Tatuapé e as valetas


Segunda-feira, 6 de julho de 2015, às 09h52 – atualizado às 13h22


Elas estão por toda a parte, atrapalhando e causando problemas, mas não há sinal de providências pelos responsáveis pela pavimentação.

As valetas existentes em vários cruzamentos do bairro atrapalham e muito. O trânsito não flui, já que a cada uma delas o motorista é obrigado a parar ou reduzir a marcha para não bater o veículo no asfalto, causando prejuízos e desvalorizando seu bem. Afinal, o IPVA (Imposto sobre Veículos Automotores), mais o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), além das outras inúmeras cobranças feitas aos cidadãos, deveria lhes garantir alguma tranquilidade ao saírem com os veículos de suas casas.

 

Valeta na esquina das ruas Euclides Pacheco e Francisco Marengo: até mesmo a traseira dos carros chegam a bater no chão, devido o desnível do asfalto. Foto: aloimage

Valeta na esquina das ruas Euclides Pacheco e Francisco Marengo: até mesmo a traseira dos carros chegam a bater no chão, devido o desnível do asfalto. Foto: aloimage

 

A segurança é precária, vagas não há mais no bairro do Tatuapé – somente em estacionamentos particulares é possível encontrá-las a preços salgados –, a deterioração do asfalto é notada em várias ruas e avenidas, além disso existem as valetas no caminho. Elas tiram a paciência dos motoristas mais exaltados que pressionam o da frente, impedem a fluidez do trânsito em diversas vias, como por exemplo, o cruzamento das ruas Francisco Marengo e Euclides Pacheco.

Este é um problema que parece sem solução, já que há anos temos mostrado essas dificuldades, inclusive antes das obras de recapeamento promovidas em algumas ruas do bairro.

Aproveitamos esta reportagem que se refere ao recapeamento, para lembrar da imperfeição que existe na Rua Azevedo Soares, em frente ao Colégio Ascendino Reis, que também não tem solução.

Os motoristas pagam seus impostos, são fiscalizados, mas a contrapartida por parte dos responsáveis pelas vias não existe. No dia 7 de fevereiro, publicamos duas reportagens que focaram o trânsito no bairro. Uma as perguntas enviadas à CET era sobre as valetas (veja no quadro 1) e em seguida nos encaminhamos para a coletiva de imprensa na sede da Secretaria Municipal de Transportes, para acompanharmos o lançamento do programa CET no Seu Bairro.

Durante a coletiva apontamos a questão para o secretário municipal de Transportes (SMT), Jilmar Tatto, entre outras questões (veja a resposta no quadro 2). O programa CET no Seu Bairro não teve prosseguimento e não chegou ao Tatuapé. Portanto, outra questão sem solução, tanto por parte da CET, das subprefeituras que administram o Tatuapé e Jardim Anália Franco ou pela (SMT).

Quadro 1

13 fevereiro de 2014, pergunta enviada à CET:

1) Valetas.
O número de valetas que atrapalham o trânsito no Tatuapé é notório. Sendo elas as responsáveis por parte da má fluidez do tráfego, temos informações dos próprios agentes da CET de que as valetas mal feitas atrasam essa fluidez, fazendo com que os carros diminuam a marcha, ampliando os congestionamentos ou impedindo que o fluxo seja normal.

Questões:
- Quando essas benfeitorias são feitas pelos órgãos competentes a CET não é consultada?
- Como melhorar isso agora e consertar os erros?

CET responde:
As valetas cumprem a função de facilitar o escoamento das águas pluviais nas vias, sendo de responsabilidade da PMSP/Subprefeitura a implantação e manutenção das mesmas. A CET é informada pela Subprefeitura sobre os locais onde serão executadas obras de melhoria nas valetas e a CET sugere locais onde existem valetas com necessidade de manutenção.

Quadro 2

13 de fevereiro de 2014, coletiva de imprensa na SMT

Sobre a reportagem do Alô Tatuapé (leia em Trânsito no Tatuapé: pergunte à CET), o Secretário Municipal dos Transportes concordou com a proposta do site/revista, no sentido de que poderia haver demarcações nas ruas onde existem duas faixas de rolamento que nas esquinas se transformam em três, indicando com setas a direção a seguir, à direita ou esquerda. “Mas precisa mandar alguém nos locais, caso a caso”.

Este já será um bom começo. Quanto às valetas, Tatto mencionou o engajamento das Subprefeituras no programa CET no seu bairro. “Vamos pedir às Subprefeituras para analisar e alterar a geometria das valetas”, explicou. Referindo-se a outro fato citado pelo Alô Tatuapé, quanto às dificuldades que as valetas causam e o atraso para avançar na maioria dos cruzamentos do bairro.

A pichação envolve distúrbios sociais e psicológicos, fatores relacionados aos autores desse tipo de crime. Foto: aloimage

A pichação envolve distúrbios sociais e psicológicos, fatores relacionados aos autores desse tipo de crime. Foto: aloimage

Leia mais sobre
BAIRRO

 

Leia as últimas publicações

Recent Videos

Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo
Telescópio Gigante Magalhães, vídeo
Catálogo on-line reunirá informações de 2,3 mil espécies de peixes de água doce
Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d
Video: Venha com a gente para as profundezas dos Corais da Amazônia
Desmatamento dispara na Amazônia, vídeo
Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar
Animação sobre a prevenção do câncer de mama
  • Acompanhe a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, ao vivo

  • Telescópio Gigante Magalhães, vídeo

  • Catálogo on-line reunirá informações de 2,3 mil espécies de peixes de água doce

  • Faça um passeio pelo “solo alienígena” do exoplaneta TRAPPIST-1d

  • Video: Venha com a gente para as profundezas dos Corais da Amazônia

  • Desmatamento dispara na Amazônia, vídeo

  • Benefícios da caminhada e da bicicleta superam malefícios da poluição do ar

  • Animação sobre a prevenção do câncer de mama

Categorias

alotatuape

Autor: alotatuape

Share This Post On

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*