Entrevista IAS:  Ana Maria Torres Alvarez
ago05
Leia mais
Engenheiro de carreira foi convidado para assumir a Subprefeitura Mooca
maio22

Engenheiro de carreira foi convidado para assumir a Subprefeitura Mooca

Gerson Soares Evando Reis, engenheiro elétrico com especialização em Meio Ambiente, funcionário de carreira da Prefeitura de São Paulo, assumiu a Subprefeitura Mooca no dia 09 de maio. A indicação foi concretizada após uma entrevista pessoal com o prefeito Fernando Haddad. “Ele mantém uma linha de indicar pessoas ligadas às estatais e de carreira pública”, revela. O novo Subprefeito da Mooca demonstra forte ligação com a zona Leste. Cresceu em Itaquera, morou na Avenida Pires do Rio, aos 14 anos disse que já trabalhava em frente sua casa. “E estou aqui, trabalhar com essa idade não me fez mal algum”, admite aos 57. Reis chegou com os pais de Fortaleza, CE, aos seis meses de idade, e tem mais cinco irmãos. “Cinco homens e uma mulher”. Segundo ele, acompanhou o crescimento da populosa região de São Paulo. Leia a entrevista “Estudei em colégio público (Grupo Engenheiro Alvares de Azevedo), depois fiz Eletrônica e Engenharia Elétrica”. Após concluir seus estudos especializou-se em Meio Ambiente pela Fundação Alvares Penteado, fazendo carreira desde auxiliar técnico na Eletropaulo. “Ainda trabalhei quatro anos na antiga Light”, disse referindo-se à empresa do Reino Unido, que supriu durante décadas a luz em São Paulo e Rio de Janeiro, onde ainda atua. Durante sua passagem pela Eletropaulo, foi presidente da Associação dos Engenheiros da empresa, onde 1.200 mil profissionais, a maioria com cargo de direção, recebiam informações sobre os interesses da comunidade. Sua carreira como funcionário público, passa ainda pela CETESB – onde permaneceu três anos. Em 2001, passou a ser chefe da Subprefeitura de São Miguel Paulista, onde permaneceu por duas gestões e mais uma como supervisor de Habitação no Itaim. Frase: “Eu quero a Mooca um brinco”. Leia mais  Obras no Tatuapé são largadas pela metade  Conservação de ruas do Jardim Anália Franco acontece após anos Depois de quase três meses de cobranças, calçada do João Borges está sendo...

Leia mais
Entrevista com o Subprefeito Evandro Reis
maio22

Entrevista com o Subprefeito Evandro Reis

Entrevista com o subprefeito Mooca, engenheiro Evando Reis, 57, realizada ontem (21/05), por volta das 11h30 na sede da Subprefeitura Mooca, acompanhado pela assessora, a jornalista Deborah Amoroso Gonçalves. Alô Tatuapé – O senhor está filiado a algum partido político? Engº Evando Reis – Não sou neutro. Alô Tatuapé – Qual o motivo de tantas trocas de subprefeitos na Mooca? O senhor é o terceiro na gestão Haddad. Engº Evando Reis – Francisco Carlos Ricardo saiu em fevereiro, ficou um ano. Entrou Valter Antonio da Rocha, como interino durante alguns meses para que o prefeito avaliasse quem colocaria em seu lugar, até que eu assumi. Alô Tatuapé – A Subprefeitura Mooca tem parcerias com construtoras? Engº Evando Reis – Temos parcerias de cooperação com empresas. Sobre construtoras não tem conhecimento. Alô Tatuapé – O Tatuapé (incluindo o Jardim Anália Franco) não consta no www.planejasampa/metas, nova maneira de acessar as ações da prefeitura. Portanto, significa que não há metas para o bairro? Engº Evando Reis – Pode estar no plano macro das metas. (Mas não soube dizer se há alguma meta para o bairro. A assessora ficou de averiguar para responder em seguida). Alô Tatuapé – Está confirmada a Operação Catabagulho dia 24, no Tatuapé? Engº Evando Reis – Sim. São todas as ruas, por volta de 300. Alô Tatuapé – Qual sua posição quanto às construções desenfreadas que ocorrem há pelo menos 10 anos num ritmo frenético no Tatuapé e Jardim Anália Franco? Engº Evandro Reis – Não está na minha competência, tem regulamentação, leis, plano diretor e secretarias específicas. Alô Tatuapé – Construtoras atingem lençóis freáticos e a água limpa jorra pelo bairro a céu aberto. O quem a dizer? Engº Evando Reis – É uma questão a ser averiguada. Alô Tatuapé – Casas apresentam rachaduras durante as construções e os terrenos sofrem avariações. O que tem a dizer? Engº Evando Reis – As construtoras são obrigadas a reparar todos os danos, deve haver acordo com as partes prejudicadas. Se não honrarem o acordo, o cidadão deve procurar os órgãos competentes. Alô Tatuapé – Os parques C.E.E. Brigadeiro Eduardo Gomes (Ceebeg) e Pet estão degradados. O senhor pretende fazer algo a respeito? Engº Evando Reis – Preciso de um prazo para conversar com a SEME (Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação). Alô Tatuapé – A população e os frequentadores do Largo Nossa Senhora do Bom Parto, afirmam que é necessária a presença da GCM (Guarda Civil Metropolitana) e da PM para fazer rondas no local nas noites e madrugadas das sextas-feiras e sábados. O que o senhor pretende fazer? Engº Evando Reis – Vou conversar com o inspetor...

Leia mais