que a bagunça terminasse logo. Pessoas doentes não estão comemorando nada com as bombas a espocar ao lado de suas janelas, bebês não entendem a barulheira que atormenta seus ouvidos sensíveis, ainda em formação e choram. Dependendo da distância, as bombas podem causar danos permanentes às crianças. Fato pior acontece à audição dos animais domésticos. A mídia, que deixará de faturar alguns milhões devido ao fim antecipado da Copa do Mundo faz comentários desde as 19h do dia 8 sobre o fato e ainda não conseguiu encontrar um culpado ou responder como aconteceu o 7 x 1. A fim de preencher os horários, tenta explicar a situação aos telespectadores, envolvendo-os entre a euforia e o conformismo. “O futebol é assim mesmo”, diria um dos apresentadores das grandes redes. Não acredito nisso. Diria que algo muito maior aconteceu ontem. Vindo dos céus ou da terra mesmo, uma gigantesca mão invisível colocou os gols da Alemanha nas redes do Brasil. Reflito: isto não é possível. Muito mais provável os jogadores terem deixado o time alemão vencer para mostrar ao mundo que tipo de país foi construído desde a última derrota em 1950, quando diante de um Maracanã transbordante, o Brasil chorou. Esta derrota foi muito pior, não houve nada para lembrar,...

Leia mais
Felipão prepara duelo contra Alemanha
jul07
Leia mais
Zúñiga tira Neymar da Copa e sai ileso
jul07

Zúñiga tira Neymar da Copa e sai ileso

Segunda-feira, 7 de julho de 2014 às 20h51 – Atualizado às 21h50 Fifa decide não punir zagueiro colombiano que atingiu Neymar pelas costas Douglas Corrêa – Repórter da Agência Brasil Edição: Nádia Franco A Federação Internacional de Futebol (Fifa) decidiu não punir o zagueiro colombiano Zúñiga pela falta cometida no final do segundo tempo do jogo das quartas de final que tirou o atacante Neymar da Copa do Mundo. O Comitê Disciplinar da entidade distribuiu um comunicado oficial explicando os motivos pelos quais não poderia punir o atleta.       No documento, o comitê informou também que não poderá atender ao pedido da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de cancelar o cartão amarelo aplicado ao jogador Thiago Silva durante a mesma partida, na última sexta-feira (4). Segundo o comitê, não há base legal para concessão de tal pedido. A nota ressalta que o comitê lamenta profundamente o incidente e as graves consequências para a saúde de Neymar. O documento informa ainda que, depois de analisar a questão e os documentos enviados pela CBF, a Fifa concluiu que as condições descritas em seu código disciplinar (CDF) não permitem que o Comitê Disciplinar intervenha em tal situação. De acordo com a Fifa, no caso da falta sofrida pelo jogador brasileiro, nenhuma ação retrospectiva pode ser tomada pelo comitê, já que o incidente envolvendo Neymar e Zúñiga não escapou da atenção dos árbitros, primeira das duas condições cumulativas e necessárias para que o Artigo 77-A do Código Disciplicar da Fifa seja aplicado. A federação lembra que, ao mesmo tempo, o Artigo 77-B do CDF, que habilita a Comitê Disciplinar a corrigir erros óbvios nas decisões disciplinares do árbitro, também não pode ser aplicado neste caso, já que o árbitro não mostrou cartão amarelo, nem vermelho ao atleta colombiano. Tal artigo estipula que o Comitê Disciplinar pode corrigir erros óbvios nas decisões disciplinares do árbitro, o que só é possível em caso de confusão na identificação, quando um árbitro mostra cartão amarelo ou vermelho para o jogador...

Leia mais
Alemanha treina no Mineirão
jul07

Alemanha treina no Mineirão

Segunda-feira, 7 de julho de 2014 às 21h19   Técnico alemão descarta favoritismo e aponta vantagem de jogar em casa Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil Edição: Nádia Franco O técnico da Alemanha, Joachim Löw, descartou hoje (7) o favoritismo de sua seleção na partida desta terça-feira (8), contra o Brasil, na primeira semifinal da Copa do Mundial. Em entrevista coletiva no Mineirão, em Belo Horizonte, onde as duas seleções se enfrentarão às 17h de amanhã, Löw disse que favoritos são os brasileiros, que terão a vantagem de jogar em casa, com o apoio de seus torcedores. “A semifinal tem sua própria dinâmica, e não podemos sempre prever o resultado. Ambos os times vão tentar fazer o seu jogo e tentar ganhar. Todos os times têm sua motivação para chegar à final. E, para nós, é um grande desafio jogar contra o país-sede, por razões óbvias”, disse Löw. Para ele, o fato de o Brasil jogar sem o capitão, o zagueiro Thiago Silva, que foi suspenso após receber o segundo cartão amarelo, e a principal estrela, Neymar, que fraturou uma vértebra, não deixam sua seleção em vantagem. “Com certeza não. A ausência de Neymar e Thiago Silva não é desvantagem para o Brasil”, afirmou o técnico. Segundo Low, Dante, que deve substituir Thiago Silva, é um excelente jogador. E os outros jogadores vão se sentir mais liberados para jogar. Isso acontece em todas as seleções em que grandes jogadores se ausentam. Eles vão jogar pelo Neymar”, afirmou o treinador alemão. “Acredito que o Brasil amanhã irá liberar toda sua paixão e emoções fortes e colocá-las no jogo. Isso é algo que foi muito fácil de ver nos jogos anteriores”, acrescentou. A grande preocupação do técnico é que, no jogo de amanhã, não se repita o que ocorreu no partida entre Brasil e Colômbia, pelas quartas de final: o excesso de faltas desleais e carrinhos por trás. Para ele, o árbitro mexicano Marco Rodríguez terá uma grande tarefa amanhã: conter tais excessos. “Amanhã o arbitro mexicano terá que agir neste sentido. A energia física no jogo do Brasil contra a Colômbia foi além dos limites [tolerados] na Europa.” De acordo com Löw, na Europa, os 22 atletas brasileiros e colombianos não teriam terminado o jogo. “Foram faltas brutais. Esse tipo de combate físico, de bloquear o adversário, foi um pouco exagerado. Teremos que ver se essas faltas muito violentas serão paradas, senão, não teremos Neymar, Messi. E esta é uma Copa que está com o título de ser dinâmica e exigir força física, mas houve jogos em que os limites foram ultrapassados.” No início da entrevista, Löw lamentou...

Leia mais
Neymar grava depoimento para fãs e torcida brasileira
jul05

Neymar grava depoimento para fãs e torcida brasileira

    Sábado, 5 de junho de 2014 às 19h29   Vladimir Platonow – Repórter da Agência Brasil Edição: Davi Oliveira O atacante Neymar gravou hoje (5) um depoimento dirigido ao país, dizendo que seu sonho de ser campeão não acabou e que ele voltará o mais breve possível ao futebol. O vídeo foi mostrado pouco depois das 16h, no início da entrevista coletiva com o médico da seleção brasileira, José Luís Runco, na Granja Comary. Neymar deixou o centro de treinamento em Teresópolis de helicóptero, no início da tarde, e foi para sua casa, no Guarujá, em São Paulo. No vídeo, com um minuto e vinte segundos de duração, o craque se apresenta sentado e com os olhos vermelhos e inchados, mas demonstra serenidade, apesar da tristeza de ter sido cortado da Copa por causa da lesão na coluna, ocasionada pela joelhada recebida ontem (4) do colombiano Zúñiga, no segundo tempo da partida. “Rapaziada brasileira, jogadores, comissão técnica, torcedores. É um momento muito difícil, em que faltam palavras para dizer o que está se passando pela minha cabeça, pelo meu coração. Só queria dizer que eu vou voltar o mais rápido possível. Quando menos esperarem, eu estou de volta. Queria agradecer todo apoio, todo o carinho que tiveram por mim, pelo que escreveram, pelas mensagens, por tudo”, disse Neymar, no primeiro trecho do depoimento. Em seguida, o craque fez questão de ressaltar que continua acalentando o sonho de ser campeão do mundo e que deixava a tarefa para os seus companheiros realizarem. “Queria dizer que o meu sonho não acabou. Foi interrompido por uma jogada, mas ele continua. Os meus companheiros vão fazer de tudo para que eu possa realizar o meu sonho, que é ser campeão. O meu sonho também era jogar uma final de Copa do Mundo, mas desta vez não vai dar. Tenho certeza que eles vão vencer esta e vão ser campeões. Eu vou ser junto, e vou estar com eles. E nós, brasileiros, vamos estar comemorando tudo isso. Obrigado a todos.” Mais cedo, Neymar ainda teve tempo de almoçar com os jogadores e com a comissão técnica na Granja Comary. Em cinco jogos nesta Copa, ele marcou quatro gols. A fratura no processo transverso da terceira vértebra o tirou da competição. O médico da seleção garantiu aos jornalistas, durante a coletiva, que Neymar vai se recuperar totalmente, devendo ficar em repouso de três a seis semanas, quando poderá voltar a praticar exercícios físicos mais intensos. Segundo Runco, a fratura não é grave e o jogador poderá, inclusive, se estiver se sentido bem e sem dor, acompanhar a partida do Brasil contra a Alemanha,...

Leia mais
Neymar deixa a Copa por lance maldoso de Zúñiga
jul05
Leia mais
Brasil está nas semifinais e pega a Alemanha
jul04

Brasil está nas semifinais e pega a Alemanha

Sexta-feira, 4 de julho de 2014 às 20h26   Depois de jogar o melhor primeiro tempo desde que começou o torneio, a Seleção Brasileira teve garra para segurar o 1 x 0 contra a Seleção da Colômbia, que teve o mérito de ser um adversário que jogou aberto de igual para igual. dessa forma não demorou para o Brasil começar a criar as melhores chances de gol que veio numa cobrança de escanteio com o capitão Thiago Silva, 1 x 0.     Um belo jogo de futebol que no segundo tempo de jogo, foi mais aguerrido ainda. Mas o Brasil tem David Luiz, o defensor sensação da Copa, que marcou o gol da segunda etapa numa perfeita cobrança de falta, na intermediária da Colômbia, um golaço. A lamentar a saída tensa do jogador Neymar, depois da jogada desleal do colombiano, que pelas costas pareceu ter atingido sua coluna. A imprensa aguarda os informes oficiais dos médicos. Além disso, Thiago Silva recebeu o segundo cartão amarelo e está fora da partida contra a Alemanha pela seminal, na próxima...

Leia mais
Duelos continentais marcam o início das quartas de final
jul04

Duelos continentais marcam o início das quartas de final

Sexta-feira, 4 de junho de 2014 às 15h Marcelo Brandão* – Repórter da Agência Brasil Edição: Stênio Ribeiro As quartas de final da Copa do Mundo começam hoje (4) com dois duelos entre rivais continentais. O Brasil enfrenta a Colômbia às 17h, horário de Brasília, em Fortaleza. Há poucos minutos, no Rio de Janeiro, a Alemanha eliminou a França e está nas semifinais, o jogo começou às 13h. Dos nove títulos mundiais em campo ao longo do dia, independentemente do que acontecer no jogo do Brasil x Colômbia, era certo que pelo menos um campeão mundial se despediria da Copa nesta sexta-feira e começou com os franceses.     Depois de uma partida de oitavas de final que quase deixou o país à beira de um colapso nervoso, o Brasil precisará corrigir algumas falhas para o jogo com a Colômbia. Com a saída de Luiz Gustavo, suspenso em virtude do segundo cartão amarelo recebido no torneio, o volante Paulinho volta ao time e reassume a vaga perdida no jogo contra o Chile. Fernandinho, que ganhou a vaga na última partida, fará o papel de Luiz Gustavo como primeiro volante. Com isso, o time pode ganhar mais poder ofensivo, já que Paulinho sobe melhor ao ataque do que seu companheiro suspenso. A preocupação é se Fernandinho terá desempenho semelhante ao de Luiz Gustavo, que tem se destacado pela boa proteção da defesa. Parar os habilidosos James Rodrígues e Cuadrado, da Colômbia, é fundamental para garantir a rede brasileira intacta. A Colômbia foi o time mais regular do torneio até agora, a única seleção que ainda não deu qualquer susto em seus torcedores e tem enchido os olhos do público mais do que se poderia imaginar. Após uma primeira fase irrepreensível, eliminou o Uruguai com facilidade. Mesmo sem o atacante Suárez, suspenso pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) após morder um jogador adversário durante a partida contra a Itália, esperava-se mais de um Uruguai que pouco ameaçou o gol de Ospina. Apesar de ter menos tradição que o Brasil, a história recente mostra equilíbrio entre as duas seleções. Nos últimos quatro confrontos, foram quatro empates. A Colômbia já tem a melhor participação de sua história em copas, e seu desempenho no Brasil se notabiliza ainda mais por estar fora de copas há 16 anos. A última participação foi em 1998, na França, quando caiu na primeira fase. Alemanha e França foi o único jogo das quartas de final envolvendo dois campeões mundiais. O jogo de hoje marcou o quarto encontro entre os dois países em uma Copa. A primeira vez foi na disputa do terceiro lugar na Copa de 1958, na...

Leia mais
Thiago Silva: “de corpo e alma”
jul03
Leia mais
“Copa é um sucesso”, disse Blatter
jul03

“Copa é um sucesso”, disse Blatter

Quinta-feira, 3 de julho de 2014 às 18h16 – Atualizado às 19h46 Gerson Soares Durante participação na abertura do Seminário de Gestão Esportiva da Fundação Getúlio Vargas, nesta quarta-feira (2) no Rio de Janeiro, o presidente da FIFA elogiou a estrutura, o clima festivo e a parceria com as várias instâncias de governo, ao lado do ministro do Esporte Aldo Rebelo. Joseph Blatter, afirmou ser indiscutível o sucesso da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. O dirigente elogiou a estrutura oferecida pelo país para receber o torneio, o clima festivo nas cidades-sede e as parcerias com os governos federal, estaduais e municipais. “Quando você trabalha com parceiros como os governos, onde a base é a confiança, é mais fácil. Ainda temos oito jogos pela frente, então, vamos torcer para que sejam no mesmo padrão e atmosfera de até agora. Tudo está ótimo, estádios estão magníficos. Posso dizer, indiscutivelmente, que é um sucesso. Onde estão todos os problemas que falaram antes? Só tenho a agradecer todo o povo brasileiro que aceitou a Copa”, disse Blatter.     O presidente da Fifa não desconhece totalmente os problemas do país. Quando diz que o clima da Copa do Mundo é festivo, ordeiro, os estádios estão ótimos, sabe bem do que fala. Afinal, o povo brasileiro é conhecido na Europa pela sua passividade em aceitar governantes tão desgastados e políticas que interessam às minorias e grupos organizados. O que continua sendo afirmado pelas vozes que têm coragem para falar é que a gastança para que a Fifa e seus representantes se sintam tão bem e faturem bilhões está sendo garantida a troco dos altíssimos impostos cobrados no país dos quais a entidade vergonhosamente aceitou a isenção. No entanto, o povo continua passando dificuldades com a saúde, educação, segurança e tantos outros problemas como a corrupção e a burocracia que a sustenta e com a falta de bom senso nas decisões governamentais – como sediar a Copa. Aqui os impostos são de primeiro mundo e os serviços prestados com sua arrecadação, subsaarianos. Para se ter uma ideia de como a aparência de um Brasil rico e a certeza de que tudo está bem é garantida, o impostômetro da Associação Comercial de São Paulo, marcava às 19h05 de hoje, a quantia de 817.401 bilhões arrecadados pelo governo brasileiro desde janeiro. Segundo o Portal da Copa, a importância do torneio foi exemplificada pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ao lembrar que a partida entre Estados Unidos e Bélgica, disputada ontem pelas oitavas de final da Copa, mudou a agenda da Casa Branca. “O Brasil tem a fortuna de acolher e celebrar o mais importante evento...

Leia mais
Copa do Mundo: chegam as quartas de final
jul02
Leia mais
Dilma comemora vitória brasileira e elogia Julio Cesar pelo Twitter
jun30

Dilma comemora vitória brasileira e elogia Julio Cesar pelo Twitter

Segunda-feira, 30 de junho de 2014 às 8h29   Mariana Jungmann – Repórter da Agência Brasil Edição: Luana Lourenço A presidente Dilma Rousseff comemorou, pelo Twitter, a vitória sofrida da seleção brasileira sobre o Chile ontem (28). “Foi difícil. Foi com raça, garra, lágrimas e defesas de Julio Cesar. Vencemos!”, escreveu a presidenta no perfil @dilmabr.       Em uma sequência de cinco postagens, Dilma voltou a dizer que foi uma vitória com a garra e a torcida do povo brasileiro e ressaltou a confiança de que a seleção seguirá ainda mais longe na Copa do Mundo. “Confio no time de Felipão e do Parreira. Confio na #seleçãobrasileira”, escreveu. E completou? “Confio na torcida do povo brasileiro! #VaiBrasil #CopadasCopas” Dilma ainda postou uma foto da comemoração de Julio Cesar e outros jogadores após o fim da decisão por pênaltis com a frase “Valeu Seleção” e acrescentou: “Obrigada, jogadores. O Brasil acredita em vocês”. A seleção brasileira conseguiu a vitória difícil sobre o Chile após empatar por 1 x 1 no tempo regulamentar e não conseguir novos gols na prorrogação de 30 minutos. A vitória por 3 x 2 nos pênaltis só veio no último lance, quando o chileno Jara chutou na trave. Dilma irá entregar a taça da Copa do Mundo para a seleção campeã após a final, no dia 13 de...

Leia mais
Copa do Mundo: Brasil x Chile. Ufs!
jun29
Leia mais
Brasil x Chile, no Mineirão
jun28
Leia mais
Felipão mantém segredo sobre atuação contra o Chile
jun27

Felipão mantém segredo sobre atuação contra o Chile

Sexta-feira, 27 de junho de 2014 às 16h56 Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil Edição: Talita Cavalcante Belo Horizonte – O técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, não revelou qual será a escalação nem o esquema tático do Brasil amanhã (28) contra o Chile, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. O jogo está marcado para as 13h, no Mineirão, em Belo Horizonte. Em entrevista coletiva concedida no final da manhã de hoje (27) no estádio mineiro, Felipão escondeu a estratégia para a partida, porque, segundo ele, é impossível revelar isso antes do treino desta tarde, quando eventualidades podem ocorrer.     “Não sei o time que vai jogar amanhã, porque sempre tem um problema ou outro acontecendo. Em um treinamento comum pode ter probleminha”, disse ele, ao ressaltar que a equipe brasileira já alcançou hoje 80% das condições em que estava na Copa das Confederações no ano passado, quando o Brasil foi campeão do torneio. De acordo com Scolari, o time vai pressionar e defender. “Vamos montar nossa equipe de acordo com nosso padrão de jogo, independentemente de como o Chile vai se oferecer para nós. Se dá certo ou se dá errado, temos alternativas que vamos conversar antes do jogo para que saibamos nos portar em determinadas situações.” Sobre o fato de jogar uma etapa eliminatória de Copa no Brasil, Felipão admitiu que isso mexe com o dia a dia da equipe, apesar de sua experiência. “É normal que a gente sinta ou que tenhamos algum incômodo e ansiedade. Na fase de mata-mata, não podemos perder. Ficamos um pouco mais envolvidos, diferentes, um pouco mais assustados, um pouco mais nervosos. E isso é normal em uma competição.” Felipão elogiou o técnico chileno Jorge Sampaoli e disse que a equipe tem condições de vencer o Brasil. “Penso que desde a chegada dele, a equipe teve nova dinâmica, joga muito melhor. Os jogadores se adaptaram perfeitamente ao esquema”, ponderou. “Taticamente, o Chile é bem evoluído, organizado. Se não formos corretos, poderemos ter dificuldade grande e até não passar dessa fase”, acresentou. Para o capitão da seleção brasileira, o zagueiro Thiago Silva, o Chile tem um dos melhores times na competição. “É uma equipe perigosa e extremamente habilidosa. Estamos tomando os cuidados para não sermos surpreendidos.” Competir no Brasil traz mais ânimo ao grupo, de acordo com o jogador. “Jogar em casa dá motivação melhor. É motivação a mais que temos, pois o torcedor brasileiro é apaixonado por sua seleção. Gostamos sempre de ganhar, nunca de perder. Mas do outro lado tem uma equipe que tem os mesmos sonhos que o nosso.” A imprensa chilena também...

Leia mais
Suárez recebe a maior punição de todas as copas
jun26
Leia mais
Imagens do Brasil na Copa do Mundo… no Brasil
jun24
Leia mais
Imagens da Copa do Mundo no Brasil dias 21 e 22
jun23
Leia mais
Entenda como funciona a transmissão de jogos da Copa do Mundo
jun22
Leia mais
ONG dá “cartões vermelhos” para a Fifa e cobra mais ações sociais
jun22

ONG dá “cartões vermelhos” para a Fifa e cobra mais ações sociais

Domingo, 22 de junho de 2014 às 16h48 Vinícius Lisboa – Repórter da Agência Brasil Edição: Andréa Quintiere A organização não governamental (ONG) Rio de Paz fez ontem (21) um protesto na Praia de Copacabana em que deu “cartões vermelhos” para a Fifa, cobrando maior contrapartida social na Copa do Mundo. A ONG critica isenções de impostos dadas à entidade que representa o futebol internacional e afirma que o valor desses impostos não pagos chega a R$ 1 bilhão. “Queremos que ela pegue o dinheiro que pagaria de impostos e invista em quadras esportivas em escolas públicas, por exemplo, ou nas favelas brasileiras. Seria uma forma de dar um retorno ‘padrão Fifa’. A Fifa está manchando sua imagem perante o mundo inteiro”, disse o fundador da ONG, Antônio Carlos Costa.     Doze cartões vermelhos com 2 metros de altura foram posicionados na areia da praia, em frente ao Hotel Copacabana Palace, e cerca de 30 pessoas mostravam cartões menores no ato, que, segundo Costa, não é contra a Copa, mas contra o modo como ela foi realizada, com muitos gastos públicos. No protesto, cartazes comparavam os custos dos estádios e das estruturas com hospitais, escolas e o combate à miséria. “Quem não está lucrando é a democracia brasileira. Na cabeça de milhões de pessoas, a democracia não está mais associada à justiça social e à distribuição de renda, mas associada à proteção dos poderosos. Quando o pobre olha isso, ele diz: ‘a democracia não serve mais para nós’. Isso é péssimo porque ela deveria ser um valor inegociável em toda a sociedade”, criticou.     O Departamento de Imprensa da Fifa respondeu que a entidade depende da renda de uma Copa do Mundo para manter seus projetos de desenvolvimento do futebol ao longo dos quatro anos entre uma Copa e outra e que muitas federações nacionais não conseguiriam se manter sem ajuda financeira. A Fifa também afirma que criou um fundo para o desenvolvimento do futebol no Brasil que terá o valor divulgado depois da Copa do Mundo, mas que, inicialmente, tem a aprovação de 20 milhões de dólares. Entre os 108 programas de desenvolvimento do futebol que apoia em todo o mundo, a Fifa informa que há 26 entidades brasileiras.     Sobre a isenção de impostos, a federação informa que “diz respeito primordialmente à importação de bens (isto é, uniformes para voluntários, frotas de automóveis e ônibus)” e afirma que paga impostos sobre a venda de ingressos e que tem suas subsidiárias tributadas. A federação também paga impostos à Suíça, onde fica sua sede. Acrescentamos que a lei que isentou a Fifa, inclui banquetes e comidas....

Leia mais
Surpresas com a despedida de seleções tradicionais como a Inglaterra
jun21
Leia mais
Protesto anti-Copa no Rio chega à Lapa e vira atração turística
jun21
Leia mais
Copa do Mundo: hora de torcer e educar
jun21

Copa do Mundo: hora de torcer e educar

Sábado, 21 de junho de 2014 às 11h48   Como ensinar a competição para os filhos sem estimular a agressividade e ainda passar valores. A tão esperada Copa do Mundo chegou trazendo alegria, competitividade, turistas, união e festa por toda parte. Segundo especialistas, o evento também é uma ótima oportunidade para pais e educadores ensinarem às crianças a importância do respeito ao próximo, a tolerância, a coletividade, regras, moralidade, aprender com as derrotas, conhecer mais culturas e países e controlar as emoções. Com os jogos, o espírito de competitividade, já comum no dia a dia, tende a aumentar. A dica é utilizar o momento para dizer aos pequenos que ela pode ser saudável. “Quando uma competitividade é saudável não cria problemas”, exemplifica a psicóloga e orientadora educacional do colégio Madre Alix, Susana Orio. “Um exemplo é não comparar os filhos com os irmãos. Devemos compará-los com eles mesmos, provocando para que ultrapassem e melhorem suas habilidades tanto no esporte, quanto no estudo ou em algo que sirva de motivação para eles. Essa competitividade da criança com ela mesma faz com que se sinta motivada a se superar e esse crescimento deve ser valorizado”. Em geral, toda modalidade esportiva pode auxiliar. “Todas têm uma regra e exigem uma disciplina que a criança tem de seguir”, explica Suzana. Que o futebol é a paixão nacional todos já sabem. Os pais, no entanto, devem estimular que os filhos conheçam e aprendam outras modalidades, segundo a psicopedagoga e coordenadora pedagógica do colégio Nossa Senhora do Morumbi, Elizabete Duarte. “Muitos jovens, até pela questão econômica, idealizam ser jogador de futebol e acabam não conseguindo. Isso faz com se frustrem sem nunca ter pensando em outra possibilidade de carreira. Por isso, é importante que os pais incentivem outras atividades, além do esporte, para esse jovem ter um leque mais amplo de opções”, diz a especialista. Uma coisa é certa: bem trabalhada em casa e na escola a Copa traz benefícios ao aprendizado e ao aprimoramento. Pode servir para mostrar a rivalidade entre as nações e também para conhecer novas culturas. “Mostra a amplitude do mundo e com isso as crianças vão percebendo os costumes de cada país, o respeito, as regras, o esforço, e a disciplina que cada jogador e cada time possuem”, comenta Susana. Os colégios também podem fazer uso do evento para transmitir valores e conteúdos. “No Madre Alix estamos conseguindo fazer com que os alunos percebam que para ser um jogador de futebol não é preciso apenas ser o melhor”, ensina. “É preciso também ter disciplina, cumprir as regras, respeitar o próximo e, mais importante, ensinamos que jogam os mais disciplinados e...

Leia mais
Adiós y hasta la vista Espanã! Socceroos também foram…
jun19
Leia mais
Imagens da Copa do Mundo, para você curtir
jun17
Leia mais
Congresso da FIFA 2014 e esclarecimentos sobre a Copa do Mundo no Brasil
jun16

Congresso da FIFA 2014 e esclarecimentos sobre a Copa do Mundo no Brasil

Segunda-feira, 16 de junho de 2014 às 18h07 Gerson Soares Temos sido críticos ferrenhos e opositores à realização da Copa do Mundo da FIFA no Brasil desde quando o país ganhou esse direito, devido a tudo o que os brasileiros têm demonstrado nas ruas e àquilo em que nós mesmos acreditamos e já explicitamos por diversas vezes. Porém, é justo, que após a emissão da nota que segue abaixo, disponibilizemos a oportunidade de divulgação dos esclarecimentos e conclusões aos quais a FIFA chegou, após a realização do seu congresso, realizado na semana passada em São Paulo. Ao analisar o documento, o leitor poderá tirar suas próprias conclusões. Leia a seguir.     Fifa – Perguntas frequentes: esclarecimento à situação A FIFA é uma organização sem fins lucrativos que compartilha o sucesso da Copa do Mundo da FIFA com a comunidade global do futebol para desenvolver o esporte a partir da base e difundir valores positivos dentro e fora de campo. Garantir que a Copa do Mundo da FIFA tenha um impacto positivo sobre o país-sede é fundamental e a FIFA realiza uma série de atividades que contribuem para deixar um legado futebolístico, ambiental, econômico e social positivo e duradouro. Organizar um evento esportivo global é um processo complicado e desafiador para a FIFA e o país-sede, e pode gerar críticas e um debate nacional. Algumas dessas críticas são justas, e a FIFA sempre procura ouvi-las para aprender como fazer melhor as coisas. Mas algumas dessas críticas são injustas e até mesmo se baseiam em uma deturpação dos fatos. O documento a seguir procura esclarecer alguns desses equívocos para promover uma maior compreensão da Copa do Mundo da FIFA 2014 entre o público.   Leia o documento em PDF Acesse aqui...

Leia mais
Copa do Mundo: Mais protestos no Tatuapé
jun13
Leia mais
Abertura da Copa e os deuses do futebol
jun13

Abertura da Copa e os deuses do futebol

Sexta-feira, 13 de junho de 2014 às 14h09   A Copa do Mundo da Fifa começou e o jogo de abertura mostrou aquilo que os comentaristas antigos inventaram para traduzir as peripécias da bola e dos atletas que encantam o mundo. Ainda hoje a expressão “deuses do futebol” é usada para nomear fatos inusitados, lembra os deuses do Olimpo, a mitologia grega. O fato é que por ação de forças desconhecidas, energias canalizadas ou manifestação dos deuses dos estádios, o Primeiro Gol da Copa do Mundo no Brasil foi contra.     Alguns fatos do dia do jogo e outros do dia seguinte: – Jornalistas estrangeiros são machucados no confronto entre a PM e manifestantes na estação Carrão do Metrô. Eles se enfrentaram na Rua Apucarana, no Tatuapé. – Cadê o exoesqueleto? Programa de Abertura da Copa Fifa, concede sete segundos ao Exoesqueleto. – O brasileiro é tão alegre que esquece de ser triste. – Presidente Dilma não fala nada na abertura da Copa do Mundo no Itaquerão, mas é vaiada e ganha coro da torcida. – Ninguém do Comitê Organizador da Copa falou. Aliás, ninguém do governo falou nada. Conversa só no interior dos camarotes. Lula também não apareceu.     – Taxista de São Paulo devolve 40 ingressos aos torcedores mexicanos que esqueceram o tesouro em seu carro. – Estrangeiros bebem bem. – Hino emociona. – Se o Comitê Organizador da Copa não falou também ninguém quis saber deles. – O primeiro gol na Copa é contra. – Vitória salva! Até o próximo jogo, tudo bem. – Natureza do povo brasileiro é cordial e as histórias de amizade se propagam pelo país. – Tirando o que está errado, o resto está tudo certo.     – Cadê o exoesqueleto? Não fez o que estava escrito. Prometeu mas não cumpriu. Exoesqueleto está pegando manias… – …Mesmo assim, as opiniões estão divididas sobre o sucesso do projeto, sua eficiência e viabilidade que envolve 156 pessoas de 25 nacionalidades e o financiamento de 33 milhões do governo federal. – O Sindicato dos Metroviários, disse hoje (13) que não teve nada a ver com a quebradeira dos black blocs na Rua Serra do Japi, via do Tatuapé onde fica sua sede. – A reportagem do Bom Dia São Paulo veio tomar café na Padaria Marengo, também no Tatuapé, para mostrar a arte de confeitaria no dia seguinte ao jogo. Em poucos minutos um dos confeiteiros da famosa padaria do bairro, que fica na Rua Francisco Marengo com Rua Serra de Bragança, desenhou a bandeira do Brasil no bolo. – A atuação do jogador Oscar, valeu o jogo. Merecia marcar o seu...

Leia mais
Copa do Mundo começa hoje em meio a expectativas e manifestações
jun12

Copa do Mundo começa hoje em meio a expectativas e manifestações

Quinta-feira, 12 de junho de 2014 às 15h20   Da Agência Brasil Edição: Lílian Beraldo Depois de 64 anos, o Brasil volta a sediar a Copa do Mundo. A partida de abertura será realizada hoje (12) na Arena Corinthians, em São Paulo, entre as seleções do Brasil e da Croácia. O jogo está marcado para as 17h (horário de Brasília). Ao todo, 64 partidas serão disputadas ao longo da competição, que segue até o dia 13 de julho.       Para chegar aos estádios, os torcedores deverão estar atentos às diversas mudanças no trânsito. Em cada uma das 12 cidades-sede foi adotado um esquema diferente para uso do transporte público e estacionamento de carros particulares. Com as diversas mudanças no entorno das arenas, entidades que defendem os direitos de quem tem mobilidade reduzida estão preocupadas com o acesso aos locais dos jogos. Chegar ao estádio com facilidade e segurança pode ser um desafio para quem quiser acompanhar os jogos do Mundial. Cada cidade definiu um esquema próprio de feriados e horários de trabalho durante os dias de jogos. De acordo com a Lei Geral da Copa, os estados, o Distrito Federal e os municípios que sediarão os eventos podem declarar feriado ou ponto facultativo nos dias das partidas. Há ainda aquelas cidades que optaram por mudar o horário do expediente em dias de jogos. Dentro do estádio, o torcedor deve estar atento às diversas restrições impostas pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). Nas arenas não será possível entrar com tablets nem com mochilas ou sacolas grandes. Durante as partidas do Mundial, também não será permitida a entrada com instrumentos que produzam som excessivo, tais como megafones, sirenes, vuvuzelas e, inclusive, a caxirola.     Cerca de 3,7 milhões de turistas – entre eles, 600 mil estrangeiros – são esperados no Brasil durante o período do evento. A estimativa do Ministério do Turismo é que eles deixem em território nacional cerca de R$ 6 bilhões. Para conhecer melhor o país, o turista pode usar aplicativos para smartphones que trazem dicas de passeios e roteiros. A Copa do Mundo mexeu ainda com os calendários escolares. Em pelo menos sete das 12 cidades-sede, o recesso do meio do ano foi antecipado para junho, e os estudantes terão 30 dias de folga. Para o Mundial, o país também se preparou em termos de segurança. Foram montados centros integrados nacionais e regionais para monitorar a situação nas cidades-sede. Com investimento de R$ 1,9 bilhão, a operação de segurança e defesa conta com 157 mil agentes da segurança pública e das Forças Armadas. Policiais estrangeiros também estarão no Brasil. Eles não terão poder de...

Leia mais
IEA e Abrasturr prepararam roteiro para visitante da Copa / Script for visitor Cup
jun12
Leia mais
Copa é uma festa, controlada pelo Exército
jun11

Copa é uma festa, controlada pelo Exército

Quarta-feira, 11 de junho de 2014 às 11h41 Gerson Soares A Copa do Mundo da Fifa começa amanhã. O governo, neste momento, deve estar se preparando para receber de braços abertos as torcidas dos países que participarão da festa de abertura. Mas se é uma festa, porque o Exército deveria tomar conta? A resposta vem coalhada de outras perguntas. Armas modernas de contenção de distúrbios, fora as leis e decretos criados de última hora, pretendem garantir a festa. A Copa será uma festa, segundo os organizadores; estranha conforme agem os convidados e não convidados. Apesar disso, vários do primeiro grupo se dizem envergonhados pela festa. Irado o ex-atacante Ronaldo mandou baixar o porrete nos manifestantes. Por sua vez, os não convidados, que também são esperados, se vierem não estarão usando smoking ou longos. A festança vai começar, mas o embaixador oficial nomeado pela presidente Dilma, se afastou por desentendimentos financeiros, como revelou a revista Veja. Antes, Pelé já havia manifestado certa contrariedade e vergonha. Não faz mal, parece que ainda tem crédito. Mas cuidado, não são todos os credores que estão de portas abertas. Nessa festa bizarra, há ainda os anfitriões que não chegarão perto do microfone, ou se esconderão e não deverão “nem dar boa tarde” às torcidas, como disse na manhã de hoje (10), Reinaldo Azevedo na rádio Jovem Pan. Talvez um aceno, rezando para não ouvir uma vaia histórica. Pior ainda, é aquele que proclamou e iniciou a “A maior Copa de todos os tempos”. Esses dizem que ficarão em casa, “tomando uma cervejinha, é mais confortável”, escreveu sobre as declarações do ex-presidente Lula, J. R. Guzzo na sua coluna, também na revista Veja desta semana. O povão vai estar lá, provavelmente dentro e fora do magnífico estádio erguido em circunstâncias, digamos especiais, para receber a abertura da Copa do Mundo. Mas pelo que se sabe, não contem com a presença dos 15 mil manifestantes ou mais, agregados pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores sem Teto) na última manifestação em São Paulo. O Palácio do Planalto, através de Gilberto Carvalho, atendeu reivindicações do movimento. Louve-se a conquista do MTST, que também está numa reportagem da revista Carta Capital, por construir um conjunto de prédios com as próprias mãos e sob sua supervisão, na BR-116. O primeiro bloco será entregue no mês que vem. Segundo a reportagem de Piero Locatelli, serão duas torres com 160 unidades. Num país onde cada um tem que ver o seu lado, a festa existe, mas não é para todos. A partir de amanhã, dia dos Namorados, a Fifa também construirá mais um andar do seu edifício de glórias, onde muito além da bola e das...

Leia mais
Copa das Copas
jun09

Copa das Copas

Segunda-feira, 9 de junho de 2014 às 18h31 Presidente do Brasil Dilma Rousseff A partir desta quinta-feira, os olhos e os corações do mundo estarão voltados para o Brasil. Trinta e duas seleções, representando o melhor do futebol mundial, estarão disputando a Copa do Mundo, a competição que de quatro em quatro anos transforma a todos nós em torcedores. É o momento da grande festa internacional do esporte. É também o momento de celebrarmos, graças ao futebol, os valores da competição leal e da convivência pacífica entre os povos. É a oportunidade de revigoramos os valores humanistas de Pierre de Coubertin. Os valores da paz, da concórdia e da tolerância. A “Copa das Copas”, como carinhosamente a batizamos, será também a Copa pela paz e contra o racismo, a Copa pela inclusão e contra todas as formas de preconceito, a Copa da tolerância, da diversidade, do diálogo, do entendimento e da sustentabilidade. Organizar a Copa das Copas é motivo de orgulho para os brasileiros. Fora e dentro de campo, estaremos unidos e dedicados a oferecer um grande espetáculo. Durante um mês, os visitantes que estiverem em nosso país poderão constatar que o Brasil vive hoje uma democracia madura e pujante. O país promoveu, nos últimos doze anos, um dos mais exitosos processos de distribuição de renda, aumento do nível de emprego e inclusão social do mundo. Reduzimos a desigualdade em níveis impressionantes, elevando, em uma década, à classe média 42 milhões de pessoas e retirando da miséria 36 milhões de brasileiros. Somos também um país que, embora tenha passado há poucas décadas por uma ditadura, tem hoje uma democracia vibrante. Desfrutamos da mais absoluta liberdade e convivemos harmonicamente com manifestações populares e reivindicações, as quais nos ajudam a aperfeiçoar cada vez mais nossas instituições democráticas. Em todas as 12 cidades-sedes da Copa, os visitantes poderão conviver com um povo alegre, generoso e hospitaleiro. Somos o país da música, das belezas naturais, da diversidade cultural, da harmonia étnica e religiosa, do respeito ao meio ambiente. De fato, o futebol nasceu na Inglaterra. Nós gostamos de pensar que foi no Brasil que fez sua moradia. Foi aqui que nasceram Pelé, Garrincha, Didi e tantos craques que encantaram milhões de pessoas pelo mundo. Quando a Copa volta ao Brasil depois de 64 anos é como se o futebol estivesse de volta para a sua casa. Somos o País do Futebol pelo glorioso histórico de cinco campeonatos e pela paixão que cada brasileiro dedica ao seu clube, aos seus ídolos e a sua seleção. O amor do nosso povo por esse esporte já se tornou uma das características de nossa identidade nacional. Para...

Leia mais
A bola não é de cristal
jun09

A bola não é de cristal

Leia mais
3 milhões de ingressos vendidos para a Copa do Mundo da FIFA
jun09

3 milhões de ingressos vendidos para a Copa do Mundo da FIFA

Segunda-feira, 9 de junho de 2014 às 17h50 Minutos antes do pontapé inicial do primeiro jogo, o Brasil e a FIFA dedicarão um momento especial à celebração da paz. Após o protocolo de apresentação e o cara ou coroa, os jogadores e o trio de arbitragem se reunirão no círculo central, com cada seleção em seu respectivo campo. Três crianças, cada uma carregando uma pomba branca, entrarão em campo e caminharão até o centro do gramado, onde soltarão as pombas em direção ao céu. O símbolo da paz irá declarar a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 oficialmente aberta. As informações são da FIFA. O entusiasmo global com o torneio ficou muito bem ilustrado pelo número sem precedentes de pedidos de ingresso. Até o momento, foram mais de 11 milhões de solicitações recebidas para cerca de 3,1 milhões de bilhetes disponíveis. Um total de 2.961.911 entradas foram vendidas até agora, das quais 2,2 milhões diretamente para o público geral através do FIFA.com. “Para qualquer torcedor, é um sonho assistir à Copa do Mundo da FIFA ao vivo no único país pentacampeão mundial”, disse o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke. “Nunca tínhamos vendido tantos ingressos diretamente para o público geral, e para nós isso foi importante. A partida de abertura e a final tiveram uma demanda até dez vezes maior do que a oferta. As longas filas de pessoas querendo comprar ingressos nos pontos de venda ontem são uma prova do alto interesse dos torcedores brasileiros e estrangeiros pela Copa.” No total, 60% dos bilhetes foram adquiridos por brasileiros e 40% por torcedores do resto do mundo. Após o Brasil (1.363.179 ingressos comprados), os Estados Unidos lideram o ranking internacional, com 196.838 entradas, seguidos de Argentina (61.021), Alemanha (58.778), Inglaterra (57.917), Colômbia (54.477), Austrália (52.289), Chile (38.638), França (34.865) e México (33.694). Restam poucos ingressos para apenas 27 dos 64 jogos. A partida de abertura, a final e as semifinais estão esgotadas. Mesmo assim, torcedores que ainda estão ansiosos atrás de bilhetes, devem ficar atentos à página FIFA.com/ingressos, já que potenciais revendas e compras não concluídas podem resultar em novos ingressos à disposição do público. Cordialidade, alegria e paixão pelo futebol devem sintetizar a 20ª Copa do Mundo da FIFA no Brasil. Lamentáveis casos recentes de racismo realçaram a necessidade de se promoverem ações concretas para combater de maneira inequívoca as demonstrações de preconceito no futebol. A Copa do Mundo da FIFA, com sua capacidade de alcançar todos os países e territórios do planeta, é a plataforma ideal para transmitir uma manifesta mensagem de repulsa contra qualquer forma de discriminação. Nesse sentido, a FIFA está lançando nesta quinta-feira uma...

Leia mais
Comitê Executivo acredita em grande Copa do Mundo da FIFA no Brasil
jun09

Comitê Executivo acredita em grande Copa do Mundo da FIFA no Brasil

Segunda-feira, 9 de junho de 2014 às 17h30 Com a supervisão do presidente da FIFA, o Comitê Executivo da FIFA realizou a sua segunda reunião do ano em São Paulo no dia 7 de junho, em antecipação ao 64º Congresso da FIFA e ao início da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014.     O Comitê Executivo reafirmou apoio total e confiança no Brasil para organizar uma grande Copa do Mundo da FIFA. O evento máximo do futebol mundial começará no dia 12 de junho com o jogo de abertura entre Brasil e Croácia em São Paulo. O Comitê Executivo discutiu os últimos preparativos para o 64º Congresso da FIFA, quando, entre outros destaques, Michael J. Garcia, presidente da Câmara de Investigação do Comitê de Ética, fornecerá um relatório sobre as atividades desse comitê. A pauta completa do 64º Congresso da FIFA, a ser realizado em São Paulo nos dias 10 e 11 de junho, já está disponível no FIFA.com. Segundo a entidade, enquanto a comunidade do futebol se volta para o Mundial deste ano, o Congresso da FIFA receberá informações atualizadas sobre os principais tópicos e iniciativas e será convidado a tomar uma série de importantes...

Leia mais
Mais uma parte do Complexo Viário Polo Itaquera é entregue
jun09

Mais uma parte do Complexo Viário Polo Itaquera é entregue

Segunda-feira, 9 de junho de 2014 às 15h50 Alckmin entrega as obras do Complexo Viário Polo Itaquera. DERSA utilizou tecnologia inovadora na construção dos cinco viadutos do complexo viário, garantindo agilidade nas obras e segurança na execução. O governador Geraldo Alckmin entregou neste domingo, 8, as obras do Complexo Viário Polo Itaquera. Na ocasião, foram liberadas para circulação a passarela de pedestres sobre os trilhos do Metrô e da CPTM e as Avenidas Radial Leste e José Pinheiro Borges. Também foi entregue a alça viária que interliga as Avenidas Radial Leste e Jacu Pêssego. As vias concluem o conjunto de obras do novo sistema viário da região, gerenciado pela DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A. O valor total investido no empreendimento é de R$ 610,5 milhões. “É um dia histórico, estamos a cinco dias da Copa do Mundo, um dos eventos de maior visibilidade do mundo. Entregamos, hoje, a primeira alça da Radial Leste com a Jacu Pêssego, que a prefeitura desapropriou e nós fizemos as obras, que é a alça de quem vai para o aeroporto. Então, melhora muito a ligação de quem vai para o aeroporto de Cumbica com a Radial Leste”, ressaltou Alckmin. “E entregamos a passarela. A maior de São Paulo, sobre a Radial, sobre o Metrô, sobre o Trem, 185 metros de extensão, seis metros de largura, 100% coberta e laterais em vidro temperado, fazendo a ligação Norte-Sul. Ela vai fazer com que as pessoas deixem de andar 2,5 km, facilitando o acesso ao Polo de Itaquera”, afirmou o governador. Segundo a governo do Estado, as intervenções realizadas em Itaquera proporcionam maior mobilidade ao bairro e beneficiam diretamente os moradores da região Leste da cidade. A passarela, sobreposta aos trilhos do Metrô e da CPTM e as Avenidas Radial Leste e José Pinheiro Borges, facilita a circulação dos pedestres e o acesso em segurança aos empreendimentos que estão sendo implantados no Polo e à Arena Corinthians. A passagem, com 185 metros de comprimento, liga ainda os bairros A.E Carvalho à Cohab José de Anchieta. A alça viária que interliga a Avenida Radial Leste à Avenida Jacu Pêssego, no sentido do aeroporto de Guarulhos, também foi liberada. O novo viaduto facilita o deslocamento dos motoristas que saem do estádio e seguem para o aeroporto ou para as rodovias Dutra e Ayrton...

Leia mais
Centro de Cooperação Policial Internacional é inaugurado em Brasília
jun09

Centro de Cooperação Policial Internacional é inaugurado em Brasília

Segunda-feira, 9 de junho de 2014 às 15h50 Centro de Cooperação Policial Internacional inicia atividades nesta segunda. Serão cerca de 220 policiais das 32 seleções participantes da Copa e mais cinco outras nações convidadas trabalhando pela segurança no Mundial, as informações são da agência Portal Brasil do Governo Federal.     Foi inaugurado nesta segunda-feira (9), em Brasília (DF), o Centro de Cooperação Policial Internacional (CCPI), com o objetivo de garantir a segurança da Copa do Mundo 2014. A ação vai unir todas as polícias dos 32 países participantes da Copa, mais cinco outras nações convidadas, além de três organismos internacionais (ONU, Interpol e Ameripol), para cooperar na segurança do evento de futebol, em intercâmbio direto de informações. O esquema operacional foi definido no ano passado e feito piloto nas Copas das Confederações. Serão quase 220 policiais trabalhando de forma ininterrupta até o dia 15 de julho, uma das maiores operações com cooperação internacional. Pela cooperação internacional, a Polícia Federal (PF) já possui banco de dados de exploradores sexuais de menores, torcedores violentos e criminosos de todo o planeta. “A ideia é o controle preventivo com relação a qualquer tipo de crime nesse período da Copa, não necessariamente, os envolvidos só nos estádios”, esclareceu o delegado chefe da Interpol no Brasil, Luiz Eduardo Navajas. No entanto, segundo a agência, a Interpol fez um trabalho específico voltado para torcedores com histórico de violência em eventos esportivos. A Argentina, por exemplo, disponibilizou à PF brasileira uma lista de pessoas proibidas de frequentar estádios por casos de confusões. No caso de alguns países onde a legislação não permite o repasse dos nomes, como a Inglaterra com os famosos “hooligans”, a própria polícia do país confiscou o passaporte dos torcedores violentos para impedir que eles viajassem ao Brasil. “Já foram identificados 2.100 torcedores argentinos que estão banidos de seus estádios, e se tentarem entrar no Brasil, serão deportados”, garantiu Navajas. Para a operação no Centro de Cooperação, cada delegação dos países participantes trará ao Brasil cerca de sete integrantes. Quatro desses policiais viajarão com seu respectivo time e trabalharão uniformizados nos estádios onde suas seleções se apresentarão. Esses oficiais estrangeiros de campo conhecem suas respectivas torcidas e poderão auxiliar com ações estratégicas de pronta intervenção. Contudo, eles não portarão armas, atuando em conjunto com as forças nacionais de segurança pública. Outros três integrantes das comitivas de cada país ficarão sediados no CCPI compartilhando seus acessos a bancos de dados e visualizando, por meio de câmeras, todos os estádios e deslocamentos de suas seleções, em um vídeo wall, com telões gigantes. Todos os integrantes fixos trabalharão no mesmo espaço, em constante...

Leia mais
Entre o bem e o mau: A Copa está chegando e nos detalhes os reflexos do despreparo
jun01

Entre o bem e o mau: A Copa está chegando e nos detalhes os reflexos do despreparo

Moradores do entorno do Itaquerão reclamam de desconhecimento sobre bloqueio. Este é mais um reflexo do despreparo com as regras impostas pela Fifa e atenção aos detalhes que são deixados para a última hora. Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil Edição: Stênio Ribeiro Edição final: Alô São Paulo Com informações da CET Até a tarde da sexta-feira (30), grande parte dos moradores e comerciantes dos bairros Arthur Alvim e Itaquera, próximos à Arena Corinthians (Itaquerão), ainda não sabiam como vai funcionar a área de bloqueio nos jogos da Copa do Mundo. É o que informou a reportagem da Agência Brasil (ABr), que visitou várias ruas da zona leste da capital paulista, definidas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) como área de restrição de circulação em dias de jogos da Copa. Segundo a CET, no segundo jogo-teste do estádio, que acontece às 16h deste domingo (1º), entre Corinthians x Botafogo, a área de bloqueio será utilizada, seguindo os mesmos moldes do que está sendo estruturado para os jogos do Mundial em São Paulo. A monitoração da área de abrangência da Arena Corinthians, começou às 21h de ontem (31). Os bloqueios começaram a partir das 9h de hoje e a previsão é para que as ruas sejam liberadas duas horas depois do fim do jogo. Ao todo, serão 26 bloqueios operacionais, por onde nenhum veículo poderá circular e dois pontos de acesso local aos moradores do bairro para chegarem às suas residências no entorno do estádio. Haverá outros seis pontos de verificação veicular, que serão utilizadas apenas por veículos credenciados especialmente para acessar o estádio durante o evento. O CET divulga, o perímetro da área de restrição veicular é formado pelas seguintes vias: – Rua Dr. Luís Ayres (Radial Leste), sentido bairro, a partir do Túnel Águia de Haia; – Avenida José Pinheiro Borges (Radial Leste), sentido centro, desde o Viaduto Cassiano Gabus Mendes; – Avenida Calim Eid, sentido bairro, a partir do Viaduto Milton Leão; – Avenida Itaquera, sentido bairro, junto à Rua Cesar Diaz; – Avenida Miguel Inácio Curi, sentido centro, 200 metros depois da Avenida Itaquera; – Rua Tomazzo Ferrara, sentido centro, junto à Rua Castelo do Piauí. Segundo a reportagem da ABr, a maior parte dos moradores abordados disseram não ter conhecimento sobre a área de bloqueio, e não sabiam se haveria necessidade de cadastro para poder acessar o bairro nos dias de jogos. Um deles, no entanto, disse ter recebido um papel da prefeitura, informando que ele não poderia deixar seu carro estacionado na rua onde mora em dia de jogo. “Recebi um folheto hoje. Não sei como vai funcionar. Só sei pelo...

Leia mais
Novos pontos de coleta de ingressos da FIFA
maio31
Leia mais
Vídeo do Exoesqueleto apresentado por Miguel Nicolelis
maio30

Vídeo do Exoesqueleto apresentado por Miguel Nicolelis

  Assista o vídeo dessa obra da ciência brasileira, que mostra com louvor até onde o Brasil pode chegar com os recursos necessários para que aja desenvolvimento. Parabéns a todos os envolvidos nesse projeto. Publicado em 29/04/2014 pelo Portal da Copa Reportagem mostra detalhes do exoesqueleto, um dos desdobramentos do projeto Andar de Novo. A ferramenta pretende possibilitar que uma pessoa tetraplégica possa dar o pontapé inicial da Copa do Mundo da FIFA 2014, em 12 de junho, na Arena Corinthians. Saiba mais Projeto Andar de Novo...

Leia mais
Exoesqueleto levará paraplégico ao centro do campo na abertura da Copa 2014
maio30
Leia mais
Taça da Copa do Mundo estará em exposição até domingo em São Paulo
maio30

Taça da Copa do Mundo estará em exposição até domingo em São Paulo

A Prefeitura de São Paulo divulgou hoje, nota sobre o Tour da Taça da Copa do Mundo, que foi apresentada à cidade nesta quinta-feira (29) e ficará em exposição em Itaquera até domingo, 1º de junho. Feita com mais de 6 kg de ouro maciço 18 quilates, o troféu será visto na capital por até 20 mil pessoas por dia, segundo as projeções. São Paulo é a 27ª e última capital brasileira a receber o Tour da Taça. A vice-prefeita Nádia Campeão participou da abertura da exposição e conheceu as atividades preparadas para o público. “É importante que o evento aconteça aqui em Itaquera, o que aproxima a comunidade e já antecipa o clima da Copa. Teremos também a visita de 12 mil alunos da rede municipal, a imensa maioria de escolas da zona leste”, afirmou Nádia Campeão, que foi presenteada com uma pequena réplica da taça. O troféu chegou à Capital nas mãos do ex-jogador Roberto Rivellino, meio-campo da seleção brasileira na conquista do tricampeonato mundial em 1970. “É um privilégio poder tocar na taça. É uma oportunidade única para um povo que apoia tanto o nosso futebol poder ver de perto algo tão bonito”, disse Rivellino. A exposição fica aberta ao público das 9h às 21h em uma tenda montada no Shopping Itaquera, localizado na estação Corinthians-Itaquera do metrô. As visitas são realizadas com data e horário marcados, mediante a apresentação de um ingresso promocional fornecido pela empresa patrocinadora do evento. Mais informações sobre o acesso estão disponíveis no site oficial do Tour da Taça.     A visita dura cerca de 30 minutos e inclui atividades lúdicas, projeção de filmes e uma exposição das bolas utilizadas em 12 edições do Mundial. Todos os visitantes têm o direito de tirar uma fotografia ao lado do troféu, que é impressa ao fim das atividades. Tour A taça da Copa do Mundo foi exibida em 90 países em todos os continentes do mundo, em uma viagem que percorreu cerca de 150 mil quilômetros. São Paulo é a última etapa da turnê, que se iniciou em setembro de 2013 no Rio de Janeiro. No total, o evento permitirá que mais de dois milhões de visitantes vejam de perto o...

Leia mais
Isenções de impostos para a Fifa e séquito
maio30

Isenções de impostos para a Fifa e séquito

Gerson Soares A notícia não é recente, mas vale lembrar a isenção de impostos aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo então presidente Lula, concedida à Fédération Internationale de Football Association (Fifa). A Lei nº 12.350, de 20 de dezembro de 2010, que beneficia a Fifa, porquanto a realização da Copa 2014 no Brasil, ao mesmo tempo promoveu desoneração tributária destinadas às atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico nas empresas. Para tanto, essa lei teve de alterar 14 outras e dois decretos-leis. Além destes, revogou dispositivos de mais quatro leis. Em seguida, foi alterada pela Lei nº 12.431, de 24 de junho de 2011, novamente pela Lei nº 12.462, de 4 de agosto de 2011, e outra vez alterada pela Lei nº 12.839, de 9 de julho de 2013 – esta última recebeu vetos da presidente. A Lei nº 12.431, por sua vez, foi alterada mais três vezes, como segue: – Alterada pela Lei nº 12.715, de 17 de setembro de 2012. – Alterada pela Lei nº 12.844, de 19 de julho de 2013. – Alterada pela Lei nº 12.973, de 13 de maio de 2014. Há um velho ditado que diz: “Onde não há governo, todo mundo manda”. Muita gente acredita nisso.     A Fifa está fazendo seu papel de impor regras para realizar o mundial de futebol. O Congresso Nacional, devido às inúmeras manifestações de insatisfação com a realização da Copa – que minam a energia de quem precisa se locomover, trabalhar, estudar, ir ao médico, ao hospital, entre outros afazeres de uma vida normal –, poderia usar o tempo disponível para tratar de assuntos de interesse da Nação com a mesma presteza com que o fez para isentar dos impostos, a Fifa e o séquito que se move ao redor dos eventos que promove. Como se sabe, existem projetos importantes tramitando no Congresso há décadas e não merecem a devida atenção. Um deles, a própria reforma tributária. A falta de uma política de tributação condizente, tira dos brasileiros cinco meses de trabalho por ano, só para pagar impostos, segundo dados da Associação Comercial de São Paulo. O destaque deste post, mostra o Impostômetro, que registrava o valor pago a cada segundo, por volta das 10h desta manhã. Mais abaixo, o leitor pode observar sua atualização. No que diz respeito, particularmente aos benefícios tributários às diversas atividades envolvidas na Copa do Mundo, é preciso lembrar que ao comprar um sorvete, por exemplo, o dinheiro de ricos ou pobres tem o mesmo valor, mas causam diferentes impactos nos respectivos orçamentos. A carga tributária que incide sobre ambos é a mesma. Ao Brasil só interessa o imediatismo ou o...

Leia mais
Ditadura tipo Fifa
maio30

Ditadura tipo Fifa

A Fifa dita regras para quem vai assistir aos jogos, exposições que organiza e até a venda de alimentos num raio de dois quilômetros do estádios onde acontecem os jogos. Veja algumas delas: – É proibido fazer manifestação contra a Copa nos estádios; – É proibido aos jogadores usarem as redes sociais para fazer marketing; – É proibido protestar contra a Copa durante a exposição Tour da Copa em São Paulo; Estas são algumas proibições, mas a Fifa tentou proibir venda de acarajé e festas folclóricas na Bahia, também impõe regras que protegem rigidamente seus patrocinadores, como o uso de certos tipos de camisetas com marcas que não estão na lista dos patrocínios. No Brasil, foram alteradas diversas leis para que o país se adaptasse ao padrão Fifa, como por exemplo, a isenção de impostos. Por outro lado, a Lei nº 12.350 de 2010, que criou isenções para a realização da Copa do Mundo no país, incluiu no texto de isenções também os banquetes. Provavelmente sem acarajés… Leia mais Isenções de impostos para a Fifa e séquito...

Leia mais
Copa do Mundo / World Cup – Segurança e protestos no Brasil
maio29

Copa do Mundo / World Cup – Segurança e protestos no Brasil

Gerson Soares Os protestos estão programados, mas já acontecem quase diariamente por todo o país, e já está difícil saber onde será o próximo. O MTST que levou 15 mil pessoas às ruas em São Paulo, promete continuar se as reivindicações não forem atendidas. Para amanhã está marcado mais um protesto em Brasília e outro no bairro de São Mateus, na capital paulista. Mas estes são apenas dados superficiais que dão o clima da Copa. Os metroviários prometem greve para o dia 05 de junho e são esperadas mais manifestações dos movimentos Contra a Copa. Professores protestaram cercaando o ônibus da seleção brasileira no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira. Um dos cartazes dizia: “Não vai ter copa, vai ter greve”. As imagens do confronto de índios e manifestantes contra a polícia militar desta terça-feira, em Brasília, foram vistas nos sites mais importantes do mundo. Os fatos de um país dividido entre os que não querem a realização do evento, os que não se importam e aqueles que irão aos estádios, já que as lotações estão praticamente garantidas. No coração das crianças ainda não há lugar para tanta confusão, mas eles são herdeiros do caos criado pela irresponsabilidade e a ganância. É o Brasil que apresenta dramaticamente suas facetas, como um diamante mal lapidado. Segurança Diante desse panorama, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, classificou como pontual a falha de segurança que permitiu que manifestantes cercassem o ônibus da seleção brasileira no Rio de Janeiro. Ele voltou a defender as manifestações populares, desde que elas sejam pacíficas. “Cabe a nós garantirmos a liberdade de manifestação, mas jamais permitiremos abusos, seja de onde vierem. Não podemos permitir que pessoas usem a liberdade de manifestação para praticar atos ilícitos, nem que exista violência por parte de policiais. Tudo isso está planejado dentro do que concebemos para ter uma boa Copa e um bom padrão de segurança”, disse. Para Cardozo, os episódios recentes de manifestações, principalmente perto de estádios da Copa, não devem afastar os torcedores de outros países. “Acho que os estrangeiros devem se sentir seguros, sim. A atuação das forças de segurança mostra que a polícia está presente para garantir a lei, a liberdade de manifestação e não permitir abuso. Em várias partes do mundo, sempre que tivemos eventos, houve manifestações e, em alguns casos, com ultrapassagem do limite. A polícia deve garantir a liberdade de manifestação e evitar que as pessoas abusem. Quem abusar, será punido”, afirmou o ministro, ontem.   Saiba mais Copa do Mundo / World Cup – Governo tenta amenizar a situação Copa do Mundo / World Cup – Tour da...

Leia mais
Copa do Mundo / World Cup – Governo tenta amenizar a situação
maio29

Copa do Mundo / World Cup – Governo tenta amenizar a situação

O governo tenta diminuir o impacto constrangedor, mas a tendência é que as greves e manifestações aumentem nas capitais onde serão realizados os jogos da Copa. Membro do Comitê Organizador Local (COL), o ex-jogador Bebeto, falou hoje na Costa do Sauípe na Bahia sobre o assunto e pede mais uma vez união dos brasileiros.   “A Copa é uma grande oportunidade de mostrar o país. Tenho preocupação, sim, mas cabe à gente confiar no bom-senso das pessoas, obviamente tomando as medidas de segurança das delegações. Temos muitas riquezas naturais e econômicas, mas a nossa força é que somos queridos no mundo. A gente não pode botar isso em risco. A imagem brasileira é nosso grande ativo e é um patrimônio de todos os brasileiros. Somos os anfitriões de uma grande festa. Como bom anfitrião, a gente tem que zelar não só pelos que chegam, mas também pelas imagens que a gente transmite mundo afora. O problema são essas imagens, a imagem de uma flechada, de uma privada jogada em um estádio, que é apenas um evento, mas isso atrapalha nossa imagem no mundo”. Impostos Esta foi a fala do preocupado ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Marcelo Neri. Segundo disse ontem (28), a violência contra a Copa repercute negativamente no exterior e ressaltou a queda da desigualdade de renda no país nos últimos 12 anos. “Os 5% mais pobres tiveram um aumento de renda líquida de impostos de 137% por pessoa e os 5% mais ricos, de 26%. A renda dos pobres está crescendo 5,5 vezes mais rapidamente do que a renda dos ricos”. O ministro só esquece de o quanto isso representa em valores reais para aqueles que ganharam e detém boa parte do patrimônio nacional, enquanto os outros suam e pagam a conta. Neste exato momento, enquanto escrevemos esta reportagem, os impostos pagos pelos brasileiros, somente nestes cinco meses iniciais de 2014, ultrapassa a marca dos 664 bilhões do Impostômetro – medidor de impostos da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), fixado na fachada da sede à Rua Boa Vista, 51, no centro de São Paulo. Segundo a entidade, até o final deste mês de maio, o brasileiro terá trabalhado apenas para pagar os impostos ao governo. É bastante! Sempre que se levanta esse fato, existe uma comparação com países como a Noruega, Suíça ou Alemanha, por exemplo. Os dois últimos estarão aqui para disputar a Copa. O ministro terá uma ótima oportunidade para questioná-los sobre segurança, educação, saúde e a corrupção nos seus países. G.S.S. Saiba mais Copa do Mundo / World Cup – Segurança e protestos no Brasil Copa do Mundo...

Leia mais
Copa do Mundo / World Cup – Tour da Taça
maio29

Copa do Mundo / World Cup – Tour da Taça

Em Brasília, o Tour da Taça da Copa também não teve sossego. Depois de enfrentar protestos em outras capitais por onde passou, na capital do país também foi alvo dos manifestantes, o que levou o governo a suspender a visitação na terça-feira (27), retomando no dia seguinte. Em São Paulo, última etapa do Tour patrocinado pela Coca-Cola, a taça foi recebida pelo ex-jogador Rivelino. “A de 70 era mais bonita”, disse. Espera-se que o clima continue em paz até o próximo domingo, quando o conturbado tour termina. A Copa da Fifa está chegando, as seleções do mundo se acomodam e dentro dos estádios a segurança deverá ser garantida, pelo menos é o que afirmam os órgãos responsáveis e a própria Fifa, onde diz ser válido proibir manifestações. Porém, mostrar uma boa imagem, um povo tão feliz quanto deveria ser aquele que mora num lindo país como o Brasil, infelizmente isso não será possível. Ninguém pode esconder a insatisfação de 200 milhões de pessoas ou boa parte desse universo para sempre. G.S.S. Saiba mais Copa do Mundo / World Cup – Segurança e protestos no Brasil Copa do Mundo / World Cup – Governo tenta amenizar a situação   Tour da Taça - saiba mais Serviço: Tour da Taça em São Paulo 29 de maio a 1º de junho Shopping Itaquera Av. José Pinheiro Borges Cidade A. E. Carvalho Acesse o site da Coca-Cola e saiba como...

Leia mais
Avião da seleção brasileira
maio29

Avião da seleção brasileira

Segundo o Portal da Copa e a empresa Gol, a Seleção Brasileira cruzará os céus do país em busca do hexacampeonato a bordo de uma obra de arte. O avião que transportará a equipe de Luiz Felipe Scolari durante a Copa do Mundo no Brasil ganhou uma pintura exclusiva, feita pela dupla de grafiteiros Osgêmeos, que homenageia a diversidade étnica da população que torcerá pelo time canarinho. Os artistas plásticos paulistanos Otávio e Gustavo Pandolfo, irmãos gêmeos idênticos, precisaram de cerca de 100 horas de trabalho e mil latas de spray para decorar o Boeing 737-800 da Gol, empresa que patrocina a seleção e ficará responsável por levar o time brasileiro às cidades em que serão realizados os jogos – a expectativa é que a aeronave pouse no Rio de Janeiro, às vésperas do dia 13 de julho, quando será disputada a final do Mundial, no Maracanã. O primeiro voo da aeronave com a fuselagem grafitada, partiu do aeroporto de Confins, em Minas Gerais, na terça-feira (27). A companhia utilizará a aeronave em rotas normais. Quando ela não estiver à disposição da seleção fará o trecho Belo Horizonte São...

Leia mais
Leia mais
Governador visita Centro Integrado de Comando da Copa do Mundo
maio26

Governador visita Centro Integrado de Comando da Copa do Mundo

O governador Geraldo Alckmin visitou nesta segunda-feira, 26, o Centro de Comando Integrado de Monitoramento, na Luz, centro da Capital. O órgão funcionará como um centro de coordenação da Operação de Segurança da Copa do Mundo, integrando e monitorando informações de pelo menos 41 órgãos. O imóvel onde foi instalado o Centro pertence à Secretaria Estadual de Planejamento e recebeu um investimento de R$ 2,25 milhões do Governo do Estado para reforma e adequação. Os equipamentos e mobiliário foram adquiridos pela Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (Sesge), do Ministério da Justiça. “O Centro já está funcionando desde a última sexta-feira. Teremos aqui quatro áreas importantes, uma de segurança e defesa, uma de defesa civil e bombeiros, uma de agências e uma de mobilidade e trânsito. Cada uma dessas áreas com inúmeros agentes, seja do governo federal, do estado ou do município”, ressaltou o governador. “A partir do dia 10 de junho, o Centro estará funcionando 24 horas, 7 dias por semana. Ele fará monitoramento das áreas do entorno do estádio, das áreas de acesso, das fun fest e de maior concentração do público. Quero destacar a integração dos órgãos do estado – polícias civil, militar e científica, com a polícia federal, forças armadas, agências de inteligência e órgãos municipais. Ressaltar ainda o ótimo exemplo de legado. Quando acabar a Copa do Mundo, esse centro ficará como centro de inteligência para o Estado”, concluiu Alckmin. Conforme a Secretaria de Segurança Pública, o Centro irá operar, por meio de um videowall, 30 câmeras instaladas no entorno da Arena Corinthians e em outros pontos principais. Além disso, a Capital receberá cinco Centros de Controle Móveis – três carretas e duas plataformas de observação elevada, para que a Polícia Militar monitore jogos, Fan Fests e outros eventos relacionados à Copa. Desde sexta-feira, 23, estão em funcionamento a sala de operações (NOC – Network Operations Center), de atendimento, de armazenamento de dados (Datacenter), de crise, planejamento, escolta e administração e os equipamentos do Centro. Atualmente, o Centro conta com 53 assentos na sala de operações para órgãos públicos e empresas parceiras ligadas à operação do evento mundial, com possibilidade de ampliação para 60 assentos. Dentre eles, estão a Secretaria da Segurança Pública (SSP), as polícias Militar, Civil e Técnico-científica, o Corpo de Bombeiros, a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), entre outros. Segundo o governo do Estado, após a Copa do Mundo, o Centro deixará como legado o trabalho integrado entre as várias forças de segurança federais, estaduais e municipais, além de órgãos de regulação e controle e outras instituições que atuam em grandes eventos, como da área de saúde e defesa civil....

Leia mais
FIFA define cardápio que será oferecido aos torcedores nos estádios durante a Copa
maio26

FIFA define cardápio que será oferecido aos torcedores nos estádios durante a Copa

Além de produtos como refrigerante, cerveja e sanduíches, há opções que representam a culinária local, como o feijão tropeiro em Belo Horizonte e o bolo de rolo em Recife. As informações são do Portal da Copa, do Governo Federal.A FIFA finalizou a escolha das comidas e bebidas que serão oferecidas aos torcedores em cada um dos estádios durante a Copa do Mundo. O cardápio inclui uma oferta internacional, complementada por especialidades locais para atrair os públicos nacional e estrangeiro.Em Manaus, os torcedores poderão comprar tambaqui com fritas, a 13 reais. Já em Belo Horizonte, o tradicional feijão tropeiro será oferecido a 15 reais. Em Recife, as opções regionais são o bolo de rolo (R$ 5) e a tapioca (R$ 8). No Rio de janeiro, o torcedor pode optar pelo biscoito de polvilho (R$5), enquanto em Salvador o acarajé sai a 8 reais e a cocada, a 5. Sanduíches, refrigerante, água, cerveja, batata frita e chocolate são exemplos de itens que integram a oferta internacional. Acesse o cardápio completo As comidas e bebidas estarão disponíveis para os torcedores em vários locais dentro e ao redor do estádio, tanto em barracas concessionárias e vendedores ambulantes quanto dentro das FIFA Fanzones, onde os torcedores poderão experimentar a comida regional e conferir a área de churrasco. Equipe Em fevereiro, a FIFA e seus fornecedores de comida e bebida, a Aramark e a CSM, deram início a uma campanha aberta de recrutamento para contratar uma equipe de 12 mil pessoas para realizar uma série de funções, incluindo os cargos de supervisor, coordenador, vendedor e caixa. Foram 165.862 inscrições iniciais: todas foram analisadas e, em seguida, veio a etapa de entrevistas. Atualmente a equipe está passando por um treinamento.Os trabalhadores receberão pela internet um certificado de trabalho que confirma sua experiência e pode ser usado em futuras candidaturas a um...

Leia mais
Copa 2014 – Museu do Futebol estreia mostra sobre trajetória da seleção nas Copas do Mundo
maio26

Copa 2014 – Museu do Futebol estreia mostra sobre trajetória da seleção nas Copas do Mundo

Exposição interativa permite que o visitante registre uma experiência vivida em um dos campeonatos mundiais. Às vésperas do início da Copa do Mundo no Brasil, o Museu do Futebol inaugura às 9h desta terça, 27, uma exposição com a história dos 20 campeonatos mundiais. Em cartaz até o dia 7 de setembro, a mostra “Brasil 20 copas” traz filmes, entrevistas e objetos que contam a trajetória da seleção canarinho em todas as disputas. Além do depoimento de jornalistas, escritores e jogadores sobre os mundiais, a mostra interativa convida o próprio visitante a contar uma experiência inesquecível vivida durante um dos campeonatos e a responder por que o Brasil é o maior campeão de todas as Copas. SERVIÇO “Brasil 20 Copas” – Museu do Futebol Praça Charles Miller, s/n, Pacaembu, São Paulo-SP De 27 de maio a 7 de setembro De terça a domingo, das 9h às 18h, com bilheteria até às 17h. De 13 de maio até 13 de julho, até as 21h (bilheteria), com permanência até as 22h. R$ 6 (meia entrada para estudantes, professores e idosos) e grátis às quintas-feiras (até 13 de julho) e aos sábados (o ano todo). Crianças até sete anos e pessoas com deficiência não pagam. Informações: (11) 3664-3848 www.museudofutebol.org.br Read in...

Leia mais
World Cup – Football Museum debut showing on path selection in World Cups
maio26

World Cup – Football Museum debut showing on path selection in World Cups

Google translation Interactive exhibition allows visitors to register a lived in a world championships experience. On the eve of the start of the World Cup in Brazil , the Football Museum opens at 9am this Friday, 27 , an exhibition of the history of the 20 world championships . On display until Sept. 7 , the show ” Brazil tops 20 ” brings movies, interviews and objects that tell the history of the canary selection in all disputes . Besides the testimony of journalists, writers and players on world , interactive shows invites the visitor to tell an unforgettable experience during one of the championships and answer why Brazil is himself the greatest champion of all Hearts. SERVICE ” Brazil 20 Cups ” – Football Museum Praça Charles Miller , s / n , Pacaembu , São Paulo – SP From May 27 to September 7 From Tuesday to Sunday from 9h to 18h , with box office until 17h . From May 13 until July 13 until 21h ( box office ) , with persistence until 22h . R $ 6 ( half price for students , teachers and seniors ) and free on Thursdays ( until July 13 ) and Saturday (all year ) . Children up to seven years , and people with disabilities do not pay . Information: (11) 3664-3848 www.museudofutebol.org.br Leia em português...

Leia mais
Prefeito sanciona feriado em 12 de junho, dia da abertura da Copa em São Paulo
maio26

Prefeito sanciona feriado em 12 de junho, dia da abertura da Copa em São Paulo

O Diário Oficial do município publicou no último sábado (24), a sanção do prefeito Fernando Haddad ao projeto que declara feriado o dia 12 de junho, quando será realizada a abertura da Copa do Mundo na Arena Corinthians, em Itaquera. A informação é da Câmara Municipal de São Paulo (CMSP). Aprovada pela Câmara Municipal na semana passada, a Lei Municipal 15.996 também declara ponto facultativo nos outros dias de jogo na cidade. Por pressão de entidades como a Associação Comercial, os vereadores alteraram o projeto original do Executivo para excluir do feriado as seguintes atividades: comércio de rua, bares, restaurantes, centros comerciais, shopping centers, galerias, estabelecimentos culturais, pontos turísticos, empresas na área de turismo, hotéis e empresas jornalísticas. Os trabalhadores desses estabelecimentos trabalharão normalmente. O PL também mantém o funcionamento das “unidades públicas municipais cujas atividades não possam sofrer solução de continuidade, podendo, nas demais, a critério dos titulares dos respectivos órgãos, ser instituído regime de plantão, nos casos julgados...

Leia mais
Copa do Mundo 2014 / World Cup – Selos filatélicos da Copa lembram o Tatuapé
maio24

Copa do Mundo 2014 / World Cup – Selos filatélicos da Copa lembram o Tatuapé

Edição: Alô São Paulo A FIFA anunciou no final do ano passado (17/10/13), a continuação de seu programa global de filatelia para a Copa do Mundo da FIFA 2014™, no Brasil. O programa atual é um legado do Programa de Filatelia do Centenário da FIFA, criado em 2004 para celebrar o aniversário. Desde então, prosseguiu com grande sucesso, sob o título de “Programa de Filatelia Comemorativo Oficial”, para as Copas do Mundo da FIFA 2006 e 2010™, e está sendo mais uma vez implementado.   O nome do personagem escolhido é Fuleco. Ele é a mascote oficial da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. O simpático tatu-bola, estilizado pela empresa 100% design, recebeu esse nome juntando Ful (de futebol ou football) e Eco (de ecologia). A escolha superou os nomes Amijubi (de amizade e jubilo) e Zuzeco (de azul e ecologia). “Ele não só é conhecido e reconhecido pela grande maioria dos brasileiros, como também parece ter construído um relacionamento com os fãs do futebol e é uma figura popular, mesmo ganhando o seu próprio apelido carinhoso tatu-bola”, disse o diretor de Marketing da Fifa Thierry Weil, que revelou: “Ele está rapidamente se tornando o mais bem sucedido mascote da Copa do Mundo de todos os tempos”. Curiosidade O estádio onde será realizada a abertura e o primeiro jogo da Copa, pertence ao time cuja sede está localizada no bairro do Tatuapé, nome que recebeu devido aos tatus-bola e significa caminho do tatu – herdado aos costumes dos bandeirantes de nominar lugares com topônimos tupis. “O programa de filatelia oferece a administradores postais em todo o mundo uma excelente oportunidade de participar da celebração do maior evento de futebol do planeta. O programa possibilita um forte envolvimento nacional em um programa global, para um evento que reúne as melhores seleções do mundo diante de uma audiência global de bilhões de torcedores”, diz Weil. Para a FIFA, a edição de 2014 do evento é altamente aguardada, com o retorno da Copa do Mundo ao Brasil pela primeira vez desde 1950. Assim, o evento voltará a ser realizado em uma nação frequentemente descrita como o lar espiritual do futebol: um país onde o futebol é um componente intrínseco da identidade nacional. Dois selos de edição especial foram lançados pelos Correios do Brasil para homenagear a realização da Copa das Confederações. Desde o início deste ano, forão lançados outros selos comemorativos de edição especial, incluindo selos contendo marcas registradas da FIFA, como Pôsteres das Sedes, o Emblema Oficial do evento e o famoso Mascote Oficial, Fuleco. A FIFA lembra que a oportunidade também é oferecida a administradores postais de todo o...

Leia mais
Copa 2014 / World Cup – A mascote Fuleco, o Tatuapé e curiosidades do futebol
maio24

Copa 2014 / World Cup – A mascote Fuleco, o Tatuapé e curiosidades do futebol

O bairro do Tatuapé já foi reconhecido pelas inúmeras equipes de futebol varzeano, que revelaram craques inesquecíveis. Eram garotos jogavam bola em campos de terra e nem sonhavam com a fama. A vontade de jogar era tamanha que a garotada e os jovens se revezavam pelos campos de futebol existentes no bairro, muitos deles jogando duas, três partidas num só sábado ou domingo, por mais de um time. O Fuleco, que representa muitos times, é também um simpático tatu. Esses garotos eram vistos e selecionados pelos chamados olheiros do futebol que percorriam campos de várzea atrás de talentos. Quando os encontravam levavam-nos para treinar em times grandes. Ironicamente um desses garotos, o mineiro Pelé, melhor jogador de todos os tempos, foi recusado para treinar no Corinthians. Outra ironia é que esse time sempre sofria derrotas decisivas para o time onde Pelé jogou praticamente em toda a sua carreira, o Santos F.C. O Sport Club Corinthians, sediado no Tatuapé desde o início do século passado – sua fundação aconteceu na Barra Funda –, era um lugar almejado por esses garotos. Na história do time, por onde passaram craques inesquecíveis, está Rivelino. Apesar de marcar muitos gols, jamais foi campeão brasileiro ou paulista pelo time que o revelou desde as categorias de base. Porém, tendo sido recusado pelo Palmeiras, jogava pelos times do Parque São Jorge, localizado no Tatuapé, suas melhores partidas contra o alvi-verde e era chamado de “garoto do parque”. Durante o tempo em que atuou no clube, o Corinthians permaneceu duas décadas sem ganhar nenhum título importante. A ponto de Rivelino dizer que trocaria o título de campeão mundial pela Seleção Brasileira em 1970, por um simples título de campeão paulista pelo Timão do Tatuapé. Agora, acontece outra dessas interessantes curiosidades históricas ligadas ao futebol. O estádio onde será realizada a abertura e o primeiro jogo da Copa 2014, torneio cercado por tantas polêmicas, pertence ao time Corinthians, cuja sede está localizada no bairro do Tatuapé, que lembra a mascote da Fifa – um tatu-bola estilizado. O bairro paulista recebeu esse nome devido aos tatus-bola e significa caminho do tatu. A nominação foi herdada pelo costume dos bandeirantes – sertanistas que desbravaram o interior o Brasil a partir da capital – de nominar lugares com nomes indígenas, no caso um topônimo da língua tupi onde apé significa caminho e tatu, assim chamado por eles, animal da família dos Dasypodidae. Para formar o nome da mascote Fuleco também foi usada a junção de duas palavras. Ful, de futebol, football e eco de...

Leia mais
Copa 2014 / World Cup – Atrasos e a anunciada desorganização afastam aliados da Copa
maio24

Copa 2014 / World Cup – Atrasos e a anunciada desorganização afastam aliados da Copa

10h50, atualizado 11h54 Gerson Soares O governo brasileiro assumiu um compromisso há sete anos perante a comunidade internacional, das américas, da europa, ásia e oceania. Esse compromisso, o de realizar a Copa Mundial de Futebol, foi criticado desde o início, devido o país não ter estrutura nem para se sustentar, sob os mais diversos aspectos sociais e políticos. A candidatura a país sede da Copa 2014 envolveria diversos setores há muito deteriorados ou inexistentes, um deles envolve a mobilidade, palavra bastante conhecida nos últimos tempos. A segurança é outro aspecto que parece ter sido esquecido pelo governo. Agora, leis e decretos de última hora e a famosa truculência latino-americana estão em pleno andamento, para coibir as prometidas manifestações, que já começaram e assustam esse governo e o mundo com o qual ele se comprometeu em nosso dos brasileiros. O futebol envolve certas paixões, como as de uma criança e jovens que buscam espelhar-se nos ídolos, mas longe da inocência existe um mercado que movimentos somas inimagináveis de dinheiro. Os craques, brasileiros estão entre os que recebem salários fantásticos para jogar bola e fazerem aquilo que se imagina gostem. De olho nesse aspecto, a organização da Copa 2014, rapidamente procurou envolver a lenda nacional Pelé e Ronaldo que se tornaram figuras indispensáveis na promoção do torneio da Fifa no Brasil. Ainda, o capitão Cafú e Bebeto. No comando das ações, foi nomeado pela presidente Dilma Roussef, Aldo Rebelo, o ministro do Esporte, que compara os atrasos na preparação para Copa do Mundo com a noiva que se atrasa propositalmente para o casamento. “É inaceitável que alguns estádios não estão terminados. Não é possível que em seis anos não desse tempo. É uma vergonha.”, tem dito o rei. Os comentários de Pelé, também foram publicados no The New York Times, pela Associate Press na última quarta-feira (21). O diário americano comenta que a lenda brasileira Pelé criticou a organização da Copa do Mundo de seu país, dizendo que bilhões de dólares foram gastos imprudentemente. “Falando na Cidade do México, Pelé disse que entende os protestos da população contra os gastos, mas ele também lamentou a violência. O Brasil está gastando US $ 11 bilhões ao longo de toda a Copa do Mundo, e US $ 4 bilhões, em 12 estádios novos e renovados”. Pelé disse: “Parte desse dinheiro poderia ter sido investido nas escolas, nos hospitais. O Brasil precisa disso”, publicou o jornal no seu site. Ronaldo, outro ídolo do futebol brasileiro, diz: “A Copa do Mundo é uma ferramenta que trouxe uma série de investimentos para o nosso país. Poderia ter sido perfeito, se fizessem tudo o que prometeram, mas...

Leia mais
Copa 2014 / World Cup – Sindicatos e empresas assinam campanha por trabalho decente na Copa
maio24

Copa 2014 / World Cup – Sindicatos e empresas assinam campanha por trabalho decente na Copa

15/05/2014 Paulo Victor Chagas – Repórter da Agência Brasil Edição: Talita Cavalcante Faltando menos de um mês para o início da Copa do Mundo no Brasil, representantes do governo, de empresas e de trabalhadores assinaram no dia 15, dois documentos em prol do trabalho e emprego decente durante as contratações temporárias para o Mundial. Com a presença da presidenta Dilma Rousseff, o lançamento do Compromisso Nacional pelo Emprego e Trabalho Decente vai reunir no Palácio do Planalto cerca de 500 pessoas, entre centrais sindicais, trabalhadores e representantes empresariais, que vão aderir voluntariamente às campanhas de combate ao trabalho infantil, à exploração sexual, e a favor do respeito aos direitos trabalhistas. O primeiro compromisso pretende assegurar a quantidade e a qualidade dos empregos diretos e indiretos criados por ocasião dos megaeventos esportivos, especialmente da Copa. Elaborado sob a coordenação do ministério do Trabalho e Emprego, o termo prevê o respeito aos direitos fundamentais no trabalho, estabelecidos pela Organização Internacional do Trabalho e confirmados pelo Brasil. O documento também determina a promoção de iniciativas de economia solidária, a contratação de cooperativas de material reciclável e a transformação de parte das vagas temporárias em empregos permanentes. De acordo com a Central Única dos Trabalhadores, mais de 40 mil empregos estão sendo criados em hotelaria e gastronomia por ocasião do Mundial. O segundo termo a ser assinado é resultado das discussões de uma mesa permanente que estuda, desde 2012, o aperfeiçoamento das condições de trabalho no setor de turismo e hospitalidade. Os signatários se comprometem a promover a segurança e saúde no trabalho, a fim de prevenir acidentes e doenças. Para o assessor especial da Secretaria-Geral da Presidência (SG-PR) José Lopez Feijóo, as empresas que aderirem ao compromisso deverão obedecer às regras de contratações. “Quando você diz que tem que respeitar as normas, você está dizendo que a contratação tem que ser absolutamente normal de acordo com a lei brasileira”, explicou, ao informar ainda que, no período de vigência do compromisso, os trabalhadores não poderão ser demitidos, exceto se reprovados durante o tempo de experiência. Segundo José Lopez Feijóo, as empresas que aderirem ao compromisso poderão participar de campanhas de combate ao trabalho infantil e à exploração sexual de crianças e adolescentes. Serão autorizadas, por exemplo, a vincular suas marcas à campanha “Proteja Brasil”, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência, na divulgação de materiais publicitários sobre o tema. “O que queremos é haja uma campanha forte de todos os envolvidos nesse período, e que ajude a criar uma cultura que é inaceitável a exploração”, avaliou Feijóo. Após a cerimônia, será instituído um comitê nacional para acompanhar o cumprimento do compromisso. Também serão...

Leia mais
Copa 2014 / World Cup – Mesa redonda com jornalistas brasileiros sobre jogo de abertura e ingressos
maio24

Copa 2014 / World Cup – Mesa redonda com jornalistas brasileiros sobre jogo de abertura e ingressos

Fifa – Rio de Janeiro, Brasil Os preparativos para o jogo de abertura, a empolgação com a chegada das seleções para a disputa da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, além de novos ingressos à venda e conselhos para não cair na armadilha dos cambistas foram alguns dos temas de um encontro do secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, do CEO do Comitê Organizador Local (COL), Ricardo Trade, e do diretor de marketing da FIFA, Thierry Weil, com jornalistas brasileiros nesta sexta-feira (23/5), no Rio de Janeiro.     “A Copa do Mundo não é um grande evento somente para a FIFA, mas para o Brasil. Estamos muito próximos. Vamos levar o torneio de volta para os jogadores e os 32 times. Agora não existem mais preocupações, apenas o cuidado com a chegada das equipes, que elas estejam nos seus centros de treinamento se preparando para um grande evento. E que o Brasil faça um grande torneio e vá o mais longe possível”, disse o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke. Entre os assuntos abordados esteve os eventos-teste na Arena de São Paulo, local da partida de abertura da Copa do Mundo da FIFA entre Brasil e Croácia, dia 12 de junho. O estádio receberá mais um jogo antes do torneio, no dia 1º de junho, já durante o período exclusivo de operações da FIFA e do COL. “Se não fosse o local da partida de abertura talvez não realizássemos mais um teste lá. Mas é importante fazermos isso para termos certeza de que todos os pontos estarão ajustados. Foi uma regra que mudamos, de não realizar um jogo durante o período exclusivo, para que utilizássemos as arquibancadas com assentos complementares”, acrescentou o secretário-geral da FIFA. O CEO do COL, Ricardo Trade, também comentou sobre os preparativos finais para o início do maior evento esportivo já organizado no Brasil. “Ficamos muito satisfeitos com o teste realizado no estádio do Corinthians, foi um dos melhores que realizamos, mas este novo evento-teste nos dará a oportunidade de observar áreas que não foram operadas por nós na partida anterior. Estamos muito tranquilos porque o trabalho que fizemos até aqui foi muito bem feito”, disse Ricardo Trade. Outro tema muito citado em perguntas para o diretor de marketing da FIFA, Thierry Weil, foram os ingressos e a preocupação com os cambistas. Weil apresentou números como os 2.745.022 ingressos já alocados e os 535.768 bilhetes solicitados para serem entregues a domicílio; 88% deles já enviados para os compradores. Ele disse que existe a possibilidade de novos ingressos à venda para jogos da Copa do Mundo da FIFA. “Temos de ter ingressos de contingência para os...

Leia mais
Copa do Mundo no Brasil e o turismo sexual que está superando a Tailândia
maio20

Copa do Mundo no Brasil e o turismo sexual que está superando a Tailândia

Reportagem: Rahad Abir para o Guardian Liberty Voice Tradução: Google Edição: Gerson Soares Sob o título, Brazil World Cup and Sex Tourism, o Guardian Liberty Voice (GLV), site da cidade de Nevada, estado americano de Las Vegas, publicou no início de abril uma matéria sobre o turismo sexual no Brasil, relacionando-o com a Copa 2014. Segundo o GLV, que tem na liberdade de expressão uma de suas premissas, o turismo sexual no país não é nada novo. “A Copa do Mundo que será realizada no Brasil e o turismo sexual são dois tópicos totalmente diferentes, mas de alguma forma há uma conexão. O turismo sexual no Brasil não é nada, novo, mas a Copa do Mundo é um grande negócio. O maior país da América Latina está lentamente superando a Tailândia como um dos destinos mais populares para férias de sexo. Além disso, há um outro bom motivo por trás desta indústria florescente. Brasil vai sediar a Copa do Mundo de 2014, que começará em 14 de junho (sic!) e termina em 13 de julho. Além disso, a Copa do Mundo não seria o fim da história, o país também vai sediar os Jogos Olímpicos de Verão de 2016”. A reportagem de Rahad Abir é extensa e afirma que milhares de visitantes são esperados no país e as prostitutas já estariam aprendendo inglês e fazer acordos com os bancos, a fim de receber pagamentos com cartão de crédito. “Para elas, esta parece ser uma oportunidade séria”, afirmou. “No Brasil, a prostituição é legal para aqueles que tem dezoito anos ou mais. Mas este país sul-americano tem o pior nível de prostituição infantil, entre 250.000 e 500.000 crianças supostamente envolvidas no negócio. Os críticos advertem que a prostituição de menores pode subir durante a Copa do Mundo”, afirmou Abir. O Guardian Liberty Voice, deixou de citar que os próprios pais levam meninas para se prostituírem em troca de favores ou dinheiro. Essa situação é mais comum nos estados da federação onde a pobreza e a fome falam alto, mas a ignorância desenvolvida através de anos de abandono, berra. A reportagem é longa e mostra um Brasil cruel com sua gente menos esclarecida, afortunada e por anos a fio desconhecida. De acordo com a matéria publicada no dia 5 de abril deste ano, “a prostituição e o turismo sexual no Brasil, nos últimos cinco anos, passou por uma reformulação, especialmente nas cidades mais ricas e maiores. Bordéis no Brasil agora estão competindo com bares e discotecas do hotel. As meninas são atraídas para a prostituição, por causa do dinheiro fácil, enquanto os salários, por outro lado, são muito baixos. O Brasil...

Leia mais
Tourism in Sao Paulo / Wine Road in San Roque
maio19
Leia mais
Cidade parada em dia de preparativos para a Copa
maio15

Cidade parada em dia de preparativos para a Copa

Gerson Soares / 14h A quinta-feira deve continuar complicada. Os protestos contra a realização da Copa é um pretexto para que várias categorias se manifestem. A manhã desta quinta-feira foi marcada por inúmeros protestos que praticamente interditaram as principais vias da cidade. Marginal do Tietê e Radial Leste, próximo ao Itaquerão, além da Marginal Pinheiros e Rodovia Anhanguera, estão entre os pontos interditados. A cidade vive o clima de ensaio para a abertura da Copa. Sábado, para o jogo na Arena Corinthians, é esperado um público de 40 mil pessoas e servirá como teste. Os professores municipais marcaram para as 14h uma passeata entre a Secretaria Municipal de Educação. Às 17h, na Praça do Ciclista na avenida Paulista, está marcado o 7º movimento contra a realização da Copa. Segundo informações do site de O Estado de São Paulo, neste momento está sendo realizada uma manifestação na Avenida Paulista e a Rua da Consolação, no sentido da Paulista, também está tomada por manifestantes. As demais, que tiveram início pela manhã, deram...

Leia mais
Não vai ter copa!
abr29

Não vai ter copa!

Gerson Soares 30 de abril, atualizado às 8h30. A polícia militar divulgou que o número de manifestantes de ontem, cuja concentração foi iniciada na Rua Tuiuti, chegou a mais de 800 pessoas. Ontem, durante a manifestação a PM dizia que não passava de 300. Esse número foi elevado para 500 e hoje chegou à marca dos 800, número que expressa melhor o que pode ser visto.   Tatuapé, São Paulo – Passava das 20h quando a manifestação contra a realização da Copa do mundo da Fifa, tomou corpo e começou sua caminhada em direção ao centro da cidade.   A concentração aconteceu na Rua Tuiuti esquina com a Radial Leste, palco de uma das maiores manifestações contra o atual governo na zona Leste de São Paulo, em junho do ano passado. Nesta noite, o movimento, em sua maioria de jovens, reclamou ordeiramente contra a realização da Copa do mundo que começa no dia 12 de junho em São Paulo, mas para eles a palavra de ordem era: “Não vai ter Copa”. A polícia militar conseguiu garantir que a manifestação se dirigisse para o Viaduto Padre Adelino ao invés de fechar a Radial Leste na estação Tatuapé do Metrô. Os manifestantes seguiram até a Av. Álvaro Ramos pela Rua Padre Adelino e então tomaram a pista bairro-centro da avenida mais movimentada da zona Leste, que ficou paralisada nos dois sentidos até que o último manifestante a atravessasse. Neste momento devem estar chegando ao centro da cidade de São Paulo, conforme informou um dos manifestantes. Os acompanhamos da estação Tatuapé até o metrô Belém, e neste trajeto não houve tumultos ou quaisquer tipos de arruaças por parte dos manifestantes. Policiais militares e a tropa de choque seguiu escoltando-os a pé e nas viaturas, pacificamente, sem alterações de comportamento de ambos os lados até há pouco quando os deixamos embaixo da passarela do metrô Belém. Outro movimento que expunha uma faixa com os dizeres Unfair Players, se juntou aos demais e seguiram na direção do centro, repetindo ao som dos tambores, as palavras de ordem “Não vai ter copa”. O governo de Dilma Roussef se preocupa com essas manifestações e o congresso se apressa em aprovar leis para coibir alguns tipos de movimentos e garantir as ações das polícias nas cidades-sedes onde ocorrerão os jogos. Quem acompanha os manifestantes sabe que será um embate difícil, pois a Copa do mundo se tornou não uma pedra no sapato, mas um paralelepípedo no colo da organização. Os bilhões gastos não justificam nem retratam a realidade do país, onde os casos mais escabrosos desde a saúde até a educação, escandalos seguidos entre Mensalão, Petrobrás, doleiro,...

Leia mais
Não vai ter Copa, ao som dos tambores
abr29

Não vai ter Copa, ao som dos tambores

Gerson Soares Num ritmo bem compassado, pacificamente, os mais de 500 manifestantes deram o seu recado ao governo. Diretamente do coração do Tatuapé, uma das portas de entrada da zona Leste, onde diariamente milhares de pessoas se esmagam para entrar no metrô, sair dos trens ou embarcar nos ônibus, eles mandaram bem como se diz. A decepção é grande com a realização de uma copa do mundo no país que há muito tempo deixou de ser o país do futebol para se tornar o país da corrupção e dos desmandos governamentais, corrompendo até mesmo o próprio futebol. Assista o vídeo deste dia 29 de abril....

Leia mais
Não vai ter… Copa
abr29

Não vai ter… Copa

Gerson Soares Assista o início desta reportagem sobre a manifestação contra a realização da Copa da Fifa no Brasil. A concentração aconteceu na esquina da Rua Gonçalves Crespo com a Rua Tuiuti, no Tatuapé em São Paulo, nesta noite do dia 29 de abril.

Leia mais
Manifestação no Tatuapé, contra a Copa
abr29

Manifestação no Tatuapé, contra a Copa

Manifestantes estão reunidos neste momento para protestar contra a Copa 2014 que será realizada no Brasil. A Polícia Militar está posicionada para impedir o fechamento da Radial Leste, mas os manifestantes já fecharam a Rua Tuiuti e os ônibus não conseguem chegar nem sair do Terminal. Os protestos no Tatuapé contra a realização da Copa do Mundo no Brasil tomaram as passarelas do metrô. As pessoas estão voltando para casa a pé, pois não há táxis por perto. O ponto de táxi na Praça Sílvio Romero estava vazio agora...

Leia mais
A menos de 50 dias da Copa, ainda há dúvidas, muitas
abr24

A menos de 50 dias da Copa, ainda há dúvidas, muitas

Gerson Soares A pior delas é quanto a possibilidade de a Arena Corinthians não estar totalmente preparada no dia da abertura. Mas não é só isso. A imprensa internacional se organiza para o mundial de futebol que acontecerá daqui a 49 dias no Brasil. O prazo final da Fifa para a entrega dos estádios já está ultrapassada, foi em dezembro do ano passado. Ronaldo, que faz parte do Comitê Organizador da Copa, já afirmou que isso faz parte do jeitinho brasileiro. O ministro do Esporte Aldo Rebelo, disse que nunca viu um casamento não acontecer por causa do atraso da noiva, ao tentar justificar a lentidão. Quanto aos protestos que poderão azedar os planos do Comitê, inclusive o da reeleição da presidente Dilma Roussef, que afirma em seu blog que esta será a Copa das Copas, o presidente da Fifa Joseph Blatter tenta se convencer de que o futebol estará protegido e afirma que está otimista, incitando todos a isso. A verdade é que ninguém quer desacreditar a Copa 2014, mas está difícil esquentar o clima do evento que gerou tanta insatisfação popular devido aos gastos do governo, um dos temas principais dos protestos de junho do ano passado, e coincidentemente completarão um ano durante o evento. Antes de ontem (terça, 22), o Rio de Janeiro estreou o Tour da Taça – uma exposição com vídeos, edições dos Mundiais, bolas das copas e lazer –, que visitará pela primeira vez todas as capitais de um país-sede da Copa do Mundo. A cidade maravilhosa hospedará o troféu até sábado, quando terá início o tour por 27 capitais brasileiras, terminando em São Paulo com a chegada programada para o dia 29 de maio. Na terça também, uma comitiva da Fifa esteve em São Paulo para verificar as obras do estádio onde será realizada a abertura do mundial. “A Arena Corinthians estará pronta para a Copa”, afirmou à imprensa o secretário-geral da entidade Jérôme Valcke. “Não podemos perder um só minuto, porque tem muito o que fazer. Não só para a Odebrecht, mas para as outras empresas que estão trabalhando no entorno. Estamos correndo contra o tempo, mas posso afirmar que o estádio estará pronto para a abertura e para os outros jogos”, disse. Acompanhando o Secretário da Fifa, o ministro do Esporte Aldo Rebelo comentou as obras do entorno e deu o tom do pensamento governista que norteia a realização do evento. “Tive a oportunidade de circular pelas redondezas do estádio, para ver as obras que estão em execução, algumas concluídas, outras bastante avançadas. Essa região recebe obras que elevam o padrão de vida dos seus moradores e ajudam a traçar...

Leia mais
Obras de mobilidade no entorno da Arena Corinthians serão entregues no fim do mês
abr16

Obras de mobilidade no entorno da Arena Corinthians serão entregues no fim do mês

Construtora entregou nesta terça-feira (15) as obras civis da arena que receberá a abertura da Copa do Mundo de 2014 ao Corinthians. Intervenções viárias no entorno do estádio serão entregues no fim deste mês pela Prefeitura e pelo Governo do Estado. As intervenções de mobilidade urbana e acessibilidade que estão sendo realizadas no entorno do estádio de abertura da Copa do Mundo de 2014, a Arena Corinthians, em Itaquera (Zona Leste), serão entregues pela Prefeitura e pelo Governo do Estado no fim de abril. O anúncio foi feito pela vice-prefeita e coordenadora da SPCopa, Nádia Campeão, e pelo secretário estadual de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Júlio Semeghini, nesta terça-feira (15) durante a entrega simbólica do estádio pela Odebrecht ao Corinthians.   Entre as melhorias estão a construção de uma nova avenida de ligação Norte-Sul, no trecho entre as avenidas Itaquera e José Pinheiro Borges, incluindo as transposições em desnível sobre as linhas do Metrô, além de outra nova avenida articulando a Ligação Norte-Sul com a Miguel Inácio Curi. Também estão entre as obras a passagem em desnível na rua Doutor Luis Aires, no trecho em frente às estações do Metrô e da CPTM, e a construção de duas alças de acesso entre a avenida Jacu-Pêssego e a Nova Radial. Uma rotatória e o alargamento de pista no cruzamento da Miguel Inácio Curi com a avenida Engenheiro Adervan Machado também faz parte do pacote que conta com investimentos de R$ 397,9 milhões do Estado e R$ 150,6 milhões do município. “Entramos com algumas obras complementares importantes e vamos entregar até o fim do mês, essa praça de acesso de 16 mil m² que vai fazer com que toda a mobilidade e acessibilidade em torno do estádio e em torno do Polo de Itaquera seja facilitada”, disse Nádia Campeão. “As mudanças são muitas. Vamos ter também todo um novo sistema de iluminação pública aqui ao longo dos próximos dias, na Radial, embaixo dos viadutos e no entorno do estádio”, disse a vice-prefeita. “Nos próximos dias o Governo do Estado e a Prefeitura vão entregar toda a estrutura ao redor. Ficará faltando só uma passarela que no final de maio será concluída. Em muitos estados estão questionando se existiu ou não um legado e tenho certeza que o estado (de São Paulo) deixará um grande legado”, disse Júlio Semeghini. Desde o início das obras, a Arena gerou 6 mil empregos diretos e indiretos e 246 pessoas foram capacitadas em cursos técnicos, sendo 115 contratadas pela construtora e 53 trabalhadores concluíram a alfabetização por meio de programas sociais da construção. Copa do Mundo Uma das 12 cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014,...

Leia mais
Construtora faz entrega simbólica da Arena Corinthians
abr16

Construtora faz entrega simbólica da Arena Corinthians

Gabriel Fialho / Portal da Copa Clube planeja evento com crianças, partida entre operários e jogo entre equipes do Corinthians antes do evento-teste oficial, em 17 de maio. A construtora Odebrecht entregou simbolicamente ao Corinthians a arena que será palco da abertura da Copa do Mundo, nesta terça-feira (15.04). Na reta final das obras, o estádio ainda recebe retoques de acabamento, colocação do forro da cobertura no lado oeste, reparação da estrutura danificada pela queda de um guindaste em novembro de 2013 e finalização da praça externa ao local. Cerca de mil operários trabalham para entregar os últimos ítens nos próximos 15 dias. Os assentos temporários, exigência para que o estádio receba a partida de abertura, têm previsão de conclusão em maio. A partir de agora, o clube começa a testar itens de operação da arena. Conselheiro vitalício do Corinthians e um dos responsáveis pela obra, Andres Sánchez divulgou o cronograma de eventos planejados pelo clube antes de a bola rolar para Brasil x Croácia, em 12 de junho. “Vamos fazer várias estreias. No dia 26 de abril, desde que as autoridades liberem, teremos um evento com cinco mil crianças das escolas da região, para testar os aparelhos do estádio, mas sem jogo. No dia 1º de maio, para um público entre sete mil e dez mil pessoas, teremos um jogo entre trabalhadores da obra. No dia 10 de maio, faremos a partida Corinthians x Corinthians (somente com atletas que já jogaram ou jogam no clube), para homenagear nossos jogadores, para umas 20 mil pessoas”, afirmou o dirigente. O primeiro jogo oficial na arena será em 17 de maio, quando será realizado o evento-teste da FIFA. Corinthians x Figueirense, válido pelo Campeonato Brasileiro, deve contar com a capacidade máxima do local, que é de pouco mais de 68 mil pessoas. “Se der tempo, a gente ainda faz um jogo aqui contra o Atlético Paranaense pelo Campeonato Brasileiro, antes de entregar o estádio à FIFA”, afirmou Sánchez, que espera a liberação dos órgãos de segurança, da prefeitura e do Corpo de Bombeiros para confirmar as datas dos eventos. No domingo, ele viajará a Dubai para negociar os naming rights da arena. Cerimônia A entrega simbólica da obra foi feita para um público formado por jornalistas, que se reuniram na zona mista do estádio. O local, que será usado para entrevistas durante o Mundial, recebeu o presidente do clube paulista, Mário Gobbi, além de Andres Sánchez, da vice-prefeita de São Paulo, Nádia Campeão, do engenheiro responsável pelo projeto, Antônio Gavioli, do coordenador do Comitê Paulista para a Copa, Julio Semeghini, e do operário Carlos Petrolino, representando os mais de seis mil trabalhadores...

Leia mais
Última fase de venda de ingressos para a Copa do Mundo começa nesta terça-feira
abr15

Última fase de venda de ingressos para a Copa do Mundo começa nesta terça-feira

Um total de 199.519 ingressos para a Copa do Mundo da FIFA 2014 poderão ser adquiridos na última fase de vendas, que começa nesta terça-feira (15.04), às 7h (horário de Brasília), pelo site FIFA.com. Ingressos para 54 jogos estarão disponíveis neste período de compra por ordem de encomenda. Não haverá ingressos para 10 dos 64 jogos: abertura (Brasil x Croácia), final e jogos 2 (México x Camarões), 8 (Inglaterra x Itália), 11 (Argentina x Bósnia e Herzegovina, 17 (Brasil x México), 19 (Espanha x Chile), 33 (Camarões x Brasil), 34 (Croácia x México) e 35 (Austrália x Espanha). Nesta fase, serão aceitos somente cartões de débito da operadora Visa e de crédito – não haverá opção de pagar com boleto bancário. Dessa maneira, é importante que os compradores garantam a disponibilidade de fundos suficientes para que seu respectivo método de pagamento seja concluído. Os ingressos também poderão ser comprados nos pontos de venda nos Centros de Venda de Ingressos das Sedes, de 1º de junho de 2014 a 13 de julho de 2014. Todos os espectadores, inclusive crianças de qualquer idade, precisam de um ingresso para entrar no estádio. “Faltando menos de dois meses para a competição, esta é a última chance para que os torcedores garantam seus ingressos para o principal torneio de futebol do mundo. Estou confiante de que teremos uma grande procura pelos ingressos restantes, não somente por parte dos fãs brasileiros, mas também por pessoas de todo o mundo”, disse Thierry Weil, diretor de Marketing da FIFA, responsável pela venda de ingressos. Até esta data, um total de 2.577.662 ingressos já foi alocado durante todas as fases de vendas (incluindo o Programa de Hospitalidade da FIFA e outros grupos constituintes) – 61% deles foram diretamente para o público geral via FIFA.com. A FIFA gostaria de aproveitar esta oportunidade para reiterar que o FIFA.com é a única plataforma on-line de venda de ingressos para a Copa do Mundo. Qualquer produto com ingressos oferecido por outras empresas ou plataformas não faz parte nem está relacionado com o programa oficial de venda de ingressos. A FIFA não indicou nenhuma empresa como sua representante para a venda de ingressos de jogos. Recomenda-se com veemência aos torcedores que não comprem ingressos por outros canais. Mais informações estão disponíveis no endereço www.FIFA.com/ingressos. Fonte:...

Leia mais
Roteiros turísticos no Estado de São Paulo para o período da Copa
abr10

Roteiros turísticos no Estado de São Paulo para o período da Copa

Disponível em três idiomas, o guia traz 55 passeios em 49 municípios próximos à capital. O governador Geraldo Alckmin lançou nesta quarta-feira, 9, no Museu do Futebol, um guia de roteiros turísticos para promover o Estado de São Paulo durante a Copa do Mundo. O guia Roteiros Paulistas tem dicas de praias paradisíacas, belos cenários nas montanhas, lugares históricos e variadas opções de turismo de aventura que podem ser encontrados a poucos quilômetros da capital. “Há a expectativa de que tenhamos mais de 250 mil turistas estrangeiros durante a Copa e 1,2 milhão de turistas de dentro do país. São Paulo vai receber 15 das 32 seleções que vão disputar o mundial. Eles ficarão na capital, região metropolitana, litoral e interior e nós queremos que os turistas que virão pra cá tenham a oportunidade de conhecer melhor o Estado, nossas praias, gastronomia, cultura, atividades de lazer. Enfim, temos todo tipo de turismo no Estado. E temos, no DNA, a visão cosmopolita de receber bem a todos”, frisou Alckmin. Os passeios são definidos de acordo com o perfil dos turistas das Copas e o curto período que terão disponível entre os jogos. São 55 roteiros em 49 municípios a até 300 quilômetros da capital, com opções de até três dias, que mostram a variedade dos destinos paulistas muito além dos negócios. São quatro temas: sol e praia, cultura e lazer, comer e beber e aventura e natureza. Disponível em três idiomas – português, inglês e espanhol –, o guia Roteiros Paulistas será enviado a multiplicadores de informação para os visitantes, como agências e órgãos de turismo, companhias aéreas, consulados e federações de futebol dos países participantes da Copa do Mundo, prefeituras paulistas e à imprensa. São Paulo é o Estado brasileiro que mais recebe turistas: cerca de 50 milhões por ano, 13 milhões deles somente na capital. No entanto, há ainda muito espaço para crescimento do número de visitantes a lazer e consequente geração de empregos e renda neste setor. São Paulo receberá 15 seleções em seus centros de treinamento. Com o guia, a expectativa é aproveitar a Copa do Mundo para incentivar ainda mais o turismo e a atividade econômica, como já tem sido feito por meio de programas como Roda SP, Turismo do Saber, Festival Gastronômico Sabor SP, Melhor Viagem SP e o Caminha SP. Entre os 55 roteiros estão: uma visita à histórica Santos, na Baixada Santista, em um dia; dois dias de requinte em um passeio gastronômico em Campos do Jordão e Santo Antônio do Pinhal, na Serra da Mantiqueira; e três dias de aventura nas cachoeiras e praias preservadas de Ilhabela e São Sebastião, no...

Leia mais
Copa 2014
abr10

Copa 2014

O ministro da Defesa, Celso Amorim, disse há pouco que a atuação das Forças Armadas na Copa do Mundo não pretende cercear o direito de manifestação da população. Ponderou, contudo, que os militares não estão pedindo para atuar no controle de manifestações e sim foram convocados. Durante audiência na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, Amorim frisou que Marinha, Exército e Aeronáutica atuarão, prioritariamente, na defesa do espaço aéreo, fronteira, no controle de explosivos, armamento químico e na defesa cibernética. Mas manterão também uma “força de contingência” para casos em que seja necessário “garantir o emprego da lei e da ordem”. “Esse emprego será normalmente objeto do pedido dos governadores e aceitação da Presidência”, destacou. Ivan Richard – Repórter da Agência Brasil Edição: Valéria...

Leia mais
Governo apressa regulamentação das manifestações de rua
abr10
Leia mais
A Copa do Mundo é nossa? Pelo jeito não
abr10

A Copa do Mundo é nossa? Pelo jeito não

Alguém está sentindo aquela sensação de que a Copa do Mundo no Brasil será só alegria como se diz no jargão? Que a Copa 2014 é sua, é de todos? Gerson Soares Hoje, em Brasília, a presidente Dilma Roussef recebeu várias lideranças políticas e sociais do Movimento de Juventude. Cerca de 30 jovens ouviram dela que não enviará lei ao Congresso para reprimir protestos durante a Copa do Mundo. A conversa girou em torno da Reforma Política – um assunto que há décadas é usado para desconversar –, o enfrentamento do estupro intrafamiliar – aquele que é cometido por um parente da vítima – e a bronca do rapper Mc Chaveirinho, representante da Associação dos Rolezinhos, que cobrou do governo uma linguagem mais informal e próxima dos jovens, principalmente nas periferias. E, logicamente, o convite serviu para sentir o clima das possíveis manifestações – que podem atrapalhar o outro tipo de clima que se tenta criar no país, mas está difícil, o da Copa. Talvez, chegue em cima da hora, assim como o estádio da abertura do mundial, cujas obras no momento estão sob os olhares do Ministério Público de São Paulo. Segundo a Agência Brasil, para o representante do Movimento Passe Livre, Clédson Pereira, a reunião com Dilma teve poucos resultados práticos. Pereira reclamou que, desde a última reunião do movimento com o governo, em 2013, a pauta de reivindicações ligadas ao transporte público não foi adiante. “Neste momento, a gente enfrenta forte aumento de passagem em quatro capitais do país e uma intensificação de políticas e projetos de lei para repressão das manifestações”, listou. “Se não existir intervenção prática na vida das pessoas, as manifestações vão continuar. A gente só vai ser convencido com ações práticas”, advertiu. Se bem lembramos, esse movimento teve papel fundamental para levar milhões de brasileiros a um protesto histórico em junho do ano passado, que se arrastou por mais de dois meses com força em várias capitais brasileiras. As reivindicações foram as mais variadas, mas levaram ao conhecimento mundial a vontade de acabar com a corrupção no país, por políticas mais abrangentes e gestão a altura da grandeza do Brasil, levando ao governo federal e congressistas à realidade nua e crua do pensamento das ruas que já não aguentam mais tanta baderna administrativa. O repórter Ivan Richard da Agência brasil, informou que o ministro da Defesa, Celso Amorim, disse há pouco que a atuação das Forças Armadas na Copa do Mundo não pretende cercear o direito de manifestação da população. Ponderou, contudo, que os militares não estão pedindo para atuar no controle de manifestações e sim foram convocados. Durante audiência na Comissão...

Leia mais
Campanha Brasil Orgânico e Sustentável
mar27

Campanha Brasil Orgânico e Sustentável

Cooperativas de vários estados brasileiros foram selecionadas.   As cooperativas que irão vender produtos da agricultura familiar nos quiosques da Campanha Brasil Orgânico e Sustentável, durante a Copa do Mundo, já foram selecionadas. O resultado da chamada pública está disponível no site do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). A comercialização será feita em 10 das 12 cidades que receberão jogos do torneio: Brasília, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Entre os dias 11 e 27 de junho, cada quiosque terá seis representantes da agricultura familiar para promover o consumo de alimentos saudáveis. A campanha vai mostrar ao consumidor brasileiro e estrangeiro o potencial da agricultura familiar brasileira, que cada vez está mais organizada e estruturada para atender ao mercado , destaca o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Arnoldo de Campos. De acordo com o secretário, a campanha também pretende promover a abertura de novos mercados de comercialização, deixar uma cadeia produtiva mais estruturada, além de gerar renda e inserir produtivamente os agricultores familiares. A Campanha Brasil Orgânico e Sustentável é uma iniciativa do governo federal, realizada pelo MDS e pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Ministério do Esporte, em parceria com a Agência de Cooperação Alemã (GIZ), o Programa das Nações Unidades para o Meio Ambiente (Pnuma) e a Associação Brasil Orgânico e Sustentável...

Leia mais
50 mil ingressos para a Copa serão distribuídos para operários que trabalharam nos 12 estádios
mar27

50 mil ingressos para a Copa serão distribuídos para operários que trabalharam nos 12 estádios

Os ingressos são da categoria 4 para jogos da primeira fase, com exceção da partida de abertura. A FIFA anunciou, durante entrevista coletiva realizada no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (27), que destinará aproximadamente 50 mil ingressos para jogos da Copa do Mundo a operários envolvidos nas obras dos 12 estádios que serão utilizados no torneio. Os bilhetes serão entregues às empresas responsáveis pelas construções ou reformas para serem distribuídos entre os trabalhadores. Os ingressos são da categoria 4 para jogos da primeira fase, com exceção da partida de abertura (Brasil x Croácia, no dia 12 de junho, em São Paulo). De acordo com a FIFA, “a definição da quantidade de ingressos por estádio foi feita com base no número final de operários envolvidos na obra de cada arena, de acordo com as construtoras. A divisão do número de ingressos por estádio é proporcional ao percentual de operários que trabalhou em cada obra”. Representantes das obras dos doze estádios estavam presentes na coletiva de imprensa. Os operários foram aplaudidos pelas autoridades e receberam agradecimentos de dois ídolos brasileiros. “Queria dar os parabéns porque realmente vocês trabalharam demais, incansavelmente, e fico muito feliz porque vocês vao participar da festa também”, disse Bebeto que, “convocou” outra estrela da Seleção Canarinho: Zico subiu ao palco, assistiu a um vídeo em que é homenageado por ex-jogadores, e também falou do papel dos operários. “Eles deram uma grande contribuição ao país, não só pra a Copa. Construiram estádios confortáveis, bom de assistir aos jogos, o Brasil precisava disso”, disse, no dia exato que marca os 25 anos da despedida do Galinho da Seleção. Para Zico, o Maracanã “continua lindo, com a mesma aura”, e tem tudo para ser o palco do hexacampeonato. “O Brasil tem 85% de chance de ser campeão, pela forma como vem jogando, pelo equilíbrio do time. O Felipão conseguiu trazer o público para perto da Seleção, como vimos na Copa das Confederações. Futebol se resolve no campo, mas a confiança é total. O Brasil tem tudo para fazer o dever de casa, chegar aqui no Maracanã e vencer”, completou.   Centros de Distribuição de Ingressos começarão a funcionar no dia 18 de abril nas 12 cidades-sede Confira os locais dos Centros de Distribuição de Ingressos de cada cidade Belo Horizonte – Boulevard Shopping Brasília – Centro de Convenções Ulysses Guimarães Cuiabá – Shopping Pantanal Curitiba – Pátio Batel Shopping Fortaleza – Centro de Convenções de Fortaleza Manaus – Centro Cultural dos Povos da Amazônia Natal – Shopping Cidade Jardim Porto Alegre – Barra Shopping Sul Recife – Recife Shopping Rio de Janeiro – Casarão General Severiano Salvador – Iguatemi Shopping...

Leia mais
Arena das dunas e o Coliseu
jan30

Arena das dunas e o Coliseu

Os antes chamados campos de futebol, agora chamam-se Arenas. Lembrando que a denominação foi usada na antiga Roma, para designar o local onde os gladiadores travavam embates até a morte gerando uma enorme carnificina para a diversão da massa. No Coliseu, preservado para a Memória da Humanidade, os romanos entregaram ao apetite dos leões e outros predadores, os adeptos de uma seita conhecida como a dos Cristãos, expandida em segredo por algum tempo, mas que crescia e se tornou muito maior do que todas as conquistas do poderoso Império Romano juntas ou de qualquer outra sobre a Terra. Muitos dos seguidores dos ensinamentos de Cristo, foram levados para a arena e seus corpos serviram para alimentar as feras, divertindo a bestialidade humana e de certa forma sua ingenuidade. O Coliseu foi construído para alegrar e cativar as massas, elevando a autoestima dos cidadãos romanos da Roma antiga com uma política de pão e circo engrendrada pelo imperador Vespasiano. Mas a designação arena volta à tona com o propósito de identificar o local onde o jogo de futebol é praticado, talvez pelos mesmos motivos. Os tempos mudaram e a bestialidade deu lugar à ganância. A noite de 22 de Janeiro, deve ser lembrada pelos brasileiros – um povo de memória curta -, pois foi inaugurada em Natal-RN, a Arena das Dunas, com a presença da presidenta Dilma Roussef e séquito. A conclusão da obra deixou extasiado o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke que postou no Twitter: “É ótimo ver também seu entorno progredindo em Natal”. A inauguração também contou com um público indigesto para os organizadores. Cerca de 200 pessoas, segundo o Comando da PM do Rio Grande do Norte, protestaram contra os gastos do Governo com a Copa do Mundo, além de outras reivindicações contra a governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Mas, não são só 200, nem 300 – como em alusão aos espartanos da Antiguidade que enfretaram o poderio persa nas Termópilas. São milhões de brasileiros que sofrem e lamentam quando o assunto é Copa do Mundo no Brasil. Não é para menos, nem por pouco! Do campo – que mudou de nome – ao futebol – que já não é o mesmo –, a atividade esportiva deixou de simbolizar aquilo pelo qual foi criada e trazida pelos britânicos, principalmente por Charles Miller. O futebol se tornou uma indústria regada a cerveja, mordomias, salários fantásticos inalcançáveis pelos simples mortais e verbas monumentais. Os sonhos e o amor dos jogadores ao time ficaram em segundo plano, priorizando-se o aspecto financeiro, dando margem e criando mais uma via para o avanço da corrupção no ex-país do futebol, assim como em outros...

Leia mais
Muda Brasil no Tatuapé
out01

Muda Brasil no Tatuapé

Às 16h30 do dia 21/06, a reportagem do Alô Tatuapé seguiu a pé pela Rua Cantagalo e depois pela Rua Serra de Bragança, desde a confluência com a Rua Mont Serrat. A situação era de calma e tranquilidade, com poucos veículos transitando – situação totamente adversa do que se vê numa sexta-feira nesse horário do agitado bairro do Tatuapé. Caminhando, constatamos que o assunto nas ruas era a manifestação programada para aquela tarde na Praça Silvio Romero. Nas conversas, notamos os semblantes carrancudos, com a situação do país. Ao atingirmos a Rua Coelho Lisboa, já na Silvio Romero, acompanhamos a chegada da faixa que já parava o trânsito (foto) e a seguimos até o encontro com algumas dezenas de pessoas que já estavam na famosa praça. Assim que chegou, os manifestantes se aglutinaram ao lado dos outros que carregavam o emblemático protesto contra a PEC37, que tira o poder do Ministério Público, que com coragem vem colocando os políticos no banco dos réus. Em pouquíssimo tempo, mais e mais pessoas se juntavam ao encontro marcado para as 17h. Logo, milhares estavam gritando palavras de ordem, trazendo cartazes de todos os matizes. Inclusive um que dizia: “Fora Dilma”. “Saude, educação e trabalho”, cantavam em coro. Para os manifestantes, a Copa é carta fora do baralho. E assim eles se manifestaram pacificamente, pedindo: “Sem vandalismo, sem vandalismo”, que realmente não houve. “Da minha geração não tem mais ninguém”, nos disse um simpático senhor ao lado do amigo (foto). Talvez, em seu coração e no espírito, estivesse a vontade e o clamor de ver um Brasil melhor e mais justo que através dos seus longos anos não pode ver; juntando-se aos jovens, representou sua geração com a esperança renovada. Dias depois de acompanharmos esse movimento, por motivos técnicos no servidor nosso site saiu do ar e não pudemos concluir as reportagens. Mas por motivo histórico faremos as publicações agora. Depois das manifestações acirradas contra a indecente proposta da PEC37, para a qual o Brasil disse não, ela foi retirada da pauta de votação. Várias reivindicações foram contornadamente atendidas, mas com certeza o governo federal ouviu as vozes nas...

Leia mais